História Puro Sangue - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Cl, G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, T.O.P, V
Tags Jikook, Lobisomem, Namjin, Vampiros, Yoonmin
Exibições 121
Palavras 5.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem, aqui estou eu atualizando, msm sabendo que quase ninguém leu essa fic ainda. Espero que as pessoas apareçam. Caso tenha alguma erro, sorry pq estou no celular, e meu corretor aqui é realmente chato. Beijos de luz, e bom cap

Capítulo 2 - Finding you


Autor

No dia seguinte, Jin estava ansioso para ir ao colégio, tanto que levantou antes do horário normal, se arrumando rapidamente. Desceu as escadas correndo, usando o moletom dado por Namjoon, mal de importando, já que seu moletom favorito tinha ido para o lixo.

- Já estou indo omma, tchau. Tchau appa! - disse saindo da cozinha após pegar uma maçã, já que não parou para tomar café da manhã. Rapidamente saiu de casa.

Queria chegar na escola o quanto antes.

 

Namjoon 

É sempre bom ver o Sol nascer, sentado no telhado de cada. Vampiros não dormem, então sou obrigado a passar meu tempo de algum jeito, já que G-Dragon e CL se pegam igual loucos no quarto ao lado do meu. Então passo esse tempo fora de lá(shippo muito SkyDragon sim).

Voltei para o quarto, indo tomar um banho rápido. Assim que sai do banheiro, vesti minha roupa, completamente escura, claro, e por fim uma dos meus moletons, dessa vez um cinza.

- Vou na frente, quando terminarem aí, só correr! - gritei, batendo o punho na parede, que separa meu quarto do de CL e GD. - Suga, estou saindo! Vejo você no colégio! - gritei novamente, enquanto caminhava até a escada.

- Ok Nam, nos vemos lá - disse Yoongi.

- Até daqui a pouco, Namjoon... - GD disse com a voz abafada, e logo depois ouvi um murmúrio estranho de sua parte.

- Eu em... - revirei os olhos, descendo as escadas rapidamente. Em segundos, eu já estava na metade do caminho, parando para apreciar a paisagem. Aqui estou eu, na porta do colégio, cogitando entrar ou não.

Será que ele vem hoje? Não sei porque estou me perguntando isso. Acho que bati forte minha cabeça esses dias.

- Chegamos! - CL pôs a mão sobre meu ombro, me tirando de meus pensamentos. Essas pragas são mais rápidas do que pensei.

- Finalmente. Tenho certeza que Heechul-hyung não vai gostar de saber que, mais uma cama quebrou - revirei os olhos, rindo, fazendo Yoongi rir baixinho e CL revirar os olhos.

- Vamos entrar logo, seu idiota - disse G-Dragon, segurando a mão de CL, e entraram antes de mim. Yoongi riu dos dois, antes de entrar também. Pensei em entrar, mas antes voltei minha atenção para quem estava caminhando apressado logo atrás. Virei, esperando algo que talvez não viria, como um "oi" talvez, mas no lugar disso ganhei ele esbarrando em mim, caindo sentado logo em seguida.

- Ai! Me desculpa... - SeokJin passava a mão pelo rosto, logo depois pegou no livro do chão. Ele não estava olhando para cima, parecia perdido em seu próprio mundo. Acabei dando um risinho de seu jeito aéreo.

- Não precisa se desculpar - falei, estendendo a mão para ajuda-lo. Jin pareceu se assustar, erguendo a cabeça para me olhar. Nossas olhares se cruzaram intensamente, e então ele desviou o rosto, corando levemente.

- Oi... - ele disse sem graça, segurando minha mão para ajuda-lo a levantar, e estremecendo. Droga! Esqueci que minhas mãos são frias. - A gente se encontrando de uma maneira muito normal novamente... - disse soltando minha mão, coçando a nuca com a mesma.

- Sem problema - falei, deixando um sorriso de canto escapar. Por que eu estava sorrindo tanto? - Mas agora...vamos entrar? - sugeri, abrindo a porta para passarmos. Evitei pensar, no motivo de SeokJin estar chamando tanto minha atenção, e me controlei ao sentir o cheiro doce de seu sangue adentrar minhas narinas.

- Claro! - não sei porque ele abriu um largo sorriso, mas eu apenas observei enquanto ele entrava, seguido por mim, enquanto andávamos agora pelo largo corredor, já repleto de alunos. Me senti um pouco estranho, quando alguns olhares se voltaram para nós, e então me distanciei dele assim que cruzamos a porta da sala de aula. Yoongi já estava sentado, e me encarava com o mesmo estranhamento.

- Jinnie! - Hoseok levantou da cadeira em um pulo, e correu até SeokJin, o abraçando em seguida. Apenas revirei os olhos.

- Calma Hobi, calma - SeokJin ria sem graça, tentando retribuir o abraço afobado do amigo bobão dele.

- Calma nada! Eu fiquei preocupado e...o que esse cara tá fazendo com você? - Hoseok se soltou de SeokJin, e chegou próximo a mim, me encarando. Ele é mais baixo que eu, então ficou com o rosto um pouco levantando para me encarar. Isso me fez segurar uma risada. - Vaza daqui, Joon - ele quase cuspiu na minha cara, e eu apenas sorri debochado. Quem deu o direito a ele, para se referir a mim dessa maneira? Cachorro estúpido. - Eu não estou brincando, sai de perto do Jin! - Hoseok quase rosnou, e então SeokJin entrou na minha frente, empurrando Hoseok alguns passos para trás.

- Hobi, chega de idiotice. Foi ele que me ajudou, deixa o cara em paz - nossa, fiquei até comovido com essa atitude(SQN), até arqueei uma sobrancelha.

- Ok, isso você fez certo mas, não precisa mais ficar perto do Jin - disse ele, puxando SeokJin pelo braço, como se fosse uma posse. Como se percebesse a si. Acabei sentindo um pouco de raiva, que nem mesmo entendi porque. - Ele não quer ficar perto de você - como assim? Ele fala pelo SeokJin agora? Acabei por segurar um riso debochado. Só queria acertar um soco na cara de licantropo, pra ele se colocar em seu lugar.

- Hobi, me solta... - pediu calmo, mas acho que ele não o escutou, e apenas o puxou novamente. Dessa vez com mais força, fazendo o pulso de Jin ficar um tanto marcado.

- Sai daqui, sanguessuga... - Hoseok quase sussurrou a última palavra, deixando um leve rosnado sair de seus lábios.

- Briga! Briga! - alguém gritou no fundo da sala, e tenho certeza que foi a tal Hyuna. Aquela voz irritante dela é irreconhecível.

- Hobi, chega! - SeokJin gritou, e todos os olhares da sala se voltaram para ele. Me assustei com seu tom, e Hoseok arregalou levemente os olhos, parecendo também se assustar.

- Mas Jin... - foi cortado, agora pelo tom autoritário da voz suave; melodiosa de SeokJin.

- Você não tem o direito de escolher com quem eu falo ou quem eu ando, entendeu? - falou, se soltando de Hoseok. Lançou um olhar reprovador para o idiota, que apenas abaixou a cabeça, como um cão acuado. - Desculpe por isso, Namjoon - ele se virou para mim, juntando as mãos.

- Sem problemas - falei sem muito interesse. Passei por ele, e depois por Hoseok, que mantinha uma expressão estranha em sua cara feia, logo caminhando até meu lugar.

- Você me paga! - foram as últimas palavras que ouvi da boca dele, e acabei sorrindo ladino. Que cachorro abusado.

Me sentei em meu lugar, e Yoongi me olhou com uma expressão curiosa.

- O que acabou de acontecer aqui? - ele perguntou, parecendo meio aéreo a situação.

- Não sei, pergunta pro baderneiro... - encarei Hoseok. - O poodle quis pagar de pitbull para cima de mim, mas o SeokJin entrou no meio - falei, com desdém.

- Eu em. Esses caras adoram arranjar brigas sem motivo com a gente - Yoongi suspirou, ajeitando o cabelo, e voltando a atenção ao professor recém chegado.

- É, temos que aguentar caras assim, né - falei, me virando para a frente, e tendo como visão a nuca de SeokJin. Minha boca salivou, e então ajeitei a postura, tentando prestar atenção apenas no professor e no que ele dizia. O que não foi tão fácil.

Os minutos foram passando e, no meio da aula de matemática, uma bolinha de papel acertou meu rosto, eu já sabendo de onde ela tinha vindo. Hoseok mudou de lugar propositalmente, e parece que os amigos dele estão de complô contra mim. Em minutos, eram bolinhas de papel vindo de diferentes direções, eu desviei facilmente da maioria delas, e Yoongi parecia ser alvo também. Mas o mesmo não se importava, e apenas desviava das bolinhas.

- O que diabos é isso!? - reclamou Amber, quando uma bolinha a acertou no rosto. Hoseok não respondeu nada, apenas continuou com a "brincadeira", que sinceramente já estava tirando minha paciência. Estava quase explodindo com essas babacas.

- Chega! - falei, agarrando uma das bolas de papel com a mão, e mirando em Hoseok. Concentrei minha enorme força apenas no braço direito, e joguei a bolinha, que atingiu uma velocidade absurda, acertando o olho de Hoseok em uma fração de segundo, fazendo ele cair da cadeira pelo susto. O que fez um barulho considerável.

- O que se passa aqui? - perguntou o professor, virando de costas para a lousa branca, e cruzando os braços sobre o peito.

- O filho da mãe do Hoseok, jogando bolinhas de papel junto com o Chen e a Hyuna - disse Amber, me surpreendendo ao dedurar um deles. Ela olhou para trás, e piscou para mim, como um sinal de paz. Talvez nem todos eles sejam cachorros estúpidos.

- Amber... - Hoseok lançou um olhar indiferente para a mesma, enquanto se sentava novamente na cadeira, bufando de raiva. Ainda pude escutar perfeitamente uma baixa reprovação vinda de SeokJin a Hoseok.

- Querem uma briga de bolinhas de papel, lá na diretoria? - perguntou o professor.

- Não... - os três responderam em uníssono.

- Ótimo, agora fiquem quietos! - o professor continuou escrevendo.

- Sanguessugas filhos da puta... - Chen encarou Yoongi, fuzilando-o com o olhar.

- Estou sossegado... - falou Yoongi, com uma expressão tediosa. Então a aula finalmente seguiu normalmente. 

O intervalo chegou, e então sai junto de Yoongi, observando a aproximação de Hoseok e SeokJin. Hoseok chegou por trás, abraçando SeokJin pela cintura e depositando a cabeça sobre o ombro dele, mas o mesmo logo o afastou e pareceu o ter repreendido. Não sei porque, mas acabei rindo disso. Logo depois SeokJin veio caminhando até mim, deixando Hoseok com uma cara emburrada. Ri novamente. Mas o que ele queria?

- Oi Namjoon. - ele chegou sorrindo amigavelmente. – Oi...Min Yoongi? – cumprimentou Yoongi com uma reverência, que de uma maneira amigável, aceitou o cumprimento, se curvando também. Pra alguém antissocial sem causa como ele, eu me surpreendi pela maneira amigável como se referiu a SeokJin.

- Apenas Yoongi - falou, e SeokJin assentiu.

- Oi SeokJin - balancei a mão, num aceno.

- Apenas Jin - ele coçou a nuca, e eu assenti. Então seguimos até o refeitório, os três em silêncio.

- Hey! Olha o cara que levou um tiro - CL chegou junto a G-Dragon, rindo assim que chegamos.

- Oi! - Jin se curvou, novamente da maneira mais amigável possível.

- Oi, sou a ChaeRin, mas me chama de CL, e esse é o JiYong, mas ele prefere que o chamem de G-Dragon. Não se importa viu, ele é meio antissocial - riu, segurando fortemente o braço de G-Dragon, a ponto de quase quebrar os ossos do mesmo. Com certeza estão todos alucinados com esse cheiro de sangue emanado por Jin. GD pode ser o mais velho aqui, mas é o mais instável também.

- Vai ficar conosco hoje, cara do tiro? - perguntou G-Dragon, um tanto indiferente.

- Eu...não sei - disse, confuso coçando a nuca.

- Senta com a gente cara, e fica "de boas" - disse CL, puxando uma cadeira, e ignorando o olhar reprovador de todos, inclusive eu, para si.

- Sério? - Jin pareceu surpreso, sorrindo tímido.

- Sim... - falei, puxando uma cadeira vazia do meu lado esquerdo, já que Yoongi estava sentado ao meu lado direito. 

- Ok - sorriu antes de se sentar. Ficamos conversando sobre várias coisas, como livros, séries, jogos e etc. Minha audição, assim como a de todos aqui, exceto Jin, é extremamente aguçada. Enquanto todos aqui se controlam para não voar sobre o pescoço de Jin, posso escutar perfeitamente a conversa na mesa dos amigos dele.

- O que o sanguessuga acha que tá fazendo? Isso está me irritando! - com certeza Hoseok estava bravo. Ri baixinho, pois ele sempre acaba rosnando nesses momentos.

- Eles não tem vergonha na cara - dizia Hyuna.

- Calma gente, por que toda essa raiva com os caras? - perguntava BaekHyun, o mais confuso dentre eles. Ele é o único normal ali, mas tenho certeza que sabe de muita coisa.

- Não é nada, Baek - Chen cruzou os braços. Me lembro de ter descoberto seu apelido, através de uma conversa que ouvi sem querer.

- Tudo bem - BaekHyun voltou a prestar atenção em seu celular. Hoseok voltou o olhar para nós, mais especificamente para mim, e então ele virou o rosto, quando viu SeokJin mostrar a língua para ele.

- O que está acontecendo? - perguntou CL, um tanto aérea após parar de quase comer GD com os olhos. E olha que ela é mulher.

- O meu amigo Hoseok...- Jin brincou com os dedos sobre a mesa - Começou a achar que manda em mim, como se fosse um cão de guarda - assim que ele terminou, segurei o riso. Mal sabe ele que o amiguinho é realmente um cão.

- Ele gosta de você... - falei, pondo o rosto sobre as mão direita, com o cotovelo apoiado na mesa.

- Também acho... - disse Yoongi, sem muito interesse.

- Com certeza ele gosta de você - falou CL rindo, aposto que ela leu a mente de Hoseok, já que pode fazer isso. 

- O Hoseok é legal, e somos amigos desde infância mas... - Jin coçou a bochecha, corando levemente. - ...não sei se gosto dele além de um amigo ou... como um irmão - completou, e isso me fez sorrir de canto disfarçadamente. Não sei o motivo, mas isso me deixou um pouco aliviado.

- Entendi - GD finalmente se pronunciou, meio estranho como sempre. - Mas você nunca sentiu algo a mais por ele? - perguntou, talvez uma pergunta pessoal de mais, já que nem amigos nós somos dele. Esse assunto é pessoal de mais, para se dialogar com pessoas que você acabou de conhecer.

- GD! - CL acertou um tapa no ombro dele, que praticamente o mesmo não sentiu, mas resmungou mesmo assim.

- Tudo bem CL, eu não tenho problemas com essas coisas - Jin sorriu discreto. - Acho que não, JiYong - ele passou as mãos pelo cabelo, parece envergonhado. - Eu sempre o tratei como um irmão, apenas - sorriu de lado, encarando as próprias mãos.

- Entendi... - disse Yoongi, com uma expressão tediosa. O silêncio ficou presente alguns segundos, até que sem pensar, eu o quebrei:

- Não sei como alguém poderia gostar de um cara como aquele... - suspirei, com uma expressão tediosa.

- O Hobi é legal, só que... - sussurrou Jin, um tanto inquieto.

- Então corra para os braços dele! - fui ríspido, fazendo Jin se calar e me olhar meio incrédulo.

- Nam, o que diabos você tem? - perguntou Yoongi, segurando meu braço firmemente, como se tivesse medo que eu perdesse o controle.

- Nem sei como diabos conseguem gostar de outra pessoa do mesmo sexo de uma maneira como essas... - as palavras saíram automaticamente. Eu nunca tive problema com isso, mas estava sentindo raiva de alguma coisa que nem eu sei o que era.

- Você está louco, Namjoon!? De onde está tirando isso? Virou homofóbico da noite pro dia, é? - Yoongi me balançou pelos ombros. Eu segundos, voltei a realidade, percebendo o que tinha falado.

- Perdão...eu falei sem pensar, desculpe Jin... - falei, passando a mão no rosto, ainda me sentindo tonto por conta desse cheiro.

- Tudo bem...você só falou sem pensar. O Hobi enche muito seu saco, não é? Não me admira essa sua indiferença com ele... - Jin disse compreensivo, o que me deixou mais tranquilo.

- Namjoon sendo idiota como sempre! - CL revirou os olhos. Estendendo a mão e bagunçando meu cabelo em seguida, me deixando um tanto irritado com isso. Logo o nosso intervalo acabou.

- Vamos GD. E tchauzinho pra vocês! - CL se levantou, pegando a mão de G-Dragon.

- Tchau galera... - GD foi junto, praticamente sendo arrastado, mas foi.

- Vamos também - Jin segurou em meu braço, me puxando de maneira um tanto...animada? 

- Espera aí! Suga vamos logo! - falei, me permitindo rir com tal situação.

- Eu estou logo atrás, Nam - Yoongi lançou-me um olhar que não entendi, e riu de canto logo depois.

Assim que chegamos até a sala, Hoseok me encarou com um olhar mortal. Não me controlei, e então sorri debochado.

- O que você foi fazer com eles, Jin?- se levantou, caminhando até nós. Jin me soltou, que bom eu estar de jaqueta. Ele não percebeu a minha pele fria novamente.

- Hobi, não comece! - Jin o repreendeu, passando por Hoseok, e indo até seu lugar.

- Escuta aqui! - apontou para mim, quase rosnando. - Sai de perto do Jin, de uma vez por todas! - Hoseok segurou minha jaqueta com as duas mãos, me encarando com sangue nos olhos.

- Eu não estou perto do Kim SeokJin... - sorri debochado. - ...ele que está perto de mim - completei, me soltando dele e indo até meu lugar. Yoongi entrou logo depois, rindo de lado, com certeza ele viu tudo. Mas nada me disse ou perguntou.

As horas foram passando, Jin sempre dava um jeito de falar comigo, talvez estejamos nos tornando amigos, quem sabe, não é? Deu a hora de irmos para nossas devidas casas, Jin negou o pedido de Hoseok para irem juntos. Vi o "au au" sair o mais rápido possível, soltando fogo pela boca e xingando até os quatro ventos. 

- Namjoon, espera! - Jin me chamou. Por que diabos ele está querendo ficar próximo a mim? Assim fica difícil se controlar. 

- Oi SeokJin - falei, parando em frente ao colégio. Yoongi, CL e GD já tinha ido, mas eu estava "lerdando" ali.

- É apenas Jin - disse, cruzando os braços e inflando as bochechas. Como ele pode ser uma pessoa tão fofa? - Posso...te acompanhar? -  completou.

- Claro que... - pausei minha negação, assim que com um dos punhos, destruí uma pedra quase do tamanho de um micro-ondas. Isso mesmo, o tamanho de um micro-ondas.

- O-o que di-diabos foi i-isso!? - gaguejou Jin, assim que destruí a pedra. Os pequenos pedaços caíram sobre o chão próximo aos meus pés, e parece que ninguém além de Jin, viu isso.

- Nada... - dei de ombros, caminhando com pressa. Agora eu estava fodido.

- Claro que, isso foi algo! - o que diabos ele quer? Eu deveria ter me deixado levar uma pedrada na cara, porque Hoseok amaria isso, já que ele a arremessou a metros de distância, com a força que tem. Mas ela acabaria apenas fazendo um arranhão, e eu me foderia do mesmo jeito.

- Impressão sua, aquela pedra era leve, talvez oca, por isso foi fácil agarrar... - tentei disfarçar, mas ele não é burro. E essa desculpa foi uma bosta. 

- Não tente me enrolar, por que você... - virei em beco próximo, sumindo em segundos. Não precisava de mais questionamentos. - Como fez isso!? - escutei de longe seu grito frustrado, antes de desaparecer de vez.

 

Autor

SeokJin foi para casa, com uma confusão criada em sua mente. Subiu as escadas correndo, entrou em seu quarto jogando a mochila sobre a cama, pensando no que fazer. Afinal, que merda estava acontecendo? Era apenas o segundo dia de aula e já estava com a mente mais confusa que tudo.

- Ele tem uma força...e velocidade... - a mão direita foi até o queixo, e a expressão era de eterna confusão. SeokJin ligou o seu notebook, sentando-se na cama com o mesmo sobre o colo.

Pesquisou as características, juntamente lembrando o quão frio Namjoon é. Sobre as atitudes estranhas e tudo o que observou no ano anterior. Mesmo nunca tendo se importando com a estranheza do rapaz antes.

Depois de alguns minutos, o resultado foi...

- Vampiro! - quase gritou, mas lembrou que sua omma estava em casa. - Como eu não pensei nisso antes!?  - SeokJin se surpreendeu, passando as mãos pelo cabelo. - Mas espera...isso é impossível

 Não é? - se questionou, engolindo seco. Realmente muito confuso.

- Filho! - a omma de Jin gritou do andar de baixo. - O Hoseok está aqui, vou mandar ele subir - e assim ela fez, deixando Hoseok subir. SeokJin fechou rapidamente as páginas de pesquisa, desligando o notebook e o deixando sobre a escrivaninha. 

- Oi Jinnie... - se permitiu chama-lo pelo apelido, assim que entrou no quarto, fechando a porta em seguida. SeokJin agora estava em frente à janela do quarto, de costas para Hoseok.

- Oi Hobi... - não se prestou a virar para encara-lo.

- Não vai olhar pra mim? - caminhou até SeokJin, ficando ao lado dele, e pegando em sua mão, mas sendo afastado em seguida.

- Você está agindo como um idiota... - disse, saindo de perto dele, mas tendo o braço agarrado pelo mais novo.

- Jin...não tenta me afastar, eu...gosto tanto de você... - Hoseok puxou SeokJin para mais perto. - Não tem como ficar longe - Hoseok teve o impulso, acabou encostando seus lábios sobre os de SeokJin, que ficou imóvel, enquanto Hoseok pressionava mais seus lábios sobre os dele.

SeokJin fechou os olhos, sentindo mais daquele contato, sentindo as mãos de Hoseok o puxarem pela cintura, para cada vez mais perto. O Jung tentou intensificar o beijo que, não estava passando de um encoste de lábios, já que o Kim não quis seguir o ritmo do mesmo. Quando Hoseok pediu passagem com a língua, foi empurrado bruscamente.

- O que diabos foi isso!? - Jin estava trêmulo.

- Eu achei que você...poderia gostar... - disse Hoseok, se atrapalhando com as palavras.

- Não...eu não gostei! Hobi você nunca foi assim... - SeokJin apontou para a porta. - Agora vem com essa? Sai, por favor! - o Jung abaixou a cabeça, e apenas assentiu, caminhando até a porta.

- Eu vou te dar mais tempo, e você vai ver que pode me amar... - disse por fim, saindo pela porta.

- Droga... - SeokJin pos as mãos sobre a boca, desabando sobre a cama. - Por que enquanto ele me beijava, só consegui pensar...no Namjoon!? - SeokJin se perguntou, sentindo-se confuso e estranho. Sentou-se na cama e percebeu que suas mãos tremiam, e a respiração parecia pesar; estava pensando nele. Mas, por que?

...

Namjoon estava deitado em sua cama, pensando se SeokJin decifrou tudo, se juntou os fatos e BUM! Chegou a conclusão certa.

- Eu tô ferrado! - disse para si mesmo, levando as mãos a cabeça. Minutos depois, Yoongi abriu a porta.

- Nam... - fechou a porta, se sentando sobre a cama de Namjoon.

- Oi Suga, o que se passa? - perguntou, não entendendo o que o mais velho estava fazendo ali.

- Queria conversar com você, sobre hoje... - falou Yoongi, um tanto estranho. - O que te deu, Nam? - perguntou, parecendo preocupado.

- Não sei... - Namjoon virou-se de lado, com as mãos atrás da cabeça.

- Por que Kim SeokJin mexe tanto com você? - Min Yoongi foi direto, como sempre.

- Ele não... - Namjoon pensou em mentir, mas sabia que o Min perceberia. Ele sempre percebia. - Não sei Suga, realmente...não sei... - foi sincero, fechando os olhos, pensativo.

- Eu entendo... - Yoongi sorriu de canto, parecia ter entendido tudo. Mesmo que o próprio Namjoon não entendesse nada. O Min logo mudou de assunto: -  Bem, assim como eu, você deve estar com fome. Quer ir caçar comigo? Já que não temos nada para fazer, nesse início de noite - sugeriu o Min, observando a palidez do amigo, já que Namjoon não se alimenta a alguns dias, e não conseguiu tomar mais do que um gole de sangue quando ajudou Jin, pois sabia que não conseguiria parar somente naquele ladrão.

- Estou faminto... - Namjoon se levantou em um pulo. - Vamos! - em fração de segundos, ele já estava do lado de fora da casa, esperando Yoongi. O Min suspirou, indo até o amigo.

Os dois corriam em meio a uma mata fechada, parando para sentir o cheiro de suas presas, dois veados que bebiam água de uma nascente.

- Você primeiro... - sussurrou Yoongi deixando o caminho livre para Namjoon.

- Como quiser... - o Kim disparou, saltando no ar e caindo sobre o animal, agarrando-lhe o pescoço. Antes que o outro animal fugisse, Yoongi já o estava segurando-o pelo pescoço com uma das mãos. O Kim cravou os dentes sobre o pescoço do animal, e o Min fez o mesmo, em poucos minutos, os animais já estavam secos e, seus corpos foram largados no chão.

- Ainda não estou satisfeito... - disse Namjoon, passando a língua pelos lábios e, as costas da mão sobre o canto da boca. Sorriu meio sádico, antes de mirar o Min com os olhos brilhando.

- Você é bem guloso, Nam - riu Yoongi. Os dois passaram mais algumas horas satisfazendo a cede, até a noite estar totalmente presente. Então eles resolveram voltar, o que não passou de alguns segundos de corrida, apostando para ver quem ganha.

- Ganhei! - comemorava Yoongi, abrindo a porta da casa. - Sou foda! - completou, fazendo alguns passos de sua "dança da vitória". 

- Estamos empatados, Suga! - Namjoon ria, sentando-se no sofá da sala.

- Vocês ainda agem como crianças, seus bobos - ria CL, sentando ao lado de Namjoon. "De onde essa praga surgiu?", pensou o Kim.

- Eu tento amadurecer, mas o Nam não deixa - Yoongi sorriu, bagunçado os cabelos do amigo. Os olhos avermelhados de Namjoon fuzilaram o Min, o fazendo tirar as mãos de seu cabelo o quanto antes.

- Vocês não existem! - dizia G-Dragon, descendo as escadas.

- É, não mesmo - concordou Namjoon, rindo.

- Não sei qual a graça que vocês acham nessas coisas... - e lá estava G-Dragon em um dia de estresse.

- Senhor chato chegou! - disse Yoongi. CL se levantou, caminhando até G-Dragon, o recebendo com um selinho.

- Ah não! Vão para o quarto por favor! - Yoongi pos a mão sobre os olhos.

- Chato! - CL mostrou língua. Ela e G-Dragon então subiram a escada como dois velocistas.

- Vish! Tô vendo que mais uma cama quebra essa noite - falou Namjoon, pondo as mãos atrás da cabeça, e recostando-se no sofá.

- Também acho - concordou Jimin, entrando da cozinha para a sala, e se sentando no outro sofá preto. O olhar do Min pesou sobre o Park, mas ele nada disse no momento.

O tempo continuou a passar, enquanto Yoongi, Namjoon e também Jimin, conversavam durante a noite toda. O menor ali presente estava estranho nos últimos tempos, mal conversava com os outros. Nem mesmo estava a frequentar o colégio. 

Já era outro dia, quando Namjoon subiu de volta para seu quarto, indo tomar um banho para ir ao colégio, pensando no que fazer, quanto a SeokJin.

- Vamos, Suga! - chamou Namjoon, e então Yoongi saiu de seu quarto, já pronto.

- Vamos, já que o GD e a CL vão depois - falou rindo, descendo as escadas junto a Namjoon.

...

SeokJin já estava em frente ao colégio, olhando para todos os lados, a procura do Kim loiro. Foi então que viu em meio ao nada, Namjoon aparecer junto a Yoongi assim que piscou os olhos, virando-se de costas para evitar que percebessem que ele os estava observando.

Quando Namjoon chegou em frente à porta do colégio, avistou SeokJin e então o ignorou, mas não deixou de ser seguido por ele. O Kim mais baixo agarrou-lhe o braço.

- Espera! Fala comigo - disse, e então Namjoon o encarou.

- Suga, vai na frente - falou seco.

- Ok - concordou confuso, continuando a caminhar.

- O que foi? - perguntou seco, parado no meio do principal corredor, junto do mais baixo.

- Você é... - pausou SeokJin, com receio de ser tachado como idiota por dizer aquilo. - ...um vampiro! - foi afirmativo, sem questionar. Namjoon fechou os olhos, e suspirou antes de empurrar brutalmente SeokJin contra a parede.

- Calado! - esbravejou, sentindo a raiva e o nervosismo tomarem se fazerem presentes aos poucos. - De onde tirou isso, garoto!? - cuspiu as palavras, quase o xingando.

- Se não é verdade... - SeokJin fez uma careta de dor. O mais alto estava apertando seu ombro muito forte contra a parede. - ...por que está...tão i-irritado? Está... - segurou o pulso de Namjoon, tentando afasta-lo, mas sem sucesso. Ele era forte. - ...me machucando! - Namjoon soltou SeokJin, ficando de costas para o mesmo, suspirando pesado.

- Me espere no fim das nossas aulas, em frente ao colégio... - disse apenas isso, antes de sair caminhando sem olhar para trás.

- Ok... - confirmou o mais baixo, seguindo o caminho para sua sala.

Os dois chegaram na sala, um após o outro. Namjoon evitou olhar ou interagir com SeokJin praticamente a aula inteira, o menor fez o mesmo, ficou apenas com seus amigos. No intervalo, SeokJin ficou na mesa com os amigos, ignorando Namjoon e os que estavam junto a ele.

- O que você tem, Nam? - perguntou CL, não querendo ler a mente de seu amigo.

- Não é nada... - respondeu, ainda distante.

- Claro que você tem alguma coisa! - afirmou Yoongi, pondo a mão sobre o ombro de Namjoon.

- Não tente mentir para nós, especificamente para mim, Kim Namjoon! - disse CL, um tanto irritada com a atitude do Kim. - Você sabe que posso vasculhar sua mente, até achar o que está te intrigando - encarou Namjoon, séria.

- SeokJin... - sussurrou, abaixando a cabeça. - ...ele me intriga - completou, suspirando.

- Eu sabia! - disse Yoongi, depositando o braço sobre os ombros do Kim.

- Está com ciúmes, querendo o mortal por perto... - falou CL, suspirando em reprovação.

- Esqueça, Namjoon não é certo nos misturarmos. É perigoso! - afirmou G-Dragon, com uma expressão de reprovação.

- Calado, GD!  - CL acertou um tapa no ombro do Kwon, fazendo o mesmo se calar. O intervalo acabou, G-Dragon e CL se despediram e seguiram para a sala aula, enquanto Namjoon e Yoongi foram para a sua.

 

 

 

Tudo tão confuso.


Notas Finais


Me digam oq acharam e, até o próximo caso alguém leia isso aqui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...