História PS: I love you - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 54
Palavras 1.717
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi meus amores, bom, eu conversei com uma amiga minha e ela disse que era pra eu continuar, vou tentar me esforçar mais.

Capítulo 25 - Missão infalível (ou talvez)


Fanfic / Fanfiction PS: I love you - Capítulo 25 - Missão infalível (ou talvez)

      Estava indo em direção a sala de aula, estava tudo em silêncio e o sinal bateu eu levei um puta susto mas mantenha a classe (s/n)!

      Comecei a correr no corredor enquanto uma multidão de pessoas vinham na minha direção contrária, eu tentava passar por elas de cabeça baixa pra ninguém ver minha situação e rir da minha cara, mas tinha umas pessoas que batiam em mim com tanta força de que parecia de propósito, e dava uma vontade de levantar a cabeça e xingar essa pessoa até o mundo acabar, mas como eu sou uma menina muito educada nunca faria isso! Nunca! Claro que não! A não ser que fosse a puta que me derrubou, que pra variar eu ainda não descobri quem era.

     Finalmente chegamos na sala de aula, tudo vazio. Me sentei na minha cadeira e apoiei minha cabeça em meu cotovelo, dei um suspiro em um tom de puro desgosto.

      - Onde acha que começamos?

      - Começamos o que porra? - Arisu virou pra mim com uma cara de dúvida.

      - A procurar a Dora Aventureira!
  
      - Porque procuraríamos a Dora Aventureira? Pera, ela não existe!

       - Querida, você mesmo não disse que procuraríamos quem colocou o pé na minha frente?

       - Ah, é mesmo! - revirei os olhos - bom, eu não faço a menor idéia - ela pegou um pacote de bolacha e começou a comer enquanto eu olhava pro nada 'refletindo', quando de repente ela parou de mastigar e virou pra mim  parecendo a Emily Rose (menina do exorcista) e ficou me olhando como se eu estivesse com uma cara de assombração.

      - Tive uma idéia, na quadra tem câmera?

      - Tem! Aqui nessa escola tem câmera quase que no banheiro, pra filmar a gente mijar! - ela começou a rir e eu a acompanhei.

      - Ok, Ok - ela disse limpando as lágrimas do rosto que haviam caído por causa da risada - então, a gente pode olhar pela câmera!

      - É mesmo! Como eu não pensei nisso antes? - fiquei um tempo balançando a cabeça negativamente pensando na minha burrice, até que me caiu a ficha - já sei porque eu não pensei nisso antes!

       - Eu também sei! Porque você não tem inteligência suficiente como eu pra pensar nisso!

       - Não! É porque a gente nunca vai conseguir olhar pela câmera!

       - Porque não?

       - Porque obviamente os professores não iam deixar duas alunas entrarem no laboratório de informática pra olhar no computador do PROFESSOR!

        - É..... faz sentido!

        - E agora?

        - Já sei! Vamos fazer o seguinte, a gente não pode entrar com um professor vendo, mas quem disse que um professor tem que ver?

       - O que está querendo insinuar com isso? Que a gente assassine o professor de informática e tenha acesso a câmera?
  
       - Isso! Não, tá doida? Claro que não!

       - Pensei que vice tinha ficado retardada.

       - Eu estou dizendo para que a gente venha de noite aqui na escola e olhe.

       - É mais aí não vai adiantar nada porque vai ter câmera e no dia seguinte eles vão ver que a gente entrou aqui.

       - Não tem problema! Eu posso aprender informática em segundos! Sou multi-tarefa!

        - Tá, você pode até ser multi-tarefa, mas informática eu acho que vice não aprende em tão pouco tempo, são muitos códigos, eu sei disso, eu faço aula de criação de sites!

        - E assim se vai nossa brilhante idéia - ela fez um biquinho fofo, virou a cabeça pro nada e apoiou a cabeça na mesa começando a comer novamente, quando uma idéia veio em minha cabeça.

        - Arisu! O Nanjoom!

        - O que tem ele?

        - Ele sabe muito de informática!

        - Sério?

        - Bom, deve saber, ele fica o dia inteiro na Internet, não é possível que não saiba nem fazer uns bugues na câmera pra apagar algumas partes da filmagem.

         - Tá bom, então tecnicamente a gente vai ter que contar pra ele?

         - Não! - disse em um tom sarcástico.

         - Ué, tem como não contar pra ele, é só pedir pra ele ficar longe quando a gente assistir o vídeo e depois chamar ele pra apagar as filmagens da gente invadindo.

         - É tem razão. Então tá, a noite nos encontramos aqui?

         - Sim, mas tem um detalhe, quem vai ajudar a gente a entrar? A escola tem cercas elétricas e sensores de alarme!

         - Podemos pedir ajuda ao Hoseok!

         - Ok então!

     Passamos o resto das aulas planejando como seria de noite, o que iríamos levar pra conseguir pular o muro e tals, também conversamos com o Hope e o Nanjoom, eles concordaram, também combinamos com o resto dos meninos para nos encontrarmos depois na casa da Arisu, porque a mãe dela tinha viajado e ela tinha ficado sozinha, pra gente fazer companhia pra ela pelo menos até a hora de dormir, mas dessa vez combinamos com todos.

     Saímos da escola animadas, para chegar logo a nossa "operação super secreta".

       (...)

    A noite caiu e eu sai de casa com a desculpa de que iria pra casa de Arisu.

      - Mas vier vai toda de preto assim filha?

      - Vou mãe! Que que tem?

      - Mas com essa roupa ninguém vai te enxergar nessa escuridão da noite!

      - Essa é minha intenção - murmúrio baixinho - então tá mãe, tchau!

       - Tchau filha! Boa sorte!

   Sai de casa e fui direto pra escola, na hora que cheguei ofegante de tanto correr, Nanjoom estava dançando com uma roupa cheia de retalhos preta, uma dança desengonçada e assobiando alguma coisa com os lábios.

     - Que que você tá fazendo?
  
     - Dançando! Você demorou de mais!

     - Os outros já chegaram?

     - Não!

     - Então porque você está falando que eu estou atrasada?

      - Ué, porque você que armou o plano então deveria ter chegado primeiro!

       - Pra falar a verdade foi a Arisu E eu que armamos esse plano não SÓ eu .

       - Entendo, então ela e você deveriam ter chegado antes de todo mundo!

       - Ok! Mas - não termino nem de falar e escuto Hope e Arisu gritarem de longe.

       - Ei! Estamos aqui!! - os dois vieram correndo em nossa direção que nem uns loucos.

       - Finalmente chegaram!
 
       - Sem papo! Vamos entrar logo!

     Pulamos o portão que por sinal não tinha cerca elétrica, Arisu quase quebrou o braço na hora que caiu se não tivesse caído em cima de mim, mano, fala sério! Tinha que ser em cima de mim?agora que quebrou o braço foi eu, ou melhor o corpo inteiro!

      - Ain! Obrigada por me salvar! Te amo! - Arisu disse dando um beijo na minha bochecha.

      - Fala sério! Quebrei minhas costas!

      - Vem eu te ajudo! - Hoseok estendeu a mão pra mim me ajudando a levantar, meu cox começou a doer, porqueeeeeee comigoooooo?????

     Todos foram correndo discretamente na frente enquanto me arrastava atrás deles, quer saber? Essa história tá me saindo mais cara em mais machucados do que em respostas!

      - A janela da sala é a quarta no primeiro andar, temos muita sorte de ser aqui em baixo! - Hope disse apontando a janela da sala.

     Ok, essa janela não era dessas gigantes mas também não era tão pequena, dava pra passar uma pessoa de cada vez, e graças a Deus todos passamos, Nanjoom foi o último por ser o mais alto e por ter dado o famoso "pezinho" pra todos conseguirem passar. Na hora que entramos fomos direto no computador do professor, estava sem senha, que povo mais burro mano! Fomos nas filmagens e procuramos a hora do acidente, e como eu suspeitava uma das amigas DAQUELA PUTA DA  YANG MI!!! TINHA QUE SER ELA!!!

     - Nanjoom pode vim apagar! Já vimos o que tinha que ver! - eu disse quase batendo no computador de tanta raiva.

      - Agora! - ele foi correndo e me direção ao computador e demorou somente 5 minutos, desligou as câmeras pra ninguém ver quando sairmos. Fizemos todo o trajeto de novo, que tenhamos feito para entrar e saímos. Na hora a última pessoa pisou no chão, Hope começou a gritar e dançar ao mesmo tempo.

      - MISSÃO CUMPRIDAAAAAAAAA UHUUUUUUU!!! SOMOS FODAS!!!!! - começamos a rir dele e fomos andando tranquilamente pra casa de Arisu, chegamos lá e nos trocamos e esperamos o resto dos meninos chegarem, só brincamos um pouco e já deu a hora de todos irem embora, Jimin me levou pra casa e como da última vez Tae foi o último a sair, Arisu tinha me cobrado que dá última vez não aconteceu nada, mas dessa vez eu acho que rola!

             ARISU POV ON

     Todos foram embora e Tarhyung disse que ia ficar mais um tempo comigo.

      Vou na cozinha tomar um copo d'gua quando sinto as mãos de Tae me abraçando por trás e sussurrando de uma forma sexy e rouca de como era sua voz.

       - Já está com sono? Porque se estiver não sinto o menor incomodo de ir pra cama te fazer dormir.
   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...