História Quando um certo alguém - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Totalmente Demais
Personagens Eliza de Assis, Germano Monteiro, Liliane "Lili" de Bocaiuva Monteiro, Personagens Originais
Tags Gerlili
Exibições 122
Palavras 835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu voltei agora pra ficar.... Pera pra ficar muita coisa, mas 2016 nos surpreende e não vou prometer nada. Porque foi um parto fazer esse cap.
Enfim desfrutem!
Boa leitura!

Capítulo 19 - Turbulência


Fiquei ali entre um aperto de mão e um aperto no coração. Ja estava tranquila mas o aperto ainda continuava. Entre carinho e declarações peguei no sono afinal seriam longas horas de viagem naquele avião. Senti um tremor e logo acordei olhei pro lado e não vi Germano em seu lugar, virei pro lado do acento de Carolina a mesma também não estava no lugar, então soltei meu sinto e fui a caça. Encontro Germano e ela conversando meu sangue ferveu.

L- Desculpa se atrapalho. Falo tirando atenção deles. 

 G- Meeee... Meu amor você nunca atrapalha - estendeu sua mão.

Fui ao encontro dele, passo minha mão sobre sua cintura e aconchego minha cabeca nele. Vejo Carolina revirar os olhos então não perco a oportunidade.

L- Pra você não, mas vejo que Carolina ficou desconfortavel. 

 C- Impressão sua Lili- Nos deu as costas nem esperando resposta.

G- Vem vamos voltar pro lugar- me puxou pela mão.

 L- Temos tempo voce pode me contar o que ela disse? 

 G- Não vou mentir Lili, a Carolina é uma mulher capaz de tudp pra seus objetivos serem alcançados, se é que você me entende- falou sentando. 

 L- E pelo jeito usa muito bem a sedução. Olhei para Carolina com olhar de reprovação. 

G- Meu amor por favor! 

 L- Se você pensa que nao estou de olho, meu bem, estou com os olhos bem abertos- fiz sinal com a mão até meus olhos enquanto falava 

 G- E eu amo você por isso. 

 L- Pelo ciumes? Coloquei seguida algo delado escorrerare umae

 G- Não, por cuidar do que é seu. Olhou sorrindo. 

 L- Cuido do que é meu SIM - Devolvi o sorriso.

 G- Então sou seu Lili? - Passou dua mão em meus rosto em forma de carinho.

Fechei os olhos com seu toque sutil sobre meu rosto, respirei, sorri e voltei meu olhar pra ele. 

 L- Sim, meu... Pra vida toda - peguei sua mão ainda no meu rosto e beijei. 

 G- Me desculpa- apertou forte a minha mão. 

 L- Não to entendo, pelo o que? - o olhei.

G- Pelo cafajeste que fui, pelas noites em que não fui seu ombro amigo, por talvez em algum momento desses dois ano eu ter desistido de viver... 

 L- Germano, por favor... 

 G- Por favor eu Lili, você me perdoa? - Ainda segurando minha mão, mas agora mais próximo de sua respiração.

L- A gente fez uma promessa, "ATE QUE A MORTE NOS SEPARE" e eu realmente pretendo não descumprir.

G- Isso significa...?

 L- Que eu te perdôo, que talvez tenha sido erro de ambos, mas no fim eu te amo, te amo muito Germano!- colei nossos rostos fazendo fechar os olhos.

 G- Aaaaah Lili, eu te amo tanto, meu amor. Você me faz ser um homem melhor. 

 Sorrimos e celamos um beijo, com ternura, respeito mais com muito muito amor. Então sentimos mais uma turbulência e claro meu medo era evidente. 

 G- Vem cá é só mais uma turbulência, logo estaremos em terra firme. 

 L- Não vejo a hora - me aconcheguei em seu ombro.

 Eu voltei ao meu cochilo mas dessa vez acordei não pela turbulência e sim por choro de uma criança. 

 G- Nossa viagem sera longa meu amor.

 L- Estou vendo que sim...

 E como num piscar de olhos as luzes do avião falham, assustada toco em Germano, que parece não perceber o que está acontecendo e seu sono e pesado. 

L -Amor...amor...acorda 

Ele pisca algumas vezes até perceber o que está acontecendo, as aeromoças andam de um lado para o outro, um barulho ensurdecedor de um bebê chorando.

G - O que tá acontecendo? - Murmura

 Todos estão aflitos com o barulho vindo de fora do avião, máscaras caem sobre nós.

AM- Por favor, peço para todos se tranquilizarem e ficarem em seus devidos acentos, estamos passando por uma forte turbulência. 

 Aperto as mãos de Germano com medo, ele retorna o aperto e beija minha mão.

G - Eu vou ver a Carolina, talvez esteja precisando de algo. 

L - Que? Tá maluco? Ele beija meu rosto e tira o cinto. - Fica aqui Germano, eu precioso de você. 

 Seus olhos se encontram com o meu, ele volta a sentar, toca em meu rosto e diz calmo. 

G - Eu volto já meu amor, só tenho que ver se tudo está bem. 

 Minhas mãos tremem de medo, e mais uma vez o avião falha e desce, meu coração salta e eu seguro Germano.

L - Droga não sai de perto de mim, e...você pode se machucar 

 Ele me ignora totalmente, e sai em linha reta, meus olhos acompanham os passos dele, de alguma forma eu já imaginei o pior, não conseguia tirar o cinto, vi uma aeromoça pedi para ele volta a senta, e no exato momento que ela o faz o avião sacode com tanta força que Germano cai no chão batendo com a cabeça no ferro da cadeira. 

L - GERMANO 

Eu penso em sair da acento, mas sinto algo pesado cair sobre minha cabeça e logo em seguida algo gelado escorrer sobre meu rosto.


Notas Finais


Nao ficou grande eu sei sorry!
Karen meu amor esse cap dedico a você que tanto pediu, pelo seu aniversário também. Muita saúde, paz, amor, enfim todas aquelas frases clichês de aniversário. Amo você!
Emilly mana grata por me ajudar com esse cap tambem!
Meu Deus o filho saiu.
Comentem pelo amor da TESTA.
O que esperam do proximo cap!
Beijos de luz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...