História Psycho Mind - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Corpses, Marry, Originais, Psycho, Psyco Mind
Exibições 5
Palavras 1.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OEEEEEEEE! Finalmentchiiii, morte, sangue, decepções, coisas super fofas e TORTURAAA! Espero que ninguem saia traumatizado deste cap... e.e

Capítulo 5 - O dia.


Fanfic / Fanfiction Psycho Mind - Capítulo 5 - O dia.

(Marry ON)

Eu acordo 6:30, como o esperado, ajeito Candy, afiando suas garras e lixando seu bico, eu coloco uma roupa fácil de limpar (roupa da imagem), pego uma faquinha preta média, escondo no bolso da saia, deso as escadas e como um lanche simples, tranco tudo, portas e janelas, saio de casa com Candy e tranco a porta, já que perto do parque tem uma floresta acho que seria uma boa levar elas até lá, além do mais perto de lá tem um cemitério que sempre esquecem uma pá lá, isso me lembrou que eu esqueci minhas luvas, mas já que estou no meio do caminho apenas ignorei o pensamento, continuei andando ouvindo música, até passar do parque, elas estavam lá, e começaram a me seguir, primeira parte do plano... Feita!

Chegando na floresta elas começam a falar comigo.
-Hey garota, parece que já estava esperando por isso... 
-Obrigada por fazer nosso trabalho...
-MAIS FÁCIL! - Eu olho para elas, rio um pouco alto.
-Ta rindo do quê garota?
-Haha... Ah nada, é porque vocês são tão patéticas à ponto de terminarem a própria frase. - Elas ficam com ódio e partem para cima de mim, eu saio correndo até chegar num local perfeito para encurralar elas.
-Heeey fofaaas! Caíram no conto~ - Neste momento Candy voa para cima de uma garota puxando seu cabelo. Ela grita desesperadamente uma menina tenta ajudar a mesma mas fica com medo.
-Minha veez~ - eu pego uma pelo cabelo e a encurralo na árvore atrás de mim, as amigas tentam ajudá-la.
-Meninas me ajudem! - as meninas tentam ir até ela, sem sucesso
-Haha, isso é tão engraçado! Vocês são apenas patinhos querendo obedecer a mamãe pata!

Eu pego a minha faca em sinal para Candy atacar.
-Pessoal me desculpe. É que Candy realmente está com fome... E vocês são apenas lixo, eu sei que Candy não quer comer lixo... Mas é necessário! - Candy logo arranca um olho de uma menina, ela cai no chão agonizando de dor com a mão no olho, as outras se encurralam sozinhas, gritando assustadas.

eu logo enfio uma faca na barriga da menina que eu segurava pelo cabelo e largo ela no chão, ela fica igual a outra, mas com a mão na barriga, só faltam 3 agora! Candy segura pelo cabelo uma menina, eu corto seus 2 pés para ela não fugir, mas outra menina foge, eu faço um sinal para Candy, e ela voa para a menina e arranha seu rosto,  trás a menina arrastando pelo cabelo.
-Tsc, tsc, tsc, eu não teria feito aquilo se eu fosse você... Mas como eu não sou você... Tchau! - Eu corto sua garganta.

A outra menina logo pega uma faca de sua bolsa e a aponta para mim, me encurrala, enquanto Candy sai voando, falsa... 
-Porque você fez aquilo? A não deixa, eu já sei, mas agora é sua vez... De sofrer! Agora e hora da vingança!

(Marry OFF)

(Alex ON)

Que tédio... Eu não consegui dormir e por algum motivo eu sinto um mal pressentimento, eu estou preocupado com Marry. Com esse pensamentos eu ouço um barulho de janela quebrando e Max começa a latir, eu vou olhar e é Candy, de algum modo eu vejo que ela quer que eu à siga então eu saio seguindo Candy, Max vai também, ela me leva para uma floresta, e aqui tem SANGUE? Ai meu deus! Eu logo vejo, Marry encurralada por uma garota, tem vários corpos de garotas agonizando, Max agarra a perna da mulher que se encontrava encurralando a Marry, a menina tenta esfaquear Max mas Marry logo segura sua mão e corta seu pescoço, Marry solta um grande suspiro, e olha pra mim logo, desespero volta em seus olhos, e ela sai correndo, eu tento correr para ela mas uma menina me segura.
-Me ajude, chame a polícia. - Ela segura o meu pé, mas eu escapo e continuo seguindo Marry.

Eu apenas vejo ela correndo, então eu vejo... A pior cena da minha vida, Marry tropeça em uma pedra e bate a cabeça numa árvore.

(Alex OFF)

(Marry ON)

Eu comecei a correr o mais rápido que pude, até tropeçar, tudo começa a ficar lento, "então é isso? Esse é o meu fim? Bom... Eu esperava que eu morrese idosa, sei lá... Eu só sei qu-"

(Marry OFF)

(Alex ON)

Eu pego ela no colo e por sorte não tem ninguém na rua, chegando em casa à coloco na minha cama, e outra sorte, eu estudo bastante para ser médico, eu enfaixo todos seus machucados, e vou até a sala assistir tv, depois de algumas horas eu ouço um barulho no quarto, corro até lá, ela havia acordado, tiro uma grande preocupação de mim, abraço ela.
-Meu deus achei que havia perdido você! - Ela me abraça meio confusa mas logo se lembra do acontecido.
-Desculpe ter feito aquela besteira... Mas eu posso tomar um banho? - Eu logo solto ela.
-Ah sim claro, desculpe, vou pegar uma roupa pra você! No banheiro tem uma toalha, sabonete, xampu e tudo mais, se precisar de algo é só falar! - Ela faz um sim com a cabeça, sorri e me dá um beijinho na testa, se levanta e vai até o banheiro, eu pego um moletom que provavelmente vai virar um vestido nela, ele é preto e cinza, eu coloco ele na cama e vou para a cozinha fazer um almoço, depois de terminar eu coloco a mesa, e ela logo desce as escadas com o moletom, realmente virou um vestido nela, as mangas estão super largas nela e o casaco vai até seus joelhos, ela tá tão fofa, eu afasto a cadeira para ela sentar, ela se senta e eu me sento na minha cadeira, nós comemos normalmente, ela se sente com sono e volta para a casa, acho melhor lavar a roupa... Depois de colocar a roupa na máquina de lavar eu ouço uns arranhões na porta da frente abro a porta, e lá está Max, com a boca suja, de sangue, não acredito que ele fez isso, ele entra em casa e vai beber água, isso foi estranho, ele vai engordar muito depois disso, eu dou um riso fraco, e tranco a porta.

Eu ligo a tv e fico assistindo reportagens, uma hora chegou numa parte que estava ao vivo.
-Um cidadão estava passando por essa rua perto de uma floresta, olhando para o lado ele viu sangue escorrendo numa pedra, assustado ele entrou na floresta e viu 5 corpos de meninas parece que elas foram vítimas de algum animal carnívoro, a polícia acha que foi um lobo mas não se sabe ainda, a polícia continua investigando o caso, Marta é com você.

Eu seguro o riso e acaricio Max que estava deitado no meu pé. Deito, e caio no sono.


Notas Finais


AI MEO DEOS! Eu estava SUPER ansiosa para fazer esse cap! Espero que tenham gostado! e.e... BYE!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...