História Purpose - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Jelena, Nerd
Visualizações 557
Palavras 2.050
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIOIOIOIOIOIII TUDO BOM? ESSE CAPÍTULO FOI ESCRITO RÁPIDO, PORQUE NÃO QUERO DEIXAR VOCÊS SEM. ELE ESTÁ UMA MERDA, PORQUE EU TIVE QUE PEGAR MEU CELULAR ESCONDIDA DA MINHA MÃE PARA ESCREVER, PORQUE EU FIQUEI DE REC. Beijosss

Capítulo 52 - I want a time.


SELENA GOMEZ POINT OF VIEW.

DEZEMBRO, 2014

LONDRES, UK.


Ally. Quando escutei aquele nome, foi como um soco no estômago. Eu até me engasguei com a saliva.

-Você está bem?- Ela perguntou, colocando a mão nas minhas costas.

A olhei, e ela era linda. Simplesmente maravilhosa, fora os peitões que ela tinha. Ela era 100 vezes mais bonita que eu. Quem sou eu perto dela? O Justin ainda sente algo pela Ally, então, assim que a visse, eu iria levar um pé na bunda, com certeza.

Eu a olhava enquanto pensava que havia apenas 3 opções; 1) A agredir verbalmente e fisicamente por ter partido o coração do Justin, 2) Chamar o Justin e levar um pé na bunda, e 3) Fingir que não conhecia o Justin e descobrir mais sobre eles dois.

O Justin nem me olhava, então decidi seguir a mais sensata. Ou seja, a 3.

-Claro que estou bem- Falei e ela sorriu.

-Ah bom.

-Esses garotos de hoje em dia…

-Pois é.

-Mas tipo, você foi embora sem mais nem menos? O deixou só após traí-lo?- Perguntei e ela bebeu o shot e me olhou.

-Quem me devia um monte de explicações.

-Como assim?

-Ele quem me traiu 7 vezes antes disso.

Quando ela falou isso, meu estômago embrulhou. Mas que merda! Ele havia mentido para mim, apenas pra passar imagem de bom moço nessa história. Ele me paga.

-O que?

-Eu perdoei todas… é, eu fui idiota. Mas na 7°, eu vi que não dava mais. Eu peguei um amigo dele e voltei para Louisiana.

-Você perdoou?

-Ele não sabia que eu sabia que ele me traía.

-Ah sim. Você fez certo.

-Eu soube que ele está de namorada nova. Se eu a encontrasse por aí, a primeira coisa que eu diria era “Não acredite em uma palavra que ele diz”. O Bieber é manipulador, consegue tudo que quer apenas pedindo desculpas e fazendo juras de amor. Eu o odeio.

Oh merda, será mesmo que isso é verdade? Ela falou exatamente tudo que ele faz quando sabe que fez merda. Minha mente estava em um confronto entre “Será que ele me traía” e “Será que ela está falando a verdade?”

-Como soube que ele tá de namorada nova?

-Ele bateu no meu ex…

-Ah tá. Mas cadê a namorada dele?

-Devem ter brigado. Ele provavelmente deve ter feito merda.

-Acha que ele poderia ter traído ela?

-Ele COM CERTEZA trai ela. Apesar de não conhece-la, não quero que ela caia na lábia dele. Eu vou descobrir quem é. Vou falar tudo pra ela. Só espero que ela acredite em mim.

-Espero que encontre. Mas agora já está tarde, tenho que voltar pra o hotel.

-Qual seu nome?

-Selena.

-Gostei de você, Selena.

-Eu também, Ally.

-Agora eu acho que vou também. Não quero que ele me veja.

-Acho que deveria ir falar com ele- Falei sem pensar.

-Acha?

-Brincadeira, você não deve.

-Mas é que ele está tão lindo e…

-E ele é um canalha que só sabe te amar quando está bêbado, te traiu, briga e depois vem pedir desculpas jurando que nunca mais irá fazer novamente, quando recebe um não fica com raiva, e apela pro sexo falando baixo no seu ouvido porque ele sabe que ninguém vai resistir aos encantos do Bieber e…- Parei ao perceber que havia falado demais.

-O que?

-Nada. A propósito, se você quer ir falar com ele, vá. A vida é sua, você tem que resolvê-la- Saí sem dar chance para ela falar.

Enquanto eu andava, meus pensamentos estavam a mil. Será que era verdade? Será que ele me traía? Será que ela iria falar com ele? Porque ele não sequer me olhou essa noite? E porque os garotos nem deram sinal de vida?

Eu precisava pensar em tudo, e não queria chorar no meio da boate nem nada, então saí de lá o mais rápido possível.

Não havia táxi nenhum ali, apenas pessoas bêbadas com pessoas do sexo oposto.

A rua estava movimentada e iluminada. Eu não sabia andar nas ruas de Londres, então iria andar até achar um táxi e torcer pra não começar a chorar no meio da rua.

Comecei a andar e o vento estava bastante gelado. Maldito vestido curto.

Andei, e mais adiante vi um grupinho de meninos, porém como a rua estava movimentada, eles não fariam nada comigo. Andei mais um pouco, até me aproximar deles, e claro, começaram a soltar piadinhas como “Gostosa” “Vem cá meu amor” QUE NOJO. Andei, e ao cruzar o grupinho, senti meu braço sendo puxado. Me virei e era o garoto que eu havia batido ontem. Eu estava com um problema? Talvez.

-Ora ora, se não é a garota que me bateu ontem- Ele falou e eu respirei fundo.

-Com licença- Falei tentando me soltar.

-Não não. Acha que vai me bater e irá ficar por isso mesmo? Fora que seu namoradinho também me bateu… por falar nisso, cadê ele?

-Me larga.

-Sabe que eu achei você bem mais gata que a outra namorada dele?

-Okay amore, anotado. Agora, se não for incômodo, poderia me soltar? Tenho que ir para o meu hotel.

-Eu te levo, aproveitamos e fazemos algo no caminho, não acha melhor?

-Não, não acho.

-Não se faça de difícil.

-Eu vou gritar.

-Eu tapo sua boca e você vai desejar nunca ter gritado.

-Okay amore, anotado. Agora você poderia me soltar?- Falei novamente e ele riu.

-Você não entende mesmo não é?- Ele falou e um garoto que me parecia familiar, puxou meu braço.

-Cara, tá bom, você tá bêbado. Deixa a garota em paz- Ele falou

-Mas que merda Austin, não se mete porra- CLARO, AUSTIN, O CARA DO SPA.

-É melhor você parar por aqui, senão eu vou ser obrigado a deixar seu outro olho roxo.

-Ah é?- O babaca falou, soltando meu braço com força- Ela não vale a pena. vamos caras, comer algumas garotas por aí.

Eles saíram, me deixando lá, com o Austin.

-Selena?- Ele perguntou.

-Eu tenho que agradecer aos céus por você estar aqui agora- Falei e o abracei.

-Você lembra de mim?

-Claro que eu lembro.

-Você é doida de estar andando por aí sozinha com essa roupa que deixa qualquer cara doido?

-Eu estava atrás de um táxi

-Os táxis são para o outro lado

-Eu não conheço Londres.

-E o que faz aqui?

-Dando uma volta.

-Você saiu sozinha?

-Eu estava com umas amigas e uns amigos

-E cadê eles?

-Longa história…

-Você quer me contar?

-Acho melhor não.

-Okay, como quiser. Para onde estava indo?

-Para o hotel onde estou

-Qual o nome?

-LaVier.

-É bem aqui, você vai direto e dobra no próximo quarteirão.

-Obrigada

-Eu te levo.

-Não precisa…

-Claro que precisa. Já pensou se aparece algum cara igual a ele?

-Tá certo…



-Obrigada por ter vindo me deixar.

-Por nada. E nós nos vemos por aí.

-Claro. Felicidades com a namorada.

-Igualmente para você e seu namorado.

-Tchau- dei um abraço nele

-Tchau.

Eu não havia contado nada para ele. Eu vim me segurando o caminho inteiro para não desabar com meus pensamentos. Eu não conseguia parar de pensar nele. Será que ela havia ido falar com ele? Porque ele mentiu para mim? E o mais importante, será que ele me traiu?

Eu só queria chegar no meu quarto e pôr tudo para fora. Eu estava um caos por dentro, mas por fora, estava esbanjando um sorriso para todos enquanto via as pessoas no saguão. Não vou mentir, queria um ombro amigo, mas a Demi está bêbada, Chaz ficaria do lado do Justin, e o Niall, Zayn, Louis, Harry e Liam nem foram para a balada.

-Cadê os outros?- As pessoas perguntavam. Todos perguntavam.

-Eu vim antes porque estou com dor de cabeça- Respondi e eles assentiram.

Passei por elas, e quando olhei, vi o Niall sentado em uma das cadeiras do saguão. Oh deus, obrigado. Tudo que eu mais precisava agora.

-Niall?- Perguntei e ele levantou o olhar.

-Ainda bem que chegou. Estou aqui faz um tempão.

-O que faz aqui?

-Eu vim porque preciso falar com você.

-Eu também preciso falar com você- Sentei-me no banco ao seu lado e ele me olhou- Quero pedir desculpas por aquela cena inconveniente ontem no quarto

-Sem problemas.

-Porque vocês foram embora?

-Já estava tarde e não queríamos atrapalhar sua noite. Só isso.

-O que você tem para me dizer?- Ele me olhou, e ficou em silêncio.

-Era para falar o porque tínhamos ido embora.


NIALL POINT OF VIEW.


-Era para falar porque tínhamos ido embora- Menti. Eu vim para falar que gostava dela, mas perdi a coragem.

-Porque veio só você?

-Os garotos estão na faculdade- Menti novamente

-Uma hora dessa?

-Sim, eles estão bem mal nas motas e tiveram que fazer trabalho extra.

Eles estavam com raiva de mim. Eles disseram que eu sou idiota de vir atrás de uma garota que namora e que nunca vai me amar. Mas eu não ligo, eu preciso falar para ela que eu estou gostando dela.

-Todos estão nos olhando- Ela falou em relação as pessoas da sala dela.

-Claro: Namorada de Justin Bieber conversando com outro garoto.

-Sim- ela falou e riu baixo.

-Fala o que houve- Falei ao perceber que ela não estava bem. Quando eu falei “Namorada de Justin Bieber” Ela mudou de feição.

-O que? Não houve nada.

-Você voltou mais cedo, deixou seu namorado sozinho onde quer que vocês tenham ido, e não está tão radiante como de costume.

Ela respirou fundo, e pude vê-la soltar uma lágrima.

-Não está nada bem- Ela falou enquanto permanecia de cabeça baixa.

-Vem cá- A envolvi com um de meus braços, fazendo-a afundar a cabeça em meu ombro.

Puta merda. Eu estava gostando tanto dela. E se aquele idiota do namorado dela tiver feito qualquer coisa de ruim para ela, eu juro que dou uns socos na cara dele.

Eu não entendo como alguém tão doce e calma como a Selena pode ficar com um cara daqueles. Ele é ruim para ela. Pelas coisas que ela me disse, ele já a fez muito mal. Ela merece alguém bom para ela, que a ame todo dia, e sempre queira o melhor.

A Selena chorava no meu ombro, e eu alisava o cabelo dela. As pessoas não perceberam que ela estava chorando. Mas logo foi tudo interrompido pela chegada do Bieber.

-Então você veio mais cedo por causa dele?- Ele falou em um tom alto. A Selena se assustou e o olhou imediatamente.

-O que? Não, não- Ela falou, enquanto se levantava.

-Vocês estavam no maior amor aí. Atrapalhei algo?

-Pare de ser estúpido, Justin- Selena falou e como porra o idiota não percebeu que ela estava chorando?

-Estúpido? Estúpida está sendo você. Me trocando por um inglês babaca?

-Você é um babaca mesmo- Me levantei, indo para o lado da Selena, que ainda chorava- Pare de falar assim com ela. Não a xingue na minha frente seu idiota- Falei e ele riu.

-Como é? Você é doido?- Ele falou, e se aproximou de mim. Eu fiz o mesmo, e a Selena entrou no meio. Todos observavam.

-Para Justin, você não vai tocar num fio de cabelo do Niall- Ela falou e o Justin a olhou incrédulo.

-Ah, então está defendendo seu novo amor? Continue defendendo ele. Mas por favor, não leve ele para o banheiro onde nós transamos ontem.

-Não. Estou defendendo o cara que está tentando me ajudar, diferente de você. Que já chegou gritando, bêbado, e sem querer saber um pingo do porquê estou assim. Você não cansa de ser idiota? Você quem deveria estar fazendo o papel do Niall agora. Me ajudando. Mas não, passou a noite bebendo, sem nem sequer olhar para mim- Ela empurrou o peito dele- Você veio falar comigo, e eu senti o cheiro da bebida de longe. Eu odeio isso. Odeio você por ser assim. Se você olhasse pelo menos uma vez para mim como deveria olhar, perceberia que estou chorando. Você não ligou para mim, veio logo me atacando. Para por um segundo, olhe para mim como deveria. Perceba que eu não estou nem um pouco bem. Deixe sua futilidade de lado. Não fale merda sem pensar, e comece a ver as coisas com outros olhos. Antes de chegar falando suas merdas, perceba o que realmente estava acontecendo. Quer que eu te diga o que está acontecendo? O Niall está fazendo seu papel, e está me ajudando sem nem perguntar o motivo. Eu estou cansada desses seus ataques. Cansada de você só conseguir me amar bêbado. Cansada de você não me dar o valor que eu mereço. Cansada de você fazer merda e depois vir até mim “Oh amor, juro nunca mais fazer tal coisa” faça me o favor viu? Eu me arrependo disso. Como ousa falar para todos que você transou comigo no banheiro? Olha aqui para mim, bem no fundo dos meus olhos: Você é o maior babaca que já vi na vida. Eu quero um tempo Justin, um tempo de você, um tempo do seu amor tóxico, um tempo de nós.


Notas Finais


UI QUE MEDO, A SELENA EXPLODIU E PEDIU UM TEMPO.... ESSA VIAGEM TÁ DANDO O QUE FALAR VIU?
Infelizmente, tenho que dizer que a Ally falou sim a verdade :/
E QUE BABACA VOCÊ VIU BIEBER?
Onde será que vai dar essa briga de jelena? Tô com meu coração quebrado depois de tudo que a Selena falou </3
Não me matem pela brigaaaa. Bem, beijosss até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...