História Quando Tudo Começou. - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Bickslow, Bisca Connell, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Droy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Horologium, Jet, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Kinana, Laki Olietta, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mirajane Strauss, Nab Lasaro, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Pantherlily, Personagens Originais, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Scorpio, Sting Eucliffe, Tauros, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Tags Fairy Tail Lucy Natsu Happy Espíritos Celestiais
Exibições 90
Palavras 866
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou de volta! Com um capítulo curto, mas espero que gostem mesmo assim. Boa Leitura 😘

Capítulo 30 - Veja seus amigos morrerem com seus próprios olhos.


Na enfermaria da guilda a Lucy estava deitada em uma das camas e a Wendy usava sua magia para fazer a loira acordar, um pouco mais afastado estava o Natsu apoiado no batente da porta observando, o Happy estava do lado da Lucy, a pequena Mai estava abraçada a Fukiyo e a Amika as três estavam preocupadas com a Lucy.
Na parte de baixo da guilda a Levy estava rodeada por livros e procurava alguma informação relacionada ao nome que a loira havia falado antes de desmaiar, mas não encontrava nada.
Duas horas depois a Lucy começou a se mexer na cama, a Wendy que agora apenas observava a loira logo percebeu que a mesma estava desesperada.
-Um pesadelo.- A Wendy sussurrou.
Mal imaginava a pequena Dragon Slayer que aquele era o pior pesadelo que qualquer pessoa poderia ter.

"Era um dia chuvoso, as nuvens estavam negras e as gotas eram grossas e os trovões ecoavam pelo céu, dentro da guilda os magos se divertiam como sempre animados, alguns como Gray, Gajeel e Natsu brigavam por besteiras.
A Lucy estava sentada em uma mesa junto da Levy, da Wendy e da Charles a gatinha branca estava sentada em cima da mesa tomando uma xícara de chá enquanto as outras três conversavam.
A porta foi aberta e um rapaz de cabelos negros e olhos azuis apareceu, ele sorria e olhava para a loira e uma voz grossa ecoou na cabeça dela. "Oi Lucy, olhe com atenção os seus amigos queridos morrerem diante de seus olhos e você não poderá fazer nada".
Uma grande luz preencheu o local e o lugar parecia inverter a temperatura ou ficava quente demais ou gelado de mais dependendo de cada pessoa a sensação era diferente e torturante, a Lucy caiu no chão e respirava ofegante, depois de uma hora a luz se cessou e a loira abriu os olhos pesados e viu seus amigos todos caídos no chão inconscientes, seu corpo estava pesado e ela não conseguia se levantar, ela se arrastou até a Wendy que era a mais próxima é começou a chamá-la.
-Wendy.- Sua voz saia fraca.- Wendy. Ei Wendy!
Nada, era a sua resposta, a Lucy sentiu a pulsação da Wendy e não sentia. Morta, ela estava morta.
Um grito estridente pode ser ouvido da loira e uma risada muito familiar pode ser ouvidas, as lágrimas caiam eu a loira olhou para a Hanako.
-Isso foi só um aviso.- A Hanako falou.- Da próxima mato todos eles. Então se não quiser ver isso de novo, é melhor voltar pra casa."

A Lucy acordou ofegante e com lágrimas nos olhos, o Natsu, Happy e Wendy haviam se assustado quando a Lucy deu um grito extremamente alto que pode ser ouvido até no andar baixo da guilda. Seus olhos estavam opacos.
-Lucy-san você está bem?- A Wendy perguntou.
-Wendy.- A Lucy sussurrou de cabeça baixa.- Desculpa eu vou ter que ir.
-Ir pra onde?- O Natsu perguntou.
-Não posso dizer.
-É melhor você descansar, Lucy-san. Você parece abatida.
-Eu não posso. Eu tenho que ir.
Ela tentou sair da cama, mas foi em pedida pelo Natsu, o rosado sabia que tinha algo errado e que a Lucy não estava em si, ela parecia estar em outro mundo e pelo seu olhar era mais do que confirmado.
-Você não vai sair daqui.- O Natsu falou.- Você precisa descansar, vai ficar tudo bem.
-Não vai.- Lágrimas começaram a cair dos olhos da loira.- Ela vai matar vocês, eu não posso deixar isso acontecer.
O Natsu viu as mãos da Lucy tremendo e a abraçou, fazendo ela chorar cada vez mais ela chorava alto e a Wendy estava preocupada, não queria ver a Lucy daquele jeito.
-N-Natsu, eu não posso deixar ninguém morrer por minha culpa.
-Não é sua culpa. E ninguém vai morrer eu não vou deixar.
A Erza e a Lisanna subiram até a enfermaria e viram a Lucy chorando como uma criança e o Natsu abraçando ela, as duas se aproximaram da Wendy.
-O que houve, Wendy?- A Lisanna perguntou.
-A Lucy-san acordou, chorando e dizendo que precisava ir embora porque não queria que ninguém fosse morto.- A Wendy explicou.
-O que será que houve?- A Lisanna perguntou.
-Ela estava tendo um pesadelo e do nada ela gritou.
-Então era ela que havia gritado.
As duas ficaram observando a Lucy até a mesma pegar no sono, o Natsu acomodou a loira na cama e se aproximou das garotas que estavam na porta.
-É melhor alguém ficar aqui com ela.- A Erza falou.- É muito perigoso deixar ela sozinha, ainda mais nesse estado.
-Eu e o Happy, a gente pode cuidar dela.-O Natsu falou.
-Tudo bem. Eu estou achando que aquela garota tem algo a ver com o estado da Lucy.
-Erza-san, quando eu examinei a Lucy parecia que algo mexia na cabeça dela.
-Deve ser por isso que ela está tão transtornada.- A Lisanna falou.- Aquela garota deve estar colocando coisas na cabeça da Lucy.
-E isso é muito sério.- A Erza concluiu.- Precisamos encontrar essa garota, antes que a site piore.
-Mas só a Lucy vai saber explicar alguma coisa pra gente.- O Natsu falou.- É o que eu acho.


Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...