História Quando um estranho bate a porta - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 9
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem desse cap pessoal

Capítulo 6 - Coisas perigosas


Enquanto aki tinha ido ao orfanato para falar de jun o mesmo tinha saído para falar com um certa pessoa

Jun estava bastante apressado em seus passos e seguia para um território perigoso e costumava ser tomado por gangues na quela região da cidade 

Jun andava por meio da quelas ruas perigosas sem nem uma espécie de medo , pelo meio das ruas havia membros de gangues , prostitutas e drogados que pelo chão ficavam

Com certeza aquela não era um lugar para uma criança andar , ele chamava atenção por onde passava afinal de contas oque um menino tão pequeno faria perambulando por aquelas ruas cheias de perigos

Jun foi andando até um motel por lá de quinta categoria , ao adentrar foi direto para a recepção 

Jun : bom dia eu estou procurando uma pessoa chamada Yuu

Recepcionista : sim ele está hospedado aqui mas saio ontem e não voltou

Jun : acha que ele vai demorar ?

Recepcionista : não , olha ele ai _ disse apontando para Yuu 

Jun : assim já vi obrigado

Ele se virou e foi sério em direção de jun que parecia bem descontraído e feliz ao ver o amigo

Yuu estáva meio desarrumado oque era estranho para pois Yuu sempre estava bem vestido é bem arrumado , ele só ficava assim quando dormia fora de casa

Jun : você passou essa noite na cama de quem em ?_ele disse meio irritado

Yuu : aff calma você não é meu pai , mas pra responder suas perguntas foi um carinha bem interessante_ele disse fazendo uma cara safada

Jun : você não tem vergonha de fazer isso não ?

Yuu : não assim como você também não tem de enganar pobres caras bonitos

Jun : oque eu fiz antes foi preciso eu tinha constas a pagar mas agora estou livre e eu posso ficar com o aki

Yuu : o cara que você já está stalkeando já faz 6 meses 

Jun : eu tinha que ter certeza de que ele era uma pessoa boa . Mas eu não vim aqui pra falar de mim e sim falar aquela pessoa

Yuu : você está se referindo ao Jack ?_ ele disse surpreso

Jun : sim ele mesmo

Yuu : tá bem vamos pro meu quarto conversar melhor

Jun seguia Yuu até seu quarto que em comparação ao lado de fora era bem chique e parecia quase como se um hotel

Jun : você acertou bem ficando nesse lugar

Yuu : consegui ele por meio do meu chefe

Jun : entendi . Mas agora é sério o tal Jack voltou e eu estou com medo

Yuu : não é pra menos afinal você já está fugindo do seu antigo " dono " já faz quase 2 anos 

Jun : ele não é meu dono entedido_ ele diz parecendo irritado com isso

Yuu : tudo bem mas como você soube que ele voltou

Jun : no jornal teve um notícia de um homem que morreu com um coração desenhado no braço _ele olhando para seu braço aonde estava uma cicatriz com esse mesmo formato

Yuu : é só por causa disso você acha que é ele ?

Jun : acorda quem mas seria ? Isso é uma mensagem pra mim com certeza ele está atraz de min  

Yuu : meu amiguinho como você foi se apaixonar por um louco desses ?

Jun : eu não sei , nem seu nome eu sei direito só chamo de Jack porque tenho que chamá-lo de alguma forma . Eu achei que ele fosse um homem bom mas ele tinha uma obsessão doentia , em uma hora ele me machcava e humilhava e em outra ele dizia que não tinha mas ninguém que ele se importasse

Yuu : poisé quem diria que por baixo de olhos azuis e um cara tão popular tinha um assassino

Jun : mas e agora ? Não vai demorar pra ele me achar

Yuu : calma ele te conheceu pelo seu nome Henry ele não sabe sobre seu apelido

Jun : mas sabe eu conheço a pessoa perfeita que poderia me ajudar

Yuu : quem ?

Jun : o lenhador _ ele disse em um tom de alívio

Yuu : aquele homão _ ele disse babando

Jun : mas respeito_ele disse dando um tapa na cabeça de Yuu _ ele me criou como se eu fosse o irmão menor dele

Yuu : desculpa mas não dá pra não reparar na queles músculos haha 

Jun : tá tanto faz o fato é que eu vou falar com ele sobre isso é o único que pode me ajudar

Yuu : e como vai fazer ? Você não tem contato com ele faz tempo

Jun : eu vou arrumar meus métodos . Bom já tá na hora de ir 

Yuu : tudo bem é o obrigado por avisar. e melhor você tomar bastante cuidado Aparti de agora

Jun : tudo bem até mais

Jun saio da li e parecia que alguém do seu passado tinha voltado pra procurá-lo . O fato é oque esse velho amor faria quando encontrasse Jun . Parecia que Jun estava tentando fugir de seu passado mas isso ele não podia fazer pois esse mesmo passado estava voltando pra lê assombrar

Continua...











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...