História Psychopathy - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Darkfic, Deathfic, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Psicopatia, Rap Monster, Suga
Visualizações 15
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!~

Desculpa a demora eu realmente não tive intenção, mas tive alguns problemas na escola e na vida pessoal.

Espero que gostem.

Capítulo 5 - Stigma


Fanfic / Fanfiction Psychopathy - Capítulo 5 - Stigma

◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆

Mais profunda, mais profunda, a ferida só fica mais profunda.
Como pedaços de um vidro quebrado que eu não posso reverter.
Mais profundo, é apenas o coração que se machuca todos os dias.

◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇◆

- Estou sem fome - Diz Jungkook, frio.


   - Mas essa pode ser nossa última refeição em dias! Você precisa comer! - insiste Jin mais uma vez.


   - Não adianta Jin, ele não vai comer! - diz Namjoon terminando de comer seu sanduíche natural. 


   - Aish... - suspira Jin - se mudar de idéia... - Jin deixa um sanduíche na mesa para Jungkook, que nem olha para trás. 


     Jungkook suspira olhando para o céu estrelado à sua frente. Sua barriga doía de fome, mas ele estava completamente sem vontade de comer naquela hora. 


     Ele anda até um quarto do hotel, mas não qualquer quarto, aquele era seu quarto preferido, ou como gostava de chamar, "cantinho da morte". Jungkook adorava aquele lugar, esse seria seu quarto, se Jin não insistisse que todos dormissem no mesmo quarto. Ele diz que que "é mais seguro caso haja um ataque".


     Jungkook revira os olhos.


     Ele entendia o lado de Jin, mas se irritava com a insistência do amigo em protege-lo. Ele sabia se cuidar sozinho.


     O moreno entra no quarto e fecha a porta, se joga numa cama já maltratada pelo tempo e encara o teto por uns segundos. Ele começa a lembrar dos dias em que ele era feliz, dos dias em que ele tinha seus amigos, família, ele tinha tudo.


   - Que merda! - xinga Jungkook socando o colchão. 


     Ele odiava lembrar do passado, ele achava desnecessário, afinal, o passado já se foi. Ele não poderia voltar atrás. 


     O tempo fez Jungkook se tornar uma pessoa fria, e ele sabia muito bem disso. Mas a verdade é que o moreno não se importava. Ele se afastou dos amigos, parou de lutar contra suas crises, parou de se importar com qualquer sentimento, vindo dele ou não. Ele mudou, e pra pior.


     Jungkook se levanta e anda até um armário velho que tinha no lugar, ele o abre, e de lá, pega uma lâmina bem afiada. Suspira.


     A verdade é que aquelas vozes não saíam de sua cabeça. 


   "O que é isso Kookie? Quem são eles?" - disse sua irmã ao ver pela primeira vez os soldados da rebelião. 


     Um corte é desferido na parte superior de seu braço, que sangra com a profundidade da lâmina. 


   "Jungkook, prometa cuidar bem de sua irmã" - foram as últimas palavras de seu pai.


     Um outro corte é feito abaixo do outro.


   "Eu te amo, filho" - foram as últimas palavras faladas por sua mãe antes de ser-lhe desferida uma faca em seu peito.


     Um corte ainda mais profundo é feito abaixo dos outros dois, à esse ponto Jungkook já soluçava. 


   - Jungkookie? - ele escuta uma voz ecoar pelo quarto. - O que está faze... - Jimin para de falar e se assusta ao ver o amigo sangrando.


   - V-vai embora Jimin! - Jungkook fala em meio ao choro.


   - M-mas você está ferido - Jimin olha para a lâmina na mão do amigo e inclina a cabeça para o lado.


     Jimin não sabia o que o amigo estava fazendo. Pra ele era estranho o fato de alguém machucar a si mesmo, afinal, quem faria isso?


   - EU MANDEI SAIR AGORA! - gritou Jungkook, o que assustou o menor.


     Jimin apenas abaixou a cabeça e começou a chorar, ele odiava ser tratado daquele jeito.


     Jungkook revira os olhos, ele odeia o jeito chorão e infantil de Jimin, isso o irritava.


   - O que está acontecendo aqui? - a voz de Namjoon é ouvida atrás de Jimin, que estava em frente a porta, fazendo Jungkook cobrir rapidamente seu braço recém cortado. - Por que está chorando Jimin?


   - N-nada, foi só um c-cisco no olho... - o rosado coça os olhos. 


     Jungkook o olha surpreso, não achou que Jimin deixaria de o entregar para o proteger, mesmo depois de o maior ter gritado com ele.


     Jimin estava magoado com seu amigo depressivo, ele estava apenas preocupado, queria ajudar, mas mesmo Jungkook tendo sido rude, Jimin queria que ele mesmo se acertasse com seus outros amigos. O baixinho não queria começar uma guerra entre o grupo.


   - Está tudo bem Jungkook? - Namjoon o olha.


   - Não poderia estar melhor - Jungkook fala, seco como sempre.


     Namjoon suspira e sai do cômodo deixando o moreno e o rosado sozinhos. Jimin o encarava.


   - O que você quer? - Diz Jungkook, encarando a parede já não chorando mais.


   - Kookie tá mau - o menor faz bico e Jungkook rosna.


   - Já disse para não me chamar assim! - o maior fala autoritário. 


     Quando Jimin se referia à ele daquele jeito, ele sentia uma dor no peito, lembrando de sua irmãzinha. Ela o chamava assim o tempo todo, Jimin até parecia um pouco com a garota, só que com traços um pouco mais masculinos.


   - Por que Jungkookie corta os braços? - Jimin pergunta curioso e preocupado com o amigo.


   - Porque Jungkookie precisa se aliviar de toda essa... - tenta fazer gestos com as mãos - tensão - fala se repreendendo mentalmente por ter falado em terceira pessoa.


   - Isso alivia? 


   - Sim, alivia - responde suspirando.


   - M-mas dói... machucado é ruim - ele faz bico e Jungkook revira os olhos.


   - Você nunca vai entender a minha dor! Eu perdi meu pai, minha mãe e minha irmã! O único parente que tenho vivo é um primo e um tio idiota de um grupo qualquer do Sul! E você acha que eu ligo pra uma dorzinha dessas? Você não aguenta essa dor porque não sabe o que é uma dor real! - Jungkook fala enraivecido olhando para o menor ali à sua frente.


     Jimin abaixa a cabeça e suspira. 


   - Tem razão... Jimin nunca vai entender o que Jungkookie passou... mas pelo menos Kook tem família. Jimin perdeu o appa e a omma. Perdeu também a vovó... ela tava feliz por que mamãe teria mais um bebê... mas ela morreu... e o bebê também... - Jimin sente as lágrimas rolarem em seu rosto e Jungkook arregala os olhos, não sabia que o menor havia passado por tudo isso. - Mas Jimin é grato por ter a omma Jinnie e amigos muito legais - ele sorri fraco.


     Jungkook olha pasmo para o rosado que logo olhou para seu hyung. 

     

     A confissão do menor fez a cabeça de Jungkook doer, o menor tinha Passado por coisas piores que ele mas mesmo assim não se queixava de nada e muito menos se culpava fisicamente por isso. Jungkook estava admirado, isso era raro.


     O moreno apenas abaixou a cabeça e sorriu de canto.


   - Jimin... - chamou o menor - Quer experimentar algo novo? - sorri malicioso.


Notas Finais


O que será que o Jungkook está pensando em mostrar pro Jimin ein? *moon face*

Música: Stigma - V (BTS)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...