História Psychiatrist - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui
Exibições 149
Palavras 1.363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii lindinhos
Relevem se tiver erros e espero que gostem

Capítulo 1 - Prólogo


Lauren P.O.V

Ligação On

- Cadê você? - Dinah pergunta no momento que eu atendo a ligação 

- Estou chegando - falo estacionando o carro no estacionamento, pego meu café e saio do carro.

- Você tem noção de que está muito atrasada? - Dinah 

- Sim, eu sei - falo entrando no elevador 

- Simon vai te comer frita no almoço - Dinah

- Também sei disso - 

- Você tem que ter uma boa desculpa - Dinah

- Dizer que perdi a hora por causa de uma stripper é uma boa desculpa? - pergunto saindo do elevador 

- Só você mesmo, pensarei em algo - Dinah 

Ligação Off


- Então pense rápido - falo atrás dela

- Finalmente! - Dinah fala e começamos a andar até minha sala, pego meu jaleco e ponho ele.

- Como estão todos? -

- Normais, com normais eu digo que a senhora Fernandes acha que é de Marte, John continua achando que estamos em 1900 e Suzanna continua falando com o marido morto, então é, estão todos normais - Dinah fala com as mãos no bolso do seu jaleco.

- Tenho que ir falar com a Claudia, preciso ver se já posso tirar ela da solitária - 

- Aquela é louquinha de pedra, se fosse eu deixava ela lá por mais tempo - Dinah

- Acredite, é pior - 

- Eu sei, eu sou psiquiatra há mais tempo que você cabecinha, embora não parece, mas antes vá falar com o Simon, ele quer falar com você, ele aguarda na sala dele - Dinah fala quando saímos da minha sala e eu começo a tomar meu café.

- Estou encrencada - falo e começo a ouvir uma garota gritando, consequência é que eu derrubo meu café em mim - Droga -

- Como sempre desastrada - Dinah fala e entra no banheiro, ela volta com papéis na mão e eu pego os mesmos e começo a me limpar - Mijou nas calças? - Dinah pergunta me zoando.

- Vou te bater, sério mesmo - falo e os gritos aumentam, olho pra trás e tinha dois enfermeiros puxando uma garota.

- ME SOLTEMMMM, NÃO, EU NÃO  QUERO IR PRA LÁ, POR FAVOR - a garota estava gritando, por um momento senti pena, eles colocaram ela na solitária e eles estavam passando por nós de novo e eu os paro.

- Quem é ela? -

- Nova paciente - 

- E vocês já colocaram ela na solitária? - pergunto 

- Só recebemos ordens dona - ele fala e sai com o outro

- Eu vou falar com o Simon, até - falo e vou até a sala dele, bato na porta e entro, ele estava sentado e eu faço o mesmo - O que deseja? Olha eu não vou me atrasar de novo, por favor me desculpe -

- Não te chamei pra isso, é claro que eu não quero que isso se repita - Simon

- Sim senhor, entendi -

- Paciente nova - Simon fala me entregando a ficha da paciente 

- Camila? - 

- Isso, ela acabou de chegar, nem conversamos com ela ainda - Simon

- E levaram ela direto pra solitária? -

- Lauren ela pode ser esquizofrênica, ou psicopata, temos que ter cuidado - Simon

- Certo - falo mesmo não concordando 

- Bem eu te chamei aqui porque você vai cuidar dela - Simon

- Sim senhor, mas alguma coisa? - 

- Não, pode se retirar - Simon fala e eu assenti, me levanto e saio

- E aí? - Dinah pergunta parada ao lado da porta

- Ele só queria me designar pra cuidar da nova paciente, aquela que vimos ser levada pra solitária -  

- Ahh a piradinha? - Dinah

- Não sei, pra saber vou ler a ficha dela, veja como está os outros - 

- Certo Jauregui - Dinah fala e eu entro na minha sala, me sento e pego a ficha da Camila.

........ 

- E aí? - Dinah pergunta entrando sem bater

- Vou falar com ela - falo me levantando e pegando meu sanduíche e um edredom 

- Tem certeza? Podemos pedir pros dois irem falar com ela - Dinah

- Eu sou a médica, Dinah, meu dever, não deles, vou lá - falo e saio da minha sala, vou até a sala que colocaram ela e ponho a senha, a porta se abre e eu entro, ela estava num canto espremida, vou até ela e ela se espreme mais. - hey tudo bem, não vou te machucar, você está aqui há algumas horas, pensei que estaria com fome, tome, é um sanduíche - deixo no chão e ela olha pra ele e depois olha pra mim - Ahh claro - vou até ela e tiro devagar a camisa de força - Bem melhor - falo e ela pega o sanduíche, ela tira do plástico e começa a devorar ele - Aqui é bem frio, pensei que você gostaria de se aquecer - falo e dou o edredom pra ela, ela pega depois de acabar o sanduíche e se cobre, ela estica sua mão que estava com o plástico, pego ele e ponho no meu bolso, depois jogo no lixo. - Meu nome é Lauren, qual é o seu? - pergunto mesmo sabendo seu nome, eu precisava criar um diálogo com ela, ganhar sua confiança, mas ela não responde. - Certo, eu vou indo, depois eu venho te ver - falo e vou até a porta.

- N-Não me deixa aqui, por fa-favor - ela fala e eu olho pra ela

- Prometo que vou te tirar daí, prometo - falo e saio, vou até a sala do Simon e ele estava pegando sua pasta - Preciso falar com você -

- Claro, eu já estou saindo, então seja direta - Simon

- Tire ela de lá - 

- Lauren você me ouviu quando eu disse que ela pode ser esquizofrênica ou psicopata? - Simon

- Exato, pode, como pode não ser também, eu conversei com ela.... Quer dizer eu vi ela, ela não gosta daqui, como qualquer outro paciente, mas se ela dormir na primeira noite dela naquele lugar, aí que ela não vai gostar mesmo daqui - falo e ele fica pensativo.

- Okay, mas se ela causar problemas a responsabilidade é sua Jauregui - Simon

- Claro senhor, ela é minha responsabilidade - 

- Bem eu vou indo, até amanhã, ah e veja se não se atrase - Simon

- Sim senhor - falo e ele sai, no mesmo momento vou correndo soltar Camila, ponho a senha e a porta se abre, vou até ela e ela se encolhe. - calma, eu vim te tirar daqui - falo esticando minha mão e ela pega ela pra se levantar, o edredom cai no chão conforme ela se levanta, pego ele e enrolo em seu corpo - venha - falo e levo ela até um quarto - aqui não é ótimo, mas é melhor que lá, você vai dividir o quarto com mais dois pacientes, o John e a Suzanna, os dois são inofensivos, mas fique longe deles - falo e ela se senta na cama, olho pro chão e vejo Dinah passando pelo corredor.

- DJ - falo e ela olha - Toddy não limpou bem - falo e ela ri

 - se você quiser seu antigo emprego de volta, tá aí uma oportunidade - Dinah

- idiota -

- eu vou indo na minha sala pegar minhas coisas - Dinah

- certo, eu já vou - 

- até amanhã Suzanna, John - Dinah fala e vai pra sua sala

- olha qualquer coisa você clica esse botão, ele vai apitar na recepção e eles vão ligar pra mim, certo? Agora eu vou indo, até amanhã - falo e vou pra porta

- V-você vai me deixar aqui? - ela pergunta

- eu preciso, olha não é tão ruim - falo sendo otimista - você só tem que deitar sua cabecinha e dormir - 

- não tenho sono -

- então apenas fique deitada, eu preciso ir, qualquer coisa você já sabe, clique no botão - falo saindo e fechando a porta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...