História Quando as coisas vão mal.. - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ginnifer Goodwin, Jennifer Morrison, Josh Dallas, Lana Parrilla, Once Upon a Time, Rebecca Mader
Personagens Jennifer Morrison, Lana Parrilla
Tags Morrilla, Swanqueen
Visualizações 109
Palavras 532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Amores eu adorei a presença de vocês, o apoio e sem vocês eu já teria desistido. Boa leitura.

DESCULPEM O ENGANO, MAS O ENGANO FOI COMETIDO PELO APP.

Capítulo 25 - Benjamin


Fanfic / Fanfiction Quando as coisas vão mal.. - Capítulo 25 - Benjamin



Dois meses depois…


Jennifer: Vem filho. - Ela pega o pequeno bebê no colo. - Você tá pesado filho.


Ela vai balançando o menino no colo indo para a cozinha ,onde iria preparar a mamadeira para ele. Ela coloca o pequeno no bebê conforto e vai até o microondas e coloca a mamadeira dentro. Ela fica brincando com o pequeno enquanto não fica pronto, mas ela toma um susto quando sente mãos em sua cintura.


Jennifer: Amor? - Ela se vira. - Já voltou?


Jennifer se vira para Lana que se encontrava atrás dela.


Dois meses atrás…


Dra. Robbin: Desfibrilador em 200, 1 2 3 se afastem.


Isso ela fez três vez sem sucesso.


Lana se levantou de seu corpo, como se alguém tivesse puxado-a.


Lana: Pai?


Samuel: Filha, obrigada.


Lana: Eu senti tanta saudade. - Ela abraçou seu pai. - Eu morri?


Samuel: Quase, mas ainda não chegou a sua hora. - Ela apontou para Jennifer que chorava muito no canto, enquanto tentavam reanimar Lana. - Você deve voltar para o seu filho e sua esposa.


Lana: Papa, eu não se consigo.


Samuel: Consegue filha.


Lana: Eu não quero te deixar.


Samuel: Eles precisam de você mais do que eu, vá, vá agora.


Lana: Tá bom papai. Te amo. - Ela deu um abraço nele e foi até o seu corpo ali em cima da mesa.


Dra. Robbin: Voltou. - Ela falou quando viu os seus batimentos voltarem. - Ela está de volta.


Jennifer : Meu amor. - Ela foi até Lana e acariciou o seu rosto.


Lana: Nosso filho?


Jennifer: Calma, ele está bem. - Ela sorri.


Lana: Nosso Benjamin.


Jennifer: Benjamin? Que lindo amor.


Dias atuais….


Lana: As gravações terminaram antes, então eu aproveitei para vir para casa. - Ela vai até o Benjamin. - Filho, mamãe estava com tanta saudade. - Ela pega-o no colo.


Jennifer: Ele está com fome, a mamadeira está no micro-ondas.


Lana: Não precisa, meus seios estão doloridos. - Ela tira-o da cadeirinha e seguro-o em seus braços.


Jennifer: Senta aqui meu amor, faz mal ficar em pé. - Ela puxa a cadeira para Lana se sentar.



Lana: Obrigada meu amor. - Ela se senta e posiciona Benjamin em seu colo e retira um dos seus seios da blusa. - Calma meu filho - Ela fala quando Benjamin fica agitado até puxar com a boca e seu seio.


Jennifer: Eu falei que ele estava com fome. - Ela rir.


Anos atrás…


Padre: Você Lana Maria Parrilla aceita Jennifer Marie Morrison como sua esposa?


Lana: Aceito.


Padre: Você Jennifer Marie Morrison aceita Lana Maria Parrilla como sua esposa?


Jennifer: Aceito.


Padre: Então vos declaro esposa e esposa, podem beijar-se.


Lana : Te amo meu amor.


Jennifer: Eu te amo muito mais.


As duas saíram da igreja e todos jogaram arroz em cima delas.


Narrador..


Quando as coisas vão mal é melhor tentar novamente? Talvez? Mas se existe amor?

Temos que voltar desde o começo para ver se começou com amor e se é possível reatar algo que já existiu e que muito menos foi embora. Amor à primeira vista, o primeiro beijo, a primeira transa e o seu primeiro milagre.

O amor não tem explicação, sempre te coloca a prova, e temos que provar e vai ser sempre assim.

Nenhum casamento perfeito é sem briga, é preciso colocar tudo na mesa para ver o que está errado e o que devemos tentar mudar para melhor.


Notas Finais


Até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...