História Ps: Com muito amor. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Evans, Vanessa Hudgens
Personagens Chris Evans, Vanessa Hudgens
Tags Chris Evans, Ps: Com Muito Amor, Romance, Vanessa Hudgens
Exibições 135
Palavras 1.687
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Um sábado normal.


Fanfic / Fanfiction Ps: Com muito amor. - Capítulo 6 - Um sábado normal.

Entrei no meu apartamento com o pensamento nas nuvens, como é que pode? Acabei de ter uma noite de jantar com Chris Evans e o melhor, eu ainda era eu, ou seja, ele viu algo em mim. Ele é famoso, muito famoso e mesmo assim é uma pessoa normal como eu e por mais incrível que pareça, me tratou como se realmente não fosse uma pessoa famosa! Hoje é sexta-feira, e como sempre, as sextas a Lisa não ficava no meu apartamento, como sempre, hoje ela sexta-feira e provavelmente ela estava na casa do namoradinho dela. Tomei um banho bem quente, lavei meu cabelo, sequei, coloquei uma roupa de dormir e deitei na minha cama pra ver algo na televisão e cair no sono. Peguei meu celular na cabeceira e tinha duas mensagens, uma da Lisa e outra do Chris.  

Lisa: Amiga, vou dormir na casa do Rodrigo hoje, só tô avisando pra você não ficar preocupada! Te amo, bjbj.   

Molly: Tá bom amiga, se cuida! Te amo.  

.....

Chris: Cheguei em casa agora, muito obrigado pela noite baixinha!   

Molly: Hoje a noite foi bem legal!!!  

Chris: Foi sim, uma boa comida, um bom vinho tinto e uma ótima companhia.   

Molly: Assim eu vou ficar me achando hahah.   

Chris: A gente pode repetir mais vezes? Sem querer ser preciptado.   

Molly: Podemos sim =)  

Chris: Fico feliz por isso!   

Molly: Bom, vou ter que ir nessa, sou dona de casa e amanhã eu tenho que fazer compras pra casa!!!!!!!  

Chris: Se quiser ajuda, sabe pra quem telefonar!  

Molly: Tudo bem então, vou nessa, boa noite!  

Chris: Boa noite!  

Coloquei o telefone na cabeceira e em pouco tempo eu estava dormindo feito um anjinho. Acordei e era dez horas da manhã. Me espreguicei com calma e vi o dia lindo que estava fora de casa. A chuva que caiu ontem e aquele frio já tinham ido embora, o sol estava aparecendo, porém como Maryland é uma cidade bem fria, o tempo estava aberto porém com um ventinho gelado. Tomei um banho, fiz minha higiene matinal, coloquei um vestido soltinho meio azul, uma rasteirinha, e peguei minha bolsa. Saí do predio, passei no starbucks para tomar um café e logo segui em direção ao mercado.   

Peguei um ônibus e em menos de dez minutos estava no mercado, como sempre, fiz tudo o que se devia, comprei tudo o que faltava, do tipo, sabão em pó, comida, biscoitos, leite, pó de café, fruta, cerveja, entre outras coisas... Saí do mercado e peguei um taxi para ir até em casa, assim que cheguei em casa guardei as compras e me deitei no sofá. O relógio já marcava quatro da tarde. Fiquei vendo algum filme na tv, que eu não dei muita importância, até que meu celular vibra. Era mensagem do bob.   

Bob trabalho: Tá fazendo o que?  

Molly: Tô num programa muito especial: deitada no sofá, vendo algum filme na televisão e vou pegar a revista da Aletti pra ver sobre o que eles publicaram e a gente não.   

Bob trabalho: Amiga, que fim de semana parado! Nem parece que era a mulher que saiu ontem do trabalho no carro do Chris Evans!   

Molly: Você não vai esquecer isso nunca mais, fudeu!   

Bob trabalho: Seguinte, se arruma, coloca um roupa bem maneira que hoje tem um festival de moda de rua, e lá pras sete tô passando na porta do seu prédio para irmos.   

Molly: Tá bommmmmmm zZzZzZzzZzZzZzZzZzZ  

Voltei a ficar vendo um pouco de televisão até mais ou menos umas cinco e meia, e logo depois fui me arrumar. Tomei um bom banho, coloquei uma calça jeans boyfriend, uma regata coladinha preta e por cima uma jaqueta no estilo meio colegial, alguns cordões, coloquei um salto preto fino e finalizei o look com uma trança soltinha (foto do look vai estar na capa do próximo capítulo). Assim que acabei de me arrumar desci e encontrei Bob no estacionamento do meu prédio.  

-QUE GATA – ele falava estericamente enquanto eu entrava no carro dele, me fazendo dar uma gargalhada – Tu tá babado, confusão e gritaria – ele disse rindo enquanto saíamos do estacionamento.  

-Palhaço - falei rindo.   

-Deixa eu te falar, estamos indo a trabalho mesmo... Mas podemos nos divertir né, ainda mais que depois do desfile vai ter uma after party e tal.   

-Entendi, e nós vamos ter que fazer algo pro trabalho? - perguntei enquanto escolhia uma música no rádio do carro  

-Olha, nessa minha bolsa aqui tem um bloco de anotações que eu sempre levo – ele disse sem dar muita importância...   

-Mal de jornalista – falei tirando minha agenda de anotações de dentro da minha bolsa e mostrei pra ele   

-Qualquer coisa a gente faz umas anotações das marcas e tal, mas o básico mesmo – ele disse enquanto dirigia – O básico mesmo é ver os famosos que podem aparecer por lá, porque por ser um evento bem famoso e vai acontecer aqui em Maryland, talvez alguns famosos venham pro evento né - eu escutava tudo e concordei com um gesto de sim com a cabeça - Talvez fazer algumas perguntas pra eles, lógico que temos que ver o desfile e fazer algumas anotações....  

-Tudo que a gente pegar pra anotar serve – falei sorrindo e ele sorriu, assim que acabei de falar coloquei a música We Don't Talk Anymore do Charlie Puth, o que nos fez rir e cantar.   

Depois de mais ou menos cinquenta minutos dentro do carro, chegamos no local onde seria o evento. Era uma mansão nas serras de Maryland, e aquilo era uma outra vida pra mim. A mansão era linda, cheia de luzes, o local era lindo, enfim... Tinha um local para onde os jornalistas ficariam antes de um tapete vermelho, dentro da mansão tinha a passarela, logo em outro local tinha um certo tipo de salão para festa e logo depois um salão para refeição. Sem contar na área externa da casa que estava toda grafitada num estilo bem moderno, as luzes eram bem coloridas e vibrantes, enfim, estava digno de um evento conhecidíssimo como esse, porém na nossa pequena cidade.  

Sabíamos que estariam presentes muitos conhecidos da moda, porém, havia bastante famosos também. Chegamos e ficamos perto da área dos jornalistas, porém, tínhamos convites e entradas para os demais lugares. Conseguimos algumas palavras com alguns artistas, do tipo, Miley Cyrus, Alicia Keys, Kim Kardashian, Kanye West, entre alguns outros, mas também conhecíamos a verdade de cada artistas, como por exemplo, alguns que se passam por ótimas pessoas na frente das câmeras mas por trás das câmeras são pessoas extremamente fúteis, grossas e ignorantes com todos.   

Depois de mais ou menos uma hora e meia na área dos jornalistas, entramos para a área do desfile. Nos sentamos em nossos lugares que estavam marcados, anotamos todos os detalhes das marcas, as modelos eram lindas, os modelos das marcas estavam um espetáculo! Eu estava bem empolgada em assistir meu primeiro desfile de marcas internacionais, até que de repente o Bob se calou e ficou me olhando.   

-O que foi menino? - falei olhando pra ele, que estava sentado do meu lado, logo voltei a olhar para o desfile  

-Olha quem tá ali... - ele disse olhando pra algum lugar e eu olhei pra onde ele estava olhando, porém não vi ninguém conhecido.  

-Eu não tô vendo ninguém - falei olhando  pra ele   

-É o Scott – ele disse dado uma pausa para olhar o desfile – Scott Evans.   

-E quem é esse? - perguntei olhando pro desfile.   

-Irmão do Chris Evans! - eu voltei a olhar pra esse tal de Scott assim que ele acabou de falar e voltei a olhar pro Bob.  

-Que bom que ele está aqui, alguém da família teria que vir né, já que dois da família são conhecidos... - falei não me importando muito.  

-Isso é - Bob disse dando de ombros e voltando a se concentrar no desfile.   

Continuamos vendo o desfile por mais meia hora, mais ou menos, e depois fomos para o salão de refeições onde teria um jantar e depois teria uma baladinha. Nos sentamos em uma mesa onde tinha uma pessoal da nossa revista e ficamos conversando, enquanto jantamos e bebemos um champange que eles estavam servindo.   

-Olha, acho que não vou ficar pra after party – falei pro Bob – Eu tô meio cansada, sabe?   

-Aham... - ele disse enquanto dava um gole em sua bebida - Você é meio velha...   

-Eu sou meio velha? - eu falei rindo   

-MUITO! Ainda não sei como uma velha como você teve um encontro com aquele deuso do Chris Evans – ele falou me fazendo dar uma gargalhada.  

-Tenho minhas táticas... - falei rindo.  

-Por falar nisso, me conta o que houve pra ele ter ido te buscar ontem no trabalho?   

-Ah – dei um sorriso de lado ao me lembrar e contei tudo com todos os detalhes pra ele.  

-Ele parece ser uma boa pessoa – Bob disse depois de escutar tudo o que eu havia contado - Porém, talvez esteja um pouco afim de você...   

-Acho que não - falei com certeza – Ele talvez não tenha alguém em quem confie muito por aqui, sem ser a família, é claro...   

-Talvez... - Bob concordava fazendo um gesto de sim com a cabeça.   

-E ele disse que queria minha amizade... - continuei   

-Isso não significa nada! - ele disse rindo - Você acha mesmo que se ele quisesse te comer, ele iria te falar? - ele me falou me fazendo pensar-  Tudo bem que dar pra aquele cara deve ser maravilhoso – ele disse rindo, o que me fez rir – Mas pensa bem né amiga – ele disse me fazendo pensar.  

-Você tem razão! - eu disse dando um sorriso de lado e me levantando – Bom, já são onze e meia da noite, você vai pra casa do seu bofe depois daqui e eu já estou seguindo o caminho da minha casa – falei dando um beijo no rosto dele em seguida – Te amo e obrigado pela noite mara, adorei e esse champanhe tá um espetáculo! - falei fazendo a gente sorrir – Vou pedir um taxi, tchau – me despedi de todos na mesa e fui em direção à saída do local.   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...