História Psycho Love — Min Yoongi - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Drogas, Longfic, Min Yoongi, Possessive, Sexo
Visualizações 2.993
Palavras 1.226
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores. <3

Não demorei muito dessa vez. ^^
A Yang merece morrer, nénon? Fiquem com esse capítulo fofo (nem tanto) HAUAHA. Beijinhos!

Boa leitura. >_<

Capítulo 15 - Minha para sempre.


Fanfic / Fanfiction Psycho Love — Min Yoongi - Capítulo 15 - Minha para sempre.

Abri os olhos vagarosamente e tentei reconhecer o lugar em que eu estava. Meu corpo doía, principalmente minhas pernas e braços. Olhei em volta e percebi que estava em um quarto de hospital. Franzi o cenho, tentando lembrar do que aconteceu, e lembrei-me que a última pessoa que vi foi a Yang.

— Eu estou aqui, pequena. — A voz do Yoonie se fez presente, acalmando-me.

— Oppa, o que aconteceu? — Murmurei. Tampei os olhos por causa da claridade.

— Depois conversamos sobre isso. — Inclinou o corpo para frente, beijando a minha testa carinhosamente.

— E a Yang? — Perguntei baixinho.

— Suzie, fique quieta. — Ele franziu o cenho, parecia estar irritado.

— Odeio quando você fala assim comigo, Yoonie. — Fechei os olhos minimamente.

— Desculpe. — Seus dedos gélidos tocaram a minha bochecha carinhosamente, circulando-a em um carinho.

— Oppa, estou com fome. — Fiz biquinho.

— Quer comer o que? — O Min abriu aquele sorriso que tanto conquista-me.

— Um sanduíche bem grande. — Falei e o mais velho riu, apertando a minha bochecha.

— Eu já volto. — Beijou-me a boca.

Assenti e observei o moreno sair do quarto. Olhei para a TV que passava um desenho e meu estômago roncou. Ri baixinho e esperei até que o Yoonie voltasse. Não demorou muito, e o mesmo voltou com uma sacola. O cheiro fez meu estômago roncar novamente. Ele fechou a porta e colocou a sacola sobre a cama. Puxou a poltrona para mais perto e sentou-se.

— Suco ou refrigerante, princesa? — Perguntou fofo.

— Suco, Yoonie. — Sorri.

Peguei o meu sanduíche e o moreno arrumou o meu travesseiro, deixando-o na vertical para que eu escorasse. Dei a primeira mordida e estava delicioso.

— Está gostoso? — Indagou fazendo bico.

— Sim. — Respondi de boca cheia, fazendo-o rir.

O Min estava comendo um rámen, e olhava-me a cada segundo. Era tão bom o seu cuidado comigo, os seus carinhos, o seu sorriso que sempre estava voltado a mim.

— No que tanto pensa, Suzie? — Seu timbre rouco, trouxe-me de volta para a realidade.

— Em você, Yoonie-ah. — Fiz aegyo.

— Em mim? — Ficou sério de repente, assustando-me. Mas, o pálido logo abriu aquele sorriso.

— Sabe, Oppa... Meu corpo não está doendo mais. — Sorri.

— Tem certeza? — Indagou pegando o saquinho da minha mão e jogando-o no lixo.

— Tenho. — Movi o meu corpo para a direita e o mais velho voltou com o travesseiro para a horizontal. — Deite aqui comigo.

— Suzie...

— Por favor, Oppa. — Fiz bico.

— Tudo bem. — O Min riu e subiu na maca, deitando ao meu lado e abraçou a minha cintura, ficando com o corpo de lado.

— Hm, Oppa? — Chamei a sua atenção.

— Sim?

— O J-Hope não veio me ver? — Suspirei.

— Ele veio, mas foi embora. — Sua voz alterou-se.

— Por que não gosta quando estou perto de outras pessoas, huh? — Questionei magoada.

— Porque você é minha Suzie. E eu não vou lhe perder para nenhum outro homem. — Bufou. Suas orbes negras estavam conectadas aos meus olhos azuis.

— Você tratou a minha bá mal, sabia? — Toquei o seu rosto, deslizando a ponta dos meus dedos por cada pedacinho.

— Detesto ver as pessoas perto de você, essa é a verdade, Suzie. — Olhou-me intensamente. — Você é minha, e será minha pra sempre!

Assenti e deitei em seu peito, fazendo desenhos circulares no local. Yoongi beijou o meu cabelo e passou a acariciar as minhas costas carinhosamente. Fechei os olhos desejando que Min Yoongi ficasse comigo daquele jeito sempre. Carinhoso. Sorri fraco e levantei o rosto minimamente, beijando o seu maxilar.

— Gosto tanto de você, Yoonie. — Sussurrei voltando a minha posição anterior.

— Eu também gosto de você, Suzie... — Disse quase inaudível.

Sorri e abracei o seu corpo. Se eu pudesse, fundiria nossos corpos para tê-lo colado em mim todos os dias. O tempo havia esfriado e o médico disse que eu poderia voltar para casa, mas precisaria permanecer de repouso. Yoonie carregou-me até o carro, atraindo diversos olhares e fazendo-me rir. No caminho para casa, o pálido comprou comida sushi, e disse que prefere sushi do que kimchi.

— Suzie, você quer tomar banho? — Abriu a porta do carro e pegou-me no colo, adentrando a casa rapidamente.

— Huh, não. — Fiz bico. — Vamos ver um filme, Yoonie?

— Vamos. Vou tomar banho primeiro, passei a noite no hospital com você e não tive tempo de tomar banho. — Coçou a nuca. — Não irei demorar. — Beijou minha testa e subiu as escadas rapidamente.

Permaneci deitada no sofá encarando o teto e pensando no papai. Será que ele não iria me visitar nenhum dia? Que droga, eu sentia muito a sua falta. E mesmo sabendo que era errado o que meu pai fez comigo — me doar para uma pessoa —, não conseguia odiá-lo. Escutei alguns passos e sorri ao ver que era o pálido.

— Quer ver qual filme, princesa? — Deitou ao meu lado, puxando-me para trás. Nossos corpos estavam coladinhos.

— Huh, qualquer um. — Ri sapeca.

[...]

Quando anoiteceu, Yoonie levou-me para o quarto — no colo —, e ficamos debaixo do edredom, já que estava muito frio. O mesmo preparou chocolate quente pra nós dois e ficamos em silêncio durante um bom tempo, apenas escutando a respiração do outro. Seu corpo era quentinho, e fofinho, eu queria ficar abraçada nele para sempre. O Min, beijou a minha testa carinhosamente e levantou da cama.

— Yoonie, onde você vai? — Fiz biquinho.

— Eu já volto. — Sorriu e desapareceu pela porta.

Sorri encarando o teto e tempo depois o pálido adentrou o cômodo com uma cesta. Havia um urso enorme dentro dela, vários chocolates e uma caixinha vermelha. Fiquei boquiaberta enquanto o mais velho aproximava-se de mim. Mordi a boca, quando Min Yoongi sentou-se ao meu lado.

— É pra você. — Sussurrou com um sorrisinho.

Sentei-me na cama e peguei a cesta, deixando-a sob o meu colo. Era linda, definitivamente.

— Oppa, obrigada! — Sorri largamente.

— Você não abrir, princesa? — Deitou-se ao meu lado.

— Vou sim. — Dei um beijo rápido em sua bochecha gélida.

Desfiz o laço e tirei cada coisinha que havia dentro da cesta. Vários chocolates, um urso fofinho, uma caixinha vermelha e uma sacola.

— Abra a caixinha, amor. — Mordeu o lábio.

Assenti sorridente e abri o pequeno objeto. Era um pingente lindo, um coração. Deveria ser de ouro.

— Vira, vou colocar em você.

Virei-me e o pálido afastou o meu cabelo, depositou um beijinho em meu pescoço e colocou o colar.

— Obrigada. — Sussurrei chorosa.

Ele sorriu e me beijou, afastei as coisas que estavam na cama e sentei em seu colo. Afundei meu rosto na curvatura de seu pescoço, embriagando-me com o seu cheiro.

— Você não abriu a sacola, meu amor. — Disse quase inaudível.

— É verdade, Yoonie-ah. — Fiz bico e lhe roubei um beijo.

Abri o pequeno pacote preto e deparei-me com uma lingerie vermelha. Senti minhas bochechas ferverem.

— Você está da cor da lingerie. — O mais alto riu escandaloso.

— Uma lingerie? — Semicerrei os olhos.

— Tenho certeza que vai ficar linda no seu corpo, pequena. — Em um movimento rápido, ele deitou-se sobre mim, agarrando os meus pulsos. — Eu só não vou foder você agora, porque sei que está cansada.

— Oppa... — Encarei seus lábios.

— Mas eu quero ver você desfilando com esse presentinho. — Sorriu malicioso. — Depois quero ter o prazer de rasgá-la em pedacinhos com os meus dentes.


Notas Finais


Min Yoongi é insaciável KKKKKKK. O que será que aconteceu com a Yang?

Até o próximo <3

→ Perfil: @rabetania


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...