História Psycho Killer~ Jungkook - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 280
Palavras 931
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellou minhas Killerbabys (nome besta que eu criei para as fãs de Psycho killer)... Vortei com mais um capítulo Novo e cheiroso pra vcs🙃🍃💕
Boa leitura!😘😚🌹

Capítulo 5 - Capítulo 5~


Fanfic / Fanfiction Psycho Killer~ Jungkook - Capítulo 5 - Capítulo 5~

~Jungkook on~


Levei o prato e o copo para a cozinha e coloquei na pia, vou até o jardim e vejo meu cachorro na sombra debaixo de uma árvore. Pego seu pote e encho de ração.


-Ades! - Falo o nome de meu pastor alemão e logo ele corre em minha direção, ele senta e olha pra mim- Pode comer - coloco o pote no chão e ele começa a comer. Volto pra dentro de casa e lavo as mãos, saio pra comprar algumas coisinhas e logo volto, me sento no sofá e fico assistindo algo até entardecer.


•••••♤•••••


Quando a tarde chega decido brincar um pouquinho com (S/n), coloco minha máscara, que agora é outra mas continua sendo um coelho, e desço até o porão. (A máscara só cobre do nariz pra cima).

-Princesa? espero que esteja melhor...- digo chegando perto de seu corpo.

-Por que?...- diz baixo por conta de sua garganta machucada.

-Por que eu quero brincar... afinal, você é meu brinquedinho!- digo sorrindo. Ela não fala nada apenas olha para meus lábios que estão amostra, mordo meu lábio inferior e dou um sorriso enquanto tirava meu cinto. Tiro minha camisa expondo meu abs malhado e vejo que (S/n) ficou surpresa ao ver meu abdômen.- Gosta do que vê princesa?...- Ela não responde, apenas vira o rosto corada, chego mais perto e tiro os lençóis de cima dela, arranco suas roupas com pressa e paro para analisar seu belo corpo.

-N-Não... por favor - diz com lágrimas nos olhos.

-Calada...- chego bem perto até ficar com o rosto em seu pescoço, cheiro o mesmo sentindo o aroma doce de sua pele e mordo a carne sensível, ele gemeu de dor e isso me deixou absurdamente excitado, espalho beijos e mordidas por seu pescoço deixando marcas roxas e avermelhadas e ela gemia contra sua vontade- Pare de gemer assim... ou vou te dar um motivo pra gemer mais alto e gritar- digo contra o seu pescoço e ela morde o lábio repreendendo os gemidos.

-Pare por favor...- diz chorando e soluçando.

-Já disse pra calar a porra da boca!- estalo um tapa em sua coxa com força a fazendo gritar de susto e dor. Me afasto e tiro minha calça, aperto meu membro por cima da cueca que já estava duro como pedra, olho pra ela com desejo e abaixo a boxer até meus joelhos deixando meu membro saltar pra fora, ela me olha e não diz nada- Agora vou calar sua boca...- me aproximo até meu membro ficar praticamente em sua cara- Chupa. - Digo e ela chora virando o rosto, pego seu queixo e estalo um tapa em seu rosto- Chupa agora se não quiser ser espancada até perder a consciência! sem dentes... se eu sentir um dente seu vou te bater...-

Então ela pegou meu membro timidamente e deu uma lambida tímida no mesmo. Suspirei pesado ao sentir sua língua quente por todo o meu comprimento. Logo a garota coloca todo o meu prepúcio em sua cavidade bocal quente e molhada me fazendo gemer rouco e agarrar seus cabelos ditando os movimentos, os mesmos eram rápidos e fundos, Quando meu membro encostava em sua garganta ela engasgava e tossia um pouco, deixo todo o meu membro dentro de sua boca o deixando encostar em sua garganta, deixo o mesmo em sua garganta por alguns segundos sentindo o prazer até que (S/n) agarra minhas coxas tentando me afastar.

-Calma princesa... ohhhh caralho...- digo entre dentes rosnando. Tiro meu membro de sua boca e sorri ao ver a garota ofegante. Num movimento rápido a viro de bruços e rasgo sua lingerie, bato em suas nadegas e mordo as mesmas com força, passo meus dedos por sua intimidade vendo que ela estava bem molhada- hmmm molhadinha... - quando ia colocar meu membro ela grita.

-PARA!...p-por favor... eu n-nunca fiz isso..- Sério?! virgem??.

-Tô pouco me fodendo... não me importa se é virgem... só tenho sorte por que você deve ser bem apertadinha...- pincelo meu membro em sua intimidade e ela gemeu baixo agarrando os lençóis. Então coloco todo o meu membro de uma vez em sua intimidade e sorri vendo ela gritar de dor- Ohhhh.... tão apertada porra!-

-Ahhhhh!! P-Para! POR FAVOR!- súplica se contorcendo de dor. Não me importo e continuo, começo a estocar devagar e fundo deixando meu membro todo dentro. Gemia rouco e rosnava sentindo o prazer me atingir em cheio. Já (S/n) gritava e chorava de dor agarrando os lençóis, tive um pouco de misericórdia e fui mais devagar e leve, fico assim por um bom tempo... até que vejo que ela se acostumou.

-Agora... vai gritar por mais princesa...- Comecei com estocadas rápidas brutas e fundas a fazendo gemer e gritar... só que de prazer, ia tão forte que a cama batia com tudo na parede fazendo um barulho alto. O som de nossos corpos se chocando era erótico e absurdamente alto.

A puxei para encostar em meu peito e com isso apertei seus seios com força e mordi seu pescoço indo cada vez mais rápido, vejo que mordi tão forte que sinto o gosto amargo do sangue em meus lábios.

-Porra! eu vou gozar!- São minhas últimas palavras até dar uma estocada forte e funda assim despejando meu líquido em sua intimidade... Saio de dentro dela e a mesma cai deitada na cama enquanto chorava e tremia, ela havia chegado ao seu orgasmo também... Me levanto e coloco minhas roupas... olho pra ela quando estava na porta e mordi o lábio satisfeito.

- Hmmm isso vai se repetir sempre...- falei comigo mesmo e fechei a porta, ouvia seu choro e vou para meu banheiro tomar um banho calmo e relaxante.


Notas Finais


Heheheheheh foi isso... desculpe os erros😁😓
Espero que tenham gostado!
Ah! o que acham do nome que dei para as fãs? "Killerbabys"😂 comentem... adoro ler os comentários💐😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...