História Psiq - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens JR, Mark
Tags Got7, Jinyoung, Júnior, Mark, Mark Tuan, Markjin, Park Jinyoung
Exibições 91
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Things I Can


Junior e Mark estavam caminhando ao redor do ‘hospício’. A parte difícil, que no caso era não serem avistados pelos seguranças, já havia passado. Eles pareciam procurar por algo, mais precisamente, Mark parecia procurar por algo. Ele estava à procura da rua que havia usado para chegar ali a poucos dias atrás. Ele parecia seguro, andava suavemente e soava bem confiante. Talvez ele só quisesse passar segurança para Junior, uma vez que o garoto não era lá de confiar em qualquer pessoa, mas naquele momento, o moreno sequer pensava em algo assim, ele certamente estava confiando em Mark.

—Nós vamos voltar para aquele lugar? — Junior perguntou de repente. Mas a pergunta não surpreendeu Mark que deu um largo sorriso para o moreno. Seu sorriso era lindo como sempre, e sempre fazia com que Junior o olhasse com os olhos brilhando, como se ele fosse uma pequena criança olhando para um parque de diversões pela primeira vez.

—Não. Eu tenho um lugar para ir, relaxa. — Mark respondeu. O castanho de repente saiu correndo em direção à um ponto de ônibus. Junior ficou assustado de momento, mas logo tratou de ir até Mark.

—Vamos ter que pegar um ônibus? — Junior perguntou.

—Sim, mas não fica muito longe daqui. — Respondeu Mark, logo abrindo seu lindo sorriso.

Eles esperaram no máximo dez minutos até que um ônibus aparecesse e eles adentrassem. Realmente, a viagem não durou muito tempo, talvez tenha sido uns vinte minutos no máximo, mas Junior não contou, ele estava ansioso, queria chegar logo ao lugar que Mark tanto falava durante toda a viagem. O castanho falava o quão bonito era o tal lugar, e isso estava deixando Junior cada vez mais animado e feliz. Ele poderia agora começar uma vida nova, certo? Mark poderia ser um grande amigo para todos os momentos, não? Ele esperava que sim.

O ônibus parou em um bairro de classe média alta, que aparentava ser bem confortável e tranquilo. Mark pegou na mão de Junior suavemente, e logo caminhou junto ao moreno para uma casa aparentemente de dois andares. Junior ainda sentia calafrios pelo seu corpo por conta do toque de Mark. Como o castanho poderia ser tão descarado? Ele sempre agia como se eles fossem velhos amigos, sempre o tocava e falava informalmente. Mas Junior admitiu para si mesmo que gostava disso.

—Antes de entrar... — Mark começou a falar. — Preciso dizer que vamos ter que dividir o mesmo quarto, ok?

Junior não gostou muito da ideia. Ele sempre dormiu sozinho por toda a vida, seria um pouco desconfortável dividir a mesma cama com outra pessoa, ainda mais Mark. Mas ele teria que ceder de qualquer maneira.

—Tudo bem. — O moreno disse.

Junior provavelmente pensaria nisso até a hora de dormir, só que eles obviamente adentrariam na casa e dormiriam de prontidão, o que deixava tudo pior.

—Mas se você quiser, eu durmo no chão, não se preocupe. — Mark disse, confortando Junior, e logo abrindo a porta da misteriosa casa.

A casa não tinha nada de especial, era exatamente como qualquer pessoa imaginaria, afinal. Havia um sofá aparentemente confortável e uma televisão gigantesca na sala, com uma linda cozinha americana ao lado. Havia também uma escada que provavelmente levaria aos quartos. Se parecia bastante com a antiga casa de Junior, e era sem vida por igual.

—Você quer comer alguma coisa? — Mark perguntou. — Se você quiser eu posso fazer um macarrão. É tudo o que eu sei fazer.

—Está amanhecendo, acho que não seria saudável, nós deveríamos ir dormir.

— Bom, se você quiser ir dormir, o quarto fica lá em cima na segunda porta à direita.

Junior assentiu e somente subiu as escadas. A segunda porta à direita continha adesivos aleatórios e sem sentido. Com certeza aquele quarto pertencia à Mark, o que deixou Junior ainda mais ansioso para entrar e conhecer o ambiente do quarto. Era um quarto bem colorido e cheio de vida, coisa que assustava Junior em certos pontos. Ele definitivamente estava acostumado com ambientes acinzentados e sem vida, ou pelo menos era assim que ele enxergava tudo ao seu redor. Mas dessa vez foi diferente, era um ambiente extremamente alegre, havia bonecos de super-heróis em uma prateleira ao lado da cama e uma enorme televisão no centro do quarto, juntamente com um sofá branco. O papel de parede do quarto eram listras verticais vermelhas e azuis. Era tudo simplesmente repleto de vida, repleto de felicidade, repleto de Mark. Ele simplesmente deitou na cama com lençóis infantis de super-heróis e se deixou levar pelo sono.

Junior com certeza não teria pesadelos, esta seria uma das poucas vezes que ele dormiria em paz, mas nem tão em paz assim. Mark com certeza estaria tirando sua paz com seus sorrisos, até mesmo em seus sonhos.

-

Luminosos raios de sol acordaram Junior de manhã, ele havia dormido por poucas horas, deveriam ser umas dez da manhã, mas ele não iria conseguir dormir novamente. Então ele resolveu descer, mas antes ele tirou a grande maioria de suas roupas, ficando apenas de cueca boxer. Realmente estava calor, a casa era bastante exposta ao sol, não havia nenhuma árvore por perto. Passou pela cabeça de Junior o que Mark iria pensar vendo-o somente de cueca, ele estava nervoso, então ele logo procurou uma bermuda nas gavetas da cômoda vermelha do quarto. Haviam bastante camisas de times, Mark gostava de futebol? Parecia que sim. Junior acabou por colocar também uma das camisas que estavam nas gavetas. Era uma camisa branca, mas Junior não sabia de qual time era.

Junior tomou coragem e desceu as escadas, indo em direção a cozinha, mas o andar de baixo se encontrava vazio. Mark não estava ali. Junior se encontrava no momento em desespero, e se Mark jamais voltasse? O que seria dele? Junior não sabia o caminho de volta para o hospital. Mas ele resolveu esperar. O moreno se deitou no confortável sofá da sala e esperou por Mark.

Ele estava quase caindo no sono novamente quando ouviu passos vindos da escada. Com toda certeza era Mark. O castanho descia as escadas com somente uma toalha envolvida em sua cintura, detalhe que deixou Junior nervoso, e desta vez, ele estava nervoso para valer.

—Boa tarde, Jinyoung. — Mark disse sorrindo. — Tá com fome?

Junior assentiu, mas não disse mais nada. Ele estava suando frio, e para piorar, Mark começou a fazer o café da manhã somente de toalha. Junior achou uma falta de educação tremenda, se um dia ele fizesse isso na sua antiga casa, era capaz de seu pai lhe dar uma tremenda surra. Ele pensou em reclamar com Mark, mas não quis ser chato.

Até que aconteceu, e Junior não queria acreditar que aquilo estava mesmo acontecendo. É muito clichê, é terrivelmente clichê. Isso provavelmente já aconteceu na maioria dos filmes, e Junior sabia disso, mesmo que não os assistisse. Não era possível que a toalha de Mark tivesse caído, mas Junior deveria já ter imaginado que aquilo aconteceria, era tão óbvio que ele se sentiu estupidamente burro. E desta vez não teve jeito, ele explodiu.

—Por que você é sempre tão mal educado? Você é legal na maioria das vezes, mas continua sempre fazendo coisas estupidas. — Junior quase que berrou para Mark. E o moreno ficou mais irritado ainda quando Mark sorriu para ele.

—Que foi? Por acaso você gosta do que vê?

Junior saiu imediatamente dali, e foi direto para o quarto. Ele estava com raiva da ousadia de Mark, mas com toda certeza, ele estava com mais raiva ainda da ereção que se formava em suas calças.

 

 

 


Notas Finais


xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...