História Quando você menos espera.. - Monte sua história - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 12
Palavras 374
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Parque ganhou!!

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Quando você menos espera.. - Monte sua história - Capítulo 4 - Capítulo 4

POV's Luiza Borges 

Affzz, vou pro Parque!

(...)

Estava sentada num banco qualquer da praça quando eu vi aqueles olhos azuis olhando para mim novamente, depois de 1 ano... O mesmo olhar encantador de sempre..

--- Olá ser humana! - diz brincalhão se aproximando de mim.

--- Oi pessoa. - sorrio meiga. - não mudou nada hein.

--- Haha, você também, continua lind.. quer dizer -se recompõe -, meiga!!

Fico corada e muito sem graça.. 

Logo ele se aproxima de mim e me beija, e meu Deus, seu beijo não mudou absolutamente em nada. Aquele beijo carinhoso ao mesmo tempo selvagem o bastante para deixar qualquer garota derretida com um calor intenso.

Ele segurou meu queixo levemente e empurrou pra cima, me fazendo levantar. Depois, ele pega em minha cintura delicadamente.

Eu não queria parar com isso nunca!

Eu não queria ter terminado com Bradson...

Ele desgruda nossos lábios devagarinho, e fica ainda muito pertinho de mim.

---Eu ainda te amo, Luiza. Nunca te esqueci... - disse ainda me encarando com aqueles diamantes que chamam de olhos.

--- Eu.. também nunca te esqueci, Brad, sempre lembro de seu beijo doce. - ele fica surpreso.

--- Poxa, não esperava isso de voce. Já que foi tão cruel de me acusar de agressão para a policia. Sorte a sua que não fui preso, porque tinha um bom delegado! - ficou bravo e se afastou.

Abaixei a cabeça rápido o bastante pra esconder minha lágrimas. 

--- HAHAHAHA, muito específico esse choro né? Me denuncia por uma coisa que nunca existiu e ainda chora? HAHAHAHA. - ri cinicamente da minha cara.

--- Voce... literalmente.. NÃO MUDOU. -levanto a cabeça ainda chorando. - EU FUI AMEAÇADA, BRADSON. SE EU NÃO FIZESSE ISSO, NÃO ESTARIA AQUI MAIS. PENSA NO MEU DESESPERO QUANDO SUA MÃE VEIO COM UMA ARMA NA... opa... falei de mais... - tampo a boca.

--- MINHA MÃE? COMO ASSIM?? - começo a chorar - Luiza, me explic... - saio correndo. - LUIZA, VOLTA AQUI... 

DROGA LUIZA, VOCÊ É UMA MENINA MORTA AGORA.

(...)

Desconhecido: Quem te autorizou de contar que eu te ameacei?

Eu: Q-quem é?

Desconhecido: Você está louca.. Bebeu? Luiza Borges, se eu for preso ou presa, você é uma menina morta!

Eu:Pera ai..

Tu tu tu tu

Aí meu Deeeeus!

Coloquem nos comentários se ela conta pro Gabriel o que está acontecendo, ou foge e fica nas ruas.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...