História Psychopath Story - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Bieber, Justin, Justin Bieber, Piscicopata, Psychopath
Exibições 20
Palavras 424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heyah! Passando aqui só pra dizer que TALVEZ este capítulo seja uma indiretinha de uma nova fic minha. Eu sei que eu fico fazendo fics novas o tempo todo, mas eu não estou devendo nada a ninguém,e quando me surge uma ideia ninguém ne segura!
Boa Leitura ;)

Capítulo 5 - One life


Fanfic / Fanfiction Psychopath Story - Capítulo 5 - One life

Eu te amo, foi isso mesmo que eu ouvi, produção? 

Aquelas três palavras vindas de certas pessoas podem não significar nada, mas vindas de Justin... Só poderia ser obra do destino mesmo.

- E-espera. Eu ouvi bem. - eu gaguejei.

- Sim. Me desculpa, eu não quis parecer incoveninte, mas eu tinha que dizer isto. Mas eu sou louco, como eu poderia me apaixonar. 

- Justin - o interrompi - você. Não. É.  Louco - disse pausadamente lara ver se ele entendia. E antes que ele pudesse dizer qualquer coisa eu o beijei. O beijei intensamente. O beijei como se o mundo estivesse acabando e o beijo dele fosse a última coisa que eu fosse fazer. - se eu não tivesse alguma ligação com você, nunca teria te ajudade naquela loucura, e agora, até eu sou uma fugitiva, isso é errado - eu disse enquanto recuperava o fôlego - e antes que você venha me dizer qualquer coisa, nós vamos viver intensamente, a gente tem que viver como se o amanhã não existisse e construímos uma vida nova em um novo lugar. Que fale o nosso idioma é claro - ele ia falar mas eu o interrompi. - quem sabe, Nova Zelândia?  Não, prefiro Londres. Onde se arranja uma identidade falsa? Acho que não vou precisar. Você sim - ele ia falar mas eu não deixei - desculpa ficar falando assim, só que eu tô muito nervosa.

- Eu compreendo.- ele pausou - No final de tudo, sabemos que nós dois somos loucos.

- Loucos não, piscicopatas. Acho mais Chic. Eu não matei ninguém mas eu te ajudei. Eu ainda não tinha pensado por esse lado. - pausei me ajoelhando e comecei a chorar - eu matei alguém Justin, eu te ajudei a matar alguém seu desgraçado - eu disse me levantando e colocando meu dedo na barriga dele - sabe porque? - ele me olhou confuso - porque eu te amo também. E nós nos beijamos e decidimos que era melhor ir para outro lugar. No caminho eu resolvi interromper o silêncio.

- Justin, a gente vai viajar este mundo todo, mas é claro morando na Inglaterra - eu olhei pra ele - você que morar na Inglaterra?

-Claro, amo chá.

- É serio. A gente vai pra lá amanhã mesmo. Vai que o Canadá começa a te procurar também. - dei de ombros. 

- Jenny, eu sei que parece romântico e eu detesto isto, mas...- respirou fundo - eu só tenho uma vida e eu apenas quero a viver com você.

Chocada.

 


Notas Finais


Meio romantico, mas azar....
Talvez seja por pouco tempo, ou não, sou indecisa e escrevo os caps na hora e nem reviso e depois tenho que ficarr olhando os erros e corrigindo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...