História Quando as luzes se apagam - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Caitlin Beadles, Chaz Somers, Christian Beadles, Emma Roberts, Justin Bieber, Madison Beer, Ryan Butler
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Justin Bieber
Exibições 35
Palavras 1.088
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amoressss, eu juro que tentei postas antes, mas minhas aulas voltaram e a preguiça também, vou tentar postas outro capítulo domingo ok?

Bianca na capa, quem não sabe a modelo dela é a Madison Beer 💕
Eu não falei ainda mais a modelo da Trisha é a Emma Roberts (próximo capítulo coloco a foto dela )

Me desculpem qualquer erro!


Boa Leitura 💜

Capítulo 4 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Quando as luzes se apagam - Capítulo 4 - Capítulo 3

P.O.V SOPHIA

Eu ouvia de longe aquele som irritante, merda de dispertador. Olhei para o lado e  e deslizei o dedo pelo celular quando
finalmente aquele som parou eu suspirei de alívio.
   Virei de barriga para cima fitando o teto, meu primeiro fim de semana aqui não tinha sido nada mal, depois do almoço de ontem fui ao salão com a Bi fizemos cabelo, pé e mão.
   Hoje seria meu primeiro dia como professora na academia da Margot, se eu estava ansiosa? Eu estava pirando, estava muito empolgada mesmo, olhei no relógio e já eram 9:20 eu entraria as 10:00 isso significa que merda eu estou atrasada .
   Levantei e fui direto para o banheiro, fiz um coque, escovei os dentes e tomei banho. Enrolei uma toalha no cabelo e coloquei um roupão no corpo, fui para o closet, tirei o roupão e vesti uma lingerie florida, coloquei uma calça jeans justa e rasgada um croped preto e meu tênis da adidas preto, arrumei minha bolsa com meu uniforme e estava pronta .
   Desci e joguei minha mochila no sofá, fui para cozinha e preparei meu café, a Bia só começaria seu estágio na próxima segunda então ficaria em casa, terminei meu café e coloquei a louça na lava-louça, escovei os dentes e sai de casa. Peguei um taxi até a academia da Margot e cheguei lá as 10:10, que legal estou atrasada, paguei o taxi e entrei, fui direto para a recepção e falei meu nome e essas coisas. Como já tinha falado com a Mar era só ir para vestiário me trocar e começar a dar aula para aquelas coisas fofas, eu não gosto muito de crianças mais adoro ensina-las .
   No vestiário coloquei um colã preto com a saia preta e minhas sapatilhas pretas, fiz um rabo de cavalo e passei rímel, pegeui meus horários e fui em direção a primeira sala. E assim o dia correu bem, eu mais conheci as crianças me apresentei e fiz brincadeiras do que dei aula .
   Veio uma moça muito bonita aqui mais muito metida também chamada Trisha, ela trouxe a pequena Jazmyn ela tem 7 anos e é uma garotinha adorável, e poço dizer que ela me adorou, eu daria aulas para ela todo dia e seria um prazer . No final do mês que vem teríamos uma apresentação "O lago dos Cisnes" e a acadêmia inteira participaria e me convidaram para o papel principal, eu me senti muito honrada .
   Eu já estava no taxi a caminho de casa, queria só ver oque Bianca estava fazendo, pageui o taxi e entrei no prédio fui para o último andar rezando para não encontrar o Jack nem sua irmã, no hall eu ouvi alguns gemidos e decidi ignorar, a cada passo que eu dava em direção ao meu apartamento os barulhos almemtavam, eu não estava acreditando que eram da Bi, abri cuidadosamente a porta e BUM ela estava sentada em cima de um cara loira que chupava seus seios e ela gemia igual uma puta, Bianca, Bianca, a vontade de matar ela era imensa .
   Não por ela estar transando mais sim por ela estar transando no nosso sofá novinho, porque ela não foi fazer isso no quarto? Com o nojo que eu estava bati a porta com tudo, assustando os dois que me olharam vermelhos de vergonha, logo depois a Bianca caiu na gargalhada era uma puta mesmo, passei direto por ela que sorrio fofa para mim, fui direito para o quarto .
   Tomei um banho e coloquei um pijama, desci para a sala e ouvi risadas na cozinha, eles estavam cozinhando juntos, menos mau, pelo menos eu ia comer, senti no banquinho da bancada e fiquei mexendo no celular até eles me notarem, oque não demorou .
 
Então monstrinho esse é o Ryan Butler - Ela o apresentou sorrindo boba -

   Essa é a parte que eu estranho, perai tem um Bianca apaixonada aqui? É isso Brasil? 

Como a Bi disse eu sou o Ryan muito prazer Sophia - ele estendeu a mão meio envergonhado - E desculpe pelo oque fizemos no sofá  -

Prazer Ryan, eu não desculpo não existe cama para isso, sabiam? - falei olhando para a Bi - Ai abelinha assim que ele for embora eu te mato -silabei quando Ryan virou para o fogão

   Ouvi a gargalhada da Bianca e ri junto, Ryan olhou confuso para nós e sorrimos , e assim foi a noite, jantamos, bebemos e conversamos, quando dei 23h o Ryan se despediu da gente e foi embora. Fiz a Bianca me contar tudo e assim adormecemos. 

P.O.V JUSTIN 


   Meu fim de semana foi maravilhoso, eu não parava de pensar naulquela menina, ela parecia um anjo, os olhos dela pareciam oceanos, como eu queria fode-la, ela era gostosa de mais . Mas se a sorte estivesse à meu favor eu ainda à veria, ela seria minha, ninguém mais a tocaria .
   Enquanto não tinha ela nas minhas mãos continuaria com a Trisha, sinceramente eu já estava cansado dela , que mulher chiclete, ela não se dá o valor, ela sabe muito bem que eu não a amo e só estou com ela por ódio do Luis, mais assim que eu tiver minha boneca, ah ai ela pode voltar igual cachorrinho para ele, enquanto isso eu me divirto com ela e as minhas outras vadias .
    Mais sabe até que a  Trisha  serviu para alguma coisa, eu lembro da reação do Luís quando viu que eu tinha pedido a amada dele em casamento e ela aceitou, eu não tenho culpa que elas me amam . 
    A Trisha tinha levado a Jaz na academia, ela estava toda feliz, falando da sua nova professora a tal da Sophia, eu aposto que ela era uma velha que adorava crianças e as entopiam de doces, mais estava errado a Jaz disse que a Sophia era morena e  tinha lindos olhos azuis, e que parecia a Barbie, instantaneamente lembrei da boneca da boate, mais não, uma mulher que frequenta aquele lugar não seria professora de ballet, ou seria? Espantei esse pensamentos e levantei da cama, fui para o banheiro e fiz minha higiene, fui para o closet, coloquei uma calça jeans  preta e uma camiseta branca com meus vans vermelhos, passei no quarto da Jaz que já estava pronta e a levei para escola .
   Depois de leva-lá na escola e receber olhares das mulher fui para o galpão resolver alguns problemas, depois buscaria a Jaz e à levaria para a aula de ballet . 


Notas Finais


Esperam que tenham gostado :)


Bjos e até o próximo! 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...