História Ps: Com muito amor. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Evans, Vanessa Hudgens
Personagens Chris Evans, Vanessa Hudgens
Tags Chris Evans, Ps: Com Muito Amor, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 203
Palavras 1.041
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais uma fanfic, espero que vocês gostem ein!
Estou bastante empenhada em fazer dar certo e vou precisar muito do apoio de vocês.
Na verdade é o apoio de vocês que me fazem continuar, então espero que vocês gostem!!!!

Capítulo 1 - Uma simples entrevista


Fanfic / Fanfiction Ps: Com muito amor. - Capítulo 1 - Uma simples entrevista

Eu estava sentada no bar, bebendo minha segundo copo de saquê. Meu vestido cinza e colado no corpo batendo até um pouco acima do joelho, meu pensamento estava focando em apenas uma coisa: Esse não era o tipo de estabelecimento que eu costumava frequentar. Mas, esse era um dos lados do meu trabalho. Eu sou uma repórter de uma revista de uma revista de fofocas e novidades de famosos. Como a agência sabia que a família do Chris Evans morava aqui, logo conseguiram uma hora com o agente do Chris Evans para tentar agendar uma entrevista com o mesmo.  

Esse era o tipo de bar onde muitas mulheres lindas se encontravam com se encontravam com homens ricos e que provavelmente estavam lá mentindo para suas mulheres que estavam no trabalho, enquanto as pobres coitadas estavam em casa cuidado de seus filhos. E o tempo passava e nada do agente do Chris chegar, pelo menos o som da música que tocava ali era bom.  

-Você parece não estar confortável aqui! - uma voz desconhecida, rouca e baixa falou atrás de mim. 

Eu apenas endireitei minhas costas e me virei para ver quem estava falando comigo. E então me deparei com o próprio Chris Evans, ele era muito mais bonito do que na televisão, seu sorriso era branquinho e exalava um perfume amadeirado maravilhoso. Eu não tinha palavras pra dizer o quanto ele era maravilhosamente lindo.  

-Creio que você não é o seu agente, certo? - perguntei enquanto dava um gole na minha bebida e o observava sentar do meu lado.  

-Na verdade não sou não - ele disse rindo enquanto pedia alguma bebida pro cara do bar – A mulher dele entrou em trabalho de parto agora, daí ele me ligou correndo e pediu pra eu vir aqui... História meio louca. - eu observava ele falando sem expressar reação nenhuma, mas por dentro eu não parava de elogiar mentalmente aqueles olhos azuis e aquela barba bem feitinha e aparada – Daí vi que ele marcou em um local legal, um ambiente onde tem bebida e uma música meio Soul e vim, cidade pequena não tem muita gente em cima e eu me sinto em casa, sem contar que eu precisava beber um pouco – ele disse dando um gole em sua bebida

-Entendi – falei sorrindo enquanto dava mais um gole na minha bebida – Mas você estava certo, esse tipo de lugar aqui não faz muito meu estilo. Só a música, gosto bastante de Soul.  

-Tem bom gosto então. – ele disse rindo 

-Então quer dizer que você repara bem nas pessoas né... - falei  

-Mais ou menos, sou bastante observador. Seu vestido combina com você, mas o modo como você senta de pernas cruzadas significa que não está nem um pouco confortável aqui e o fato de você observar muito o lugar, sem ter um ponto fixo, parece dizer que o ambiente não te agrada muito – ele disse enquanto bebia sua bebida. 

Concordei com as observações que ele havia feito, de fato ele era bastante obersvador.  

-Achei que você tinha dito que eu não estava confortável porque eu não estou usando uma calcinha fio dental, nem meus seios estão pra fora e muito menos estão com algum coroa com o dobro da minha idade pagando a minha bebida – falei debochando e colocando um sorriso sarcástico no rosto 

-Você é sarcástica. – ele dizia enquanto me observava – Sabe usar a ironia ao seu favor, mas também parece ser uma pessoa bem calma dentro de casa, talvez só tenha pele de leão mas seja um cordeiro perdido nessa cidade pequena sem saber ao certo o que está fazendo da vida. 

Eu realmente havia ficado impressionada com a capacidade de percepção dele, ele realmente tinha um talento para perceber as pessoas. E sim, eu uso o sarcasmo pra tentar me sair bem das situações, sou uma leoa com relação a minha família, amigos e trabalho mas quando entro no meu apartamento, eu sou só uma menina de uma cidade pequena de Memphis, que veio para outra cidade pequena chamada Maryland, que está trabalhando em uma empresa muito boa, porém meu sonho nunca foi ser uma colunista de uma revista para mulheres. Na verdade minha vida era muito maior do que o que eu aparentava, só eu sabia o que tinha dentro de mim e por mais incrível que pareça, esse cara conseguiu desvendar o começo de tudo. 

-Como é que é? - eu perguntei rindo – Eu tô falando com Chris Evans, o galã de Hollywood, estrela dos filmes Capitão América, os Vingadores, entre muitos outros ou estou falando com o meu psicólogo? - debochei com um sorriso tentando disfarçar, no mesmo momento ele riu - Porque tá parecendo que eu to falando com o Sr. Obrien, meu psicólogo.

-Como é que pode, eu tô sentado bebendo com uma desconhecida enquanto ela sabe meu nome – ele dizia enquanto sorria e dava uns goles em sua bebida. 

-Meu nome é Molly. Molly Martinéz - falei.  

-Martinéz? - ele perguntou surpreso 

-Meus avós por parte de mãe eram espanhois... - falei explicando enquanto ele assentia com a cabeça como forma de ter entendido – Bom, vamos aos negócios - falei me virando pra ele ainda sentada.  

-Aos negócios? - ele perguntou rindo – Achei que estávamos numa conversa boa. 

-Sim, estávamos. Mas tenho que deixar claro que isso aqui é uma reunião de negócios... - falei enquanto bebia um gole da minha bebida. 

-Ah claro – ele disse rindo.  

Conversamos um pouco sobre  a rotina de trabalho do mesmo, sobre novidades e próximos projetos, sobre vida pública e em momento algum eu perguntei da sua vida particular, afinal, isso deveria ser bem chato pra pessoas públicas terem suas vidas invadidas. Depois de uma série de perguntas da minha parte, terminamos nossa rápida entrevista. 

-Rápido - ele disse assim que eu guardei minha agenda onde estava escrevendo as repostas, enquanto eu me levantava. 

-Você queria que demorasse mais? - eu perguntei sorrindo e ela fez um gesto de sim com a cabeça, o que me fez sorrir e logo senti meu rosto ficar vermelho, como eu odiava esses caras boa pinta que sabiam o quanto eram gente boa e charmosos – Boa noite pra você! - falei sorrindo enquanto dava as costas e ia em direção a rua.  


Notas Finais


E aí, o que acharam que vai rolar depois disso?
Gostaram do primeiro episódio?
Comentem o que estão achando!!!!!!!
Um beijoooooooooo meus amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...