História Purpose of love - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Belieberlove12

Exibições 27
Palavras 1.942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Luta, Mistério, Policial, Shounen, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heyyy meninas esse cap ta meio Pesado então preparem o Cora.
Leiam as notas Finais IMPORTANTE!!

Capítulo 5 - "Novas irmãs"


Fanfic / Fanfiction Purpose of love - Capítulo 5 - "Novas irmãs"

"-Aprendi com a vida que em momentos dificeis o certo é não sentir nada, assim voce evita ser machucado"

P. O. V. Rose

Acordei ouvindo de longe alguns cochichos e soluços, abri meu olhos mas rapidamente os Fechei quando a claridade fez meus olhos arderem.
-Ela esta acordando -ouvi uma voz de longe dizer e logo depois um barulho de porta sendo aberta, focei novente meus olhos e consegui finalmente ver de quem era aquela voz.

Mel, minha mae ela me olhava com seus olhos transbordando em lagrimas.

Eu estava confusa, não me lembrava de nada, apenas de Eu e meu pai estarmos em uma missão e depois disso minha memoria é apagada.

Ouvi a porta abrir novamente mas dessa vez com um Medico e meu pai entrando, Meu pai veio ate mim me dando um beijo na testa e logo se afastando .

-Olá Rose ,sou Dr.Max como você esta? -ele me olhava checando meus batimentos cardiacos e anotando palavras em sua prancheta, eu o olhei por alguns segundos ,ele nao parecia ser velho ,parecia ter no minimo uns 40 anos, era meio Grisalho mas seus musculos ficavam visiveis com seu jaleco branco, com o Seu nome bordado no bolso direito.

-Tirando a forte tontura e dor de cabeça ,e também eu nao me lembrar de nada que aconteceu nas ultimas horas ,to otima-Falei sarcástica, recebendo um olhar de reprovação de minha mãe.

-isso é normal, afinal você sofreu um grande trauma, E ficou 3 dias em coma ,você é Realmente um Milagre , Rose.

Como assim 3 dias em coma? Eu estava bem ate aonde me lembrava.
Eu estava confusa, definitivamente eu não me lembrava de nada, e isso era oque mais me deixava aflita.

-Oque aconteceu? -falei confusa ,meus pais e Dr Ax trocaram olhares, mas ninguem falou uma unica palavra-  Anda porra, oque houve comigo? -esbravejei irritada .

-Acho que é melhor voces contarem a ela, ate mais Tarde Rose. -bufei vendo ele sair do quarto. Olhei para meus pais que estavam com uma expressão de pena, e talvez tristeza.

-Rose...eu e você fomos fazer juntos nosso primeiro assacinato juntos...você lembra?....Mas em um descuide meu, O Filho da puta te pegou- Meu pai falava tentando ser forte- Eu Juro que eu fiz de tudo pra te achar mas não consegui, entao eu e meus capangas rodeamos toda aquela área, Michell achou você em uma sala que na verdade era um cativeiro, Você estava deitada na cama nua, e   ensanguentada- Então pude ouvir soluços da minha mae no canto do quarto, e uma lagrima solitaria cair pelo rosto de meu pai- Aquele filho da puta, te estrupou Rose -
eu me lembrava, flashes dos momentos terriveis que passei com aquele Filho da puta me atingiram como bomba, Momentos em que eu gritava para ele parar.
Eu estava com nojo de mim mesma, eu me sentia suja, sentia como se uma parte minha tivesse ido embora, Talvez a parte Boa, a parte que me tornava sonhadora ,que me tornava forte, a parte de kim que me fazia uma menina meiga e carinhosa, a parte que todos amavam.
-Eu lembro disso.... -falei tentando nao chorar.
-Então voce tambem lembra que nao esta aqui por causa disso nao é? -meu pai falava serio-voce foi pra casa, O medico falou que é normal algumas meninas só entrarem em depressão quando ja estam melhores.... -acenti esperando ele terminar sua explicação, mas foi ai que eu lembrei.

Eu não  sabia porque estava aqui, Se nao era por causa disso por que seria?-Por que eu estou aqui entao?-falei confusa.
Eles se entreolharam, entao minha mae veio ate mim pegando na minha mao, olhei pra ela esperando uma resposta-Entao...? -falei tentando fazer com que ela continuasse.

-Você Ficou Gravida dele Rose,Mas... Uma semana depois você procurou uma clinica de aborto-ela falou suspirando e enchugando as lagrimas-Você matou Seu filho Rose, você o matou Minha filha- Soltei sua mão colocando a mão em minha boca começando a chorar-E você pode nunca mais ter filhos-ela passou a mão em meus cabelos tentando acalmar meus soluços.

"Você matou seu filho Rose ","E você  pode nuncar mais ter filhos" Minha conciência gritava as frases que minha mae acabou de me dizer, Eu sou um monstro.

Eu matei uma Criança, que era inocente, eu Matei meu proprio filho. 

Eu estava cega de odio e culpa quando fiz isso, eu nao estava raciocinando direito, Logo eu que sempre fui contra essas coisa? Aonde eu estava com a cabeça quando fiz isso?

Foi culpa Dele , Ele me matou primeiro ,ele matou meu lado bom o lado que se importava com as pessoas....

-Aquele filho da puta ta morto nao é? -falei olhando para meu pai, ele negou - Lembra quando vocês me disseram pra escolher se eu queria um dia ficar no seu lugar pai,e que se eu fica-se eu teria que ser fria ? -eles acentiram me olhando serios -Então eu decidi, Eu quero assumir seu lugar , e quero a cabeça desse filho da puta-falei irritada

-vamos começar os treinamentos assim q você sair daqui filha-meu pai falou sorrindo.

1 Semana depois

Foi dificil tentar esquecer tudo que aconteceu ,passar por sima dos traumas, Das decepções e tudo mais.
Sabe quando você sente que todos sabem oq você passou? E eles te olham diferente? Eu me sinto assim todos os dias, meus pais me olham com pena, eu odeio isso.

Não gosto que sintam pena de mim, muito menos que saibam minhas fraquezas, muito menos meus medos.

Hoje eu conheceria Minha Equipe, as garotas que Me ajudariam a ser a melhor Gangster de Atlanta .
Ouvi tres batidas na porta e Raquel nossa empregada me falou que meu pai ja estava me esperando no escritorio ,ela saiu me deixando a sós  com meus pensamentos.

Sera? Sera que eu queria msm isso?
Será  que me vingar de todos é mesmo a melhor solução?

Suspirei saindo do quarto e indo ate o escritorio.
Parei em frente a grande porta de madeira, bati três vezes escutando um "Entra" ,entrei vendo algumas meninas ja sentadas na mesa junto ao meu pai ,sentei entre ele e uma garota morena sorridente .

-Rose, como eu prometi aqui esta a Equipe -meu pai falou sorrindo esperançoso.

-Oi-falei sorridente analisando minhas novas ajudantes.

-Bom meninas como combinamos voces seram os braços direitos da Rose, ajudaram ela em qualquer missão seja ela perigosa ou nao-bom como vocês agora iram morar aqui teram muito tempo para se conhecer , Como todas vocês ja sabem lidar com armas, lutas, Corridas e tudo mais sera facil, treinar vocês como equipe- Ele falou levantando da cadeira- Menias vocês teram esta semana livre para se conhecerem, Estao liberadas-ele falou sorrindo e acenando indo em direçao a porta.

-Nossa seu pai é... -começou a falar a Morena ao meu lado.

-Direto, apressado? -falei rindo fazendo elas me acompanharem na gargalhada.

-Sou Zendaya , prazer-Falou a Garota morena com cabelos compridos ao meu lado-Essa são Lucy Hale , Jordana Brewster , Lily Collins e a Shay Mitchell-disse ela apontando para cada uma .

-É um prazer meninas -falei sorrindo.

-Bom vamo corta esse papo clichê que tal a gente Ir em uma balada chefinha? -falou Shay Rindo Maliciosa.

-Não sei se você sabe mas eu tenho apenas 14 anos -falei irónica.

-Ah nada ver com 13 anos eu ja saia, vamo chefinha bora-lucy falou rindo.

-Nao sei... -Me senti naqueles canis de cachorrinhos, com elas me olhando daquele jeito-Ta vamos -falei revirando os olhos.

-Então bora se arrumar Garotas -falou Jordana Saindo da Sala.

3 horas depois
Eu finalmente estava pronta, eu não era muito de festas fechadas como a que nos iriamos hoje, sempre gostei mais de rachas, e apesar de ter pouca idade, ja participei de rachas, e na maioria das vezes eu ganhei.

Afinal qual a graça de competir, se nao for pra ganhar?

Me olhei novamente no espelho apreciando meu look, um vestido Preto colado ate a cintura mas rodado logo depois, com um salto preto com correntes doradas, Não  fiz uma maquiagem muito pesada apenas um delineado e um batom Vermelho e meu cabelo solto com cachos nas pontas. Desci as escadas vendo todas as meninas perfeitamente arrumadas me esperando -vamos? -falei indo ate a sala onde todas se encontravam. Elas acentiram indo ate a garagem onde estavam os carros .   
                                                                   

Ja sao 04:00 Da madrugada, e eu ainda estou aqui na pista de dança  no meu vigésimo copo de vodka, eu Sentia tudo girar a minha volta, oque era ingraçado mas me dava vontade de vomitar.

Senti mãos agarrando minha sintura fiquei de frente para o dono daquelas incriveis mãos, ele era Alto, tinha cabelos castanhos e olhos azuis como os meus, era incrivelmente lindo.

-Rose, Oque você faz aqui pirralha-o Garoto falou rindo.

-a mesma coisa que você -falei virando ficando de costas para ele e começando a rebolar fazendo com que seu membro rocasse em minha bunda.

-veio comer bucetas tambem? Ou incher a cara de bebida? -ele falou no meu ouvido.

-Ah cala boca, eu nem te conheço, nao enche a porra do meu saco-falei me afastando do garoto .

-Bom na verdade voce me conhece desde quando voce tinha 5 anos ,nao lembra de mim, Lye ? -ele falou perto do meu ouvido me causando arrepios.

-acredite se quiser, mas nao eu nao lembro-falei rindo .
-   James  , sou da sua turma de luta na academia. -ele falou beijando meu pescoço.

Estavamos em um beijo voraz ,seus beijos eram os melhores, ele segurava minha sintura e as vezes apertava minha bunda, enquanto eu segurava fortemente seu cabelo.

-Sei que tabom ai mas temos que ir, vamos Rose-falou uma voz que eu nao reconheci .

Dei um beijo de despedida no James e sai da boate com as meninas ,Me segurei em Shay ja que eu estava cambaleando mas esbarrei com uma garota na porta da boate.

-Ai sua vadia olha por ande onda-ela falou me empurrando.

-Como é ?Doq voce me chamou seu filhote de cruz credo -falei a fuzilando com os olhos.

-De V-A-D-I-A, alem disso é surda tambem? -ela falou rindo com suas amigas a acompanhando .

Ah Garota você nao sabe com quem esta mechendo ,dei minha bolsa para Jordana que estava ao meu lado, e fui mais perto da Garota que havia gritado comigo.

-Vamos ver quem é a Vadia-falei indo ate ela que estava de costas e puchando seus cabelos ate o chao a arrastando.
Sentei em cima de sua barriga no chao e destribui socos, e mais socos por seu rosto e corpo ,ate sermos puchadas por dois seguranças, olhei para Garota e ela estava sangrando no nariz e na cabeça, comecei a rir dela que chorava.

-Vamos antes que de merda vem sua loka-Zendaya falava me puchando para o carro.

-Nos vamos pra Disney? Pra Suécia, nao ja sei pra Miami? -falei rindo igual uma disisperada -Vamo compra um gnomo? -
-Cala boca você ta bebada Rose-falou Jordana que dirigia.

                  ...

Entramos na sala da mansão, eu tentei ir ate o sofá mas acabei caindo em cima de um tapete de pelucia .

-Levanta dai Garota-falou Lucy tentando me erguer

-Sai me deixa, Quero dormi aqui-falei me aconchegando mais no tapete.

-Stevan leva ela e coloca ela na cama dela, por favor, nos ja vamos dormir Tchau sua bêbada -Falou Jordana rindo.
Senti Stevan nosso segurança me pegando no colo e minutos depois me colocando em um coisa macia que eu suponho ser minha cama.
Senti Lucy me ajudar a tira minha roupa e sapato, e logo depois quando eu ja estava mais relaxada deixei a inconsciência me atingir.....


Notas Finais


Sei que ficou meio chata a Historia, mas prometo que da proxima vai estar melhor
Bjs amores
Thay.... <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...