História Psycho, but sweet. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Suga
Visualizações 237
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Five.


Fanfic / Fanfiction Psycho, but sweet. - Capítulo 5 - Five.

"Namjoon, eu já disse... Eu não tenho um caso com aquele velho!" 

Podíamos ouvir Vic ao telefone com Namjoon. Esqueci de mencionar, Vic e Namjoon estão em um "caso" tem alguns dias. Dress e Jimin também tem um pequeno caso. Dress e eu, assistíamos a um filme enquanto tentávamos conter o riso da discussão de Vic 

"Namjoon, ele não é meu amante!" insistia Vic. "Nam... Joon... EU NUNCA VI AQUELE VELHO BABÃO NA MINHA VIDA. Olha eu to tentando tirar o gosto daquele velho da minha boca. Namjoon, eu acho que ele tinha dentadura Namjoon. Tu acha que eu vou ter um amante que ta com um pé na cova?" Vic gritava ao celular. 

Dress não aguentou e soltou um gargalhada histérica. Eu acabei rindo junto. Vic veio até a sala e bufou. 

- Namjoon, perdoou? - Perguntei. 

- Ele acha que eu tenho um caso com aquele velho nojento. Ele era tão velho que deveria ser considerado um mineral. Tu acha que eu vou ter um caso com ele? Cara, se ele ficar excitado ele tem um infarto. - Disse Vic olhando o celular e mandando mensagens a Namjoon. 

Dress não conseguia conter a risada e ria cada vez mais alto. Levantei para abrir as cortinas, gelei ao ver o ursinho Pooh parado do outro lado da rua. Ele segurava um taco de beisebol como na noite anterior, ele olhava para minha janela. 

- Meninas...- falei devagar. - É ele... - Olhei para elas.

Elas correram em minha direção. Mas quando olhamos novamente ele havia sumido. 

- Não há nada aqui, Aut. - Disse Vic. 

- Ele estava bem ali... Eu tenho certeza que o vi...

- Ai. Ele é o capiroto? Cu mamou é o capiroto? - Disse Dress assustada. - Vocês já pensaram em se mudar?

- Acho uma ótima idéia. - Disse Vic.

- Não vamos. É apenas algum moleque querendo nos assustar. - Falei fechando a cortina. 

- Ele ta conseguindo. Acho que caguei. - Disse Dress. 

A campainha tocou. 

- AH MEU DEUS É O CU MAMOU DO CAPIROTO QUEIMA SENHOR AI MEU DEUS NINGUÉM SE MOVE. - Dress gritou histérica. 

"Quem mamou o cu?" Ouvi a voz dw Jimin do outro lado da porta. 

- Ai é mozão. - Dress correu, abriu a porta e agarrou o pescoço de Jimin. 

Jimin entrou, Jungkook, Taehyung, Namjoon, Hoseok, Jin e Yoongi estavam com ele. Namjoon cruzou os braços. Jungkook aproximou e me abraçou. Não entendi o porquê, mas correspondi. Jin interrompeu o abraço e me abraçou. Em seguida recebi o abraço de Hoseok. 

- Gente... O que houve? Por que tantos abraços? - Perguntei. 

Vic foi para frente de Namjoon e abriu os braços sorridente. Ele cruzou os braços e mostrou a língua. "Vá para o seu amante." ele disse e Vic beliscou ele. 

- Não houve nada, apenas queríamos abraçar você. - Respondeu Hoseok. 

- Vamos a praia! Topam? - Disse Taehyung. 

- Claro! - Disse Dress em resposta e concordamos. 

Nem trocamos de roupa e saímos. 


Jin dirigiu. O carro estava minúsculo com todos dentro, mas seguimos para a praia. Jin dirigindo, Jungkook no banco ao lado. Dress ia no colo de Jimin, Vic no colo de Namjoon, eu ia no colo de Hoseok, Yoongi ia sentado ao lado. Taehyung ia no porta malas. 

"Porque eu tenho que ir aqui?" Ouvimos Taehyung reclamar.

- Estamos chegando, Tae! Aguenta ai. - Disse Jin rindo em seguida. 

Um fedor tomou conta do carro. 

- FUMMMM QUE FEDOR! - Disse Dress. 

Todos cobriram o nariz. 

- PEIDARO. - Gritou Jungkook. 

- O QUE VOCÊS COMERAM? - Perguntou Namjoon. 

- ENTROU UM BICHO NO CU DE QUEM PEIDOU E MORREU... Oh fedor! - Gritou Yoongi. 

- FOI O TAEHYUNG! - Gritou Jimin. 

"Gente, eu to no porta malas morrendo sem ar! Se eu peidar eu morro aqui!" gritou Tae.

- FOI O TAEHYUNG! - Todos gritaram. 

"Por que tudo é minha culpa? Aish!" Tae disse. E todos começamos a rir.  

Chegamos a praia alguns segundos depois. Taehyung saiu do porta malas com as mãos nas costelas. Avistamos apenas 9 cadeiras na praia e saímos correndo para pegá-las. Alguns caíram na areia. Hoseok caiu e saiu rolando pela duna. Peguei uma cadeira e sentei. Jin pegou a segunda. Jungkook a terceira. Jimin a quarta. Dress a quinta. Vic a sexta. Namjoon a sétima. Yoongi a oitava. Hoseok pegou a última cadeira. Taehyung sentou na areia. 

- GENTE ISSO É BULLYING COMIGO. - reclamou Tae. 

As horas passaram. 

- Vamos nadar? - Jungkook perguntou.

- Vamos... To precisando tirar areia que entrou no brioco. - Disse Taehyung levantando balançando o short. 

Todos correram para o mar. Yoongi e eu ficamos nas cadeiras. 

- Posso te mostrar uma coisa? - Yoongi me olhou e sorriu.

- Claro... - Falei sorrindo. 

Ele levantou e pegou minha mão. Segui Yoongi pela praia até uma enorme estrutura de madeira que tinha ali. Metade da estrutura estava no mar e as ondas faziam ela balançar. Yoongi começou a ssubir pela estrutura. 

- Yoongi... Não vou... Não é seguro. 

- Qual é, Aut! Vem. Eu já vim aqui inúmeras vezes... Estou vivo ainda. - Ele sorria com aquilo. 

- Está... Está bem... 

Comecei a escalar a estrutura logo atrás dele. Estava apavorada. A estrutura balançava a medida em que as ondas do mar batiam contra ela. 

Estávamos no topo. Não nego... A paisagem era incrível. Eu me segurava nas madeiras que haviam ali atrás. Yoongi caminhava tranquilamente e sentou ali na beira. Com dificuldade resolvi fazer o mesmo. 

- Linda paisagem não é? - Ele disse.

- Linda... Mas... Você não tem medo? - Perguntei com a voz trêmula. 

- Não sinto mais medo, Aut... Eu perdi o medo. Não sei mais o que é sentir ele... Vamos? Os hyungs devem estar a nossa procura. - Ele disse levantando e erguendo a mão em minha direção. 

Concordei e levantei. Dei a mão a ele. De repente, desequilibrei e um dos meus pés caíram. Eu estava suspensa apenas pela mão de Yoongi. 

- YOONGI ME PUXA! - Gritei assustada. 

Eu pude ver um sorriso se formar no rosto dele. Ele começou a rir.

- EU NÃO TO BRINCANDO YOONGI! ME PUXA! 

- Não é boa essa sensação? Não te deixa mais viva? - Ele disse sorrindo.

- MAIS VIVA? EU VOU CAIR E MORRER YOONGI!

Ele riu novamente e me puxou. Comecei a estapear ele. 

- Você é louco? Queria me matar é isso? - Falei. Sentia vontade de chorar. 

- Era apenas uma brincadeira... 

- BRINCADEIRA? VAI SE FERRAR YOONGI. 

Sai dali furiosa. Chorava de raiva. Parei no meio do caminho e parei para pensar no que ele havia dito e no que eu realmente senti. Eu estava a beira de morrer... Mas eu me senti viva. Mas por que Min Yoongi fez isso? Ele era louco ou o quê? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...