História Quadribol - Nova geração - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Rose Weasley, Scorpius Malfoy
Tags Rose Weasley
Visualizações 3
Palavras 1.312
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


um flash back no passado!

Capítulo 5 - 05


Fanfic / Fanfiction Quadribol - Nova geração - Capítulo 5 - 05

2 anos antes
Logo depois que voltei da enfermaria, fiquei sabendo que até o Potter ficou lá, o que eu quase não acreditei, nosso “grupo” ficou ainda mais unido, sempre estávamos juntos para estudar, ou apenas conversar, obvio que algumas faíscas saíam entre mim e o Potter, mas Scorpius sempre dava um jeito de amenizar.
- Está pensando em que? – Perguntou Scorpius chamando minha atenção.
- Em como viramos amigos dos filhos dos inimigos do nosso pai, e em como vamos contar para ele – eu disse analisando toda a situação.
- Vamos não, você vai, já que é a favorita! – Ele disse rindo.
- O trabalho sujo sempre fica para mim! – Eu disse sorrindo.
- Você conseguiu, é o orgulho dele, a mais nova apanhadora de hogwarts! O que você disser ele aceita – Scorpius disse, sabia que ele estava feliz por mim.
- Nem sei como consegui – eu disse suspirando.
- Eu sei, você é determinada irmã, mais do que qualquer pessoa! – Ele disse.
 
~Flashback
Era meu terceiro dia em Hogwarts quando fiquei sabendo dos testes da sonserina, eles fizeram tão rápido porque o último apanhador tinha se formado, e eles estavam desfalcados, eu pensei “É Merlin me mandando essa chance”, mas o primeiro ano era proibido de fazer o teste, eu fiquei muito frustrada faltava dois dias para o teste, quando decidi ir conversar com a diretora McGonagall.
Mas todos os horários em que eu tentava não conseguia, e finalmente chegou o dia do teste, e eu decidi invadir a sala dela.
- Senhorita Malfoy, em que posso ajuda-la? – Ela disse encarando o jeito que entrei sem autorização.
- Preciso de uma autorização – eu disse séria.
- Para que especificamente? – Ela perguntou.
- Para fazer o teste de quadribol! – Eu disse confiante.
- Alunos do primeiro ano não são permitidos, sinto muito – ela disse, e eu senti como se fosse um Avada Kedavra.
- No primeiro ano de Harry Potter a senhora permitiu que ele fosse apanhador, agora me responda, a senhora tenta beneficiar apenas a Grifinória ou tem algum preconceito por eu seu uma menina? – Perguntei na lata.
- Senhorita Malfoy, o senhor Potter foi uma exceção, ele demonstrou habilidades suficientes, não benefício a casa de Grifinória, e tão pouco tenho preconceito com meninas no time! – Ela disse nervosa.
- Eu também tenho habilidades para jogar em um time, eu treinei minha vida inteira para isso, é o que eu quero fazer pelo resto dela também, não estou pedindo para a senhora me por como apanhadora, estou pedindo para que a senhora me dê uma chance de tentar ser uma, sei que é difícil para as mulheres serem tratadas como igual, mas pretendo me esforçar muito para conseguir isso, apenas peço uma oportunidade – eu disse, e ela pareceu me avaliar desde que comecei a falar.
- Uma chance! - Ela disse, e eu sorri, era melhor que ter ganhado no bilhete bruxo premiado.
Ela assinou um papel e quando eu estava pensando em sair ela disse:
- Tem muita coragem para uma Sonserina.
- Não sou apenas só Sonserina – eu disse piscando e pegando o papel da mão dela, eu precisava chegar ao campo antes dos finais dos testes, nunca corri tanto como aquele dia, então faltava apenas mais um garoto quando eu cheguei, vi os garotos e Weasley nas arquibancadas.
- O que está fazendo aqui? – Perguntou o capitão do time, Oliver Bryan.
- Vim fazer o teste – disse devagar porque precisava recuperar o folego.
- Está brincando? Primeiro ano não são autorizados! – Ele gritou dando as costas.
- Permissão! – Eu disse indo atrás dele e entregando o papel, ele leu e se voltou pra mim.
- Pegue uma vassoura, você vai com o Houston – ele disse nervoso, era a minha chance, minha única chance.
Peguei uma vassoura de treinamento, respirei fundo, e lembrei de tudo que eu passei, dos treinamentos com papai e Anthony, das caídas e ossos quebrados, de eu dizer “eu vou ser uma jogadora de Quadribol, vocês vão ver”. Eu vou conseguir, eu preciso conseguir.
Iniciei meu voo meio desajeitada, mas voei para o alto.
- Apenas um pomo de ouro, como os outros competidores foram pelo tempo, você serão avaliados de duas maneiras, quem pegar primeiro vence, e se pegar no menor tempo que algum outro já fez, ganha a vaga! – Explicou Oliver.
- Não se preocupe, já está ganha! – Disse o idiota que seria meu adversário.
- Vamos lá – disse Oliver soltando o pomo, que sumiu no céu voando rapidamente, e o idiota começou a voar para cima, e eu escutei a voz do meu pai
“Vamos lá princesa, você consegue”.
Tempo, eu precisava fazer num menor tempo, parti em disparada atrás do pomo, e vi que Houston estava bem perto, mais rápido, mais rápido, rápido, era o que eu pensava, e então eu tive um plano se eu me jogasse eu alcançaria, mas eu iria cair diretamente no chão, ossos podem ser consertados, só vai doer um pouco, e então eu me joguei, e senti meus dedos agarrarem a bolinha dourada, e eu caí 1 metro, e então lembrei “Accio Vassoura” e ela voou em minha direção, em Hogwarts eu podia fazer magia!
- Ela pegou! Eu sabia que ela ia pegar! – Ouvi o grito de Anthony da arquibancada.
Voei até o chão, e vi Oliver e o idiota virem até mim com expressões assustadas.
- Você é louca? Se jogar daquele jeito sabendo que poderia cair e se arrebentar inteira! – Disse o idiota.
- Você ganhou dele! E pelo seu tempo... Parabéns você é a nova apanhadora da Sonserina! – Disse Oliver me dando a mão, eu a encarei e apenas assenti, nada de contato.
- Me avise quando são os treinos – eu disse e dei as costas como ele fez quando cheguei. E vi Scorpius, Potter, Weasley e Thony correndo pelo campo até chegarem até mim!
- Você foi incrível! Eu achei que você iria despencar! – Disse Thony.
- Você conseguiu! Papai vai ficar orgulhoso de você! – Disse Scorpius me abraçando.
- Você foi demais! Eu fiquei preocupada com você caindo, mas então o Thony explicou que você faz isso desde criança, mesmo assim me matou do coração! – Disse a Weasley sorrindo.
O único que se manteve calado foi o Potter.
- Eu disse que até uma garota poderia ser melhor que esses caras que apareceram aqui – disse Potter arrogante.
- Não uma garota, a garota! Admita até você ficou impressionado Al – disse Weasley sorrindo, ela estava me defendendo?
- Tanto faz! – Ele bufou admitindo.
- O seu tempo foi o menor de todos, você levou 45 segundos! E todos os outros levaram 2 minutos ou mais! Realmente, orgulhoso de você! – Disse Thony agora me abraçando, tudo bem, ele pode.
- Eu ouvi a voz do papai dizendo “são só ossos podemos consertar” – eu disse, e pela primeira vez, eu fiz todos eles rirem.
- Realmente louca – disse o Potter.
- Vamos comemorar, Melinda Malfoy a mais nova apanhadora de Hogwarts e do século! – Disse Thony.

~Fim de flashback.
- No outro dia papai te mandou uma Holt, nunca vou esquecer. Ele deve ter vendido um rim para comprar – disse Scorpius me tirando do meu transe.
- Eu acho que foi o melhor dia da minha vida, Holt superou a Nimbus, e ganhar aquilo do papai foi como seu eu pudesse falar com Merlin! – eu disse sorrindo.
- Seu nome já está em Hogwarts! Agora pense em como vamos contar para o papai dos nossos amigos! – ele disse e parecia nervoso.
- Especialmente porque você está muito amigo da Weasley – eu disse como não querendo nada.
- O que? Todos nós 5 somos amigos iguais! – ele respondeu rápido, rápido até demais.
- Ahan, lembre-se irmão, você é um gênio mas para algumas coisas você é muito devagar, eu vou falar com papai quando formos no natal! – eu disse dando os ombros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...