História Purpose - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Jelena, Nerd
Visualizações 877
Palavras 3.258
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ACORDA GENTE QUE TEM CAPÍTULO FREXXXXXXXXQUINHO.
Boa leituraaaaaaaaaaa

Capítulo 45 - We make love.


Fanfic / Fanfiction Purpose - Capítulo 45 - We make love.

JUSTIN BIEBER POINT OF VIEW

LOS ANGELES, CA

NOVEMBRO, 2014.

-Nos mudar?- Perguntei

-Sim

-Eu não saio de Los Angeles.

-E quem disse que vamos sair daqui? Nós vamos nos mudar, mas ainda vamos permanecer aqui em Los Angeles- A Selena me olhou e pareceu aliviada.

-Ah

-É uma mansão isolada. Não quero mais morar em condomínio. A mansão é gigante, tem até um lago próprio atrás. É simplesmente maravilhosa, tem 12 quartos, todos com suítes, e fora isso ainda têm mais 3 quartos. A piscina é maravilhosa. Também todos os quartos tem jacuzzi.

-Quando vamos?

-Amanhã, já vem alguns homens levar as coisas, e nós vamos depois de amanhã.

-Ótimo. Eu e a Selena vamos sair, nós vamos para são Francisco. Pode mandar Kanye ligar pra lá para mandar o Will preparar a casa?

-Mas vocês vão agora? Já são 17:00 horas

-A idéia louca é do Justin- A Selena falou e ela riu

-Tem certeza que vão não é?

-Sim. Voltamos amanhã ou domingo.

-Vou ligar para o Kanye agora- Ela abraçou a Selena, depositando um beijo na bochecha dela-Não vai me dar um abraço?- Ela Perguntou para mim, e a Selena me lançou um olhar tipo “Abraça ela”. Revirei os olhos e a abracei- Tão lindo meu filho- Ela apertou minhas bochechas.

-Enfim, tchau mãe.

-Vou lá em cima, falar com o Kanye.

(...)

Pattie já havia falado com o Kanye, e ele já tinha falado com o Will.

-Qual carro? Ou moto?- Perguntei quando chegamos na garagem

-Vamos realizar seu sonho de dar uma volta no seu novo bebê- Ela falou e eu a abracei

-TE AMO CARA- Gritei e ela revirou os olhos, e sorriu depois.

-Vamos logo- Ela falou, e eu peguei a chave.

Entramos no carro, e era simplesmente lindo por dentro.

-Conversível, ou fechado?- Perguntei

-Conversível

-Isso mesmo.

Liguei o carro e acelerei o motor. Isso sim era um carro. A Selena me olhou, e sorriu em negação.

Me aproximei do controle do portão da garagem, e era por voz.

-Justin Bieber Gostoso- Falei e foi confirmado.

-Justin Bieber gostoso?- Ela Perguntou e começou a rir alto

-Me deixe- Dei de ombros.

Saímos de lá, e depois do condomínio. A Selena olhava pro céu, que estava em um tom de laranja meio rosa, pelo fato de ainda estar escurecendo.

-Preparada pra ver o que essa belezinha faz?- Perguntei, e antes dela responder, acelerei.

-PARA DE ACELERAR ESSE TROÇO, EU VOU MORRER- Ela Falou e eu ri

-ACELERAR? PODE DEIXAR- Acelerei, e ela se segurou no cinto e fechou os olhos

-Jesus, eu queria pedir perdão por todos os meus pecados e principalmente pelo maior deles que foi namorar o cara que quer me matar- Comecei a rir

-Calma- Falei desacelerando

-Glória- Ela me olhou e eu comecei a rir- O que foi?

-Seu cabelo- Ele estava pro alto, e todo bagunçado

-Ninguém merece- Ela começou mexer no cabelo, até ajeitar

-Vamos no Mc? O caminho é longo até são Francisco- Perguntei e ela assentiu

-E o bom, é que eu saí sem avisar a Maria e nem minha mãe

-Mas sua mãe nem está aqui

-Mas a Maria está

-Não tem problemas. Pensa em nós dois, em são Francisco, numa mansão só nossa por um final de semana

-Como ela é?

-A mansão?

-Sim

-Toda de vidro

-Então da pra ver tudo por dentro?

-Exato

-Mas você o povo não vê como é por dentro não?

-Ah, pera, tipo, os quartos, e banheiros não são

-Ah, explique né.

Chegamos no Mc Donald's, e a Selena que fez o pedido. Ela o fez, e pegamos nosso lanche.

-Comendo desse jeito, nem parece que é magra- Falei, e ela me olhou com a boca cheia de batata.

-Como mesmo- Ela Falou de boca cheia e eu ri

-Cadê a educação que minha sogra Mandy te deu?

-Não sei- Ela Falou e eu ri em negação- Acho melhor pegar o seu- Ela Falou

-Eu estou dirigindo, se quiser vir dirigir aqui no meu lugar…

-Eu dirijo ué- Ela Falou e eu ri

-Ah claro, dirige

-Tá duvidando de mim novamente Bieber?

-Não, de forma alguma

-Eu só não dirijo agora porque eu tô comendo.

(...)

A Selena havia dormido fazia um tempo já, ainda faltavam 1h30min até lá. Como ela ficava linda dormindo e a luz da lua.

Conectei meu celular ao som do carro, e queria escutar Arcitic Monkeys- 505.

Comecei a cantar, e eu amo essa música.

I'm going back to 505

(Estou voltando para o 505)
If it's a seven hour flight

(Se for um voo de 7 horas)
Or a forty-five minute drive

(Ou 45 minutos dirigindo)
In my imagination

(Em minha imaginação)
You're waiting lying on your side

(Você está esperando, deitada de lado)
With your hands between your thighs

(Com as mãos entre as pernas)

-Eu adoro escutar sua voz- Virei e ela estava me olhando, virada para mim, com o corpo encolhido no banco do carro, com o meu casaco.

-Você não estava dormindo?

-Acordei e fiquei te olhando.

-Você adora ficar me olhando.

-Eu amo- Sorri de canto e a olhei mais uma vez. Ela era tão linda.

Começou a outra parte da música e a Selena começou a cantar. A voz dela era linda. Não era aquelas vozes potentes, mas uma voz calma, doce e gostosa de ouvir. Sorri ao escutar ela cantar, e comecei a cantar junto.

Stop and wait a sec
(Pare e espere um segundo)

When you look at me like that

(Quando você olha para mim assim)
My darling, what did you expect?

(Minha querida, o que você esperava?)
I probably still adore you

(Eu provavelmente ainda adoraria você)
With your hands around my neck

(Com suas mãos em volta do meu pescoço)
Or I did last time I checked

(Ou adorei da última vez que chequei)

-Quando você olha para mim assim, minha querida, o que esperava?- Falei uma parte da música e ela sorriu

-Eu provavelmente ainda adoraria você com suas mãos em volta do meu pescoço, ou adorei da última vez que eu chequei- Sorri de lado.

-Você está com frio?- Perguntei ao vê-la se encolher dentro do casaco. A Selena estava extremamente fofa. Ela estava com um short, meu casaco que ficava gigante nela, ah, e um coque bagunçado.

-Tem como fechar esse troço?- Ela Perguntou e eu ri.

-Pronto querida- Falei, e ela olhou para o teto que se fechava acima de nós

-Eu queria que você soubesse que você nunca mais verá a cor desse casaco

-Assim como eu não vi a cor dos outros dois?

-Exato

-Ah, já estou acostumado.

-Essa estrada parece infinita.

-E ainda são 18:30- Falei

-Ninguém merece. E quem tá me ligando uma hora dessas?- Ela Falou enquanto pegava o celular- É o Ryan

-Ué, porque ele não me ligou?

-Deve ser a Demi.

-Atende aí.

LIGAÇÃO ON:

A Selena colocou no viva voz, e aproximou de mim.

-Oi- a Selena falou

-Onde vocês dois se meteram?- Pude escutar a voz do Chaz

-Nós passamos na sua casa, e a Maria havia me dito que não sabia onde você estava- Agora era a Demi.

-Fomos na casa do Justin, e só a Neide estava, disse que a Pattie saiu para jantar com umas amigas, e vocês dois haviam saído- Agora era o Chris.

-Ah, eu queria sair para testar o meu carro novo- Falei

-Ah, e nem pra avisar a gente?

-Bem, nós estamos andando por aí

-E porque não disseram “Ah, não vamos sair, podem ir sem nós”

-Onde vocês estão indo?

-São Francisco

-Mentira né?

-Verdade

-Sério mesmo?

-Sério

-Vocês foram para a casa da sua mãe, Justin?

-Ainda estamos indo

-Vocês são loucos

-Completamente

-Bem, divirtam-se, Tchau, e até mais.

LIGAÇÃO OFF.

Eles desligaram e a Selena me olhou.

-Tenho que repensar minhas amizades- ela Falou e eu ri.

-Selena

-Oi

-Você tá bem mesmo, tipo, com o fato do Chris ter voltado e tudo mais?

-Olha Justin, a amizade de vocês é bem mais importante, e todos merecem uma 2° chance. Lembre-se, eu não quero atrapalhar a amizade ninguém- Sorri para ela, que sorriu de volta.

-E isso que eu amo em você.

-O que?

-Você é sempre tão boa com as pessoas- Ela sorriu e voltou a olhar pela janela.

-O céu está lindo

-A única coisa linda que estou vendo, está bem aqui do meu lado- Ela sorriu.

(...)

SELENA GOMEZ POINT OF VIEW.

O Justin foi diminuindo a velocidade do carro, e FINALMENTE havíamos chegado, eu não aguentava mais ficar sentada.

Justin estacionou na frente de um portão enorme. Ele foi se abrindo, e pude logo ver a casa, lá no fim do enorme jardim. Quando o portão se abriu todo, era simplesmente maravilhoso, era lindo. O jardim era maravilhoso, e gigante, tipo, bem grande mesmo. As flores estavam perfeitamente ornamentadas, igualmente com alguns arbustos que tinha lá. No centro de tudo havia uma fonte que se iluminava, era lindo. Mas nada se compara a casa. Era toda de vidro. Dava para ver tudo, era lindo, simplesmente maravilhoso.

-E aí Bieber- Um homem Falou, e eu o olhei. Era alto, e tinha o dobro do meu tamanho. Mas não me importei, porque não consegui tirar os olhos da casa. Não mesmo.

Justin foi dando a volta, indo pelo caminho, enquanto eu observava tudo com muita atenção. Estava tudo perfeitamente limpo. A grama estava limpa, e no chão, não se encontrava nenhum papel, ou nada que pudesse suja-lo.

O Justin estacionou o carro na frente da casa. Eu desci na mesma hora, e fiquei olhando para casa. Dava para ver, já de fora, a enorme sala de estar, o lustre era maravilhoso, tinha um tapete lá, e era tudo tão lindo.

Voltei a olhar o Justin, e ele entregou a chave a um cara, magro, baixo e esguio.

-Pronta para conhecer a casa mais legal da sua vida?

-Claro- Falei e nós entramos. Até o cheiro da casa era bom.

Fiquei deslumbrada com a decoração. Era extravagante, e fina.

Conhecemos toda a casa, só não vi todos os quartos, porque eram muitos.

-Agora vamos para a parte de trás- O Justin falou enquanto andávamos até uma imensa porta de vidro.

-Uhul- Comemorei por estarmos acabando o tour pela casa. Já havíamos andado demais.

-Vou logo adiantando, não fique louca quando ver o escorrego- Ele Falou e eu o olhei

-Aqui tem?- Perguntei

-Dois- Ele Falou e eu comecei a pular

-Nem vimos e já tá doida.

A porta se abriu, e nós saímos. Era gigante lá atrás. Haviam muitas árvores, flores, e uma gigante piscina, com várias bóias dentro. Logo ao lado da piscina, haviam dois escorregos, que caíam dentro dela.

-QUE CASA MARAVILHOSA- Falei

-Eu sei- Ele Falou simples.

Fora a piscina, haviam balanços, algumas esculturas, e umas mesas perto da piscina.

-E aí Justin- Um cara alto, mais velho que o Justin, e moreno Falou.

-Fala Mike- Justin abraçou o cara, e ele ficou me olhando

-Sua mãe me ligou do nada, dizendo que era para deixar a casa pronta porque você viria, mas eu não sabia que iria trazer uma amiga- Ele se aproximou, e eu dei um passo pra trás- Meu nome é Mike, eu fico na casa quando a Pattie não está- Ele entendeu a mão pra mim, e eu olhei pro Justin, que já o olhava.

-Hey cara, ela é minha namorada- Justin falou, e o Mike deu passos para trás.

-Namorada?

-Sim

-Justin Bieber namorando?

-Qual o problema?

-Nenhum, só que… nada, deixa pra lá. Por isso que eu achei estranho, você nunca trouxe nenhuma garota pra cá depois daquela garota que eu esqueci o nome. Aquela lá de cabelo preto e olho azul, Ally eu acho- Sorri meio sem graça e o Justin olhou para mim.

-A Ally é passado, agora eu estou com a Selena- O Justin passou as mãos pelos meus ombros.

-Bem, prazer em conhece-la, Selena- Ele estendeu a mão para mim, e eu a apertei- Ela é muito bonita

-Pois é né

-Bem, mas eu vou indo agora, divirtam-se.- O cara se despediu, e saiu de lá.

-Vamos comer- O Justin falou, saiu andando, mas eu fiquei parada.

-Você havia me dito, que nunca havia trazido nenhuma garota para cá- Falei o olhando nos olhos.

-A Ally não é mais ninguém para mim

-Mas você já amou ela, então ela é sim alguém para você

-Já amei, não amo mais

-Mas seus olhos ainda brilham quando falam dela

-Não, meus olhos brilham toda vez que te olho

-Porque mentiu?

-Me desculpa, eu só não queria lembrar da Ally.

-Se você a trouxe aqui, com certeza vai ter lembranças. Eu tenho certeza que vocês dois se beijaram naquela piscina, ou correram por essa casa, e…- ele me interrompeu

-SELENA, PARA- Ele Falou, com a voz alterada

-Eu sabia, você lembra dela

-Porra, isso era para ser nosso, e você fica lembrando dela? Eu não havia lembrado dela até o momento em que o Mike Falou.

-Ah claro

-Não queira estragar esse final de semana

-E quem disse que eu estou estragando?

-Esquece, enfim, o que quer fazer agora?

-A piscina parece ótima- Falei e olhei ao redor- Todos já foram embora?

-Sim

-Ótimo- Tirei o casaco do Justin e ele ficou me olhando sem fazer nada

-O que vai fazer?- Ele perguntou e eu ri.

-Observe- Tirei a camiseta e ele mordeu os lábios.

-Não faz isso Selena- Ele mordeu os lábios, ri e tirei o short andando para a piscina.

Cheguei na beira da piscina, e olhei para trás. O Justin estava me observando. Sorri de lado, e tirei o sutiã lentamente e pulei na piscina.

-Não vem?- Perguntei enquanto o olhava

-Você gosta de provocar, não é?- Ele Perguntou enquanto andava em direção da piscina.

-Não é provocar, só gosto de tomar banho de piscina quase pelada ué

-Ah claro

-Vem ou não? Vou logo avisando que a água está ótimo- Falei me apoiando em uma bóia.

-Vai ficar melhor ainda- Ele tirou a bermuda, ficando apenas de cueca, e pulou na piscina, fazendo ir água para tudo quanto é lado.

-Quase morri afogada

-Ninguém manda ser baixinha e vir para a parte funda da piscina- Ele Falou e eu fiz uma careta

-Me deixe- Ele riu e jogou o cabelo do lado. Ele estava tão sexy.

-Não mesmo- Ele andou até mim e eu fiquei o olhando- você adora me provocar, não é?

-Só Cala a boca- Colei nossos corpos, e ele me levantou. Cruzei minhas pernas na cintura dele, e ficamos nos olhando- Vem calar

-Calo agora mesmo- Selei nossos lábios, e era um beijo intenso. As mãos dele deslizavam suavemente nas minhas costas, enquanto eu segurava na sua nuca, e fazia pressão entre nossos corpos. Então, antes que pudéssemos ficar mais animados, dei uma mordida forte no lábio dele.

-Porra Selena- Ele me soltou e colocou a mão no lábio.

-Desculpa

-Tá saindo sangue?- Assenti.

-Tanto faz- Ele me puxou pra perto novamente, e voltamos a nos beijar.

Após sairmos da piscina, o Justin pegou um roupão para ele, e outro para mim. Ele ainda estava de cueca, e eu estava só de calcinha, porém o roupão cobria.

-Eu quero me sentar na grama- Falei, e me sentei.

-Qual a diferença de sentar na grama ou numa cama?

-Não sei, prefiro ficar na grama- Ele se sentou, mas logo nos deitamos.

-Você é doidinha, sabia?-  Ele Falou e enquanto mexia na minha bochecha

-Sabia- Respondi e fiquei olhando o céu- As estrelas são maravilhosas

-São mesmo

-Eu sou fascinada por isso

-Eu sou fascinado por outra coisa- Ele virou meu rosto, e antes que pudesse falar algo, selou nossos lábios e depois ficou olhando nos meus olhos.

-Seus olhos são peculiares

-Porque?

-Eles são cor de mel, mas outras vezes eu os vejo castanhos, ou verdes

-Eu tenho que te contar- Ele respirou fundo- Eu sou um vampiro

-Ah, vai tomar no cu né, eu aqui pensando que era uma coisa séria- dei um tapa no braço dele, que apenas me puxou para perto e eu fiquei com a cabeça no peito dele. Comecei a passar a mão lentamente pelo abdômen do Justin coberto com o roupão.

-Tá ficando frio aqui- Ele falou

-Eu tenho um jeito que deixa quente rapidinho- Fui para cima dele, colocando minhas pernas uma de cada lado do seu corpo.

-Ah é? Então vem e me mostra esse jeito- Sorri, e comecei a beija-lo.

Ele desamarrou meu roupão, e colou nossos corpos enquanto nos beijávamos. Sentei-me em cima da intimidade dele, e comecei a rebolar com um sorrisinho no rosto. O Justin gemeu baixo e eu desamarrei o roupão dele, e iniciei uma série de beijos em seu abdômen.

-Bem, acho que já está bom por hoje- O provoquei enquanto me levantava.

-Ah não, o Bieber de baixo já está bem acordado, então, você não vai embora- Ele me segurou, e eu mordi o lábio.

-Então acorda também

-Já estou acordado a tanto tempo…- Ele me puxou, e me colocou embaixo dele.

Justin tirou seu roupão, e jogou longe, voltando a me beijar. Ele apertava minha cintura com a ponta dos dedos enquanto eu pressionava minhas unhas nas suas costas. Ele foi descendo os beijos para o meu pescoço, e em seguida para os meus seios. Ele os mordiscava levemente enquanto uma das mãos dele descia para minha calcinha. Ele tirou minha calcinha e a jogou longe, mas logo voltou para os meus seios, os apertando com vontade, e isso estava me fazendo gemer baixo.

-Você sempre fica Molhadinha rápido- Ele Falou enquanto colocava a mão na minha vagina

-Isso é bom ou ruim?

-Maravilhoso- Falou, e foi um pouco mais para trás.

Ele beijou minha virilha, sorriu para mim. Ele penetrou dois dedos de surpresa, me fazendo gemer alto.

-Seus gemidos são agradáveis.

Logo depois, ele levou sua língua até ela, e puta merda, ele fazia um ótimo trabalho. Eu gemia enquanto ele fazia aquilo, e estava me deixando louca. Senti meus quadris estreitarem, eu havia gozado. Justin levantou a cabeça, e me olhou. Ele engoliu tudo e eu sorri.

Invertemos as posições, e fiquei em cima dessa vez. Tirei a cueca dele, e vi que o membro dele estava bem duro. Levei minhas mãos até ele, e comecei acariciá-lo, e apertá-lo com cuidado. O Justin gemia, e eu amava escutar ele gemendo.

-Puta que pariu, não faz isso- Ele Falou enquanto eu passava minha língua por todo seu membro

-Quieto.

Coloquei grande parte de seu pênis na minha boca, fazendo movimentos lentos de vai e vem. O Justin pôs sua mão no meu cabelo, e eu fui fazendo mais rápido, e mais rápido. O Justin gemia, e era certamente engraçado. Parei e ele me olhou.

-Eu não vou gozar antes de me sentir dentro de você- Ele me puxou para cima, e nos virou, colocando-me embaixo dele. Antes de mais nada, ele pôs uma mão de cada lado do meu corpo, olhou em meus olhos, e sorriu. Inesperadamente, ele me penetrou, sem mais delongas. Gemi alto, e o Justin também. Ele voltou a me penetrar rápido e com força, e eu gemia alto, e o Justin também. Nossas respirações estavam aceleradas, estávamos insanos.

-Isso- O Justin falou enquanto tirava seu membro de dentro de mim, me permitindo respirar.

-Você é doido- Falei e ele me puxou para perto, e eu deitei minha cabeça no peito dele- Ainda não acredito que transamos ao ar livre- ele riu

-Transamos não, fizemos amor.


Notas Finais


WHAT UP, PEOPLES?
Olha eu, toda certinha postando o capítulo de acordo com a programação djxdjeksks
Bem, até semana que veeeeeeeeem, beijosssssssss, comentem, favoritem e etccc lovu vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...