História Ps: Com muito amor. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Evans, Vanessa Hudgens
Personagens Chris Evans, Vanessa Hudgens
Tags Chris Evans, Ps: Com Muito Amor, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 187
Palavras 1.643
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capitão na empresa


Fanfic / Fanfiction Ps: Com muito amor. - Capítulo 3 - Capitão na empresa

[Chris narrando] 

Não consigo parar de pensar naquela garota que eu conheci ontem. Eu não consigo entender como ela me tratou tão bem, tão normal como se eu fosse uma pessoa normal pra ela, o que é muito bom, porque ser famoso tem seu lado ruim, muitas pessoas chegam junto pela inveja, outros chegam por interesse, e enfim, é um mundo cheio de ganancia e falsidade, e eu não percebi nada disso naquela garota de ontem.  

São onze da manhã e tô no meu escritório em casa, meu irmão que é um pouco mais velho, estava jogando videogame na minha frente enquanto eu estava recebendo e mandando alguns email sobre trabalhos, projetos, roteiros, etc. 

Meu irmão é meu melhor amigo, sempre está comigo e quando não está comigo, eu conto exatamente tudo pra ele e é claro que eu já tinha contado da garota que eu havia conhecido na noite passada.  

-Você tá estranho! - meu irmão falou enquanto olhava pra televisão - Não tá normal. 

-Que? - perguntei sem entender enquanto procurava algum contato com essa menina no site da revista em que ela trabalhava.  

-Planeta Terra chamando!!!! - meu irmão dizia atrás de mim e eu não observei ele vindo par atrás de mim – Cara, você tá prestando atenção no que eu tô falando? - ele disse seguindo em direção a uma poltrona que tinha na frente da minha mesa - Tô achando legal a gente ir pra sua casa na Serra fim de semana que vem, o que acha? 

-Não sei – falei sem prestar atenção me concentrando no computador  

-Tá de sacanagem né, você chegou agora, nossas irmãs e seus sobrinhos, inclusive a mamãe estão com saudade de você...  

-Eu já estou aqui irmão - falei olhando pra ele – Cheguei essa semana! Tô pensando em relaxar esse fim de semana, vamos ter tempo pra caralho pela frente. 

-Tem razão – ele disse rindo e se levantando – Vou na cozinha, quer alguma coisa? - fiz um gesto de não com a cabeça e ele saiu do escritório. 

Bom, meu plano não deu certo, não consegui nenhum contato com a jornalista de ontem, porém, consegui o endereço da sede da revista Cosmopolitan, que é onde provavelmente trabalhava....  

[Molly narrando]

Cheguei no meu setor do trabalho e me direcionei para minha mesa.

 -E aí Molly, conseguiu marcar a entrevista com o Chris? - Bob me perguntou virando sua cadeira para a minha direção

Bob era um amigão do trabalho, como uma irmã mesmo, talvez pelo fato dele ser meu primeiro amigo que fiz nessa cidade, ou por ser a pessoa que me colocou pra trabalhar nessa empresa, ou porque é muito parecido comigo, literalmente! A mesa dele ficava do lado da minha, ele é um amor, um fofo que me ajudava quando eu precisava, eu o ajudava quando ele precisava e assim nossa amizade foi crescendo.  

-Não só consegui marcar a entrevista como eu já realizei a entrevista – falei sorrindo pra ele que na mesma hora ficou de boca aberta e pediu pra eu contar tudo.  

Contei tudo, detalhe por detalhe, lance por lance e ele ficou de boca aberta! 

-Menina, tô passado! - ele falava gesticulando – Eu não acredito que você ficou cara a cara, bebendo seus belos drinks com aquele gostoso!  

-Xiu – falei sussurrando – Fala baixo, quero fazer surpresa pra chefe e entregar isso antes do prazo que ela me deu.  

-Se bem que eu meio que senti que ela te deu essa matéria pra te confrontar, ver se você era capaz – ele me falou e na mesma hora eu ri – E você mostrou que é capaz! - ele disse rindo - Parabéns linda! Agora eu tenho que começar a pensar no que escrever sobre a volta da maioria das tendencias dos anos 80 e 90.  

-Qualquer coisa, me chama! - falei.  

E comecei a escrever e editar minha entrevista com o Chris. Em menos de duas horas eu já estava com a entrevista redigitada, formatada e pronta para ser entregue para ser mandada para colocar na revista. Me levantei e fui em direção à sala da minha chefe. Bati na porta e na mesma hora escutei ela me mandando entrar. 

-Bom dia – falei entrando na sala - Tá aqui a entrevista que você pediu com o Chris Evans – coloquei os papeis na mesa dela 

-Mais já Molly? - ela falou impressionada - Não acredito! - ela disse pegando os papeis. 

-É, ontem eu acabei me encontrando com ele por acaso e fiz logo a entrevista... - falei mas não observava reação nenhuma dela ao ler a entrevista – Alguma coisa errada? 

-Não - ela disse sem me olhar e só lendo a entrevista – Ela está ótima, seguiu perfeitamente os roteiros que te dei... Trabalhos, projetos, vida pública, alguns próximos trabalhos, adorei que tenha me escutado e seguido tudo que eu pedi! Porém, da próxima vez ouse mais nas perguntas, queira saber da vida pessoal da pessoa. Os leitores adoram saber a vida pessoal, se estão com alguém, como está o coração, mora com quem, enfim... Essas coisas, sabe? - eu fiz um gesto de sim com a cabeça - Mas a entrevista tá ótima, vou mandar pra edição pra eles colocarem na revista da próxima quinzena – sorri ao ouvi-la falando.  

Voltei para a minha mesa e quando cheguei lá, Bob, meu vizinho de mesa estava me procurando.  

-Onde você estava?  

-Eu fui na sala da Sandra entregar a entrevista pra ela... Porquê? 

-Eu acredito que tem um capitão gostoso nesse prédio e acho que ele não está aqui por mim! - ele disse apontando para onde estava um homem de casaco de moletom e calça jeans, quando parei pra reparar direito, era o Chris Evans na secretaria do escritório.  

-O que ele está fazendo aqui? - fiquei de costas para onde o Chris estava perguntei olhando pro Bob 

-Menina, eu não sei... - ele disse olhando pra direção onde estava o Chris Evans – Mas de uma coisa eu sei, que ele está vindo pra cá na nossa direção... - na mesma hora fiquei gelada – Fica tranquila! - ele saiu de perto e foi para a mesa dele 

Na mesma hora virei e vi o Chris vindo na minha direção, ele estava com um sorriso no rosto e eu não sabia ao certo qual reação esboçar. Só sei que eu estava gelada e que todo mundo o acompanhava com os olhos.  

-Bom dia! - ele disse ao se aproximar de mim 

-Bom dia! O que faz por aqui? - perguntei tentando disfarçar meu nervosismo com um sorriso no rosto.

-Eu vim falar com você! - ele disse sorrindo – Preciso falar com você.  

-Claro – falei pegando minha bolsa – Vamos sair daqui – falei seguindo em direção ao elevador e ele veio me seguindo. Assim que chegamos no pátio do prédio ele falou: 

-Eu preciso do seu número de telefone... Notei que você não deixou nenhum número pra contato. 

-Deve ser porque eu não dei nenhum telefone mesmo – falei sério. 

-Aan... - ele pareceu pensar em alguma resposta - Você vai colocar uma entrevista comigo e a única coisa que eu sei é seu nome e onde você trabalha. 

-E isso não está de bom tamanho? - perguntei  

-Não... - ele disse rindo – É porque eu vou viajar em algumas semanas pra produzir um filme novo e eu me conectei muito contigo ontem, gostei de você e acho que seria legal pro seu trabalho uma cobertura completa, não acha? - ele disse sorrindo. 

-Claro – falei sorrindo e dando meu cartão com número e email pra ele – Ficaria muito agradecida! - falei sorrindo – Isso me ajudaria muito no trabalho, tô tão empenhada em fazer dar certo esse meu lado profissional.  

-E se por acaso eu quiser te encontrar em um outro ambiente que não seja tão profissional assim? - ele disse com um sorriso no rosto - Posso ligar pra esse número também?

-O senhor pode voltar aqui né! - falei sorrindo - Eu trabalho aqui, de segunda a sexta essa é minha casa.

-Isso não vale! - ele disse rindo 

-Eu não sei – falei indecisa - Você não pode querer me encontrar em um outro ambiente, nosso trabalho só é profissional – falei o fazendo rir – Porque você tá rindo? - perguntei sem entender 

-Eu gosto de conversar com você, só isso – ele disse rindo – E isso é raro, achar pessoas que te fazem bem só ao conversar – comecei a sentir meu rosto corando e dei um sorriso de lado - Será que podemos um dia sair pra conversar como dois conhecidos?  

Eu fiquei quieta sem saber o que responder, afinal, tentem me entender, era o Chris Evans na minha frente. Um gato, simpático, cheiroso e famoso me pedindo para sair com ele, mas por outro lado, eu não queria pagar de boba, fanática e que diria sim pra ele com tanta facilidade assim, me entendem? 

-Tudo bem, a gente marca um dia então - falei sem dar muita importância - Tenho que voltar pro meu trabalho, tá?  

-Tudo bem – ele disse rindo – Desculpa por te atrasar no seu trabalho...  

-Relaxa – falei sorrindo e me afastando em direção ao prédio onde trabalhava. 

-Tchau jornalista – ele falou em tom alto enquanto se dirigia ao estacionamento 

-Tchau famosinho – falei no mesmo tom, enquanto seguia para o prédio, observei em uma olhada que ele estava sorrindo e na mesma hora sorri e voltei pro meu trabalho. 

Assim que cheguei no meu setor, todo mundo estava me olhando e eu sentia que estavam cochichando alguma coisa, não liguei muito, apenas fiquei encucada com o que esse povo estaria falando, porque o povo ama inventar fofoca a troco de nada. 

-Eu tô chocado – Bob falou quando me aproximei da minha mesa – Ele veio aqui!  

-Eu vi – falei me sentando  

-O que aquele pecado queria?  

-Nada de mais, era sobre a entrevista – falei sem querer contar muito e voltei a fazer meu trabalho. 


Notas Finais


E aí gente, o que estão achando?
Espero que estejam gostando!!!!!! =)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...