História Purpose - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Amor, Justin Bieber, Purpose
Exibições 177
Palavras 1.723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Uai denovo? Sim porque estarei sem créditos ; (

sorry se houver erros!
espero que gostem ♥

Capítulo 11 - Não foi desta vez


[...]

- Ei eu já vou embora, você me da uma carona? -  perguntei assim que abri a porta da sala do Ryan.
- Sim, mas espera só um pouco.
- O que você tá fazendo?- aproximei da sua mesa olhando algumas fotos.
- O cliente da Passion quer as fotos pra amanhã, e eu como sempre acabei confundindo os clientes.- disse sem me olhar.
- Entendi. -  me sentei e fiquei olhando pro nada.
- O que acha dessa modelo? -  ele levantou a foto.
- Bonita.
- Não é isso que quero saber, acha que ela se saiu bem nas fotografia?
- Bom, ela soube expressar bem, eu a escolheria.
- Então vai essa.
- São quantas modelos?
- Cinco pra essa campanha de inverno e cinco para o verão.
- E você vai escolher todas hoje? - há estava entediado.
- Infelizmente sim ... mas se você quiser ir não tem problema eu chamo um táxi pra você. 
- Eu espero.- me deitei no sofá pequeno.
- Seu carro sai quando do concerto?
- Daqui dois dias.
- Ah sim, olha essas duas modelos.
- Boa escolha, uma negra e albina vai ganhar um destaque.
    Já tinha se passado meia hora desde da última foto que o Ryan havia me mostrado e pelo o jeito vai demorar mais um pouco. Se arrependimento matasse.
    Peguei meu celular pela a milionésima vez olhando a hora, e bom já era nove da noite.
- Vai mandar mensagem pra ela? -  levei u. susto ao ouvir a voz do Ryan.
- Pra ela?
- Sim a Hope, vai mandar?
- Não, nem pensei nisso.
- Uhum me engana que eu gosto.  - ele me olhou entre as fotos. - Manda logo.
- Não vejo necessidade.
- Essa é a última. - ele virou duas fotos. -  Qual?
- Para o verão?  -  ele assentiu. - A ruiva.
- Essa?
- Sim.
- Só por causa das sardas?
- Claro, combina com o verão,  pronto podemos ir?
- Se você diz... Vamos. - ele guardou as fotos selecionadas na gaveta e saímos.
    Caminhamos para o elevador, eram os os últimos naquele andar.
- Você disse que a Hope está resfriada, não foi?
- Sim, estava começando, porque?
- Então manda uma mensagem perguntando se esta bem.
- O que você tá querendo com isso? - perguntei franzindo o cenho.
- Nada de mais, mas as vezes é bom conhecer pessoas novas.
- Uhum sei Ryan, pessoas novas. -  a porta do elevador se abriu e seguimos até o estacionamento. O carro dele era praticamente o único no meio do grande pátio.
   Já dentro do carro seguimos para a minha casa, peguei o celular. Até que não seria uma má idéia mandar uma mensagem pra ela, perguntando se estava melhor, porque dependendo da situação ela não vai poder ir.
- Manda logo. -  insistiu Ryan mais uma fez.
   Desbloquiei a tela indo até o número da Hope, comecei a digitar enquanto o carro estava parado no semáforo.

Justin - "Boa noite Hastings!!! Melhorou? " " Espero que esteja melhor pro jantar amanhã. "

Hope - " Boa noite Bieber rsrsr, eu estou do mesmo jeito. Acabei de chegar do hospital. "  " Eu também espero está melhor, estou muito ânciosa. "

- Então, o que ela disse?
- Larga de ser curioso Ryan, Deus me livre tá pior que mulher.
- Cala a boca e fala logo.- revirei os olhos antes de falar.
- Ela está bem e ânciosa, satisfeito agora?
- Parece que não é somente ela que está âncioso.
- Não começa. -  O carro parou enfrente a minha casa.
- Desce do meu carro. - destravou a porta. - Ate amanhã, fala pra tia Pattie fazer muita comida porque eu vou vim brocado de fome. -  Sorriu.
- Ela já sabe que você é assim Ryan.  -  fizemos o nosso toque antes de descer.
     Caminhei pra dentro de casa encontrando tudo desligado, minha mãe com certeza já estava dormindo.

              ...

- Justin acorda. -  ouvi a voz da minha mãe . -  Você vai comigo no supermercado.
- Não pode ir sozinha? -  perguntei sem abrir os olhos.
- Levanta logo, estou te esperando na cozinha.
    Ouvi a porta sendo fechada. Abri os olhos tantando se acostumar com a claridade,  Estiquei o braço até o criado mudo pegando o celular.

Justin - BOOM DIAAAAA

Hope- Esta usando a caixa alta logo cedo?  Boom dia Justin.

Justin - Ops foi sem querer!  Como você está? - esperei alguns segundos a sua respostas,  mas nada.
   
    Levantei indo direto ao banheiro tomar um banho não muito demorado. Vesti uma calça jeans clara com uma camisa azul e nos pés um vans preto, arrumei meu cabelo e desci encontrando minha mãe na sala já com assim bolsa do lado.
- Já ia atrás de você.
- Posso pelo o menos comer alguma coisa antes de sairmos?
- Vai logo. -  Ela voltou a se sentar no sofá.
   Peguei qualquer coisa pra comer, coloquei sobre o balcão e me sentei. Ouvi meu celular vibrar encima da pedra de mármore, era a Hope.

Hope - Desculpe, eu tive que resolver um probleminha,  eu não sei se poderei ir jantar na sua casa hoje .

Justin - O que foi?  aconteceu alguma coisa?

Hope- Invés de melhorar, eu piorei Justin.

Justin - Eu vou te ligar.

   Disquei o número da Hope  em alguns segundos ela atendeu.
- Justin me desculpe, mas... - sua voz saiu baixa.
- Você já tomou algum medicamento?
- Apenas o recomendado.
- Olha, vamos ver se você melhora até a noite, gostaria muito que você viesse jantar com a gente.
- Vou fazer de tudo,não... - ela começou a toscir e aquilo me deixou com medo. -  Não se preocupe.
- Prometo não demorar te buscar ok?
- Ok Jus. -  ouvi ela respirar fundo.
- Tenho que desligar, até mais tarde, Beijo.
- Tchau.
    Esperei que ela desligasse primeiro.
- Aconteceu alguma coisa filho?
- Hope pegou um resfriado, mas não sei se ela poderá vim jantar. - me levantei deixando a comida intacta.
- Acho melhor cancelar - mos o jantar, é perigoso esse resfriado pra ela. Depois que ela estiver melhor fazemos o jantar.
- Queria que a senhora conhecesse ela.
- Mas a vida dela é mais importante do que isso Justin.  -  Ela colocou a bolsa no banco ao seu lado.
- Eu vou na casa dela. -  Caminhei até a sala pegando a chave sobre a mesinha.
- Justin. -  me virei para olha-la. - Não se apegue a ela. A Hope não é a Jane meu filho.
   Eu não a respondi, mas ela estava certa. Hope não era à Jane, e essa preocupação toda estava sendo desnecessária. Mas algo nela me tocava, não só suas semelhanças com a Jane, mas a doçura de pessoa que ela é,  mesmo a conhecendo quase nada, criar um tipo de vínculo com ela estava me fazendo bem, de algum jeito mais tava. E me afastar dela estava meio que fora de cogitação.
   Faltava pouco pra chegar na sua casa, e todo o meu corpo começou a ficar trêmulo, minhas mãos a soarem, e um baita desconforto no estômago, esse efeito que sinto quando estou prestes a vê-la me deixa inquieto.
   Parei o carro enfrente a sua casa, hesitei mas desci. Caminhei até a entrada em passos lentos, subi os degraus que havia e em seguida toquei a campainha.
- Justin ? -  Quem atendeu foi a Diane.
- Oi dona Diane. -  Sorri amarelo, aliás eu nem avisei que viria.
- Entre! -  passei por ela.- Como você esta?
- Bem, e a senhora?
- Bem, veio ver a Hope?  -   assenti . -  Ela está com um resfriado, venha vou te levar no quarto dela.
    Eu não disse nada, apenas a segui até no andar de cima da casa. Paramos enfrente a uma porta e Diane deu três batidas antes de abrir.
- Tem visita. -  Ela disse e eu apareci atrás.  - Qualquer coisa é só chamar.
- Justin?  O que faz aqui?- Ela estava deitada com um enorme edredom sobre seu corpo. Mas admito que me assustei quando vi a decoração do quarto,  era o mesmo estilo que Jane provavelmente usaria.
- Oi. -  me aproximei ficando em pé perto da cama. - Vim te ver, parece que o nosso jantar vai ter que ficar para outro dia.
- Veio me ver? - ela pareceu surpresa.
- Sim. -  sorri - Você que decorou seu quarto?
- Minha mãe, mas já vou dizendo nao gosto de moda.
- Você já disse, mas olha se quarto, ele foi inspirado nos... -  ela me interrompeu.
- Nos principais desfiles de Paris?  -  assenti - Não sei da onde veio essa idéia,  mas até que ficou bom.
- Se você não gosta, porque decorou assim?
- Foi estranho, minha mãe perguntou se eu gostaria de mudar meu quarto, bom, do nada vejo isso, era como se não fosse eu que estivesse falado. Minha mãe estranhou no momento,  mas aí quando cheguei do hospital meu quarto estava assim.
- Jane era fascinada nos desfiles de Paris.  -  disse olhando cada detalhe.  -  Se ela pudesse estaria em todos. - senti o olhar de Hope sobre mim, me virei e sorri pra ela.
- Ela gostava não é?  - ela se ajeitou na cama.
- Muito.
- Vem, senta aqui. -  dei alguns passos e me sentei na beira da cama. - Vamos mudar de assunto?
- Vamos. - olhei pra ela - Tomara que quando marcarmos o jantar novamente, você não venha pegar um resfriado. - brinquei.
- Eu também espero.
- Vai ficar o dia todo no quarto?
- Quando não se pode sair,  tudo indica que sim, ainda mais com a minha mãe no meu pé.
- Isso deve ser enjoativo.
- Deve? É muito enjoativo, mas e você vai fazer o que?
- Que eu saiba nada, a única coisa que eu tinha era o jantar.
- Que almoçar aqui?  -  ela se levantou e vi que ela estava de pijama e bem curto. - Meu Deus Desculpe Justin, eu havia me esquecido.  - Ela tentou se cobrir.
- Eu não vi nada. -  abaixei a cabeça rindo da situação.


Notas Finais


Owwnt ♥
vocês tem que verem a parte que eu escrevi do primeiro beijo.. isso mesmo BEIJO MENINAS ♥
Então, como eu disse lá encima, estarei sem créditos :( oh vida ! mas então é isso ♥
se vocês quiserem conversar comigo algum dia, me chama no whatsApp 062 9 9260-8904.
Facebook - Leidy Correia
Twitter - @opskidraul ( não sou poser viu kkk foi o tt que não aceitou o "H" hahaha )
xoxo da leidy ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...