História Put You Down - Capítulo 151


Escrita por: ~

Exibições 323
Palavras 1.637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


<3 Boa leitura amorzinho! <3

Meu insta: @Jenifer_Olivee.

Segue! :3 BJUUUS

obs: Me desculpe se tiver algum erro! :) Espero que não esteja confuso amoor!

Capítulo 151 - Santorini, Grécia!


Fanfic / Fanfiction Put You Down - Capítulo 151 - Santorini, Grécia!

NO MESMO MOMENTO...

 

~Melanie’s POV:

 

Ainda lá parada observando e tomando a água de coco, sem estresse Mel pode ser uma Belieber... Respira... NÃO PIRA! Eu estava séria e ele olhou pra mim, então fui até eles e entreguei o coco pro Justin ainda séria, ela é extremamente linda lábios carnudos, cabelo bem cacheado com reflexos dourados, olhos verdes quase amarelo e cabelo castanho bem claro. Isso me deixou insegura, mas como disse não posso pirar, fui simpática e não perdi o controle eu sei que não é fã se não já estaria aos prantos ou então com um celular na mão e muito menos se sentaria no meu lugar, já saberia que ele tem a mim.

 

-Oi amor... Demorou. – Ele disse na maior cara de pau e eu ainda com a expressão fechada.

-Demorei? Nem percebi.- A vontade de tacar aquele coco na cara dele foi quase incontrolável. Fui sarcástica ao ponto de ele perceber e ela também. – Vi que tem companhia. – Olhei pra ela que me dava um sorriso de boca fechada.

-Ah, Ariane essa é a minha noiva Melanie.

-Oi... – Ela levanta e me cumprimenta com um beijo no rosto. – Me desculpe por me sentar no seu lugar pensei que estivesse... – A fuzilei com os olhos e ela ficou sem graça. – Bom esquece.. – Sorri. – Bom eu estava convidando ele mas vi que já tem companhia então poderá vir também.

-Convidar... Pra que? – Fui ríspida.

-Vai ter um luau aqui na praia meu pai vai organizar tudo e... Quanto mais gente melhor.

-E ai amor? – Olhei pra ele séria ainda, dei um sorriso. Forçado claro!

-Claro adoraríamos, por que não. – Sorrimos. Eu sem a mínima vontade de sorrir.

-Ótimo então... Até mais tarde, ah começa às sete horas.

-Ok. – Falei.

-Tchau Justin. – Era nítido que ela estava dando em cima dele.

-Tchau Ari. – Olhei pra ele. E ela saiu eu estava séria a ponto de esmurrar a cara dele. – O que?

-“Tchau Ari!” – O imitei com raiva. – Babaca... –Resmunguei. Deitei e coloquei os óculos.

-Hey, não está com ciúmes neh? – Ele do meu lado meio deitado, mas apoiando o braço na areia.

-O QUE VOCÊ ACHA? Ela quase deu pra você aqui.

-Mel para amor.

-Para você de fingir que também não percebeu isso, e ela não queria só um autografo seu querido.

-Você fica linda brava e com ciúmes... Sabe que pode ser qualquer garota no mundo a mais linda e gostosa, mas nenhuma tem o mesmo gosto que você tem. - Vou fingir que isso não foi fofo, estou brava por que eu vi que ele estava dando moral pra ela.

-Para de falar essas coisas Justin, fico puta contigo quando faz isso... – Sentei de novo e com raiva ainda. – Eu vi do jeito que sorriu pra ela, e olhou não sou trouxa. – Ele chega bem perto de mim.

-Só fui simpático amor só isso como eu sou com qualquer pessoa... – Não falei nada só ouvi ele falar. – Sabe que meu melhor sorriso sempre estará guardado pra você não duvide disso não sou mais assim você sabe. – Olhei pra ele mais calma.

-Não quero sentir isso de novo... – Falei séria, mas não com raiva.

-Isso o que?

-Como se fosse perder todo o meu mundo... – Olhei pra ele. – Como se fosse perder a única razão por eu estar aqui ainda. – Sinto os braços quentes dele me envolver.

-Não seria capaz de destruir toda a nossa historia por uma aventura amor, não seria capaz de abandonar a única pessoa que cuida bem do meu mundo e faz dele tudo ser mais colorido e diferente de todo o resto... – Olho pra ele, seus olhos sobre mim me provoca sensações que ainda não consigo entender.

-Eu te amo.

-Eu te amo... – Ele fala e me beija. – Eu te amo muito. – Sorrimos.- Vem vamos caminhar um pouco.

 

Levantamos e fomos caminhar, era tudo tão azul e lindo, repleto de barquinhos, caravelas, e iates, um lugar único mais uma vez vou me recordar disso tudo. Eu estava com um vestido branco de alcinha, com os sapatos nas mãos nós dois caminhamos pela praia.

 

[...]

 

~Justin’s POV:

 

O tempo estava lindo e ela embelezava ainda mais o lugar, eu gostava de ficar observando a Mel por um bom tempo, talvez consigo fazer isso por dias... Meses... Anos ela é a única razão de eu ter mudado de verdade, a razão pela qual irei lutar, amar e proteger sempre, as outras mulheres perderam totalmente a graça não é a mesma coisa e nunca vai ser como é com ela. Eu a amo e direi isso a ela de todas as formas possíveis e quando duvidar disso, farei ela se apaixonar por mim novamente como se fosse um recomeço por que lutar por ela é a única coisa que vale a pena pra mim.

Estávamos caminhando na praia e brisa batia em seus cabelos escuros deixando visível todo o seu pescoço.

 

-Já descobriu onde estamos? – Puxei assunto, a onda vinha e molhava nossos pés apagando as nossas pegadas na areia.

-Não sei estou em dúvida... Já falei não sou muito boa em Geografia pra falar a verdade odeio Geografia. – Rimos.

-Quais lugares têm em mente? – Dei as mãos pra ela.

-Roma, ou Grécia. Sei que uma é totalmente diferente da outra, mas não sei vai que é uma cidade perto.

-Estamos na Grécia. – Ela olha pra mim e sorri.

-Jura? Aquela do filme Mamma Mia?

-Sim... – Ela me abraça. Vi a felicidade nos olhos dela. E era bom poder fazer parte e ser o causador de tanta alegria.

-Ai meu Deus Justin, como eu não me toquei antes sou muito fã de Mamma Mia é o meu filme favorito.

-Podemos viver no filme se quiser. – Falei e ela olha pra mim sem entender. – Começamos a cantar em cada momento... – Oooh You are my everything... – Comecei a cantar pra ela. Que sorria lindamente pra mim. – Your body is a wonderland... – Sorrimos.

-You’re all that matters to me... – Ela cantou e me surpreendeu. Rimos. – Sou péssima pra cantar desculpe por isso.

-You make me complete... – Cantei. - Amor canta mais uma vez, é a voz MAIS doce que já ouvi... – Paramos e olhamos um pro outro por alguns segundos sérios e depois começamos a rir.

-Ai meu Deus, isso foi... – Ela com a mão no rosto parei na frente dela.

-Isso foi lindo. Você é linda, tudo com você fica mais lindo... – Ela me beija lentamente e somente o som do mar nos acompanhava.

-O que você tem garoto que me faz ficar viciada em você a cada dia que passa? – Ela sorrindo pra mim. Sorri.

-Não sei quero saber também é a mesma coisa que me faz ficar viciado em você toda vez que te olho. – Nos beijamos novamente.

 

Passamos um bom tempo ali, juntos namorando, conversando sendo namorados, e além disso amigos, sonhando juntos. Sentamos na areia, ela entre as minhas pernas e eu abraçado com ela.

 

-Amor... – Falei. – Imagina nosso filho correndo por essa praia aqui agora. – Sorrimos.

-Iremos voltar quando ele nascer neh?

-Claro que sim, eu quero mostrar o mundo pra ele, que apesar de todo o mal que existe aqui ainda há certa esperança de melhoras.

-Você vai ser um bom pai Justin.

-Eu tenho medo às vezes de não ser tudo pra ele, tenho medo de falhar, de não ser suficiente...

-Hey para! Não somos robôs pra sermos perfeitos, vamos ser pais iremos educar, dar amor e carinho ensinar o essencial, e sempre seremos o suficiente por que pra todos os efeitos o único lugar seguro no mundo pra ele vai ser o nosso colo. – Sorri e beijei seu rosto. 

-É incrível como muita coisa mudou em um ano.

-Muito, parece que passou anos até eu chegar aqui, mas só foi em meses atrás.

-Obrigado. – Ela olha pra mim e eu olhando pro mar.

-Por?

-Por fazer eu me sentir completo, por não deixar que minha existência fosse totalmente inútil, por trazer sentido a minha vida. Faz muito tempo mesmo que eu não me sinto tão vivo quanto agora, como estar com você parece que tudo está completo pra mim e longe de você parece que sempre falta alguma coisa. – Ela sorri e beija meu rosto.

-Eu sempre vou estar com você, estando perto fisicamente ou não, eu quero viver assim Justin pro resto da vida, não quero ter que precisar de mais nada quando estiver ao seu lado, não quero me sentir pequena e vulnerável quando estou longe de você, eu quero me senti completa... – Olho pra ela. – Quero me sentir única pra você como você é pra mim. – Sorri e foi impossível não beija-la. – Se você pudesse se ver como eu te vejo, sentiria orgulho de si mesmo sempre.

-E como eu sou nos seus olhos?

-Meu maior presente que a vida pôde me dar, a pessoa pela qual lutaria até o fim, às vezes um príncipe que saiu de um conto de fadas... – Rimos e nos abraçamos mais. – O homem com quem eu quero ter uma família e passar o resto das nossas vidas juntos, quero ver seus cabelos brancos começarem a surgir, as primeiras rugas, ser tudo pra você como você é tudo pra mim.

-Eu te amo Mel, e não, eu não seria louco novamente ao ponto de te magoar ou te trocar por outra, é raro ouvir o que acabou de me dizer, é raro ter mulheres que querem um amor de verdade, que querem viver um amor de verdade que não pensa o tempo todo em sexo, dinheiro... Uma mulher com quem um cara deve passar a vida toda juntos. Eu te amo e não trocaria a minha vida de agora pela que eu vivia.

-Eu te amo muito. – Nos beijamos.

 

 

Esse foi o nosso começo de tarde. A tarde mais incrível e apaixonante de toda a minha vida. 


Notas Finais


<3 Que momento amorzinho desses dois!

Fala pra mim dá vontade de ter um Justin não dá? kkk Sim quem não quer um homem romântico assim! <3 Meu sonho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...