História Purpose | Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Jimin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Romance, Seokjin, Violencia
Exibições 25
Palavras 2.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie serumaninhos !!!
Ainda não estou de férias :/
Quando eu estiver, trarei capítulos mais longos *-*
Boa leitura

Capítulo 4 - 03


 

Meu coração disparou e minha respiração acelerou ao ver Angel sentada em uma das mesas do restaurante junto de seus pais. Minha surpresa foi ainda maior depois que Enzo levou nós quatro em direção à mesa em que Angel está. Ela notou minha presença e sorriu para mim, aquele sorriso que eu tanto queria rever. Aquela garota que esteve em minha cabeça em um mês inteiro agora está aqui, jantando no restaurante em que trabalho. Isso só pode ser algum tipo de sinal do destino.

Não consigo parar de olha-la, é algo inevitável. Sorrir de volta para ela e desviei o meu olhar para Enzo pois já estava a um longo período de tempo a encarando

 

— Com licença, senhor e senhora Lancaster — disse Enzo para os pais de Angel — Esses são os meus quatro melhores cozinheiros. — Ele diz apontando para nós quatro. Me surpreendi com suas palavras e notei que Jimin também ficou surpreso. Ele deve está muito orgulhoso de si com o elogio de Enzo.

 

O senhor e a senhora Lancaster se levantaram e nos cumprimentaram. Logo, Angel se levantou e também nos cumprimentou. 

 

— Rapazes, eu tenho uma proposta para lhes fazer — disse a senhora Lancaster —  Daqui à algumas semanas, eu irei realizar uma festa em minha casa para comemorar o décimo oitavo aniversário de minha única filha, Angel — ela apontou para Angel que abaixou sua cabeça sorrindo — Eu ainda preciso de cozinheiros experientes para preparar o bufê e como confio na palavra de meu amigo Enzo, queria contrata-los e claro, terá um ótimo pagamento.

 

Olhei para Jimin que parecia feliz com a oferta assim como eu. Claro que ele irá aceitar esse trabalho para dar mais um passo em sua carreira, mas eu só irei aceitar para ter uma oportunidade de conversar com Angel e tentar descobrir o porquê de eu sentir que não devo deixa-la sair de minha vida.

— E então? — perguntou Enzo — Irão aceitar?

Todos nós dissemos "sim" ao mesmo tempo. A senhora Lancaster nos deu o seu endereço e disse que devemos passar em sua casa amanhã de manhã. Voltamos para a cozinha animados. Sehun, Mike e Jimin contavam o que acabara de acontecer para os outros cozinheiros enquanto eu tentava olhar Angel pela a pequena janela com o formato de um círculo que tem na porta que separa a cozinha dos clientes. Ela quase não fala, apenas come em silêncio e sorrir gentilmente. Venho pensando muito em como conseguir conversar com ela, mas não me veio à cabeça sobre o que iria conversar. Ela parece ser uma garota legal e terei que agrada-la com assuntos interessantes.

Aquele assunto saiu de minha cabeça quando percebo que Angel parou de sorrir. Parecia que acabara de receber uma notícia triste. Ela forçou um sorriso e voltou a comer em silêncio. O que será que aconteceu? Por que meu coração se aperta quando não vejo o seu lindo sorriso em seus lábios? Por que me importo tanto com essa garota?

 

 

 

— Eu ainda não consigo acreditar — digo para Jimin enquanto caminhamos em direção à nossa casa. Depois de sairmos do Enzo's, fomos para um restaurante mais simples e jantamos, não iremos correr o risco de comprar a nossa comida e ser roubado novamento — Eu lhe disse que sentia que iríamos reencontrar Angel e isso acaba de acontecer, e ainda, conseguimos um trabalho com um salário ótimo. Você mesmo me disse que acredita em destino, aquilo foi um sinal nos dizendo que eu tinha razão, Angel é uma garota de coração puro.

— Sabe Jungkook, as vezes eu me arrependo de ter te dito que acredito em destino. Você faz questão de jogar isso na minha cara todas as vezes que conversamos sobre Angel — ele diz me fazendo rir.

— Confesse que estava errado, que Angel é uma pessoa boa.

— Não vou fazer isso. — ele diz com as mãos nos bolsos da calça — Os Lancasters são uma família que tem classe, não vai demostrar o quão frios eles são na frente das pessoas desconhecidas, ainda mais em um restaurante refinado e lotado.

Desisti de tentar convence-lo e continuamos caminhando em silêncio.

O rosto triste de Angel não sai de minha cabeça. Por que ela estava triste? O que pode ter a magooado? Eu só quero que ela sorria novamente, mesmo não a conhecendo direito, eu faria de tudo para ver novamente aquele doce sorriso em seus lábios.

 

 

 

— É aqui ? — Pergunto enquanto olho a minha frente vendo um enorme portão com a letra L no meio do mesmo. Atrás das grades tem um casarão da cor branco de dois andares e tem três carros estacionados no gramado em frente à casa.

— Acho que sim — disse Sehun. 

Jimin apertou a campanhia e logo ouvimos :

— "Nomes?"

— Jimin, Sehun, Jungkook e Mike — disse Jimin — Somos cozinheiros do bufê de aniversário de Angel Lancaster.

 

Depois de alguns segundos, um homem loiro que usava terno se aproximou e do portão e o abriu. 

 

— Por favor, me acompanhem — disse ele nos dando espaço para entrar no jardim. Ele fechou o enorme portão e o trancou. — Sigam-me

O obedecermos. Ele nos levou até os fundos da casa onde tem uma enorme piscina e um enorme jardim. Ele abriu a porta dos fundos e entramos na cozinha.

— Namjoon! — um outro cara que também usava terno chamou o cara loiro que abriu o portão para nós quatro. — Quem são eles? — o moreno perguntou nos fuzilando com os olhos.

— Se acalma, Jin — disse o homem que pelo que percebi se chamava Namjoon para o outro que se chama Jin. — Esses são os novos cozinheiros do bufê para o aniversario da Angel — ele explicou e o moreno pareceu entender.

— Não ache que somos esnobes ou algo do tipo por ter colocado vocês para dentro pela a porta dos fundos — disse Jin — É que o senhor e a senhora Lancaster estão na sala de estar com o seu chefe tendo uma conversa séria sobre papeladas, essas coisas.

— Não tem problema — Disse Jimin sorrindo.

— Sentem-sem — disse Namjoon apontando para nos sentarmos em uma pequena mesa de quatro cadeiras que tem na cozinha. — A conversa pode demorar um pouco.

 

Assentimos e nos sentamos. Eu me sinto nervoso em está aqui, talvez porque sei que é aqui em que Angel mora, é aqui em que ela viveu a sua vida inteira e que em qualquer momento eu posso esbarrar com ela. Namjoon saiu da cozinha e Jin puxou uma outra cadeira e sentou-se ao meu lado.

 

— Qual é o nome dos rapazes? — ele pergunta.

— Mike

— Sehun

— Jimin

— Jungkook — digo por último um pouco tímido.

— Me chamo Jin. Então, já que vocês serão os cozinheiros do bufê, recomendo que nenhuma refeição contenha castanha. — ele diz fazendo todos prestarem bastante atenção — Angel é alérgica e não quero vê-la quase morrendo novamente, estão entendendo?

 

Todos assentiram com a cabeça. Eu principalmente, não irei colocar nada com castanha para Angel. 

 

— E mais uma coisa — ele continuou —, Angel é a minha melhor amiga e se eu ver algum de vocês a olhando de algum modo diferente, eu irei arrancar os olhos de vocês — ele diz me fazendo engolir seco — Entenderam? — todos assentimos rapidamente — Que bom, espero não ter de repetir.

— Jin, posso lhe fazer uma pergunta? — Perguntou Jimin e Jin assentiu — Você tem algum sentimento à mais por Angel?

 

Jin começou a rir e todos se entreolharam confusos

 

— Nunca sentiria algo a mais por ela. Para ser mais específico, eu sou gay. — ele diz. Logo, ouvimos o barulho da porta dos fundos se abrindo. Virei meu olhar e vi Angel entrando, nossos olhares se encontraram. Ela sorriu ao me ver e sorrir de volta. — Angel ! Como foi na escola? — perguntou Jin se levantando e indo abraçar a garota.

— Ocorreu tudo bem, nada demais. — ela diz saindo do abraço — E obrigada por ter me enviado a mensagem dizendo que omma e appa estavam com o chefe deles na sala de estar. Seria constrangedor chegar em casa e receber o olhar de todos ou atrapalhar algo importante. — Ela diz e olhou para trás de Jin e veio em nossa direção — Oi rapazes — sorriu gentilmente e todos devolvemos o sorriso — Me desculpem, mas eu não sei o nome de vocês dois — ela diz para Mike e Sehun.

— Eu sou Mike e esse é Sehun. — disse Mike apontando para Sehun.

— Muito prazer, meu nome é Angel. — Ela diz — Se me dão licença, eu preciso ir me arrumar.

 

Ela saiu da cozinha e foi provavelmente para o seu quarto tomar um banho. 

 

— Eu te disse que ela é legal — sussurrei para Jimin ao meu lado.

— Ela é gentil e fofa, confesso — ele diz me fazendo sorrir.

 

Depois de mais alguns minutos esperando o senhor e a senhora Lancaster, Namjoon aparece na cozinha.

 

— Rapazes, eu tenho um aviso — disse Namjoon — O Senhor e a Senhora Lancaster tiveram um emprevisto de última hora, desculpem o tempo de espera, mas poderiam voltar amanhã novamente? — ele pergunta.

Todos se levantaram e dissemos que estava tudo bem. Eu me virei para ir em direção à porta dos fundos, mas parei quando vi Angel andando mais rápido do que o normal em nossa direção.

— Com licença, rapazes — ela diz recendo nossa atenção — Soube do imprevisto de última hora dos meus pais e peço mil desculpas por isso. — ela diz parecendo preocupada se estávamos com raiva. Ela parece ser tão doce e inocente e isso me encanta.

— Sem problemas, Angel — eu digo a fazendo me olhar, sorri para ela. — Voltaremos amanhã novamente.

— Obrigada — ela diz voltando a sorrir — deixa que eu acompanho vocês até à saída, mas desta vez será pela a porta da frente.

 

Ela insistiu e todos concordamos. Passamos pela a sala de jantar e a sala de estar até chegarmos na porta. Angel a abriu e nós cinco saímos. Enquanto caminhavamos ate o portão, Angel caminhou ao meu lado, me parece uma oportunidade de trocar algumas palavras com ela, mas sobre o que eu iria falar?

 

— Então Jungkook — ela começa puxando assunto me fazendo sair dos pensamentos —, fico feliz que você e Jimin estejam subindo na vida. Vocês merecem o emprego no Restaurant Enzo's 

— Obrigado — digo corado e ela rir. Essa é a primeira vez que ouvi sua risada, era tão fofa, quase tanto como ela.

— Nunca me passou pela a cabeça de que vocês soubessem cozinhar tão bem.

— Pra ser sincero, Jimin me ensinou tudo o que sei sobre culinária — fui sincero — Eu não sabia que conseguiria fazer um prato tão complicado como aqueles que vendem no Enzo's

— Você descobriu um talento escondido. Sabe, pra se sincera, eu sou péssima na cozinha — ela diz e rimos — Prefiro usar minhas mãos para tocar piano

— Sabe tocar piano? — pergunto surpreso.

— Desde pequena — ela diz e chegamos ao portão — Vejo vocês amanhã, tchau — ela se despede de todos nós e entra novamente em sua casa.

 
Mike e Sehun se despediram de nós dois e fomos para caminhos opostos.

A lembrança de meu appa me ensinando a tocar piano quando eu tinha apenas cinco anos de idade surge em minha cabeça. Meu Appa amava tocar piano e eu queria aprender pois sabia que era uma das atividades preferidas de Appa. Sorrir lembrando-me

 

— Por que está sorrindo? — perguntou Jimin enquanto caminhavamos de volta para casa. — Por que eu ainda pergunto? Sei que é por causa da Angel, não estou certo ?

— Ela me disse que toca piano desde pequena

— Deixa eu adivinhar, você também toca piano? — Ele diz como se já soubesse minha resposta.

— Desde pequeno. — eu digo chutando as pequenas pedras que estavam em meu caminho —Appa me ensinou

 

Estou gostando de conhecer mais a vida de Angel. Ela é como uma caixinha de surpresas e sempre consegue me surpreender e me encantar ao mesmo tempo. Talvez iremos virar amigos, ou talvez mais do que bons amigos.


Notas Finais


Espero que tenha ficado bom, eu realmente não sei se o que eu escrevi é bom o suficiente '-' 😂
Até o próximo episódio
~ Tia_Kookie_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...