História Psychic love - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Pattie Mallette, Personagens Originais
Exibições 87
Palavras 1.335
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá serumaninhos, estou tentando diminuir o tempo de demora pra postar mas soltei um capítulo bem quentinho pra vocês!!!

Capítulo 24 - Não sou apenas a irmã dele...


JUSTIN'S POV

Finalmente chegamos ao nosso destino, dessa vez também vieram o Austin e o Charlie, afinal não sabíamos quantos homens o Vincent tinha. Descemos do carro, e chegamos as muralhas onde Vincent nos encontraria, Sarah deu alguns passos a frente e passou seus dedos na areia e e sentiu um pouco o aroma, aquilo foi realmente estranho.

- Aí Justin! Você ainda não esqueceu de mencionar o por quê da sua namorada estar com um arco? - Falou o Charlie desconfiado. - É que eu acho... - Ele não terminou de falar e Sarah o interrompeu.

- Calem a boca e prestem atenção. - Ela pegou o arco e uma flecha. - Preparem suas armas. 

- Mas eles ainda nem... - Shawn ia falar porém foi interrompido por uma troca de tiros e flechadas entre Sarah e um homem no alto de uma janela da muralha. 

- Vão ficar parados olhando!? - Gritei correndo e atirando em outros que apareciam, os garotos fizeram o mesmo. O Vincente realmente tinha muitos homens, mas a gente tinha uma bomba no grupo, Sarah atingiu quatro homens de primeira com suas últimas quatro flechas. Jogou seu arco longe e pegou um revólver na cintura e atirou em vários. 

Magicamente todos os homens pararam e finalmente a figura que esperamos muito para encontrar apareceu. Não sabia onde Sarah estava, ela simplesmente sumiu. 

- Ora. Ora. Ora. - Ele falou pausadamente. - Justin Drew Bieber em meu território? 

- Vincent Romero... Mas que saudade dessa sua cara de covarde que não se garante sozinho! - Ri sínico e irônico o que o deixou muito irritado. 

- Como ousa me insultar dessa forma!? - Ele exclamou com muita raiva, mas relaxou e me olhou com um sorrisinho irônico. - Hipocrisia não acha? Veio com esses projetos de homens.  - Ele riu. 

- Que tal um pra um? Eu e você! - Dei sinal para os meninos se afastarem e quando ia pegar minha pistola, o filho da puta apontou uma arma pra minha testa. Eu realmente pensei que ia morrer ali mesmo. Não daria tempo de eu atirar nele...

- Getta la pistola! - Escutei uma voz feminina e a expressão de Vincent mudou totalmente, de um sorriso irônico para uma cara surpresa e de espanto. Quando ele se virou sua arma escapou de suas mãos que se encontravam trêmulas. 

- Sarah? Minha irmãzinha? Como você cresceu... Seu corpo agora está escultural... Agora uma... 

- Mulher! Sim, uma mulher Vincent. E não venha me chamar de irmãzinha, você mentiu pra mim a vida toda, arriscou a minha vida com suas idéias loucas para eu ser igual a você... - Ela respirou fundo e se aproximou dele, ficaram cara a cara. - Você é um monstro Vincent Romero Castelucci! - Ela exclamou e o empurrou. 

- Sarah... Não seja assim, eu fiz isso porque te amo, era inevitável não ser como os Romero, está no seu sangue. Se não fosse treinada já estaria morta, bastava saberem seu sobrenome que logo seria executada... Eu só quis te proteger, eu também reagi assim quando descobri que o papai mentiu para mim durante tanto tempo... Eu senti tanto sua falta... - Ele falou com lágrimas nos olhos. 

- Vincent... - Sarah logo deu um abraço apertado nele o que me deixou com ciúmes e raiva, ele era meu arqui inimigo porém antes disso era irmão dela e não podia forçar a barra para quebrar esse laço... - Eu senti sua falta... Mas ainda estou com muita vontade de dar uma flechada na sua garganta. - Falou e o soltou, lhe encarando. 

- Você não pode falar nada! - Ele ficou bravo. - É com ele que você andou transando? É na cama dele que você dorme? - Parecia realmente estar bravo, não do jeito que ele fica quando nos vê mas do jeito que um pai fica ao se chatear com uma filha. 

- Vincent! Você está falando como se eu fosse uma vagabunda! Ele é o cara que me protege e que me salvou daquele lugar imundo onde eu fui deixada, ainda nem acredito que consegui sair de lá! Ele é o cara que apoia minhas decisões mesmo sabendo que isso pode comprometer as escolhas dele! Ele é o cara que eu amo! - Ela gritou com Vincent e ele a olhou com sangue nos olhos, se aproximou dela ameaçador e quando o Shawn ia pra cima por a arma nele, eu o puxei. - Você não me põe medo Vincent Romero Castelucci. - Ela fez o mesmo que ele, e o encarou, foi algo estranho, uma hora eles estavam se abraçando e do nada eles estavam num momento tenso, eram dois iguais, eram as mesmas habilidades, era o mesmo sangue. 

- Sarah, Sarah... Se você acha que pode me enfrentar está muito enganada. Tenho um exército e você tem apenas um namoradinho e seus projetos de homens. - Ele falou sínico e ela parecia ter rosnado pra ele. 

- É o que vamos ver! Agora é você com seu exército e eu com o meu, vamos ver quem ganha! - Ela falou e o empurrou. - Agora sai da minha frente, já gastei muita saliva com você! E não esqueça que eu vou voltar... - Ela exclamou e piscou para ele provocadora. 

Sarah fez sinal e todos entraram no carro, demos partida e saímos dali, a cara de raiva e medo do Vincent era hilária. Durante a viagem, os caras encheram a gente de perguntas. 

- Você é a irmã dele? Você é uma Romero? - Perguntou Shawn.

- Você é assim por causa dele. É sério que foi ele que te treinou? - Austin continuou a perguntar, ele e Shawn estavam praticamente em cima dela.

- Justin. Por que não contou que sua namorada tinha o sangue do nosso arqui inimigo? - Charlie perguntou desconfiado. Estava bem óbvio que ele não ia com a cara de Sarah. 

- CALEM A BOCA! - Gritei e todos se calaram abismados. - Parem de encher o saco, se ela quiser falar ela fala, mas se ficarem enchendo o saco dela arranco as bolas de vocês. 

Eles olharam Sarah torcendo pra que ela falasse alguma coisa e respondesse a todas as perguntas.

- Sim foi Vince que me treinou. E eu não sou apenas a irmã dele... - Ela falou e riu fraco pelo nariz.

- Como assim não é apenas irmã dele? - Cameron perguntou curioso e Charlie ainda a  encarava desconfiado.

- Eu sou... A srt. Romero. - Ela falou e ficou séria, e todos ficaram boquiabertos em choque. - Eu não sou uma assassina. Não sou uma mulher poderosa, tenho apenas dezoito anos e não sou morena. Eu sou apenas uma jovem que descobriu a poucos meses que descobriu que tinha um "apelido" muito temido. - Deixou tudo bem claro.

- Então você não é realmente quem esperávamos que fosse... Você não é a mulher que odiamos, você tem apenas o nome. - Charlie falou como se realmente tivesse certo que ela não fosse uma garota qualquer, mas que era desnecessário desconfiar ou sentir raiva dela sabendo que tinha apenas um nome. 

- Então você é tipo o Papai Noel? - Shawn falou e todos riram da cara dele. - Não gente, é sério. Ninguém nunca viu o Papai Noel mas diz como ele é, mas que na verdade é apenas um nome criado para alguém imaginário.

- Só acho que não transo com alguém imaginário. - Ironizei e todos riram, inclusive Sarah que deu um puxão no meu cabelo.

- Eu entendi o que quis dizer Shawn, que não existe essa mulher, é apenas um nome. - Sarah falou e o assunto se encerrou ali, e ficamos apenas falando besteiras até chegarmos no hotel. 

Quando cheguei estava acabado, quando entramos no quarto eu e Sarah apenas tiramos a roupa e nos jogamos na cama, o dia foi bem cansativo mas valeu a pena, eu realmente fiquei muito orgulhoso da garota que amo. 


Notas Finais


E então? Gostaram? Ainda tem muitas revelações e muitas surpresas pros próximos capítulos!!
Talvez surjam novos casais e amores, a relação de Sarah e Justin pode esquentar... Sem detalhes e spoiler né!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...