História Purple Knight - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Administradores, Anime, Artes Marciais, Aventura, Brasileiro, Cavaleiro, Celestiais, Chinês, Ilusão, Luta, Lutas, Original, Púrpura, Sagrado, Super Poderes, Xianxia
Visualizações 0
Palavras 608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shounen, Super Power, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Fortes de mais !


"Gyo, qual a necessidade disso?" Pergunta Gran enfurecido.

"É apenas uma recepção calorosa ao meu querido amigo, qual é o problema?" Responde sarcasticamente o jovem.

Ambos se encaram por mais alguns segundos até que simultaneamente começam a fortificar seus corpos com diversas magias diferentes, o que era arriscado, afinal Gyo já havia utilizado uma técnica bem problemática, mesmo assim ele insiste e repete as mesmas magias de fortificação que Gran utiliza.

"Meus músculos já estão no limite, provavelmente os dele também, ninguém conseguiria recuperar-se completamente daquele ataque. Minhas mãos ainda estão danificadas, preciso de algo para protegê-las." Pensa consigo mesmo o jovem.

Imediatamente após pensar isso, ele conjura duas luvas metálicas com garras similares a de um felino, graças obviamente a uma rara magia que dominava, a de Ilusão.

Essa técnica nas mãos certas podia tornar-se tão avançada, a ponto das imagens conjugadas ganharem matéria, tornando-se reais por um tempo limitado.

Ambos fazem suas posturas de combate e saltam em disparada na direção um do outro.

Socos e chutes eram desferidos em altíssima velocidade, os guerreiros de ambos os exércitos que tentavam voltar ao campo de batalha foram surpreendidos pela batalha desses dois monstros.

"É incrível, nunca vi algo assim em toda minha vida..." disse de maneira pensativa um dos guerreiros de nível celestial.

"Sim, eu também estou surpreso." Respondeu um dos soldados do exército inimigo.

Neste ponto nenhum dos lados se quer pensou em continuar com a guerra, aquela batalha simplesmente era anormal.

Cada golpe defendido gerava uma onda de choque tão forte que o vendo podia ser sentido por todos que estavam assistindo.

A situação parecia ser de empate, mas o ritmo da batalha mudou rapidamente.

Gyo já estava cansado, afinal havia usado uma magia muito exigente fisicamente e ainda lançou um disparo de energia com toda a sua força, praticamente toda a sua energia espiritual foi consumida lançando esses golpes. O que restava agora era apenas uma pequena reserva, que ele por sinal, já havia gasto boa parte utilizando aquelas magias de fortificação.

"Você já está cansado não é? Posso perceber isso só de ouvir sua respiração." Diz Gran

"Você também não está na melhor das condições, por acaso aquele meu ataque foi forte de mais pra você?" Responde o jovem.

Quando menos esperava, Gyo não consegue reagir a tempo e é acertado por um poderoso soco em seu rosto, o dano foi simplesmente enorme. A rajada de vento proveniente do ataque conseguiu arremessar alguns guerreiros de nível mais baixo que assistiam o combate.

Como havia pouca energia espiritual restando em seu corpo ele optou por fortalecer seus ataques sacrificando sua defesa, uma pessoa normal tem uma camada de aura protegendo seu corpo como se fosse uma armadura invisível, mas esse não é o caso, era como se Gran estivesse acertando um humano normal.

Gyo é arremessado para trás, mas ele consegue girar seu corpo e segurar-se no chão com ajuda das garras da luva, era praticamente um milagre não ter perdido a consciência com aquele ataque.

"Nada mal." Disse Gyo tentando fazer parecer que estava tudo bem, mas suas pernas tremendo e seu rosto ensanguentado diziam o contrário, ele estava no limite.

"Não tenho energia espiritual mais para nada, talvez aquele meu ataque anterior não tenha sido uma idéia muito inteligente, mas agora já é tarde de mais, preciso pensar em algo." Pensou o rapaz.

Enquanto isso Gran movia-se em sua direção lentamente uma voz surge na cabeça de Gyo dizendo:

"Alô, testando 1, 2, 3. Gyo você está ouvindo? Aqui é Feng, a matriz de comunicação mental foi restaurada, enfim, o Deus supremo despertou os outros de Elite, eles devem chegar aí em breve, aguente mais um pouco!" Alerta Feng através de telepatia.

"Certo, bem na hora!" Diz Gyo telepaticamente com um sorriso no rosto.


Notas Finais


Obrigado por ler até aqui.

Se você chegou até esse capítulo significa que está gostando, peço desculpas pelas minhas habilidades limitadas como escritor, eu deveria fazer um webtoon logo de uma vez, mas acho que ainda não é a hora, não tenho como me dedicar integralmente a isso, entende ?

Desenhar é muito trabalhoso, por isso optei por lançar uma web novel antes.

Vejam pelo lado positivo, pelo menos ela é de graça (por enquanto, MUAHAHA).

É basicamente isso, até a próxima.

Eric Ferry


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...