História Psyco Love - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Selena Gomez, Zayn Malik
Personagens Personagens Originais, Selena Gomez, Zayn Malik
Tags Zaylena
Exibições 156
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, me desculpe pela demora novamente, realmente está tudo corrido pra mim. Espero que entendam.
Então lindos, agora quero dizer que a historia está finalmente se encaixando, espero do fundo do meu coraçãozinho que vocês gostem desse capitulo.
Não esqueçam de comentar, motiva!

Capítulo 7 - Frenzy


 Título do capítulo: "Frenesi"

FlashBack on:

- Você deveria estar feliz afinal está indo com que menina que gosta no baile, quer algo melhor que isso?- Os dedos ágeis da menina trabalhavam com a gravata borboleta do amigo- Ela é bonita, engraçada, gentil. 

- Eu não gosto dela, e você mesmo disse que ela não era bonita. - Ele disse saindo de perto da mesma e indo colocar o paletó por cima da roupa já vestida. 

- Então por que convidou ela? Você tinha varias opções, aquelas meninas se jogam pra cima de você mesmo.

- Porque você quer ficar com o irmão dela, e sobrou pra mim distrair ela, ou você já se esqueceu? - O moreno alisava os cabelos mais uma vez, queria estar impecável, mas não para Lauren, e sim para Selena, ele sabia que ela tinha um par, ele também tinha, mas  ainda sim queria impressiona-la. 

- Esqueci. Me perdoe, você entende não é?

- Claro. Esta pronta?

- Creio que sim. Como estou? - ela disse exibindo o corpo maravilhoso que havia ficado no vestido novo. Zayn correu os olhos por toda a extensão da garota. Desde os pés calçados com o salto até os cabelos que estavam ajeitados de uma maneira sútil. Ela estava linda, e ele desejava que tudo aquilo fosse para ele. 

- Perfeita, não poderia estar melhor- Abriu um sorriso para completar a resposta- Vamos? 

Zayn não sabia exatamente quando, em que momento, havia começado a ver sua amiga com outros olhos. Ele só sabia que aquela cor de batom que ela usava combinada perfeitamente com o sorriso estampado em sua face. 

FlashBack Off

Narrador on:

A morena ainda encarrava o homem a sua frente. A expressão de surpresa era o que mais destacava na sua face. Não por Selena ter negado sua carona, ele sabia que não seria tão fácil convence-la, mas sim pela convicção em sua fala. 

- Andrew está a minha espera, mas de qualquer forma muito obrigada. 

E assim a menina seguiu com os passos até o carro de seu namorado. Ela sabia exatamente que se demorasse mais um minuto se quer para entrar no automóvel, Andrew iria busca-lá, e confusão não era o que ela queria, não após ver tudo o que deu com Lynn. 

- Quem era a pessoa que estava conversando? - O ser de cabelos castanhos perguntou assim que a garota se acomodou no assento.

- Um amigo da faculdade. - Claramente ela não falaria que era Zayn, afinal ele ainda estava parado em cima da moto observando descaradamente o carro onde o casal se encontrava. Ela rezava mentalmente para que o mesmo fosse embora. 

- O que ele queria com você, ele não me pareceu muito confiável. Sabe que tem que ter cuidado, nunca se sabe quando seu amigo problemático pode aparecer. 

- Tá querendo insinuar o que com isso? - Ela nem percebeu que eles já haviam saído da rua onde estavam, ela só foi perceber assim que o carro estava quase parando em frente a sua casa. 

  O moreno havia estacionado sua moto ao lado de uma árvore onde tinha certeza de que ninguém o veria. O poste que se encontrava em frente a casa de Selena era perfeito para que ele pudesse acompanhar a cena que acontecia dentro do carro. 

- Ficou irritada por quê? Sabe que é verdade, vai saber o que ele pode fazer com você quando te encontrar- ele disse aumentando o tom da sua voz. Não era uma coisa que ela gostava muito, mas naquela altura ela não estava ligando muito para a situação. 

- Apesar de tudo ele é meu amigo, você não tem direito nenhum de falar assim dele, eu nunca dirigi uma palavra sequer sobre o bando de machos bêbados que você carrega com você pra cima e para baixo- Sua fala cessou assim que uma mão gigante segurou  fortemente em seu queixo obrigando a menina olhar em seus olhos, que antes era um misto de castanho com verde, mas agora estava totalmente negro. 

As mãos do motoqueiro prenderam tanto no guidão da moto, que seus dedos haviam ficado branco. Sua vontade era de abrir a porta daquele carro e mostrar como deve realmente tratar uma mulher. Ele não era um bom exemplo, mas Selena era sua garota e ninguém tratava ela daquele jeito. 

- Ele era seu amigo, ele era, entendeu? agora ele não passa de um coitado jogado por aí usando drogas, ou você já se esqueceu? quer que eu te lembre? eu te ajudo com prazer - Seu sorriso mordaz estava estampado em sua face. - E é bom que não fale mesmo, estou farto das suas reclamações. - Suas mãos deixaram o queixo da menina, e suas costas repousaram sobre o banco. - Não quero te ver conversando com esses menininhos da faculdade novamente, e espero que eu tenha sido claro. 

Selena apenas acenou com a cabeça, e deixou o carro, andou com alguns passos até a porta e nem se virou quando escutou um grito de " eu te amo". Ela precisava de um banho, ela estava  cansada de gente louca ao seu redor.

Zayn desligou o farou e seguiu o carro do homem a sua frente as escuras mesmo, não queria, e não seria visto por ele. Manteve distância do veiculo, assim como qualquer  pessoa que desejasse ser discreta faria. 

O moreno não estranhou quando ambos pararam em frente a casa de um amigo de Andrew. Não que tivesse um que fosse bom, mas Lewis era o pior deles, e como Zayn sabia disso? Foram cinco anos seguindo Andrew, ele sabia mais sobre sua vida do que o próprio. 

Ao ver o cara mais alto e com a barba bem feita descer do carro, Zayn estreitou os olhos para ver o que realmente estava por vir. Nancy a outra dona da casa, que logicamente seria irmã de Lewis apareceu na porta com um sorriso gigante, e recebeu o homem com um caloroso beijo. Zayn havia ficado surpreso afinal não sabia em que momento ele tinha deixado isso passar. Agora ele não sabia desde de quando isso vinha acontecendo. 

 

Zayn On:

 Minhas mão ainda tremulas pegavam a chave da mão de Alex, o garoto que havia entrado  na oficina para auxiliar em algo se fosse necessário. Já havia tomado varias xícaras de café para ver se adiantava algo em meu estado, porém era como se eu não estivesse bebido nada. Meu corpo estava completamente tomado pelo nervosismo, não era como se eu quisesse agir daquela maneira, mas estava impossível me controlar. 

  Assim que meus pés deixaram o chão da oficina, o vento gelado tocou meu rosto. Minhas mão tatearam o bolso de minha blusa procurando o maço de cigarros que já se chegava ao fim. Agarrei um cigarrete com o dedo, o que facilitava ao acender o mesmo. A cada tragada, a fumaça que estava sendo solta no ar saia com mais intensidade. 

Avistei de longe a cafeteria, e como no dia de hoje café tinha passado a ser minha bebida preferida, decidi finalizar com o cigarro e ir até lá. o lugar não estava lotado, estava cheio, porém eu já estava com meu copo em mão então estava tudo bem. 

Sorri assim que vi Selena sentada em uma das mesas que se encontravam no fundo do estabelecimento. Meus pés automaticamente começaram a caminhar até lá, eu até poderia para-los, mas não era como se eu quisesse. 

- Precisamos conversar - Disse assim que coloquei meu copo sobre a mesa

- Zayn? - Era incontável as vezes que Selena ficava surpresa.- Desculpe mas não temos nada para conversar, eu já estava de saída mesmo. 

- Para! É importante.- Coloquei a mão sobre seu ombro com o intuito que ela parasse, o que não foi feito. 

- Zayn, eu realmente preciso ir, nós nos falamos outra hora, tudo bem? 

- A quanto tempo Andrew te trata daquela forma? a quanto tempo ele te trai? 

Suas mãos que antes guardavam todas as coisas espalhadas na mesa, agora estavam paralisadas nas alças da bolsa que segurava, seu olhar havia pairado sobre meu rosto. 

- Como assim?


Notas Finais


Desculpe por qualquer erro, qualquer coisa por favor me avise.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...