História Psycho Love - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bromance, Jikook, Shipp, V-hope, Vmin, Yandere
Exibições 131
Palavras 611
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, amoras^^

Capítulo 12 - Quer namorar comigo?


Fanfic / Fanfiction Psycho Love - Capítulo 12 - Quer namorar comigo?

 Eu estava me sentindo mal pelo meu pequeno Jimin. Não posso matar a mãe dele porque eu sei que ele gosta dela, mesmo um pouco, e ela não machucou meu Jimin. Apenas não queria vê-lo chorando novamente, então tive uma ideia. 

-Minnie. - Chamei Jimin, que me olhou com os olhos levemente avermelhados por conta do choro - Quer fazer algo para esquecer os seus problemas? 

-Tipo oque? - Perguntou secando seu rosto. 

-Vamos em um parque de diversões. - Falei. 

-Não, Hyung, hoje eu quero ficar em casa. - Respondeu manhoso. 

-Por favor, eu nunca fui em um parque de diversão antes. 

-Eu não sei, ainda estou meio mal, hoje foi o enterro do meu pai e... 

-Tá bom, então vou ir me divertir sozinho. -Levantei fingindo que ia embora mais ele segurou minha mão. 

-Okay, vou ir com você para tentar me animar, mas vamos trocar de roupa. 

*Jungkook Off* 

*Jimin On* 

Após irmos para casa e trocarmos de roupa, Jungkook e eu fomos no parque de diversões. Faz tempo que eu não ia em um parque de diversões, desde os meus 8 anos. Jungkook me implorou para irmos no tal "Túnel do amor", mas pedi para irmos primeiro no barco viking e depois na montanha russa. Passamos a tarde inteira no divertindo, graças a Jungkook consegui esquecer um dos piores dias da minha vida. Jeon era como um anjo para mim. Sempre que eu precisava, ele incrivelmente aparecia e me ajudava. Mas alguma coisa me incomodava um pouco quando ele me olhava nos olhos, como se ele tivesse culpa por algo mas não demonstarasse ou sentisse, mas eu apenas ignorava porque era apenas algo da minha cabeça. 

-Quero um algodão doce.- Falei para Jungkook enquanto passávamos pela barraca de doces. 

-Tudo bem, mas em troca... - Jungkook falou aproximando seu rosto do meu - Você vai ter que ir comigo no túnel do amor. - Disse sorrindo e eu apenas assenti. 

Jeon foi até a barraca de doces e comprou um algodão doce amarelo. Antes de me entregar o doce, ele pegou um canetão e escreveu algo em meu braço que eu não conseguia ler porque era tinta que só aparecia com luz florescente. 

-No túnel tem luz florescente, lá leia oque está escrito ai. - Apontou para o meu braço e eu assenti. 

Fomos para o túnel do amor após comer o algodão doce juntos. Nos sentamos num projeto de carrinho do túnel enquanto o funcionário falava aquelas táticas regras de segurança que ninguém prestava atenção, que em resumo dizia "Não quebrem a merda do brinquedo". O carrinho começou a andar e nós entramos no túnel, a luz ia diminuído conforme o carrinho andava, até só aparecer luzer florescentes. 

-Agora, leia. - Disse Jungkook. 

Olhei para meu braço e comecei a ler. "Eu te amo, Jimin. Quer namorar comigo?". Ao ler isso olhei para ele incrédulo. Jungkook ergueu seu braço e mostrou uma frase que dizia "Yes or not?". 

-SIM! - Gritei e abracei Jungkook. 

Após soltar o abraço, nós saímos do túnel, depois o carrinho parou e saímos do mesmo. Jungkook olhou pra mim e me deu um selinho. 

-Eu te amo, baixinho. - Disse Jungkook sorrindo. 

-Eu também te a...- Sou interrompido pelo toque de meu celular, era do hospital - Alô? - Falo após atender a ligação. 

-Alô, é Park Jimin, o guardião de Kim Taehyung? - Perguntou o médico. 

-Sim, aconteceu algo? - Perguntei preocupado. 

-Senhor Park, tenho o prazer de lhe informar que Kim Taehyung acordou do coma. 

-O V ACORDOU? - Grito fazendo com que Jungkook me olhasse um tanto quanto assustado, mas não entendi o motivo desse olhar de Kookie. 


Notas Finais


Até o próximo capítulo^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...