História Psycho - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, TWICE
Personagens Jimin, Lu Han, Mina, Momo, Personagens Originais, Sehun, Tzuyu
Exibições 46
Palavras 2.411
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Em meio ao luxo



----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
Após tudo estar devidamente explicado, Alice foi preparar um chá para o trio, logo o colega chegaria tambem, Peter e Ellen acabaram por se aproximar novamente depois da explicação. Ellen se sentia culpada pelo que aconteceu no passado e pelo que estava fazendo agora, e não queria destruir a vida de Peter com os erros que ela cometeu, pois no passado ela encomendou um assassinato e no presente estava envolvida em corrupção.
-Independente do que irá acontecer a partir de agora saiba que pode contar comigo, não irei embora. - disse Peter segurando as mãos de Ellen e os dois sorriram mais ainda por isso.
-Certo pombinhos, foco. - disse Alice voltando com a bandeja. - Precisamos localizar aqueles dois e precisamos urgentemente de um plano de resgate.
-Não sei para onde eles podem ter ido, na verdade não sei quase nada sobre aqueles dois. - comentou Ellen pegando uma das chícaras. - No diario não tem nada?
-Infelizmente não, mas o Peter poderia dar umas pesquisadas com base no que a Mina contou, certo Peter? - respondeu Alice.
-Eu acho que sim. - sorriu de canto pegando uma das chícaras. - Mas vou confessar, isso leva tempo.
-Não importa, dando resultado é o que vale. - disse Alice pegando a chícara, nesse momento a porta da frente se abriu e Joel entrou.
-Passei na casa do Senhor e da Senhora Lu e não tinha ninguem em casa, aconteceu alguma coisa? - perguntou o maior se aproximando do trio. - Ellen?!
-Querido amigo, colega, irmão camarada... Peço que se acalme. - pediu Alice pegando no braço do maior e o levando até o quarto.
-O que houve? - perguntou preocupado.
-SE ACALME PORRA! - respondeu irritada, ela então respirou fundo fechando os olhos e se acalmou.
No andar de baixo Peter fazia suas pesquisas procurando algo relacionado ao relato de Mina, no inicio não encontrou nada na surface, por essa razão teve que optar pela Deepweb.
-O que é isso? - perguntou Ellen olhando por cima do ombro de Peter.
-DeepWeb, o local que tem literalmente tudo, desde pornô até a venda de drogas, chamam ela de internet profunda por conter de tudo basicamente e haver anonimato. - respondeu empolgado.
-Impressionante.
-Bom, segundo o relato da Mina as coisas pareciam ser somente sadomasoquistas, mas analisando melhor percebi que é bem mais que isso e tive de utilizar a DeepWeb, por essa razão eu disse que seria demorado.
-ELES NÃO DEVIAM TER FEITO ISSO!!! - gritou Joel descendo as escadas com raiva, Alice o seguiu bufando. - AGORA ONDE ELA ESTÁ?
-Estou cuidando disso, don’t worry. - respondeu Peter empolgado e calmo, ao contrario do amigo.
-Se acalme por favor, toma um chá por enquanto. - pediu Ellen dando uma chícara para o colega que pegou ainda cheio de raiva.
-Chá não resolve, mas um alcool sim. - disse Alice com um tom de zombaria na voz.
-Melhor não Alice... - disse Ellen segurando o braço do colega que estava se acalmando aos poucos. - Alcool só piora tudo, vai por mim.
-HÁ!!!!! ACHEI! - gritou Peter todo alegre dançando enquanto segurava o notebook. - VIPets, era disso que ela estava falando. - todos o olharam. - É uma sociedade secreta que tem sua base em Dubai, para entrar precisa pagar mensalmente uma certa quantidade “generosa” e quem entra nela tem proteção e apoio total dos envolvidos.
-Já sei, riquinhos entediados que se acham melhores que todo mundo e cria uma casa de boneca gigante para brincarem entre si como num RPG. - comentou Alice com seu ar ironico de sempre.
-É quase isso Alice, porém bem mais complexo eu acho, não tem muitas informações aqui e o que eu contei foi uma junção do que eu consegui achar e do relato da Mina. - fechou o notebook. - Eles falam muito em código nesse site.
-Qual o plano então? - perguntou Joel mais calmo tomando o ultimo gole de chá.
-Precisamos nos infiltrar antes de fazer o que quer que seja, mas nos falta somente um mero detalhe. - sorriu forçado. - O dinheiro.
-Sem problema, ela tem dinheiro suficiente das propinas que ganha, certo Ellen? - alfinetou Alice.
-Claro, e quem será o Pet? - respondeu Ellen apontando indiretamente com a cabeça para Alice.
-Eu acredito que a Alice daria certo sendo a Pet e o Joel o dono, só espero que vocês dois não se matem até lá. - disse Peter.
-Por que EU não posso ser a dona? - perguntou Alice espantada.
-Nada contra você, serio, mas pela sua personalidade eu acho que não daria certo se você fosse a dona, acabaria estragando tudo.
-Contra fatos não há argumentos. - comentou Joel segurando o riso, estava se divertindo vendo Alice sendo atacada com a verdade.
-Mas por enquanto precisamos formar o plano, não podemos ter certeza assim tão precipitadamente. - se aproximou da mais nova ajeitando o oculos. - E para que tudo dê certo vocês precisarão mudar o visual por enquanto para não serem reconhecidos por eles. - segurou no ombro da Alice e do Joel. - E terão de dar um tempo no trabalho.
-Por mim tudo bem, e para você AMIGO? - olhou diretamente para Joel com os olhos semicerrados.
-Tudo bem tambem. - devolveu o olhar.
-Peço que não se matem antes da conclusão do plano, okay? - pediu Peter. - Dêem as mãos para firmar o acordo. - os dois reviraram os olhos e apertaram a mão quase quebrando os dedos um do outro, em seguida soltaram com sorrrisos falsos.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
Mina sentou-se entre Sehun que estava no corredor e Momo que estava na janela, a loira sentia que agora estaria totalmente nas mãos do loiro e que agora sem qualquer motivo ela poderia mata-la, afinal ele não tinha mais nada a perder, sem contar que ele faria algo contra seu brinquedo favorito e ela não poderia fazer nada, pois se fizesse algo aconteceria.
-Primeira classe. - praticamente cantarolou se espreguiçando. - Queria tanto que o Luhan estivesse aqui tambem, pena que ele está morto, de quem será a culpa mesmo? - alfinetou olhando pelo rabo de olho para Mina, a mesma apenas olhava para baixo em silencio.
-Como é lá Sehun? - perguntou Momo tentando desviar atenção dele.
-Incrivel. - respondeu um tanto seco. - vou aproveitar enquanto da tempo para usar o toilet. - levantou-se e saiu, no momento que fez isso Momo suspirou aliviada.
A viagem foi longa e um tanto desconfortavel para Momo e Mina, mas para Sehun estava sendo bem divertido. Para fugir das alfinetadas, Mina resolveu dormir e Momo ouvir musica, ou pelo menos fingir.
Assim que chegaram foram recebidos por uma limusine prateada e um mordomo árabe, foi nesse instante que Mina percebeu que não havia mais como fugir e que ela havia perdido todas as chances para ter uma vida de novo. Após as duas terem entrado, Sehun discou uns numeros no celular e colocou o celular na orelha, havia ligado para alguem que nem a Momo conhecia, ele então falou em outra lingua que as duas não conseguiam entender e parecia bem serio.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
-NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOO!!! - gritou Alice com raiva jogando a coleira pela janela. - ME RECUSO!
-Coopera Alice, por favor. - pediu Ellen andando até a janela procurando a coleira jogada. - Joel ajuda aí.
-Quer mesmo prejudicar a Mina pelo seu egoísmo? - perguntou ele com os braços cruzados.
-CALA A BOCA. - respondeu praticamente voando no pescoço dele.
-Já vi que vamos ter muito trabalho por aqui... - comentou Peter preocupado coçando a nuca. -A política de lá é que todos os Pets precisam usar coleira, para serem reconhecidos, uma forma de identificação, assim evitam que entrem intrusos. - suspirou tentando manter a calma. - Se você quiser uma coleira mais bonita, que seja do seu gosto então você sai com o Joel e vão em um PetShop, comprem uma, experimentem, mas precisam disso.
-Ok, é um sacrificio que eu tenho de fazer para salvar alguem... - tentou se acalmar e bufou. - Mas por que com ele?
-Terão de se aturar por um longo tempo, então é melhor começarem agora não é mesmo? - respondeu Peter. - Para evitarem chamar a atenção melhor se disfarçarem.
-Vamos logo então. - disse Joel cruzando os braços.
A dupla então saiu disfarçados de cosplay, ele de Naruto e ela de Hinata, afinal era o unico disfarce que tinha lá no momento.
-Esse disfarce é o mais ridiculo que eu já usei. - comentou ela bufando enquanto andavam até o PetShop.
-Quer realmente falar sobre isso? Supostamente era para não chamarmos a atenção.
-Para piorar estamos vestidos como um casal e eu sequer te suporto direito.
-Ironias da vida.
-É por onde?
-Logo a direita. - respondeu apontando para uma rua.
Enquanto isso Peter fazia a inscrição de Joel e Alice no mundo dos VIPets, claramente mentindo sobre a maior parte das informações, Ellen o ajudava com alguns detalhes. Já no PetShop uma nova discussão entre os dois, dessa vez pelo preço de uma das coleiras.
-Quem vai usar sou eu ou você? Compra logo.
-Eu quem vou pagar.
-Algum problema? - perguntou um funcionario se aproximando todo simpatico.
-NÃO! - responderam em unissom.
-Certo.. Com licença.
-Se não for esse então não vamos levar nenhum. - semicerrou os olhos.
-Ok, que seja, quem vai ficar ridicula com isso é você mesma.
-Fala isso como se importasse para você se eu ficarei ou não ridicula, quem vê até pensa.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
A limusine chegou no local, ou pelo menos na fachada dele, um arranha-céu luxuoso proximo ao mar, era um local incrivelmente lindo.
-Não se iludam, aqui é somente o local em que as decisões são feitas, a nossa nova casa está no subsolo em segurança. - disse Sehun andando mais a frente.
Eles então entraram no local, havia uma linda recepcionista arabe os aguardando e com ela um tablet.
-I can help you Sir? - perguntou ela toda simpatica.
-Yes. - respondeu Sehun, nesse momento Momo e Mina ficaram admirando a vista ao redor, assim que ele terminou de falar com a moça eles foram levados até o elevador e de lá seguiram para o subsolo. - Aqui em caso de fuga a situação é punida devidamente e há uma segurança fortemente armada e treinada.
-E os Pets ficam separados dos donos? - perguntou Momo, os dois estavam BEM mudados um com o outro e Mina percebeu isso, até parecia que a Momo tambem era uma prisioneira.
-Não, a responsabilidade do Pet continua sendo totalmente sua, mas eles te auxiliam no que for necessario. - respondeu pegando o celular e verificando a hora. - Chegaremos a tempo da festa de boas vindas. - assim que ele falou isso a porta se abriu e a cerimonia deu inicio. - Coloque isso por favor. - entregou uma coleira de oncinha para Mina. - Reconhecimento e norma local. - ela então colocou no pescoço com a ajuda de Momo e o trio saiu em direção a multidão.
Havia todo o tipo de pessoa, de cada nacionalidade do mundo, todos mundo ricos e poderosos e que não tinham medo ou vergonha de mostrar isso, um em particular chamou a atenção de Mina.
-Esse lugar é diferente de tudo o que eu já vi. - comentou Momo abismada.
-Você ainda não viu nada. - disse Sehun entregando as malas para um funcionario juntamente com um cartão.
O rapaz que chamou a atenção de Mina era um asiatico de boa aparencia, não que os outros não tivessem, mas ele parecia ser diferente dos outros e tinha um ar verdadeiramente superior e ele não o demonstrava forçadamente como os demais, era natural. Ao lado dele havia um Pet que igualmente chamava a atenção, pois estava vestido com uma roupa tipica sadomasoquista preta de couro, a cabeça estava descoberta e mostrava a sua beleza natural e até aparentemente angelical.
-Nós os sócios e criadores dessa sociedade damos as boas vindas aos novatos. - disse uma senhora com um lindo vestido de gala vermelho com brilhantes, o cabelo em um coque estiloso dando um destaque ao branco e aos olhos verdes, eles então aplaudiram. - Queríamos anunciar também a nova área recreativa dos Pets, para dar mais liberdade a vocês pensamos nisso, e para os novatos logo após essa festa o Louis irá mostra-los a zona de batalha, ele tambem irá contar a historia desse local e tirar todas as suas duvidas. - Enquanto a senhora falava, Mina prestava a atenção, mas dessa vez quem chamou a atenção foi ela. O rapaz que ela observava a minutos atras estava a observando agora com certo interesse, ela parecia ser a mais forte emocionalmente comparada aos outros segundo ele. - Harry pode soltar a música. - ela então se afastou do microfone no grande palco e desceu para cumprimentar algumas pessoas.
-Irei falar com ela, fiquem a vontade. - disse Sehun caminhando até a multidão que estava cercando a senhora.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
-Alguma novidade? - perguntou Alice após terem chegado em casa.
-Fiz a inscrição, mas por enquanto não podem viajar. - respondeu Peter mexendo no notebook de pé. - Amor poderia verificar o e-mail de novo?
-Why Not? - perguntou Alice sem entender.
-Simples, precisamos pagar a matrícula e esperar até que nos aprovem. - respondeu.
-Nada. - disse Ellen em resposta a Peter. - Acho que eles mandaram o e-mail bem depois.
-Então nós iremos mudar o visual enquanto isso, vou comprar as tintas e os trajes. - disse Joel.
-Ela te acompanha, ficaremos aqui de olho em tudo. - disse Ellen e Alice bufou.
-Não aguento mais... - reclamou Alice andando até a porta.
Assim que eles sairam Alice acabou tropeçando em um saco, ao olhar melhor viu que tinha um objeto um tanto estranho nele que o deixava pesado.
-O que é isso? - perguntou Joel.
-Eu não sei.. - respondeu abaixando-se e abrindo o saco, nesse momento ela deu um grito. - Uma cabeça....!!!
-Fica aqui, eu resolvo isso. - disse ele entrando correndo. - Tem uma cabeça lá fora e é melhor vocês resolverem isso. - Ellen e Peter se entreolharam chocados. - Fui! - saiu e pegou na mão da Alice a levando para longe.
Após chegarem no shopping foram diretamente para as lojas de roupas, dessa vez utilizariam o dinheiro da Ellen que estaria disponibilizado para eles, e não economizariam nem um pouco por essa razão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...