História Quando éramos apenas crianças sob as estrelas - Capítulo 67


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Camille Astor, Carter Woodwork, Eadlyn Schreave, Kile Woodwork, Lucy, Marlee Tames, Maxon Calix Schreave
Tags A Herdeira, A Seleção, Eadlyn Schreave, Kile Woodwork
Visualizações 92
Palavras 884
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hoje tem. Tem o que? O pov o do Shalom, nosso querido, amado, e candidato a assassinato brutal, Shalom!

Capítulo 67 - Queria poder tirar a dor dela


Fanfic / Fanfiction Quando éramos apenas crianças sob as estrelas - Capítulo 67 - Queria poder tirar a dor dela

Acordei sem vontade de acordar. Não queria sair, não ia sair. Ontem eu saí e não deu nada certo. Fiquei no meu quarto, então. Olhando pro teto, enquanto minhas criadas arrumavam as coisas sem falar nada. Pensando em tudo. Pensando no que eu falei pra ele ontem. Pensando na cara de perplexo dele.

Naquele momento, acho que chorei mais porque por um momento, ele tirou a defesa dos olhos dele e eu pude ver o que estava escondido ali. Não era raiva do tapa, não era indiferença, não era deboche, não era nada do que eu estava pensando.

Era tristeza.

Sabe quando uma criança vê o balão dela indo embora pelos céus e fica olhando com uma cara inexpressiva e olhos desolados e inconformados? No caso, Shalom era a criança, só não sei se eu era o balão.

Mas quem se importa? Ele era o meu balão, mas sabe o que acontece quando uma criança perde o balão? Ela chora, chora por uns minutos, até que esquece e se distrai com outras coisas. E eu tinha me distrair com outras coisas. Afinal, o balão já estava no céu. Na verdade, já estava no espaço, eu nunca mais alcançaria Shalom. E existem mais balões por aí.

Me levantei. Incrívelmente, eu me levantei. Tomei banho também, e depois coloquei um vestido. Eu estava bem. Eu queria fazer parecer que eu estava bem, então se eu não fosse pro almoço, ou se eu fosse com uma roupa qualquer e cara de choro, não iria parecer que eu estava bem. Não sei se deu pra entender isso, mas acho que minha mente está uma bagunça tão grande que não consigo organizar nada direito nela.

Estava mais frio que o normal, então eu coloquei um casaco e desci. Não para a sala de jantar, mas para o Jardim. Eu não ia lá há meses. O Jardim pelo menos era o mesmo. Árvores, grama, flores...tudo igual. Inclusive a piscina um pouco afastada. Será que Shalom continuava treinando? Será que ele estava ali agora? Ou será que sua vida de casado fez ele ter que deixar de treinar? Faz sentido, ele deve ter achado outro jeito de se manter em forma.

-Crystal?

Virei pra trás e vi uma figura loira familiar.

-Gunther! Como foram as férias?

-Nao tão legais quanto as suas.

Ri. Ele tinha razão, minhas férias foram legais. Pelo menos pra organizar uma viagem legal Shalom servia.

-Mas me conta como é lá na Nova-Asia!

Começamos a conversar.

Pov Shalom(Aeee)

Eu sou um merda. Eu sou um idiota. Ela me odeia. Eu me odeio. Deus, como eu me odeio. O que eu fiz? Fiz isso por ela? Fiz isso por mim? Fiz isso por um sonho? Fiz isso por obrigação? Fiz isso por quê?

Onde será que ela estava agora? Será que estava no quarto? Será que estava chorando? Não, ela não podia estar chorando. Nao, eu não posso aguentar esse pensamento de que eu estou fazendo ela chorar. Quem devia estar chorando sou eu! Eu! E eu estou. Toda noite. Toda vez que eu vou até o sótão, toda vez que eu tiro uma foto e ela não está nela, toda vez que eu toco piano, toda vez que eu olho praqueles mapas, toda vez que eu escuto as músicas, todas as vezes que eu cavalgo sozinho, ou com a Piper, ou quando eu vou no Jardim secreto, nosso jardim, todas as vezes eu sinto tudo que há de pior no mundo. Todas as vezes eu percebo como eu sou um belo de um idiota.

E quando eu penso que ela está chorando pela minha causa. Toda vez que eu penso nela, triste, eu tenho vontade de correr e pegar toda a dor dela pra mim, fazer ela esquecer de mim, por mais que isso me doesse, pelo menos ela não sofreria mais. Eu quero me bater tanto. Quero pagar um dos guardas pra me dar uma surra. Porque eu mereço. Meu Deus, como eu mereço.

E a Crystal...quando ela me deu o tapa no almoço, quando ela disse que sentia alho pior que ódio por mim... Fiquei feliz por ela ter saído. Fiquei feliz por ficar sozinho. Porque tudo que eu consegui fazer foi chorar, porque eu amo ela. Deus do céu, como eu amo ela. Mas eu tenho medo de falar isso pra ela, já que eu estaria admitindo o idiota que eu sou.

Parei de nadar. Meus pensamentos estavam voando pra outro lugar, e eu estava indo cada vez mais rápido, estava batendo com os pés cada vez mais forte na parede, tanto que eles estariam doendo, se minhas pernas não estivessem dormentes de tanto nadar.

Sai da água e coloquei o roupão. Eu estava saindo da piscina quando ela entrou.

Eu realmente procurei todas as características de Crystal em alguém, tanto que as amigas dela, que eram parecidas com ela, eram as minhas opções, mas duas pediram pra sair, então só sobrou uma. Piper. Não que ela não fosse legal, mas beija-la era...era errado.

-Shalom, eu tava pensando.

-O que foi?

-A Crys ta estranha comigo.

Gelei.

-P-por que você acha isso?

-Porque ela gostava de você...mas... é passado, né?

-Acho que sim...

-Ta, entao. Você acha que eles vão fazer muitas perguntas pra mim no próximo Jornal?

Ela começou a falar, mas meus pensamentos voltaram à Crystal. O Jornal estava quase aqui, o Jornal...o jornal que nós constumavamos frequentar de tênis... Eu sou um merda.


Notas Finais


Mds agora eu tava pensando, vai ter Cryslom, logo, mas vocês vão ter que chorar tanto que vão até esquecer que eles ficaram juntos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...