História Psiu, meu querido...


Escrita por: ~


Sinopse:
TAEMIN • VMIN | Porque mesmo sendo grandinho suficiente pra saber falar, Jimin não conseguía pedir para Taehyung ficar.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 106
Favoritos 34
Comentários 2
Listas de Leitura 7
Palavras 198
Terminada Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, V
Tags Desabafo, Perdão, Taemin, Vmin

Fanfic / Fanfiction Psiu, meu querido...
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Droubble, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Música sem melodia...
2
106
198

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Small_Always
Capítulo 1 - Música sem melodia...
Usuário: ~Small_Always
Usuário
... Tsc.. O que quer que eu diga? Eu não sei negar seus luxos... Ainda mais quando eu estou louco para os fazer..
Eu sei que na hora da raiva, ambos viramos dois babacas orgulhosos.. Eu queria tanto te olhar e falar "Agora não vou mais", mesmo que parecesse infantil, sabe...? Eu queria...
Mas nessas horas... Por que não colocamos a culpa no ascendente...? Acho que minha lua está em algum lugar bem ruim..
Mas, só nesses momentos, tá? Sabe que nem eu, e nem você, somos babacas... Orgulhosos talvez. Mas babacas... Nem de longe.

Eu amo tanto você... Me doeu tanto...
Doeu ver que você só sentou no sofá e me deixou fechar a porta... Doeu quando parei no carro e fiquei olhando pra porta para ver se você saía correndo e me pedia pra não ir...
Eu não quero que peça perdão, não quero que se ajoelhe... Quero só um "Fica..."...
Mesmo que eu entenda, dói não ouvir... Poxa, faz tanto tempo... Que posso fazer pra ter essa liberdade comigo...?

Só...
E se eu te falar que eu não fui?
Se eu te falar que se você sair agora... Vai ver meu carro no mesmo lugar?
Se eu te falar que estou com dor no pescoço agora por ter cochilado de mal jeito no banco, brigaria comigo..?
Pois é... Eu saí, eu conversei com meu pai.. E eu voltei. Mas tive tanto medo de entrar...
E sabe que Appa disse?
"Vocês podem não admitir, mas são feitos um para o outro. Só são cabeça dura".
Não estou brincando.. Sidhb


Então.. Será que posso entrar..?
Posso sentir o quentinho do seu abraço e o calor dos seus beijos...?
Sem medo..?