História Quão fundo nós já chegamos? - Capítulo 37


Escrita por: ~ e ~Little_Smart

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Mike, Pac, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellbit, Cellbits, Celltw, Drama, Lemon, Mike, Mikethelink, Mikhael Linniker, Mitw, Pac, Pactw, Rafael Lange, Romance, Sexo, Tarik Pacagnan, Tazercraft
Exibições 124
Palavras 746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Temos uma amiguinha doentinea, vamos rezar por ela? Esta linda garotinha que aparenta ter 7 anos, mesmo tendo 13, que eu nem conheço?

E olhar para o seu lindo gorrinho, que nem devia estar a usar, por ser verão?

Ou será que ela vive em Portugal? Irei perguntar-lhe depois...


Voltando com a programação normal...


Leiam as notas finas, polfavol?

🌚❄🌚❄🌚

Capítulo 37 - Emoções a evitar.


Fanfic / Fanfiction Quão fundo nós já chegamos? - Capítulo 37 - Emoções a evitar.

P.o.V. Isa

Estava no quarto do Crush, passando algodão com " EU NÃO SEI ESCREVER, E NEM TENCIONO PESQUISAR, OBG" Alcoól nas suas feridas, ouvindo-o gemer, não de prazer e sim de dor. Mas um dia será de prazer...

- Ashfff

- QUE SOM FOI ESSE? - Digo assustando-me com o som emitido da boca do Mike.

- E vens perguntar-me a m...AII  - Grita no final quando acabo de passar pela a ultima vez nas feridas.

- Tu e o Rafael são muito infantis... Sempre a brigarem... - Recebo um bufar em resposta. - Qual foi o motivo, desta vez?

- N-não foi nada...

- Mikhael, porque desviaste o olhar? Olha-me nos olhos, que por sinal são lindos, eu sei... E diz-me o que se passa. - Digo valorizando a cor dos meus olhos.

- É que... Ah nada. - Ele deita-se na cama, e eu sento-me em cima dele, ouvindo um suspiro de dor.

- Tu não me enganas Mikhael! Mikesinho... Fala para a mamãe o que se passou... - Digo fazendo pressão para cima, para diminuir a dor.

- ISA, SAI, OU ATIRO-TE PARA O CHÃO! NÃO ACONTECEU PORRA NENHUMA! - Ele diz alterando o tom de voz, eu encolho-me e saio de cima do mesmo.

- Calma... Eu só quero saber o problema, para evitar conflitos futuros...

- Perdoa, eu só estou meio... Alterado... Tu não precisas de te envolveres nos meus problemas... - Ele ia continuar, mas eu calo-o com um abraço.

- Nossos problemas. Tu não estás sozinho... Tens me a mim... - Digo aconchegando-me no seu peito.

- Só acho... Ah foda-se, eu vou contar mesmo. - Ele respira fundo. - A Nina está grávida, ela não sabe quem é o pai, ou sou eu ou o Cellbit, ela vai abortar se eu não impedir-lhe a tempo, ela fugiu, e não sei onde caralhos está, se está bem, a passar fome, a abortar... Eu não queria que isto se repetisse...

-

"💔"

Era assim que o coração de Isa se encontrava.

Partido

Fragmentado

Depedaçado

Humilhado...

E o pior de tudo...

Sózinho.

Ele não estava sózinho, mas sentia-se assim.

As suas emoções eram dor.

Dor e Ódio.

Mas uma coisa que ela terá de aprender

As emoções não servem para nada.

Emoções não fazem bem.

Emoções é uma coisa a ser evitada.

Como assim? Perguntam.

As emoções devem ser deixadas de lado, e dar lugar aos...

Sentimentos.

Sentimentos, o que deve estar mais presente na nossa vida...

E o que é mais deixado de lado. Sentimentos fazem bem.

Pena que ninguém possa avisar-lhe...

-

Gravidez?

C-como assim?

- Tu e a Nina... Tu...

- Sim... Eu e a Nina já transamos... E não foi só uma vez...

- Tu sentes.. Algo por ela?

- ...

- Então... Está esperança que fui acumulando dentro de mim... - Ele interrompe-me.

- Esperança? Estás a falar do que?

- Nada... - Minto. - Ela sabe?

- Sabe do que? - Ele pergunta, cada vez mais consufo com as minhas palavras.

- Do que tu sentes!

- Nem eu sei... O que realmente sinto... Eu estou apaixonado também por outra pessoa...

Cada vez mais fundo...

Mas quão fundo poderá chegar?

- Q-quem? - Digo já imaginando muitas respostas, e nenhuma delas, o meu nome, ou o pronome "tu" está incluido.

- O Pac... Eu e ele... Nós...

- Namoram? - Digo já emocionada com aquela história toda. Mas não deixarem as lágrimas virem á tona... ( YO YO EU IMPROVISANDO NAS RIMAS ESTOU, POW POW, LARGUEM AS ÁRMAS QUE EU VOU )

Emoções.

Um dos maiores defeitos do ser humano.

- Eu não sei ao que chamar aquilo... - Mike assusta-se com algo. - Isa... Tu estás bem?

Não.

- Sim...

- Algo a ver comigo?

SIM

- Não...

- Porque choras então?

Por tua causa...

- Por nada...

- Precisas de algo?

Sim, preciso de ti.

- Não, preciso só de ir me embora.

- Não sem antes dares me um abraço... - Ele diz abrindo os braçoas e vindo na minha direção.

Quando senti-me nos braços dele, sentime no vazio. No espaço infinito. A flutuar. Sem rumo, seguindo a luz das estrelas.

Guiem-me

Porquê?

Mike...

Tu não percebes que ela não te faz bem?

Ela só te traz sofrimento.

Eu trago-te paz.

Ela traz problemas

Eu trago as soluções.

Mas ela dá-te felicidade.

Eu não...

Porque?

O que ela usa, para deixar-te assim? Feliz?

O que?

Nem ele sabe.


Notas Finais


Capitulo pequeno, eu sei que devia ser gigante, mas devido a problemas, eu não irei postá-lo todo hoje, maso ao longo da semana, vou deixando pedaços

Desculpem a falta de qualidade, eu estou um bucado doente, e o meu português sai pior que sei lá o que.

Perdoem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...