História Psycho - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, TWICE
Personagens Lu Han, Mina, Momo, Sehun, Tzuyu
Exibições 33
Palavras 2.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Em meio ao luxo



----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
Após tudo estar devidamente explicado, Alice foi preparar um chá para o trio, logo o colega chegaria tambem, Peter e Ellen acabaram por se aproximar novamente depois da explicação. Ellen se sentia culpada pelo que aconteceu no passado e pelo que estava fazendo agora, e não queria destruir a vida de Peter com os erros que ela cometeu, pois no passado ela encomendou um assassinato e no presente estava envolvida em corrupção.
-Independente do que irá acontecer a partir de agora saiba que pode contar comigo, não irei embora. - disse Peter segurando as mãos de Ellen e os dois sorriram mais ainda por isso.
-Certo pombinhos, foco. - disse Alice voltando com a bandeja. - Precisamos localizar aqueles dois e precisamos urgentemente de um plano de resgate.
-Não sei para onde eles podem ter ido, na verdade não sei quase nada sobre aqueles dois. - comentou Ellen pegando uma das chícaras. - No diario não tem nada?
-Infelizmente não, mas o Peter poderia dar umas pesquisadas com base no que a Mina contou, certo Peter? - respondeu Alice.
-Eu acho que sim. - sorriu de canto pegando uma das chícaras. - Mas vou confessar, isso leva tempo.
-Não importa, dando resultado é o que vale. - disse Alice pegando a chícara, nesse momento a porta da frente se abriu e Joel entrou.
-Passei na casa do Senhor e da Senhora Lu e não tinha ninguem em casa, aconteceu alguma coisa? - perguntou o maior se aproximando do trio. - Ellen?!
-Querido amigo, colega, irmão camarada... Peço que se acalme. - pediu Alice pegando no braço do maior e o levando até o quarto.
-O que houve? - perguntou preocupado.
-SE ACALME PORRA! - respondeu irritada, ela então respirou fundo fechando os olhos e se acalmou.
No andar de baixo Peter fazia suas pesquisas procurando algo relacionado ao relato de Mina, no inicio não encontrou nada na surface, por essa razão teve que optar pela Deepweb.
-O que é isso? - perguntou Ellen olhando por cima do ombro de Peter.
-DeepWeb, o local que tem literalmente tudo, desde pornô até a venda de drogas, chamam ela de internet profunda por conter de tudo basicamente e haver anonimato. - respondeu empolgado.
-Impressionante.
-Bom, segundo o relato da Mina as coisas pareciam ser somente sadomasoquistas, mas analisando melhor percebi que é bem mais que isso e tive de utilizar a DeepWeb, por essa razão eu disse que seria demorado.
-ELES NÃO DEVIAM TER FEITO ISSO!!! - gritou Joel descendo as escadas com raiva, Alice o seguiu bufando. - AGORA ONDE ELA ESTÁ?
-Estou cuidando disso, don’t worry. - respondeu Peter empolgado e calmo, ao contrario do amigo.
-Se acalme por favor, toma um chá por enquanto. - pediu Ellen dando uma chícara para o colega que pegou ainda cheio de raiva.
-Chá não resolve, mas um alcool sim. - disse Alice com um tom de zombaria na voz.
-Melhor não Alice... - disse Ellen segurando o braço do colega que estava se acalmando aos poucos. - Alcool só piora tudo, vai por mim.
-HÁ!!!!! ACHEI! - gritou Peter todo alegre dançando enquanto segurava o notebook. - VIPets, era disso que ela estava falando. - todos o olharam. - É uma sociedade secreta que tem sua base em Dubai, para entrar precisa pagar mensalmente uma certa quantidade “generosa” e quem entra nela tem proteção e apoio total dos envolvidos.
-Já sei, riquinhos entediados que se acham melhores que todo mundo e cria uma casa de boneca gigante para brincarem entre si como num RPG. - comentou Alice com seu ar ironico de sempre.
-É quase isso Alice, porém bem mais complexo eu acho, não tem muitas informações aqui e o que eu contei foi uma junção do que eu consegui achar e do relato da Mina. - fechou o notebook. - Eles falam muito em código nesse site.
-Qual o plano então? - perguntou Joel mais calmo tomando o ultimo gole de chá.
-Precisamos nos infiltrar antes de fazer o que quer que seja, mas nos falta somente um mero detalhe. - sorriu forçado. - O dinheiro.
-Sem problema, ela tem dinheiro suficiente das propinas que ganha, certo Ellen? - alfinetou Alice.
-Claro, e quem será o Pet? - respondeu Ellen apontando indiretamente com a cabeça para Alice.
-Eu acredito que a Alice daria certo sendo a Pet e o Joel o dono, só espero que vocês dois não se matem até lá. - disse Peter.
-Por que EU não posso ser a dona? - perguntou Alice espantada.
-Nada contra você, serio, mas pela sua personalidade eu acho que não daria certo se você fosse a dona, acabaria estragando tudo.
-Contra fatos não há argumentos. - comentou Joel segurando o riso, estava se divertindo vendo Alice sendo atacada com a verdade.
-Mas por enquanto precisamos formar o plano, não podemos ter certeza assim tão precipitadamente. - se aproximou da mais nova ajeitando o oculos. - E para que tudo dê certo vocês precisarão mudar o visual por enquanto para não serem reconhecidos por eles. - segurou no ombro da Alice e do Joel. - E terão de dar um tempo no trabalho.
-Por mim tudo bem, e para você AMIGO? - olhou diretamente para Joel com os olhos semicerrados.
-Tudo bem tambem. - devolveu o olhar.
-Peço que não se matem antes da conclusão do plano, okay? - pediu Peter. - Dêem as mãos para firmar o acordo. - os dois reviraram os olhos e apertaram a mão quase quebrando os dedos um do outro, em seguida soltaram com sorrrisos falsos.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
Mina sentou-se entre Sehun que estava no corredor e Momo que estava na janela, a loira sentia que agora estaria totalmente nas mãos do loiro e que agora sem qualquer motivo ela poderia mata-la, afinal ele não tinha mais nada a perder, sem contar que ele faria algo contra seu brinquedo favorito e ela não poderia fazer nada, pois se fizesse algo aconteceria.
-Primeira classe. - praticamente cantarolou se espreguiçando. - Queria tanto que o Luhan estivesse aqui tambem, pena que ele está morto, de quem será a culpa mesmo? - alfinetou olhando pelo rabo de olho para Mina, a mesma apenas olhava para baixo em silencio.
-Como é lá Sehun? - perguntou Momo tentando desviar atenção dele.
-Incrivel. - respondeu um tanto seco. - vou aproveitar enquanto da tempo para usar o toilet. - levantou-se e saiu, no momento que fez isso Momo suspirou aliviada.
A viagem foi longa e um tanto desconfortavel para Momo e Mina, mas para Sehun estava sendo bem divertido. Para fugir das alfinetadas, Mina resolveu dormir e Momo ouvir musica, ou pelo menos fingir.
Assim que chegaram foram recebidos por uma limusine prateada e um mordomo árabe, foi nesse instante que Mina percebeu que não havia mais como fugir e que ela havia perdido todas as chances para ter uma vida de novo. Após as duas terem entrado, Sehun discou uns numeros no celular e colocou o celular na orelha, havia ligado para alguem que nem a Momo conhecia, ele então falou em outra lingua que as duas não conseguiam entender e parecia bem serio.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
-NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOO!!! - gritou Alice com raiva jogando a coleira pela janela. - ME RECUSO!
-Coopera Alice, por favor. - pediu Ellen andando até a janela procurando a coleira jogada. - Joel ajuda aí.
-Quer mesmo prejudicar a Mina pelo seu egoísmo? - perguntou ele com os braços cruzados.
-CALA A BOCA. - respondeu praticamente voando no pescoço dele.
-Já vi que vamos ter muito trabalho por aqui... - comentou Peter preocupado coçando a nuca. -A política de lá é que todos os Pets precisam usar coleira, para serem reconhecidos, uma forma de identificação, assim evitam que entrem intrusos. - suspirou tentando manter a calma. - Se você quiser uma coleira mais bonita, que seja do seu gosto então você sai com o Joel e vão em um PetShop, comprem uma, experimentem, mas precisam disso.
-Ok, é um sacrificio que eu tenho de fazer para salvar alguem... - tentou se acalmar e bufou. - Mas por que com ele?
-Terão de se aturar por um longo tempo, então é melhor começarem agora não é mesmo? - respondeu Peter. - Para evitarem chamar a atenção melhor se disfarçarem.
-Vamos logo então. - disse Joel cruzando os braços.
A dupla então saiu disfarçados de cosplay, ele de Naruto e ela de Hinata, afinal era o unico disfarce que tinha lá no momento.
-Esse disfarce é o mais ridiculo que eu já usei. - comentou ela bufando enquanto andavam até o PetShop.
-Quer realmente falar sobre isso? Supostamente era para não chamarmos a atenção.
-Para piorar estamos vestidos como um casal e eu sequer te suporto direito.
-Ironias da vida.
-É por onde?
-Logo a direita. - respondeu apontando para uma rua.
Enquanto isso Peter fazia a inscrição de Joel e Alice no mundo dos VIPets, claramente mentindo sobre a maior parte das informações, Ellen o ajudava com alguns detalhes. Já no PetShop uma nova discussão entre os dois, dessa vez pelo preço de uma das coleiras.
-Quem vai usar sou eu ou você? Compra logo.
-Eu quem vou pagar.
-Algum problema? - perguntou um funcionario se aproximando todo simpatico.
-NÃO! - responderam em unissom.
-Certo.. Com licença.
-Se não for esse então não vamos levar nenhum. - semicerrou os olhos.
-Ok, que seja, quem vai ficar ridicula com isso é você mesma.
-Fala isso como se importasse para você se eu ficarei ou não ridicula, quem vê até pensa.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
A limusine chegou no local, ou pelo menos na fachada dele, um arranha-céu luxuoso proximo ao mar, era um local incrivelmente lindo.
-Não se iludam, aqui é somente o local em que as decisões são feitas, a nossa nova casa está no subsolo em segurança. - disse Sehun andando mais a frente.
Eles então entraram no local, havia uma linda recepcionista arabe os aguardando e com ela um tablet.
-I can help you Sir? - perguntou ela toda simpatica.
-Yes. - respondeu Sehun, nesse momento Momo e Mina ficaram admirando a vista ao redor, assim que ele terminou de falar com a moça eles foram levados até o elevador e de lá seguiram para o subsolo. - Aqui em caso de fuga a situação é punida devidamente e há uma segurança fortemente armada e treinada.
-E os Pets ficam separados dos donos? - perguntou Momo, os dois estavam BEM mudados um com o outro e Mina percebeu isso, até parecia que a Momo tambem era uma prisioneira.
-Não, a responsabilidade do Pet continua sendo totalmente sua, mas eles te auxiliam no que for necessario. - respondeu pegando o celular e verificando a hora. - Chegaremos a tempo da festa de boas vindas. - assim que ele falou isso a porta se abriu e a cerimonia deu inicio. - Coloque isso por favor. - entregou uma coleira de oncinha para Mina. - Reconhecimento e norma local. - ela então colocou no pescoço com a ajuda de Momo e o trio saiu em direção a multidão.
Havia todo o tipo de pessoa, de cada nacionalidade do mundo, todos mundo ricos e poderosos e que não tinham medo ou vergonha de mostrar isso, um em particular chamou a atenção de Mina.
-Esse lugar é diferente de tudo o que eu já vi. - comentou Momo abismada.
-Você ainda não viu nada. - disse Sehun entregando as malas para um funcionario juntamente com um cartão.
O rapaz que chamou a atenção de Mina era um asiatico de boa aparencia, não que os outros não tivessem, mas ele parecia ser diferente dos outros e tinha um ar verdadeiramente superior e ele não o demonstrava forçadamente como os demais, era natural. Ao lado dele havia um Pet que igualmente chamava a atenção, pois estava vestido com uma roupa tipica sadomasoquista preta de couro, a cabeça estava descoberta e mostrava a sua beleza natural e até aparentemente angelical.
-Nós os sócios e criadores dessa sociedade damos as boas vindas aos novatos. - disse uma senhora com um lindo vestido de gala vermelho com brilhantes, o cabelo em um coque estiloso dando um destaque ao branco e aos olhos verdes, eles então aplaudiram. - Queríamos anunciar também a nova área recreativa dos Pets, para dar mais liberdade a vocês pensamos nisso, e para os novatos logo após essa festa o Louis irá mostra-los a zona de batalha, ele tambem irá contar a historia desse local e tirar todas as suas duvidas. - Enquanto a senhora falava, Mina prestava a atenção, mas dessa vez quem chamou a atenção foi ela. O rapaz que ela observava a minutos atras estava a observando agora com certo interesse, ela parecia ser a mais forte emocionalmente comparada aos outros segundo ele. - Harry pode soltar a música. - ela então se afastou do microfone no grande palco e desceu para cumprimentar algumas pessoas.
-Irei falar com ela, fiquem a vontade. - disse Sehun caminhando até a multidão que estava cercando a senhora.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
-Alguma novidade? - perguntou Alice após terem chegado em casa.
-Fiz a inscrição, mas por enquanto não podem viajar. - respondeu Peter mexendo no notebook de pé. - Amor poderia verificar o e-mail de novo?
-Why Not? - perguntou Alice sem entender.
-Simples, precisamos pagar a matrícula e esperar até que nos aprovem. - respondeu.
-Nada. - disse Ellen em resposta a Peter. - Acho que eles mandaram o e-mail bem depois.
-Então nós iremos mudar o visual enquanto isso, vou comprar as tintas e os trajes. - disse Joel.
-Ela te acompanha, ficaremos aqui de olho em tudo. - disse Ellen e Alice bufou.
-Não aguento mais... - reclamou Alice andando até a porta.
Assim que eles sairam Alice acabou tropeçando em um saco, ao olhar melhor viu que tinha um objeto um tanto estranho nele que o deixava pesado.
-O que é isso? - perguntou Joel.
-Eu não sei.. - respondeu abaixando-se e abrindo o saco, nesse momento ela deu um grito. - Uma cabeça....!!!
-Fica aqui, eu resolvo isso. - disse ele entrando correndo. - Tem uma cabeça lá fora e é melhor vocês resolverem isso. - Ellen e Peter se entreolharam chocados. - Fui! - saiu e pegou na mão da Alice a levando para longe.
Após chegarem no shopping foram diretamente para as lojas de roupas, dessa vez utilizariam o dinheiro da Ellen que estaria disponibilizado para eles, e não economizariam nem um pouco por essa razão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...