História Psychotic Love - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Monsta X, SHINee
Personagens Baekhyun, Joo Heon, Kai, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Taemin Lee, Xiumin
Visualizações 20
Palavras 1.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de anos eu voltei.

Leiam as notas finais

Capítulo 18 - Cap. XVIIII


- E aí garanhão! - Yixing disse quando abriu a porta.

- Não tem graça quando não se lembra de nada - BaekHyun disse entrando e um pouco irritado - Espero que não tenha encostado um dedo na minha irmã.

- Não fale como se eu não estivesse aqui meu querido irmão!

Estava sentando no sofá com Yixing assistindo O Código da Vinci quando meu irmão chegou. Depois que tomamos café não havia muita coragem de sair de casa, então optamos por um filme. 

Não tocamos no assunto sobre os ocorridos na noite passada. Durante o dia eu tive alguns flashs mas não sei ao certo se aquilo era verdade, boa parte poderia ser invenção da minha cabeça como um possível beijo que eu dei em Yixing, isso é ridículo não é? Quer dizer, ele não tem nenhum interesse em mim e como ele diz somos apenas amigos.

- Irmã vamos embora? Todos precisamos descansar inclusive a senhorita que começa amanhã em seu primeiro dia no emprego - ele disse assim que voltou da cozinha com o amigo.

- Eu não acho nenhum incomodo ter você aqui, mas BaekHyun tem razão. Você precisa descansar para amanhã. 

- Tudo bem, só vou trocar de roupa - me levantei e fui para o quarto, mas antes de fechar a porta pude ouvir meu irmão dizer "Se você machucar o coração dela eu acabo com você".

Voltei para a sala e a cara de espanto dos dois me deixou um pouco incomodada. 

- Qual o problema de vocês? - perguntei cruzando os braços.

- Não me lembrava que sua roupa era tão curta - BaekHyun.

- Você está incrivelmente linda - Yixing.

Não me importei com o comentário do meu irmão, afinal para ele qualquer roupa acima do joelho é um escândalo. Mas o comentário de Yixing me deixou extremamente envergonhada.

- Obrigada... Eu acho.

- Vamos logo que minha cabeça está estourando e mamãe já me ligou duas vezes perguntando de você.

- O que você disse?! - Se meus pais descobrirem que dormi na casa de um homem, o qual não é meu namorado, eu já posso me considerar morta pelo sermão que vou ouvir.

- Disse que você havia dormido na casa de uma amiga minha. 

- Obrigada! Então é melhor irmos.

- Yixing, muito obrigada por me deixar dormir aqui e cuidar de mim - o abracei e ele retribuiu no mesmo momento.

- Sempre que precisar e já disseque não precisa ser formal comigo - ele piscou para mim é mais uma vez como sempre, senti meu rosto esquentar.

- O que foi isso? - BaekHyun perguntou incrédulo.

- Isso o que? - Yixing e eu falamos juntos.

- Esse sinal! Essa piscadinha! - começamos a rir - Eu espero mesmo que o senhor Zang não tenha feito nada. Vamos ____.

BaekHyun me puxou até o elevador enquanto eu ria, Yixing se despediu e entrou em seu apartamento.

Pegamos um táxi e o caminho até em casa foi em silêncio, pois eu estava morrendo de sono e meu irmão... Dormiu os vinte minutos que levamos para chegar ao nosso destino, se eu não estivesse acordada estaríamos os dois rodando a cidade se táxi e pagaríamos muito caro!

- Se não são os irmãos festeiros! - meu pai disse - Como foi ontem?

- Muito legal pai, a casa era enorme e estava cheio de gente - disse enquanto me sentava ao seu lado no sofá e ele apoiou minha cabeça em seu ombro.

- Você não bebeu certo? Ainda toma remédios e a bebida corta o efeito.

- Claro que não pai, me cuidei muito bem.

- E você filho? Parece que foi atropelado por um caminhão - papai disse e não pude deixar de rir, a situação do meu irmão era péssima.

- Estou bem pai, só cansado porque não dormi em casa.

- Então vamos almoçar para que vocês possam descansar - disse minha mãe entrando na sala - Meu Deus BaekHyun o que houve com você?

- Eu estou tão mal assim? - assenti rindo - Você não está ajudando querida irmã.

Minha mãe nos fez tomar banho antes de almoçar e isso me despertou um pouco, mas sentia meu corpo muito cansado. 

Parecia que tínhamos novamente seis e oito anos de idade novamente. Minha mãe nos levou toalhas no banheiro, arrumou roupas confortáveis e colou até nossa comida no prato. Era engraçado vê-la desse jeito, senti muita falta dessa super proteção e cuidado que sempre teve conosco e uma coisa eu tinha certeza, jamais ficaria longe da minha família de novo. Lembrava deles antes de dormir quando estava na clínica, sempre pensava neles, no pai com uma postura séria e coração mole, a mãe que sempre sacrificou seu tempo pelos filhos e pelo marido e o irmão ciumento e carinhoso que sempre cuidou de mim. Cada um deles tinha um lugar enorme no meu coração e agradeci por terem me aceitado dentro da sua família.

Assim que almoçamos, BaekHyun subiu par o quarto e dormiu a tarde inteira. Eu ajudei minha mãe com a louça mesmo ela dizendo que não precisava e subi para meu quarto também. Não consegui dormir por falta de sono, mas ficar deitada na minha cama e a televisão ligada me relaxou muito, talvez eu tenha até dormido pois o filme começou a ficar sentido como se eu tivesse perdido algo.

Quando estava quase dormindo ouvi meu celular tocar. Era um número restrito e fiquei olhando para o aparelho tentando lembrar quem poderia me ligar restrito.

- Alo? 

-...

- Alo? - perguntei mais uma vez mais alto.

-...

- Se isso for uma brincadeira arrume outra pessoa para encher o saco!

- ...

Encerrei a ligação e logo em seguida meu celular tocou de novo.

- O que é? - perguntei com raiva.

- Desculpa se te atrapalhei em algo, não foi minha intenção.

- Sehun?!

- Sim, mas eu não queria incomodar, depois te ligo - ele parecia mais triste do que assustado.

- Não! Me desculpe. Me ligaram quase agora é não disseram nada, acabei ficando irritada e não olhei o nome quando você me ligou.

- Você também está recebendo ligações assim? - como assim "também".

- Você já recebeu essa ligação?

- Ontem a tarde me ligaram duas vezes, na segunda vez eu consegui ouvir o barulho de uma televisão mas a pessoa não falou nada.

- Quem será que pode ser? 

- Eu pensei em uma pessoa mas acho um pouco improvável - Sehun disse e eu sabia quem era.

- Kai? - perguntei.

- Exatamente. Te ligaram de um número internacional, certo?

- Sim.

- A única pessoa que poderia nos ligar é ele. Mas caso seja ele, porque nunca fala nada?

- Talvez por medo? Ele foi embora e não se despediu, ele deve achar que ficamos bravos com essa atitude.

- Mas ficamos - demos risada - Mas isso não significa que não vamos ser mais amigos.

- Na próxima vez que ele me ligar vou perguntar se é ele! - disse determinada.

- Faça isso! E se for ele diga que se me ligar e não falar nada, eu não o atentado nunca mais.

- Pode deixar - dei  risada fraca - Mas você me ligou exatamente para?

- Ah sim! Meu pai disse para estarmos na padaria as nove, então pensei em passar na sua casa umas oito e quarenta, pode ser?

- Claro! Mas a sua casa é praticamente uma rua antes da padaria, não é mais fácil eu ir até você?

- Eu posso querer ser o cara legal que busca a amiga em casa para o trabalho? - comecei a rir. As tentativas de Sehun mostra que também poderia cuidar de mim nunca acabavam.

- Tudo bem amigo legal, as oito e quarenta aqui em casa!

- Perfeito! Então até amanhã baby.

- Até Hunnie.


Notas Finais


Primeiro: Eu quero pedir mil perdões pela demora. As aulas na faculdade voltaram e eu não me acostumei com essa loucura de novo.

Segundo: Eu vou organizar os dias de postagem porque assim que também fico mais comprometida.

Então os capítulos serão postados de Segunda e Sexta, pois são os dias que eu não tenho aula e aos finais de semana eu vou intercalando entre sábado e domingo. À mesma coisa vale para a fic do Xiumin e talvez eu poste mais caps lá exemplos aqui.


Obrigada por ler ❤️

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...