História Quanto tempo | Park Jimin - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Bangtan, Bangtan Boys, Bts, Jimin
Visualizações 30
Palavras 1.444
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Pálidez | Park Jimin


Fanfic / Fanfiction Quanto tempo | Park Jimin - Capítulo 4 - Pálidez | Park Jimin

Imagine Park Jimin #4

Enquanto volto com o almoço uma garota para em minha frente. Ela segurava um taco de basebol e eu acho aquilo um pouco estranho.

Eu: "Posso ajudar?" -pergunto curiosa.

Sasaeng: "Pode, sim."

Eu: "Então, diga" -falo simpaticamente.

Sasaeng: "É verdade que você é a nova menager do BTS? E que seu tipo ideal é o Jimin? E aquelas montagens foram feitos a mando seu?"

Eu: "Hã? Bom, eu sou menager deles sim, mas eu não faço nada com os membros. Eles são mais novos do que eu."

Sasaeng: "E de que importa. Você continua sendo uma mulher. E ainda fica com eles o dia inteiro. Ainda diz que cuida dele em nome das ARMYs. HAHAHA! Nunca vi pessoa tão arrogante. Talvez você mereça apanhar um pouco por estar roubando os meninos de nós." -Ela vem com aquele taco em minha direção e tenta bater em meus braços mas eu seguro e não deixo.

Eu: "Não quero te machucar. Posso usar minha faixa preta com você por questão de defesa pessoal, e isso vai te ferir."

Sasaeng: "Você fala demais!" -Da um chute em minha barriga com a ponta do pé.

Eu: "Pare com isso, garota." -sinto dor naquele local e continuo na defensiva, se eu decidisse revidar com certeza ela iria se ferrar.

Sasaeng: "O que? Você não era a Noona perfeita? Eles não gostam tanto de você?!" -Ele bate com aquele taco nas minhas costas e eu caio no chão. -"A senhorita incrível se machucou? Pode deixar que vou mostrar pra todo mundo que você não é tão perfeita assim."

Eu: "Já chega dessa merda." -Seguro sua perna e a jogo no chão. Ela se debate e eu coloco seus braços nas costas e amarro com a sacola seus pulsos. Me levanto e olho para ela jogada no chão. Ligo para a policia que chega em minutos, eles levam a garota amarrada mesmo.

Policial: "Você está bem?"

Eu: "Sinceramente não. Mas não é nada grave. Obrigada." -pego as sacolas e volto para a empresa. Assim que boto os pés lá dentro eu deixo cair as sacolas no chão e os funcionários correm em minha direção. -"Aquela peste... acertou minha barriga..." -falo com dor.

Funcionário: "O que houve?"

Eu: "Ah... uma garota doida que se diz fã dos meninos veio pra cima de mim com um taco de basebol. Eu não podia machuca-la mas ela ameaçou bater com aquela merda na minha cabeça então revidei."

Os meninos logo aparecem ali. Eles chegaram correndo, me pergunto como a noticia se espalhou tão rápido.

Jimin: "Você está bem?" -Se ajoelha do meu lado.

Eu: "Sim, só estou com muita dor de barriga. Uma garota me chutou aqui."

Jimin: "Uma sasaeng?"

Eu: "Deve ser. Pra ser tão doida ao ponto de usar um pedaço de madeira..."

Jimin: "Um pedaço de madeira?!"

Hoseok: "Você precisa ir no médico"

Eu: "Acho engraçado como qualquer coisa pra vocês é motivo de médico aqui." -rio sentindo muita dor e caio pro lado e Jimin me segura. -"Talvez eu precise de um médico... mas não é nada sério."

Jimin: "Onde dói?"

Eu: "Aqui." -levanto a blusa e os meninos viram o rosto na hora, mas só mostro minha barriga que estava com uma bola roxa enorme no lugar do estômago.- "Ah aquela demonia..." -falo com raiva.

Jimin: "Caramba isso foi um chute?"

Eu: "Sim, e como ela era amadora chutou com a ponta do pé." -Me apoio nos ombros de Jimin que me segurava. -"Podemos conversar depois? Ela me acertou nas costas também e ficar no chão não é muito confortável, sabe?"

Jimin: "Vou te levar para seu quarto e iremos chamar o médico."

Eu: "Eu consigo andar..." -tento levantar e logo me abaixo de novo.-"Não consigo, não."

Jimin: "Não faça esforço." -Ele me pega no colo com facilidade.

Eu: "Eita!" -me assusto com sua ação e seguro seus ombros.

Os meninos recolhem as sacolas e nos seguem. Por mais que eu sentisse uma dor dos infernos na barriga, estar no colo do Jimin meio que amenizava a dor... Que merda to falando? Não amenizava não. Tava doendo e muito, nem a beleza desse cara fazia eu esquecer, isso só podia ser sério.

Jin: "Liguei pro médico e ele virá ver seu estado."

Eu: "Obrigada, meninos." -Jimin me deita na cama e me encara preocupado. -"Eu estou bem. Não é como se eu nunca tivesse levado um chute na vida." -respiro fundo.

Jimin: "Não precisa tentar nos acalmar. Sabemos a gravidade da situação, não somos nenhuma criança."

Eu: "É meu dever não estressar vocês." -aperto suas bochechas.

Jimin: "Para com isso. Vamos falar sério aqui." -Ele fica com uma expressão séria no rosto.

Eu: "Já falei, estou bem. É só um chute, não estou morrendo nem nada do tipo, sabe?" -pisco para ele.

Jimin suspira e me cobre. Ele coloca a franja para trás e eu seguro seu pulso.

Eu: "Posso fazer isso?"

Jimin: "O que?"

Eu: "Colocar sua franja para trás. Sempre quis fazer isso." -sorrio.

Jimin: "Você é estranha" -ri com um pouco de vergonha. -"Pode."

Eu coloco a mão na sua bochecha e lentamente subo até seus cabelos. Coloco os dedos entre os fios da sua franja e coloco pra trás. Sorrio assim que termino de fazer aquela coisa boba. Jimin estava bem perto de mim eu podia sentir a sua respiração no meu rosto. Ele estava tão adorável, ele sorri e olha pra porta assim que o médico chega. Me hipnotizei com os olhos deles, que homem lindo.

Médico: "Podem sair do quarto por favor? A senhorita terá que ficar sem blusa."

Jimin: "Não fique doente." -Se levanta e vai embora.

O médico cuida do meu ferimento e como eu previ não era nada grave. Só teria que ficar deitada pelo resto do dia e tomar uns remédios para dor. Assim que o médico sai os membros entram no meu quarto.

Eu: "Viram? Eu disse que não era nada"

Jin: "Mas esse remédio não tem efeitos colaterais?"-olha o remédio.

Eu: "Todos tem. Por agora só devo ficar deitada, então não façam bagunça."

Jimin: "Fizemos ramen pra você. Deve estar sentindo fome"

Eu: "Oh, obrigada." -JungKook me ajuda a sentar e Hoseok coloca uma bandeja com o ramen no meu colo. Rio. -"Eu que deveria fazer isso por vocês."

Namjoom: "Não diga bobagens. Uma mão lava a outra."

Eu: "Obrigada." -Começo a comer e todos saem menos Jimin. Olho para ele enquanto como. -"Já comeu hoje?"

Jimin: "Uhum. Almocei junto com os rapazes."

Eu: "Não vou poder vigiar sua alimentação hoje, aish..."

Jimin: "Não precisa me vigiar. Eu sei bem o que eu faço. Não se preocupe comigo, já sou um homem."

Eu: "Um homem com a mente de um garoto." -Aperto sua bochecha.

Jimin: "Coma" -ele da o ramen na minha boca.

---

No dia seguinte eu levanto nova em folha. Os meninos já tinham tomado café e estavam se exercitando. Olho para eles que estavam todos suados, a testosterona reinava naquele lugar.

Eu: "Quanta testosterona." -Olho para JungKook levantando um peso.

Jin: "Não é porque a testosterona é juvenil que ela não é forte." -ri falando do JungKook.

Eu: "Bobo" -dou risada e olho Jimin fazendo abdominais. Me sento e fico o olhando.

Hoseok: "Bonito, né?" -sussurra do meu lado como se fosse um pensamento da minha cabeça.

Eu: "Muito..." -Olho pro lado e me assusto ao ver Hoseok. -"Ai que susto, garoto!" -rio sem graça.

Hoseok: "Gosta dele?" -bebe água.

Eu: "Gosto de todos."

Hoseok: "Você entendeu o que eu quis dizer."

Eu: "...ah, bom gosto dele..." -fico o olhando.

Hoseok: "Pena que é nossa menager, caso contrário poderia namorar o Jimin"

Eu: "Engraçado. Isso nunca aconteceria. Eu seria uma completa estranha pra ele." -me apoio em uma maquina. -"Além disso, tenho que cuidar dele, se eu ficar olhando como ele é bonito e tendo sonhos vou me desfocar do trabalho."

Hoseok: "Verdade..." -olha Jimin também.

Encaro um pouco o rosto do Jimin e vejo que ele estava mais pálido. Acho aquilo meio estranho, seu rosto estava fino e ele estava fazendo várias abdominais por minuto.

Eu: "Hey, Jimin. Manere um pouco nisso. Está muito rápido."

Jimin olha pra mim e concorda. Ele para a bebe água.

Eu: "Tomou café da manhã hoje?"

---

Jimin: -Olho para ela e depois para Hoseok que iria dizer que não, não tomei café da manhã. Então olho para Hoseok sério com uma cara de 'Não abra o bico.'-"Sim." -respondo.

---

Eu: "Tudo bem. Vou confiar em você." -mexo no meu celular. -"Vocês tem um show hoje a noite em Seul. Estão preparados?"

Jimin: "Sim, estamos treinando faz dois meses pra esse show."

Eu: "Ótimo. É um saco chegar no meio do ano, estou super desatualizada sobre o compromisso de vocês." -suspiro.

Hoseok: "Mas você está se saindo bem."

Eu: "Não sei. Sinto que não estou fazendo o suficiente."

Jimin: "Não exija demais de si mesma" -ele faz carinho na minha cabeça.

Hoseok: "..." -observa aquela cena que parecia de dorama.

Eu: "Obrigada, Jimin" -seguro sua mão e então o CEO entra no meu quarto e olha a cena.

Continua?...

JIMINNYE BTS É O FLUXO



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...