História Quando você chegou... - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Lisbam, Romance, Yugyeom
Visualizações 14
Palavras 1.805
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, gente, gente
Mil perdões pela demora, eu estou com problemas pessoais e eles estão invadindo minha mente e desse jeito eu acabo ficando sem ideias, eu sinto muito mesmo
Mas em compensação trouxe um capitulo grande pra vocês, espero que gostem
Boa leitura meus amores...

Capítulo 53 - O jantar com minha mãe e Hoseok


Fanfic / Fanfiction Quando você chegou... - Capítulo 53 - O jantar com minha mãe e Hoseok

             Carrie on*

         No dia seguinte

Eu acordei bem cedo como de costume, tomei um banho demorado, quente e relaxante, fiz o café e preparei um bolo de coco pra acompanhar. Assim que estava pondo as coisas na mesa, vejo Megan descendo as escadas e vindo em minha direção se sentando a mesa

Carrie: Bom dia

Meg: Bom dia

Carrie: Dormiu bem?

Meg: Sim e você?

Carrie: Nem tanto, estava pensando em como vou contar pra minha mãe sobre o Hope e a minha gravidez

Meg: Não se preocupe com isso, apenas conte a verdade, eu sei que ela vai aceitar esse filho

Carrie: Sim, mas e o Hoseok?

Meg: O Hoseok é uma ótima pessoa. É simpático, bem-humorado, daria um ótimo genro

Carrie: Tem razão, não devo pensar muito nisso, vai dar tudo certo – ela assentiu

Meg: Já convidou ela para o jantar?

Carrie: Ainda não, vou ligar mais tarde

            Quebra do tempo

Já era uma e meia da tarde e eu e Megan já tínhamos almoçado, então resolvi ligar para a minha mãe e convida-la para o jantar e logo depois eu ligaria para o Hope

             Ligação on*

Mãe: Oi filha, tudo bem?

Carrie: Oi mãe, estou bem e a senhora?

Mãe: Eu estou ótima

Carrie: Que bom! Eu queria te convidar pra um jantar hoje á noite

Mãe: Seria ótimo! Aonde vai ser o jantar?

Carrie: Eu ainda não sei, tenho que ver direitinho

Mãe: Ok, e há alguma ocasião especial para isso?

Carrie: Sim, irei levar meu noivo para a senhora conhece-lo

Mãe: Ótimo! Então depois você me fale o nome do restaurante, ok?

Carrie: Ok, tchau mãe

Mãe: Tchau querida

             Ligação off*

Assim que terminei minha ligação com minha mãe, iniciei uma com Hoseok que sem demora atendeu

             Ligação on*

Hope: Alô?!

Carrie: Oi Oppa

Hope: Oi meu amor, tudo bem?

Carrie: Sim, eu acabei de ligar para a minha mãe e ela aceitou jantar com a gente, mas como nós não tínhamos decido em que restaurante seria, então deixei pra dar essa informação mais tarde

Hope: Ok, sem problemas. Podemos jantar no Tavolo 24, o que acha?

Carrie: Por mim tudo bem, parece perfeito

Hope: Que bom. Espero que sua mãe goste de mim

Carrie: Quem não gostaria de você, Jung Hoseok? Você é a pessoa mais bem-humorada que eu já conheci

Hope: Obrigado, meu amor. Eu tenho que ir agora, nos vemos hoje á noite, tchau

Carrie: Tchau

          Ligação off*

Meg: E aí? Onde vocês vão jantar?

Carrie: Tavolo 24

Meg: E a tia Mel aceitou?

Carrie: Sim. Agora eu tenho que ligar pra ela pra falar em qual restaurante nós vamos

Liguei para minha mãe, ela disse que estaria lá ás sete da noite.

                  Quebra do tempo

Agora são seis horas da tarde e eu estou muito nervosa pra esse jantar

Tomei meu banho, coloquei meu vestido e meu par de sapato, arrumei meu cabelo e fiz uma make bem leve, pois não sou muito de passar maquiagem, peguei minha bolsa e desci para a sala onde encontrei Meg assistindo televisão, parei no pé da escada, logo ela repara minha presença e me olha por alguns segundos de boca aberta

Meg: Uau! – se levantou do sofá e veio em minha direção – você vai para um jantar com sua mãe e seu noivo ou vai pra uma festa de gala?

Carrie: Que foi? Tá muito exagerado? – pergunto preocupada, ela ri da minha reação

Meg: Que nada, você tá linda – suspiro aliviada

Carrie: Obrigada. Eu estou nervosa, eu nunca apresentei um namorado sequer pra minha mãe, muito menos um noivo

Meg: Nunca teve um namorado antes?

Carrie: Não – digo como se fosse meio óbvio

Meg: Carrie, por que nunca teve um namorado?

Carrie: Porque eu nunca quis um, sempre dizia pra mim mesma que namorado só trazia problemas e também nunca teve um garoto que me interessasse realmente

Meg: Então quer dizer que o Hoseok é o seu primeiro namorado? – assenti – e ele sabe disso?

Carrie: Não, e eu nunca pensei em contar pra ele

Meg: Tá bom, vou voltar pro meu dorama – disse se jogando no sofá

Carrie: Já disse pra não ficar se jogando nesse sofá – a bati de leve

Meg: Tá bom Omma, não precisa dessa violência toda

Carrie: Não reclama, nem doeu – olhei a hora do meu celular – tenho que ir, acho bom você não fazer bagunça nessa casa senão você vai limpar tudo com a língua

Meg: Noza jureg

Carrie: Tchau

Saí de casa e fui para a garagem, peguei meu carro, dei a partida e fui para o restaurante

               Hoseok on*

Assim que terminei meu banho, coloquei minha roupa e meus sapatos, após isso fui para a sala onde encontrei os meninos assistindo alguma série na TV

Suga: Terno?

Hope: É, por quê?

Suga: Não acha formal demais

Hope: Yoongi, eu vou conhecer a mãe da Carrie, ou seja, a minha sogra, eu preciso estar bem vestido

Jin: Eu ensinei muito bem

Jimin: Vai contar sobre o bebê?

Hope: Sim e sobre o noivado também

Nam: Então eu te desejo boa sorte

Tae: Você vai conseguir soldado, aguente firme

Hope: Não é como se a mãe dela fosse me engolir vivo Taehyung

Tae: Ué, nunca se sabe

Hope: Eu vou indo que eu tô atrasado. Tchau gente

Jin: Tchau

Nam: Boa sorte

Peguei meu carro, dei a partida e fui para o restaurante

              Carrie on*

Assim que cheguei ao local avisei minha mãe sentada perto da janela do restaurante

Carrie: Demorei? – disse me sentado na cadeira a sua frente

Mãe: Não, onde está o seu noivo?

Carrie: Ele já vai chegar – avisto J-Hope vindo em nossa direção

Hope: Desculpa, eu demorei muito?

Carrie: Não, eu acabei de chegar também – minha mãe parecia analisar Hoseok – Hoseok, essa é minha mãe Melanie, mãe esse é o Jung Hoseok, meu noivo

Hope: Olá, prazer ahjumma – estendeu uma das mãos em forma de cumprimento, minha mãe retribui o cumprimento

Garçom: Boa noite, o que vão querer? – fizemos nossos pedidos – ok, já trago os pedidos de vocês – o garçom sai de nossa vista

Mãe: Então... Hoseok, me conta um pouco sobre você

Hope: Eu não tenho muita coisa pra contar – disse sorrindo timidamente

Mãe: Me fala o que você tem pra contar

Hope: Bom... – ele parecia pensar – eu tenho vinte e três anos, sou um k-idol, faço parte do grupo Bangtan Boys e... – ele pensava mais uma vez, parecia estar nervoso

Carrie: Ele é engraçado, simpático, bem-humorado, animado e é um amor de pessoa – ele sorriu pra mim, parecia aliviado

Mãe: Você realmente parece ser uma boa pessoa

Ficamos conversando por alguns minutos e o garçom chega com nossa comida. Jantamos e depois pedimos uma sobremesa leve, logo após isso voltamos a conversar

Mãe: Mas me diga, por que decidiram se casar?

Carrie: Por que nos amamos? – perguntei como se fosse óbvio

Mãe: Sim, mas você nunca namorou ninguém Carrie e agora decide se casar? – naquele momento eu quis tampar algo na minha mãe

Carrie: Mãe!

Mãe: Que foi?- perguntou inocente – é verdade filha, você nunca namorou ninguém e agora tá me dizendo que tá noiva?

Carrie: Aish

Hope: Eu amo a sua filha, eu não a vejo amiga, mas sim como mulher e eu quero me casar com ela, sem falar que teremos um filho, então eu quero estar ao lado dela quando ele nascer e cuidar dele ao lado dela

Mãe: Espera! Um filho?! Como assim?

Carrie: É mãe, esse jantar não era só pra você conhecer o Hoseok e falar do noivado, era pra contar isso também. Eu tô grávida

Mãe: Como assim, Carrie?

Carrie: Mãe, aconteceu por acidente, eu juro

Mãe: Quando? – o tom de voz dela tinha mudado, ela parecia com raiva

Carrie: Umas três semanas atrás

Mãe: Como isso aconteceu?

Carrie: Eu, a Meg e os meninos fomos pra balada, a gente estava bêbado, não sabíamos o que estávamos fazendo

Mãe: Balada? E desde quando você vai pra balada, Carrie?

Carrie: A gente foi pra animar um pouco a Meg, ela estava triste

Mãe: E precisava de balada pra melhorar o humor dela? Não podiam encontrar outro jeito pra fazer isso?

Carrie: Mãe, por favor, me escuta... – ela me interrompe

Mãe: Eu não quero te ouvir Carrie. Você me decepcionou, eu tinha te ensinado tudo direito, principalmente gravidez antes do casamento. O que foi que eu errei? – ela se levanta da cadeira

Carrie: Você não errou nada, mãe. Isso foi só um erro meu

Mãe: É, tô vendo. Um erro bem grande. E agora vai se casar com esse garoto por causa do bebê

Carrie: Não é só por causa do bebê mãe! Ele me ama e eu o amo também – eu me levanto com um tanto de raiva

Mãe: Tem certeza que ele te ama?

Hoseok: Com licença, com todo respeito, eu não quero me meter na briga de vocês, mas eu amo a Carrie sim, ok? Se a senhora não sabe do meu sentimento por ela, então não fale, por favor

Mãe: Quer saber, eu vou embora, não vou ficar mais nem um minuto aqui, pra mim já chega – ela pegou seu casaco e saiu pela porta do restaurante, todos no local nos olharam um tanto assustados e preocupados

Sentei na cadeira e uma lágrima escorre de um dos meus olhos. Hoseok se senta ao meu lado

Hope: Não fica assim, meu amor – ele me abraça

Carrie: Eu sabia que isso iria acontecer, eu sabia – disse entre lágrimas

Hope: Vem, vamos pra casa – ele pega a minha mão e me leva até o lado de fora do restaurante

              Hoseok on*

Carrie estava mal pela reação e a briga que teve no restaurante com sua mãe, então decido leva-la para sua casa, ligo para o Jin e peço para o mesmo pegar meu carro, espero ele chegar e assim que ele chega ao local entrego as chaves para o mesmo e entro no carro da Carrie, a mesma também entra, dou a partida e vou para sua casa

Quando chegamos ao local, entramos e fomos em direção ao quarto de Carrie, entramos no mesmo e ela tomou um banho colocando seu pijama em seguida. Ela deitou-se na cama, a tapei com a coberta, dei um beijo em sua testa e fui em direção à porta do quarto, mas ela me chama

Carrie: Hoseok Oppa – disse manhosa, me virei para vê-la – dorme comigo

Hoseok: Carrie, eu não sei se devo

Carrie: Por favor, eu preciso de você – continuou com a voz manhosa

Hoseok: Ok – fui em direção a sua cama, tirei meu terno, ficando com apenas a blusa social, tirei meus sapatos e deitei ao seu lado, ela colocou seu braço em volta da minha cintura

Carrie: Saraghae Oppa – disse com uma voz fofa se aconchegando em meu peito

Hoseok: Eu também te amo meu amor – beijei sua bochecha

Dormimos em poucos minutos


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim
E mais uma vez, desculpa
Beijuuuuuus e até próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...