História Quarto Rosa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Drabble, Exo, Kai!bottom, Kaisoo, Kyungsoo!top, Lemon, Psicoarctic, Pwp, Sexo, Yaoi
Visualizações 340
Palavras 247
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ih meu kaisoo senti sdds quis fazer

Capítulo 1 - Único; rosinha.


Era engraçado quando Kyungsoo entrava de preto naquele ambiente rosado.

As cortinas rosa, os lençóis, paredes, as roupas do mais novo, tudo, completamente rosa, delicado e meigo, cheio de cuidados.

Era hipocrisia, já que era tão diferente do dono.

O dono que quicava com força em seu pau e arrancava seus cabelos, gemendo manhoso e fingindo vergonha na cara quando era tocado no breu roseado.

Do Kyungsoo amava o rosa que era Jongin, principalmente quando ele preenchia seu corpo por culpa sua, quando mordia-lhe o pescoço, deixava chupões em seu peito e pagava-lhe um boquete, o Kim nunca havia ficado tão avermelhado.

Kyungsoo gostava do contraste da pele morena arregaçada nos lençóis, dos olhos molhados e suplicando "Hyung, ma-ais rápido, mais forte". Suplicando para ser fodido da maneira que queria, de um jeito tão sujo.

E melhor ainda era quando no meio do rosado, já escurecido pela luz do dia, os quadris se cansavam e ambos sentiam o prazer ir ao extremo e envenenar o sangue, atingindo o prazer, sujando os lençóis rosas com seu suor, porra e cansaço, observando em silêncio a bagunça que o tal tesão fizera.

Os vasos de rosas cor-de-rosa ao chão, as roupas na cabeceira, o tapete felpudo no tom chamativo enrolado ao extremo, afinal, haviam fodido por ali também, o perfume rosa vazando e pendurado sobre a mesa. O rosa gritante que Kyungsoo achava peculiarmente estranho e tão excitante em Jongin, que sorria no branco mais vivido para si depois daquela foda, vendo o Do rosa como si.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...