História Psycho - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, TWICE
Personagens Lu Han, Mina, Momo, Sehun, Tzuyu
Exibições 17
Palavras 1.782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Mais uma falha, mais perdas e uma certeza


Joel então saiu andando até a zona dos PETs e tirou Alice de lá para pedir ajuda dela para o plano.
-Faremos uma festa, convida todos os donos e exiga que não haja NENHUM PET, o resto é só deixar comigo. - disse ela confiante tocando o ombro dele, a confiança foi passada para ele que sorriu largamente já imaginando o que iria acontecer. - Confia em mim?
-Confio. - respondeu ainda sorrindo e ela entrou na zona dos PETs de novo. - Certo Peter e Ellen eu preciso que espalhem os convites, podem fazer isso? Vou organizar a festinha.
Enquanto Joel se direcionou até o salão de festas o casal foi enviando os convites com a exigencia, seria na proxima semana se tudo desse certo, até lá Tzuyu estaria informada e os demais envolvidos tambem.
A semana da festa enfim chegou, tudo estava pronto para começar, Joel já estava no local ansioso para o ato em cima do enorme palco. Já Alice estava na zona dos PETs fazia dias a espera do grande momento, infelizmente lá ela não sabia distinguir o tempo, mas sabia que ela saberia a hora certa de agir.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
Tzuyu colocou um sorriso forçado no rosto e saiu para abrir os portões, os demais funcionarios fizeram o mesmo, assim que os portões foram abertos os convidados entraram alegremente já ansiosos para o grandiosissimo show. Peter e Ellen anunciaram no convite que haveria um show de talentos e que alguns convidados iriam participar, dando tempo suficiente para que o plano fosse concluido. Assim que todos entraram os funcionarios trancaram as portas como fora pedido e se dirigiram para perto do palco, exceto Tzuyu que foi para o local pedido por Ellen, que era a zona dos PETs para verificar que todos estavam lá. Joel a observou sair e percebeu que era hora de agir, passou pelas enormes cortinas vemelhas e se aproximou do microfone, sentia-se nervosamente ansioso.
-Ladies and Gentlemens, queria anunciar a vocês que o show irá começar, os participantes estão devidamente preparados. - Estava improvisando por ter se esquecido de decorar suas falas. - Os primeiros a participarem serão... - e olhou para as cortinas esperando que alguem saisse de lá, começou a ficar preocupado com a demora, até que Gain e Suho apareceram com seus sorrisos de porcelana forçados para perfomarem ballet. Joel então saiu do palco e deixou para que Chanyeol assumisse seu lugar, o mesmo de bom grado aceitou o fazer. Enquanto isso Tzuyu se encaminhava para a zona dos PETs a passos largos, tentava chegar o mais rapido possivel para que não houvessem erros e uma possivel suspeita por parte dos demais. Enquanto isso Alice esperava ansiosamente para agir juntamente com Peter e Ellen que estavam no hotel ainda mas estavam prontos para partir. A morena então chegou e abriu a porta com certa brutalidade chamando a atenção de todos, contou o maximo que deu e confirmou que não faltava ninguem.
-Podem começar. - disse ela escancarando a porta e fazendo sinal de sim com a cabeça para Alice, Peter e Ellen bloquearam a maior quantidade de seguranças nas zonas mais exclusivas e protegidas, enquanto isso Joel chegava para ajudar. Os PETs com incentivo e ajuda de Alice e Tzuyu fugiam do local correndo pelos corredores nos caminhos abertos pelo casal, assim que ele chegou ajudou os demais e viu que a Tzuyu escorregou e caiu enquanto ajudava o Eunwoo a correr. Joel se aproximou para ajudar a Tzuyu, porém ela fez sinal para que ele levasse o Eunwoo embora e ele o fez, quando os dois seguiram Eunwoo continuou olhando para trás e viu quando um segurança a pegou e quebrou seu pescoço. Ele quis gritar, salvar ela, mas não conseguia fazer isso, Joel viu a cena e preferiu levar o mais novo para longe. Enquanto isso Alice corria com os demais juntamente com Mina, até que a ruiva foi puxada por alguns seguranças, Alice quis parar para ajuda-la mas a ruiva fez sinal para que ela seguisse, foi então que Alice viu varios outros corpos jogados ao chão dos PETs que não tinham conseguido fugir a tempo mortos. Ela ficou horrorizada com a cena e se recusou a fugir tambem, não queria o mesmo destino para Mina, porém Joel a pegou a tempo e a levou antes que alguem a pegasse, inicialmente ela protestou, mas depois ela ficou em silencio observando a Mina sendo espancada pelos seguranças.
As pancadas foram tão fortes que Mina ficou inconsciente, nesse instante todos os donos já haviam conseguido sair do salão de festas e estavam enfurecidos com a noticia de que seus PETs haviam fugido. Quem soltou a bomba foi Jimin, o unico que não foi para a festa e acompanhou toda a fuga de camarote, não quis interferir até certo ponto, em que viu que Mina estaria com chances de conseguir ir embora, foi então que ele acionou os seguranças mais proximos e a matança aconteceu. Mina foi a unica poupada da matança, Jimin a queria viva, mesmo que estivesse invalida devido a forma violenta de contenção da segurança.
-VOCÊ NÃO ME DEIXOU SALVAR ELA! - gritou Alice socando o peitoral do Joel enquanto chorava, ele apenas ficou em silencio, todos eles estavam em um local seguro que Ellen havia alugado para a fuga. - E A TZUYU....!!!! - ela ficou em silencio de novo ainda chorando e ele a abraçou, Eunwoo por sua vez ficou jogado em um canto relembrando a cena da Tzuyu enquanto chorava silenciosamente.
----------------------------------------------------------X----------------------------------------------------------------
Mina permaneceu incosciente e entrou em coma ficando sob os cuidados dos unicos que restaram por lá, afinal os demais fugiram após a fuga dos PETs e não havia muito o que fazer. Quem ficou cuidando dela foi o Chanyeol e o Baekhyun, afinal ele não quis fugir por não ver necessidade disso. Jimin tambem permaneceu por lá, mas só para ficar de olho em Mina, o Jungkook ele deixou morrer por não se importar mais com ele.
-Yeol você acha que ela é capaz de ouvir? - perguntou Baek pegando na mão de Mina a observando.
-Acredito que sim. - respondeu sem prestar muita atenção enquanto vasculhava a ala hospitalar procurando um medicamento em especifico. - Sinta-se a vontade para falar com ela, qualquer coisa me chame.
Ele então a observou de novo pensando no que diria, não tinha assunto para contar a uma desconhecida, pensou em perguntar ao Yeol mas o mesmo não estava ali por enquanto, resolveu então contar como conheceu o seu dono.
-Bem, eu não sei por onde começar, - coçou a nuca. - claramente é pelo começo mas, eu ainda não sei que palavras usar para descrever como foi. - apertou um pouco a mão dela a acariciando. - Se estiver mesmo me ouvindo peço desculpas por isso, mas é que eu nunca fui falante, não tanto quanto o Chanyeol. - o maior entrou e ajustou os equipamentos que mantinham Mina ainda viva. - Ele sempre foi tão carinhoso comigo e com todo mundo, era o rapaz mais popular da escola pelo que me lembro. - sorriu com os olhos brilhando ao lembrar disso. - Enquanto eu era só um jovem rapaz tímido com medo de sofrer bullying por ser mais afeminado.
Flashback On
Baekhyun POV On
Tudo começou quando eu tinha meus 13 anos e mudei para uma cidade nova com os meus pais, o menino do interior que seguiu para a cidade grande porque o pai e a mãe ganharam promoções em seus empregos, mãe corretora e pai advogado. A casa para o qual eu mudei era menor comparada a que eu morava antes, mas nem tanto, pelo menos minha janela do meu quarto era de frente para a casa vizinha, vi muitos filmes com janelas do tipo e fiquei fascinado em ter uma tambem. Inicialmente eu pensei “diferente dos filmes eu não vou ter um vizinho gato pra ficar de olho”, não é que me enganei? Meu vizinho era realmente um gato e nada mais nada menos que Park Chanyeol, na época eu nem o conhecia ainda. Bom, quando eu me mudei eu fui direto para o quarto e fiquei admirando aquela janela, foi então que me deparei com o meu vizinho sem camisa fazendo flexão no quarto todo suado, era a visão dos deuses. Pensa em um rapaz alto e um pouco musculoso muito lindo malhando logo a sua frente? É de ficar de queixo caido. Fiquei admirando aquela cena por um bom tempo até minha mãe entrar no quarto e me tirar do transe.
-Já terminou de trazer as caixas? - perguntou ela parada na porta.
-E-eu, quase. - respondi completamente sem graça saindo do quarto quase correndo, eu não me assumi para os meus pais naquela época ainda.
-O que você tanto olhava? - ela se aproximou da janela e eu fiquei quase tendo um infarto, só que felizmente ela não viu nada, porque eu quase tive um infarto? Meu coração nunca acelerou tanto na vida naquele ponto, tinha tanto medo de me assumir.
-Nada, só tentando ver se tinha algum vizinho legal. - respondi aliviado descendo as escadas e indo em direção a porta pra tirar as malas do caminhão, eu então me deparei com o meu pai conversando com o vizinho que eu estava de olho minutos atrás.
-É, eu sei como é isso... Ah, esse é meu filho Byun Baekhyun. - disse meu pai me puxando e me colocando de frente para o vizinho, eu nunca fiquei tão vermelho desde que eu mijei nas calças na primeira serie.
-Prazer, Park Chanyeol. - ele estendeu a mão para mim e eu apertei de cabeça a baixa e rapidamente soltei.
-Rapazes fiquem conversando aí, eu vou terminar a mudança. - disse meu pai dando tapinhas nas minhas costas e foi até o caminhão, eu quis fugir dali.
-Então... Me diga um pouco sobre você. - ele disse me olhando de cima a baixo, mas não arrogante, curioso para falar a verdade. - Byun Baekhyun. - ele disse o meu nome como se fosse um nome exotico.
-Hum... Eu.... Eu gosto de arroz. - eu só consegui dizer isso e já fiquei mais vermelho que um tomate, eu pensei que ele iria rir de mim, mas na verdade ele sorriu.
-Eu tambem gosto de arroz, não só arroz, mas tambem gosto de muitas coisas.
Ficamos conversando por bastante tempo, tempo suficiente para o meu pai terminar a mudança e ele chamar uma pizza, porem mesmo tendo conversado com ele e o conhecido um pouco eu continuei timido. Era dificil para mim me soltar, muito menos em tão pouco tempo com alguem que acabei de conhecer, preferia ouvi-lo ao inves de ser ouvido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...