História Qualquer um, menos ele! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters, Supernatural
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Isabelle Lightwood, Raphael Santiago, Sam Winchester, Simon Lewis
Exibições 16
Palavras 481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Motel parte 3


Fanfic / Fanfiction Qualquer um, menos ele! - Capítulo 6 - Motel parte 3

Corri até ele e coloquei a mão em seu rosto e por Deus, ele estava ardendo em febre!

-Dean, por favor levanta, faz só um esforcinho! -implorei inutilmente.

Fui até a bolsa dele e peguei roupas limpas e quentes que coloquei nele com grande dificuldade, mas isso não se comparava nem um pouco com o esforço que foi leva-lo até a cama e o enrolar.

Deitei ao lado dele e fiquei mexendo nos seus cabelos, eu adorava fazer aquilo.

-Não é porque estou desacordado que você pode me bulinar. -falou Dean com uma voz fraca que me assustou pela repentinidade.

-Não estava te bulinando, estava cuidando de você. -falei me afastando um pouco dele- oque aconteceu com você?

-Eu não sei direito, minha cabeça começou a girar e eu estava com muito frio, então levantei pra ir pegar uma blusa e tudo girou, então acordei aqui. -falou com a voz fraca embargada em sono.

-Acho que foi por causa da chuva e da febre. Eu não devia ter demorado tanto no banho. -disse dando de ombros.

-Sem problemas. -falou Dean- mas eu só te perdoou se me contar algo sobre você, não nos falamos a 5 anos!

Pensei um pouco e disse:

-Alec parou de caçar porque além de nunca ter gostado de fato disso e ter arrumado um namorado ele disse que não ia estar ao meu lado enquanto eu tentava me matar.

-Tentava se matar? Oque você fez? -perguntou Dean curioso.

-Segui o rastro de um ninho de vampiros que eu achei que tinham sido responsáveis pela morte dos meus pais, então segui eles junto com o Alec até o interior do Mississippi. Chegando lá enganei o meu próprio irmão e invadi o ninho sozinha... Eu matei 10 vampiros antes que um deles me derrubasse no chão, se Alec não tivesse chegado a tempo eu estaria morta ou transformada a essa altura, então Alec se mudou oficialmente para a casa do namorado para aproveitar a vida e desistiu da vingança porque de acordo com ele mamãe, papai e Simon gostariam que seguissemos nossas vidas.

Ficamos em silencio pelo que pareceu uma eternidade, então Dean disse:

-Depois que Sammy e eu matamos o demônio do olho amarelo e obtivemos nossa vingança Sam decidiu voltar para a faculdade. Eu não o culpo, ele nunca quis fazer parte desse mundo. Ainda nos falamos, mas evitamos tocar no assunto de casos e coisas do tipo, é bem chato caçar sem ele, mas essa é minha vida, é oque eu gosto de fazer. -confessou.

-Eu te entendo, eu também amo essa vida, mas prometi ao Bobby que depois que tiver minha vingança vou sair dessa vida.

-Os caçadores terão uma grande perda em talento e beleza. -falou enquanto piscava pra mim.

Gargalhei e dei um soco em seu ombro. Passamos o resto da noite conversando sobre casos e músicas antigas até pegarmos no sono.


Notas Finais


Capítulo meio parado, mas o próximo já é mais agitado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...