História PS: I love you - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 40
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie desculpa a demora estava sem criatividade e estava morrendo de preguiça!

Capítulo 26 - Noite


Fanfic / Fanfiction PS: I love you - Capítulo 26 - Noite

      - Já está com sono? Porque se estiver não sinto o menor incomodo de te levar pra cama e te fazer dormir! - Tae disse me abraçando por trás e sussurrando isso em meu ouvido com um tom rouco e sexy, bom eu tenho uma coisa a confessar, Taehyung é extremamente sexy! Meu Jesus Cristo!

      Ele às vezes passa sua língua em seus lábios olhando fixamente pra nós e as vezes morde o lábio também, quando ele faz isso me deixa extremamente louca aí ele chega atrás de mim falando desse jeito? Eu simplesmente não aguento! Mas continuando quando ele fez isso eu corei instantaneamente, não sabia o que fazer e em um impulso eu apenas virei pra ele e o olhei com uma cara o mais sexy possível com a intenção de provocá-lo.

      - Aish Arisu!!!! Não faz isso você me  deixa louco assim!

      - Ah daddy..... mas essa é minha intenção! - ele arregalou os olhos e depois fez um sorriso malicioso.

      - Daddy? Gostei! - ele desse enquanto me pegava no colo e apertava minha coxa com força enquanto eu mordia meus lábios em um ato sexy.

      Subimos as escadas até meu quarto e ele me deitou na cama, se levantou novamente e trancou a porta vindo em minha direção com um sorriso de lado.

      - Você é bem safadinha hein?

      - Eu fiquei sabendo que você gosta de garotas más daddy, é verdade?

      - Gosto, principalmente se essa garotinha for você, baby girl! - ele se dirigiu a minha boca iniciando um beijo feroz e voraz, esfregando seu corpo contra o meu e assim dando pra sentir sua grande ereção.

       Ele retirou meu short e minha blusa, depois ele se ajoelhou na cama enquanto eu tirava sua camisa, deixando à mostra seu abdômen. Passei a mão lentamente pelo mesmo, sentindo sua pele se arrepiar, ele pegou em meus braços me fazendo olhar pra ele e me dando outro beijo, nos separamos já ofegantes e ele retirou o cinto de sua calça, me deitando na cama e amarrando minhas mãos na cabeceira da mesma, assim me deixando imóvel. Desceu para meu peito e retirou meu sutiã, olhando para meus seios e sorrindo maliciosamente.

      - Wow, você é linda!

      - Ei! - eu disse corando.

     Começou a morder e chupar meus mamilos já rígidos por conta do prazer que ele já havia me proporcionado, arrancando de mim gemidos arrastados.

       Desceu até minha intimidade e rasgou minha calcinha me olhando e me vendo fazer um bico como se estivesse implorando por mais contato.

       - O que você quer que seu Daddy faça baby girl?

       - Me chupe! - eu disse sem a menor vergonha. Ele deu um sorriso como se já estivesse querendo isso a tempos e se abaixou. Senti sua língua invadir meu interior me fazendo arrepiar, gemer e arfar - D-daddy.... ahn....

      Depois de um tempo daquele jeito eu já estava quase no meu limite quando ele parou.
     
       - Quero que gema pra mim! Quero que gema meu nome!

       - Claro Daddy!

     Ele se posicionou entre minhas pernas e começou a passar somente a cabecinha de seu membro, enquanto isso eu estava me contorcendo na cama.

       - Daddy, ande logo!

       - Tudo o que você quiser minha baby girl! - foi só ele dizer isso que penetrou sem dó algum!

       Ficou dando estocadas de leve no começo mas quando viu que eu me acostumei começou a estocar extremamente forte.

        - Aish! Você é tão apertada e gostosa Arisu!

        - D-daddy!

        - Isso geme pra mim!

        - Minhas mãos - ele soltou as mesmas do sinto e me colocou em uma posição com que me fizesse sentar em seu colo e nos abraçamos.

       Ficamos ali até me fomos os dois chegando ao nosso limite, na hora ele se retirou de dentro de mim pois não estava com preservativos. Tomamos um banho juntos, mas apenas nos beijamos e ficamos tocando um ao outro, quando saímos deitamos na cama.

      - Eu te amo Arisu!

      - Eu também te amo Tae!

     E assim adormecemos tranquilamente, e esperando descansar muito essa noite pois amanhã íamos à escola e está noite tinha sido foda, literalmente.

                NO DIA SEGUINTE

      Acordamos com o despertador de meu celular,um tanto escandaloso.

       - Bom dia princesa!

       - Bom dia! - disse lhe dando um sorriso.

       Nos arrumamos e fomos pra escola. Chegamos de mãos dadas e isso provavelmente chamou a atenção de todos os nossos amigos.

      - Parece que a noite foi boa ontem!

      - Aigo Jimin! Que indelicadeza! - (s/n) disse dando a bronca em seu namorado.

      - Não faz mal pergutar (s/n)! Só parece como foi! - Tae disse me deixando envergonhada.

      O sinal bateu e eu e (s/n) fomos em direção a nossa sala. Percebi que ela estava com uma cara que eu já conhecia, estava curiosa.

       - O que foi? Pode perguntar!  

       - O que?

       - Para de se fazer de boba! Eu te conheço, e muito bem!

       - Mas eu.....

       - (s/n)!

       - Ain, desculpa, mas eu quero muito saber! Como foi sua noite?

       - Ué, você não escutou o Tae?

       - Mas eu quero saber de você! Não dele!

       - Tá! É que....

      - É que....?

      - Tá bom! Eu admito eu gostei!

      - Ahhhhh! - ela começou a gritar e pular.

      - Ei, sua louca! Abaixa o facho!

      - Desculpa - ela disse sem jeito colocando a mão na boca.

      - Tudo bem! Agora vamos entrar! Já está todo mundo esperando!

     Entramos na sala e começamos a assistir aquelas mesmas aulas de toda semana.

              


Notas Finais


Desculpa, o capítulo ficou um pouco pequeno mas não tinha mais o que colocar no capítulo. Me desculpem os erros de ortografia. Beijos meus amores!😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...