História Quase anjos! - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~kpparadise

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Cross Gene, Got7
Personagens Jackson, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Terada Takuya, V
Tags Amizades, Bts, Incesto, Lemon, Namjin, Yaoi
Exibições 20
Palavras 7.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


DESCULPAS, desculpa pela demora do capítulo, pra falar a verdade ele já estava pronto a um tempinho, mais eu tinha que corrigir eu sou péssima em português, então desculpas pelos erros de português, desculpas qualquer erro sou muito destraida então eu acho que deixei algumas coisas passarem despercebidas, eu também estava com 0% de criatividade.
A pra só pra avisar eu não sou uma boa escritora também.
Obrigada pela compreensão.
I Love You
SARANGHAE
Bora pro capítulo
❤❤❤❤

Capítulo 7 - Seul, Ai vou eu !!


Fanfic / Fanfiction Quase anjos! - Capítulo 7 - Seul, Ai vou eu !!


—Me deixa em paz - fala seco.

—Yoongi, não fala assim comigo, o que você quer que eu faça pra você ser o mesmo de ontem? Antes de tudo aquilo acontecer, o que que eu faço pra você, ser o Yoongi doce que eu conheci no avião, mesmo sem falar muito com você sei que você é doce e fofo - ele me encara.

—Sakura fica comigo?! mesmo escondido do Jungkook e do Takuya, mesmo escondido de todo mundo Sakura, eu te amo.

— Suga eu não posso ficar com você, eu estou com o Jungkook.

— Mais vocês não estão namorando, estão ficando, estão em um relacionamento "aberto",
você pode ficar com qualquer um.

— Eu sei que nos estamos apenas  ficando, mas eu não quero ficar com duas pessoas ao mesmo ao mesmo tempo.

— Eu não sou ciumento.

— Mais é errado, não?!

— Sim, desculpa, não vou te forçar, você não me ama - fala deixando algumas lágrimas escorrerem.

— Eu te amo, mas é que não posso,  não quero que o Jungkook se machuque, não quero que ele sinta o oque eu senti, já fui traída, é um sentimento que eu não quero sentir de novo, e não quero que ninguém sinta.

— Me diz, qual é sentimento de ser traído?

— Você se sente um lixo, se pergunta "o que eu fiz de errado?" Eu amei, cuidei, protegi, tentei ser a melhor pessoa possível, e ela não reconheceu isso, não me "amou" de verdade, ela apenas me iludiu , não quero que nenhum pessoa sinta o que eu senti - falei com os olhos cheios de lágrimas lembrando daquele dia...

                     flashback on

   Hoje faz um ano de namoro, estou feliz vou fazer uma surpresa pra ele, ontem falei que não iria poder ir a casa dele hoje e que não iria a aula mais na verdade eu vou 
hoje.

   Tomei um banho demorado, lavei o cabelo que ainda é comprido pra baixo da minha cintura, sequei e fiz babyliss, fiz uma maquiagem básica, coloquei o uniforme que era basicamente a camiseta da escola o resto eu posso escolher coloquei uma calça jeans preta com alguns rasgos um all stars vermelho, a blusa era branca com a logo da escola, peguei minha jaqueta de couro e a mochila sai de casa, passei na joalheria comprei um cordão com o meu nome e o nome do Gustavo fui para escola  chegando lá encontrei o Rocky  hoje ele só veio se despedir de mim, eu e ele éramos melhores amigos desde que era pequeno ele sempre cuidou de mim, me protegeu desde pequeno nos fizemos um acordo que não iríamos gostar um do outro, para não estragar nossa amizade. Ele estava voltando para Seul onde ele nasceu pra falar a verdade, ele me ensinou a falar coreano e a dançar e tentou me ensinar a cantar ele fala que eu canto bem mais eu não acredito, eu sou uma péssima cantora.

   Rocky foi em bora eu deixei algumas lágrimas escorrerem, e ele simplesmente me disse .

— Nuna eu vou embora amanhã de manhã, eu não sei se vou poder me despedir depois, se cuida, te amo pequena - disse me abraçando.

— ta bom também te amo, mas eu não sou pequena sou só dois centímetros mais baixa que você - deu um beijo em minha bochecha e saiu andando pra fora do colégio.

  Fui procurar o Gustavo não achava em lugar nenhum, então fui para minha sala resolvi mandar uma mensagem.

     mensagem on

[Sakura] Amor foi na aula hoje?

[amor] Sim.

[ Sakura ] Ta bom, se comporte, te amo ❤.

[ Gustavo] Okay senhora capitam, também te amo.

[ Sakura ] Boa aula mozão.

[Gustavo] Brigado mozão, te amo.

                 mensagem off

  As aulas passaram voando até  o intervalo fiquei na sala até que todos saírem, peguei a pequena caixa que contia o colar e fui até o refeitório procurei pelo meu namorado e não achei fui até o Daniel.

— Dani você viu o Gu?

— Não Saky por que? Você viu a Isabella?

— Aish eu não acho, ele em lugar nenhum me ajudar a procurar? Aí você já procura a isa também - Isa e uma das minhas melhores amigas e namorada do Dani.

— Claro vem - ele levantou e me puxou andamos de um lado para o outro, subimos no segundo andar, eu parei, travei eu tenho um pouco de medo daquele lugar.

— Vem Sakura, não tem nenhum demônio aqui ou você não quer achar o Gustavo.

— Vai primeiro - ele acenou um sim e foi, ele arregalou os olho e abaixa a cabeça e deixou algumas lágrimas escorrerem.

— Vem Sakura não tem nada aqui - falou em um tom de voz meio choroso e baixo por que eu sinto que isso é mentira.

— Não, oque tinha lá?- falei indo em direção de onde nós estávamos voltando,  mas ele segura meu pulso.

— Não vai lá, é sério, não quero que se machuque.

— Não - falei indo em direção ao corredor e ele veio atrás.

— Que belo casal,não é mesmo Dani?! - os dois se assustam e se separam.

— Sakura -gustavo me olha assustado.

— Daniel - Isabella olha assustada para Daniel.

— Belo casal, não é mesmo Dani?! tenho até um presente para os dois - joguei a minha aliança nela e a caixinha com os colares nele, sai dali chorando, Dani fez o mesmo, fui até a sala do diretor e disse que não estava me sentindo bem ele me liberou e dei um abraço no Daniel.

— Dani não chora, tudo vai ficar bem qualquer coisa é só me chamar okay?- disse limpando as lágrimas que escoria pelo rosto dele.

— okay - deu um beijo em minha testa.

   Fui para casa, decidida à não chorar mais por homem nenhum, estou pouco me fudendo pra tudo, vou mudar de escola, vou estudar em uma escola pública, nessa escola particular só tem gente metida, e babaca eu odeio essa escola, peguei meu cartão e a chave , fui para a casa do Rocky, ele não tinha ido mesmo, cheguei nem bati na porta pois eu tinha a chave, assim como ele tinha a da minha, eu já conhecia a mãe dele assim como ele conhecia a minha, praticante eu ele tínhamos duas casas ele a minha e eu a dele. Entrei e fui direto pro quarto dele  tentei ser forte mais desabei em lágrimas ele apenas me abraçou e dormi...

                flashback off

  Me encolhi e deixei algumas lágrimas escaparem, Suga me abraçou e me assustei, mas logo retribui o abraço.

— Me desculpa Sakura, não queria fazer você chorar.

— Não precisa se desculpar Oppa, não foi sua culpa.

— Foi sim, eu te fiz lembrar.

— Não importa, tudo bem eu aceito suas desculpas.

— Saky quer namorar comigo ?- congelei, o que eu respondo?

— Suga aish, Oppa eu não posso - abaixei a cabeça.

— Eu sei, me desculpas não vou mais insistir - baixou a cabeça e deixou algumas lágrimas escaparem mais logo as limpou.

— Suga não se desculpe, eu estava tão focada em esquecer o imbecil do meu ex, que não pensei direito.

— Então quer dizer que você não queria ficar com o Jungkook?

— Sim e não, talvez sim, aí eu sou um poço de indecisão, é que em partes eu não queria, porque eu acho meio errado pois não acredito em amor à primeira vista, e sim é que ele é meu utt¹ bias e eu já o " amava " como a maioria das suas fãs, mais eu estou confusa não não divia ter aceitado, bom não agora, eu não quero "terminar" com ele não quero magoa-lo mais também não quero magoar você Suga, entende?!

— Entendo Sakura, mas mesmo assim eu te amo, e sempre vou te amar, não importa quanto tempo que passe eu ainda vou te espera...

— não , não me espere, não sei por quanto tempo eu vou ficar com o Jungkook, pode ser alguns dias ou semanas, mas pode dar certo e ficar por anos, então não me espere.

— Eu sei que existe essa possibilidade, mas mesmo assim eu vou esperar.

— Não me espere, não se prenda a mim, você é livre pode ficar com qualquer pessoa.

— Como  não me prender a você?! Eu te amo muito, você me encanta seu olhos verdes, sua boca delicadamente avermelhada, sua timidez tudo em você me atraí... - não deixei nem ele terminar e o abracei, ele ficou sem reação no início, mas logo retribuiu o abraço.

— Oppa eu também te amo - disse ainda abraçada à ele, ele deu uma leve apertada, me senti mais confortável e protegida.

— Eu te amo muito - saímos do abraço, ele colocou a mão no meu ombro e me deu um beijo na testa e foi em direção a cama.

— Vamos tomar café?!

— Não, não estou com fome.

—  Mas Oppa você tem que comer!

— Já falei que não estou com fome - falou se deitando.

— Mas você não come desde ontem de meio dia, não quero que fique doente.

— Não estou com fome.

— Oppa se você não comer eu ligo pra Omma Jin!

— Não faria isso.

— Duvida?

— Duvido!

— Okay, mas nunca duvide de mim - disse saindo do quarto.

   Sai do quarto, desci as escadas, pensei melhor não ligar para o Jin agora, mais tarde eu ligo, se ele não comer. Cheguei na cozinha e me sentei ao lado do Takuya e do Hope.

— Bom dia - disse sorrindo e dando um beijo na bochecha de Takuya depois em Hope.

— Bom dia, porque demorou tanto pra acordar o Suga?  - disseram em coro.

— A que ele parecia uma pedra dormindo, e até eu tomar coragem de acorda ele porquê eu sei que ele parece uma fera quando acordam, eu estava com medo de levar um esporo dele eu esperei, tomei coragem acordei ele, mas ele não reclamou, perguntei se ele queria tomar café ele respondeu que não e voltou a dormir por isso eu demorei - menti e eles remungaram um "ata " — eai dormiram bem?

— Sim, muito bem - disse meu Appa com um sorriso malicioso no rosto e olhado para a Dani, ela cora na mesmo hora e nós começamos a rir — e vocês?

— Eu também dormi muito bem - hope fala também com o sorriso malicioso, e eu coro por que, literalmente ele dormiu no meus peitos, Jungkook deu um leve tapa na cabeça de Hope - ae?! - ele apontou pra mim - desculpa Saky.

— Não foi nada.

— Comam, por que 1:30 vamos sair comprar as nossas passagens - meu pai fala.

— Appa vocês vão junto?

— Sim, ou não quer que a gente vá?

—Claro que eu quero, vai ser bom passarmos um tempo todos juntos.

   Comemos em silêncio, depois Jungkook guardou as coisa da mesa e eu lavei a louça, o Hope secou e Takuya guardou. Subi e fui paro o quarto, Suga estava dormindo, peguei uma roupa e fui para o banheiro tomei banho sai e me vesti coloquei uma saia cintura um pouco alta florida e um cropped cinza e  uma sapatilha preta, soltei meu cabelo que estava levemente ondulado, e  dei uma ajeitada para ele não arma, fui para o quarto guardei alguma da minhas coisa na mala que estavam espalhadas na cama e arrumei a mesma.

— Suga que ir junto para o aeroporto comprar as pasagens?- falei acordando ele.

— Não eu vou ficar dormindo.

— Ta, mas come alguma coisa não quero que fique doente.

— Ta bom Omma - me abaixei e dei um beijo na testa dele.

— Tchau, até depois.

— Tchau.

   Desci e me sentei no sofá esperar os outros, depois de um tempo todos chegaram e nós entramos em uma espécie de mini van, Appa e Dani foram na frente, eu, Takuya e Jungkook atrás e atrás de nós foi o Hope deitado, coloquei os fones, a musica que  estava tocando era monster do Exo ( n/a: ja falei o quanto eu  amo essa música?! ) Takuya começou a cantar e eu também, mas aí chegou a parte do rap ele parou, e eu soltei uma pequena risada nasal e continuei cantando, ele me olhou um pouco assustado.

— Você canta bem e ainda consegue parte do Rap aonde você aprendeu?

—Bom foi um amigo de infância, ele é coreano, por isso sei falar coreano, ele me ensinou a dançar também só que não sou tão boa assim, e eu nem canto bem minha  voz e horrível.

— A não é não, você devia fazer um teste para ser trainee.

— Não, não deveria, não sei se iria conseguir, eu tenho um pouco de vergonha,  e mais eu travo quando vou cantar ou dançar e as pessoas ficam me olhando.

— A você se acostuma, você me promete que vai fazer uma audição quando a gente chegar?

—Aish Oppa, eu tenho vergonha.

— eu vou com você.

— ta, eu faço.

— eb...- ele é interrompido pelo meu celular que começou a tocar — mana não vai atender ?

— não Oppa e melhor não - desligei não quero ouvir nada desse ser humano, não quero ver ele nem pintado de ouro. Começou a tocar novamente desligei de novo, bloqueie o número pois sabia quem era.

— Filha quem era - meu pai pergunta em português

—  Pai é o Gustavo, eu não aguento  mais.

— O que esse filho de uma puta quer?! - pera Takuya, desde quanto essa bixa fala português?

— Ei desde quando você fala português?

— A é que a Dani me ensinou , em fim isso não importa, o que esse babaca quer? - perguntou meio alterado.

— É, o que o infeliz quer? E Sakura o Takuya sabe de tudo, bom quase tudo sobre você - puta merda, o que o meu pai falou pro Takuya?!

— Okay , Takuya Oppa é que ele quer voltar, mas eu não e ele não para de encher o meu saco não para de me ligar e me mandar mensagem, eu já tinha bloqueado ele de tudo, mas ele sempre dá um jeito de conseguir me ligar e também não precisa dar bola pra isso ele não faz a mínima ideia de onde eu estou, não se preocupe - falo bagunçado o cabelo dele.

— Quem sabe que você tá aqui?

— Minha omma e uns amigos porque?

— Nada não.

— Chegamos - meu pai fala apontando pro aeroporto porto.

   Appa estaciona o carro e desce acompanhado de Takuya e Hope e ficamos eu e Jungkook e a Dani. Ficamos esperando quase uma hora e eles ainda não voltaram porque sera eles estão  demorando?! Será que deu pra comprar?! Será que eles estão bem?! O que será que aconteceu com eles?! Eu odeio isso, ficar preocupada por nada.

— Eles estão demorando de mais - Dani quebra o silêncio.

— Estão sim.

— Vou procurar eles.

— Okay mãe - ela sai do carro e se afasta.

— Amor, você sabe porque o Suga está daquele jeito? - abaixei a cabeça, o que devo fazer? Será que devo falar a verdade ou mentir? Se eu falar a verdade eu posso estragar a amizade dos dois ou pior estragar o grupo e eu seria a pessoa mais odiada do mundo ( não exagera ).

— Kookie é que... aish amor o Suga...aí eu não vou conseguir explicar é que o Suga só ta um pouco triste, ele está chateado entende - É melhor eu não falar a verdade vou chegar pra ele e fala, "a ele tá chateado porque, eu e você estamos ficando e ele gosta de mim, e quer que eu fique com ele" não né.

—Sakura você tá me escondendo alguma coisa?

— Kookie to não - menti, aish eu odeio menti, merda o que eu faço.

— Ata por um momento achei que você tava, até parece que ele ficou assim depois que viu eu e você nos beijando - arregalei os olhos e balancei negativamente.

— Kookei... aish, aí Deus -  o que eu faço agora, vou sair correndo do carro — kookie aish... e melhor você perguntar a ele  - Graças ao meu senhor bom Deus eles chegaram Takuya e outros entraram no carro.

— Nosso vôo sai daqui 5 horas - O silêncio se estabeleceu, olhei para o relógio eram 11:30 então significa que nosso vôo é as 16:30.

— Appa nos vamos almoçar aonde? - Takuya pergunta.

— No restaurante perto de casa.

             [ quebra de tempo ]

  Chegamos em casa eram 12:20, então fomos chamar o Suga, mas ele não quis comer, então fomos para o restaurante.
   Eu pedi qualquer coisa assim como os outros, conversamos sobre coisas aleatórias até chegar a comida, depois de comermos os homens dividiriam a conta entre eles, cada um pagou um pouco, voltamos pra casa acho que Suga deve estar com fome fiz um suco e um kimchi e subi pro quarto ele não estava, provavelmente deve estar no banheiro então eu arrumei minhas coisas na mala, peguei uma roupa pra mim tomar banho, e arrumei o quarto.
   Suga entra no quarto e nem olha na minha cara, ai que ódio, odeio deixar as pessoas triste e odeio que me ignorem também, affs  a gente estava de boa de manhã e agora ele me ignora quebrei o silêncio.

— Yoongi vai ficar sem comer por quanto tempo? Come alguma coisa, não quero que fique doente vamos come alguma coisa. - disse entregando a bandeja que estava em cima do balcão.

— Não estou com fome - falou e começou a guardar suas coisas na mala.

— Não vou insistir, você ja é bem grandinho, mas eu não quero levar esporro do Jin, então come - disse brava.

— Já falei que não ...-  ele é interrompido por Jungkook que entra no quarto.

— Sakura pode nos deixar a sós.

— Claro  - disse pegando minha mala.

— Obrigado - ele ia me dar um selinho, mas eu virei o rosto, ele me olhou confuso, não queria que Suga ficasse mal mais um pouco então eu não vou ter nenhum tipo de afeto com o Jungkook perto do Suga levei minha mala para baixo e fui tomar banho.

                    ~ Sakura off ~

                    ~Jungkook on~
    
— Podemos conversa?

— Claro sobre oque? - falou  ajeitando a sua mala.

— Suga hyung porquê você estava chorando? E não quer comer nem sair do quarto? Você ficou o dia inteiro trancado Suga aconteceu alguma coisa? - Perguntei à ele que apenas abaixou a cabeça.

— Maknae é que eu acho que estou apaixonado por uma pessoa.

— Quem é a sortuda? hyung porque não conta a ela?

— Já contei, mas ela não pode corresponder meus sentimentos ela está com outro.

— Aí complica um pouco, você a ama de verdade?

— Sim, à amo muito.

— Então corra atrás.

—  Não posso.

— Porque?

— Alguém pode sair machucado.

— E quem seria essa menina que te deixou assim?

— Você vai descobrir pela pessoa, e não magoe a Sakura, se eu descobrir que você fez escorrer uma lagrima sequer dela eu juro que te do uns tabefes.

— Pode deixar, nunca magoarei ela, eu a amo de verdade, ela é a primeira vez, e única que eu amei de verdade, como assim vou descobrir pela pessoa? - não falou mais nada, apenas saiu com sua mala como já tinha arrumado a minha sai do quarto também.

    Fomos para sala, deixamos as malas perto da porta, depois fomos para a sala de jogos onde Takuya estava.

              ~ Jungkook off ~

              ~ Sakura on ~

  Tomei banho e me vesti, coloquei um short jeans preto, uma blusa branca do Starbucks , tênis adidas e uma blusa xadrez, e desci todo mundo já deve estar pronto agora são 15:15 ninguém tá na sala devem estar na sala de jogos, deixei minha mala perto das outras e fui a sala de jogos.

— Cade o Appa? Nós já devíamos estar indo para o aeroporto.

— Ele deve estar no quarto eu acho! Daqui a pouquinho ele vem nos chamar - Takuya responde.

— Okay - falo me sentado do lado de Takuya e Suga.

  Estávamos em silêncio até que o meu  Appa nos chama pegarmos as malas e fomos para o carro.

    O caminho todo foi silencioso, fizemos o chequin e fomos para o portão de embarque, sentei ao lado de Takuya e de Suga, deitei no ombro do Takuya, coloquei um lado do fone e Takuya coloca o outro lado.

   Acabei adormecendo, dormi a viagem toda, acordei com Takuya me cutucando.

— Acorda já chegamos - falou e me deu um beijo na testa.

— Que horas são Oppa?

— A quase umas 18:30.

— Onde eu vou dormir hoje.

— No dormitório comigo e com os meninos porque - não eu me recuso a Dormir com 6 meninos.

— Mas Oppa tem muitos meninos lá e eu tenho vergonha.

— Não tenha vergonha, olha pelo lado bom, você vai conhecer o seu bias e já vai se acostumando com eles.

— Bobinho eu ja conheço meu bias.

— Como assim?

— E eu já o conheço, ele  é mais gato, gostoso, alto e lindo pessoalmente.

— Quem é o teu bias? - perguntou  pouco bravo.

— Tu é lerdo, burro, que um real, ou se faz, você é meu bias tolinho -ele cora um pouco e eu percebi que fui muito grossa com ele nossa eu tenho que melhorar nas coisas que eu falo tenho que parar de distribui patada de graça se controla Sakura (N/a: isso talvez seja parecido comigo eu quase nem do patada de Graça// N/b: eu concordo parece esse filhote de girafa // N/A: idiota não era para concordar. )

— hum - fala sem graça.

— Oppa, desculpa pela patada eu juro que eu vou aprender a me controlar, e ser mais gentil tenho que parar de dar patada em todo mundo, desculpa Takuya - falei me desculpando.

— Tudo bem - falou baixo, aish tenho que melhorar o que eu falo.

— Oppa te amo - ele sorri de lado.

— Também te amo pequena - eu o abracei.

   Saímos do avião e pegamos nossas malas, deixamos o appa em um pequeno apartamento que ele tinha aqui em Seul, deixamos os meninos no dormitório e eu fui com o Takuya para o dormitório.

  Subimos de elevador, antes de entrarmos segurei Takuya e o abracei.

— Takuya Oppa - o chamei.

— Que foi pequena?

— É que eu estou com um pouco de medo.

— Medo porquê?

— A sei lá, que os outros não gostem de mim, que não me aprovem, tenho medo de incomodar Oppa - falei um pouco apreensiva.

— Você não vai, eles vão gostar de você.

— Tudo bem então. - ele toca a campainha ouço, Cásper berrar para o Yongseok abrir a porta, o mesmo vem até a porta e a abre.

— Takuya hyung, porque não nos avisou que ia chegar - nem notou minha presença.

— Queria fazer surpresa - falou coçando a nuca.

— Entre, e não repara a bagunça - Takuya entrou e arregalou os olho, pensei lá vem bronca.

— Chame os outros e me encontre na sala - falou ele alterado.

— Aish, lá vem bronca - disse baixo.

— Esses meninos só fazem bagunça, vem eu vou te mostrar o  quarto - assenti e peguei minhas malas e o segui tinha duas camas de casal, a outra provavelmente era do Shin pois é com ele que o Takuya dividi o quarto, deixei minha mala ao lado da cama e descemos.

— Onde fica a cozinha?

— Aqui ao lado da sala, bom todos estão na sala eu ja vou.

   Fui para a cozinha bebi um pouco de água, e fui para a sala todos estavam sentados, eu fiquei na porta.

— Bom por onde começar? - Takuya fala.

— Pelo começo né hyung - Yongseok fala e os outro começam a rir, mas Takuya fica ainda mais bravo assim que olham para Takuya todos param de rir.

— AGORA JÁ CHEGA, EU QUERO QUE LIMPEM A PORRA DESÇA BAGUNÇA AGORA - Takuya grita agora me deu medo, de agora em diante eu vou sempre deixar meu quarto limpo, Shin olha pra trás e me vê parada, eu congelei o que eu faço agora.

— Takuya quem é essa? - pergunta.

— Ninguém toca na MINHA irmã, ele é MINHA irmã mais nova - todos olham pra mim e eu ri soprado, meu Deus que menino ciumento. (N/a: até parece meu irmão  kk).

— Oi -  sorri, tentando não virar um tomate.

— Oi meu nome é ... - interrompi.

— Eu sei o seu nome Shin - sorri.

— Oi - todos.

— Qual é o seu nome? - Sangmin pergunta.

— Sakura, prazer em conhecer vocês - fiz uma pequena reverencia.

— O prazer é todo meu - Shin fala e eu coro e Takuya deu um leve tapa na cabeça de Shin - aish... -  diz acariciado o lugar do tapa, o porque de eu corar é que Takuya é meu bias mais o Shin aquela delícia de pessoa aquele pedaço de mau caminho.

— Não precisava bater no menino - falo um pouco sem jeito.

— Tudo bem é que o Takuya hyung é muito ciumento - Sangmin diz.

— Eu sei, eu vou me acostumar com isso.

— Ta chega de conversa e vamos limpar.

— Vamos querem ajuda - eles me olharam com uma cara de "obrigado você é a melhor pessoa do mundo".

— Vamos dividir as tarefas, Casper  e JG vão limpar os quartos, Shin e Sakura vão limpar as salas de jogos e de estar,  Yongseok e eu vamos limpar a cozinha e sala de jantar,  Sangmin vai limpar os banheiros - Takuya ordena.

— Aish, porque eu tenho que limpar os banheiros? - reclama Sangmin.

— Porque sim - responde Takuya, sangmim resmunga mais aceita.

  Depois de mais ou menos uma hora e meia estava tudo limpo e brilhando.

— Estou morto. - Yongseok fala e os outros assentem.

— To com fome.

— Eu  também - todos responderam juntos.

— Takuya Oppa, que horas são?

— Oito e cinquenta.

—Obrigado, vou tomar banho depois, eu faço o jantar, o que vão querer?

— Qualquer coisa.

— Okay, então espera um minuto - falei e fui até a cozinha ver o que tinha, escrevi os ingredientes que faltavam no papel.

— Okay, então Takuya tem algum mercado aberto a essa hora?

— Tem um bem perto daqui.

— Você pode pegar esses ingredientes para mim - disse entregando o papel e o dinheiro.

— Posso, mas deixa que eu pago - falou me devolvendo o dinheiro.

— Deixa eu ajudar, deixa eu pagar a metade, a metade pelo menos -depois de muito insistir ele aceita.

Subi tomei um banho e coloquei já um pijama simples era um short solto cinza e um blusa branca fiz um coque arrumei pra ele ficar um pouquinho maior e desci comecei a cortar os tomates ...

— Quer ajuda? - tomei um susto e sem querer cortei o dedo e deixei a faca cair.

— Aish Shin... menino que susto - disse me abaixando pra pegar a faca que caiu.

— Desculpa por te assustar.

— Foi nada, é eu sou muito assustada e medrosa, não é culpa sua - digo sorrindo e ele sorri de volta.

— Aí meu santo Goku, o Takuya vai me matar.

— Por quê? Que foi - eu percebi que ele estava olhando para o meu dedo, que estava escorrendo sangue - Não foi nada.

— NÃO FOI NADA...

— Shin cala a boca, e fala baixo, gritando desse jeito você vai chamar a atenção dos outros, não foi nada foi apenas um corte nada de mais.

— Ta bom, senta ali que eu vou fazer um curativo.

     Pegou uma pequena caixa no armário e começou a limpar, fez tudo com cuidado pra mim não sentir muita dor.

"mds esse menino e muito fofo".

     Nossos rostos estavam bem perto, começamos a nos encarar nossas respiração misturadas como uma só até que ele chega mais perto, nossos lábios estavam muito pertos quase selados, mas quando ele ia se aproxima meu celular toca e eu solto um suspiro de alívio e fico toda vermelha.

— Obrigada por ter feito o curativo - digo colocando alguns fios de cabelo solto atrás da orelha.

— Não foi nada  - disse e deu um sorriso fofo ele também estava corado, atendi o celular era o Jungkook.

Ligação on

{ Sakura} Oi biscoito.

{ kookie } Oi meu anjo.

{ kookie} Sakura, como está indo aí amor?

{ Sakura } Bem amor.

{ kookie } - Daqui à pouco eu e os meninos estamos aí.

{ Sakura } Já jantaram?

{ kookie } - Não depois vamos pedir uma pizza.

{ Sakura } Nada disso, vocês vão jantar conosco.

{kookie } Okay, precisa levar  alguma coisa?

{ Sakura }  Não

{ kookie } Okay, até depois amor, te amo.

{ Sakura } - Até também amo você.

Ligação off...

— Quem era? - perguntou, e parecia bravo.

— Era só o Jungkookie - eu sorri, e ele desfaz a cara de bravo,e fica com um semblante triste.

— Shin por que está triste?

— Nada não, vocês estão namorando?

— Bem, eu não sei o que nos temos, estamos apenas ficando  - falo um pouco desanimada.

— Hum bom saber - fala quase em um sussurro e melhora a cara começa a sorrir como eu amo esse sorriso.

— Han?

— Nada não.

— Você sabe cozinha?

— Não tão bem, mas eu me viro, pra falar a verdade é o Casper que quase sempre faz a comida.

— Sabe cortar cebolas?

— Sei, eu acho.

— Então corta duas pra mim?!

— Tudo bem capitã.

— A tem alguma luva por aí que eu possa colocar pra não molhar o curativo?

— Tem uma na terceira gaveta.

— Obrigada. - peguei e coloquei.

     ~~~~~~~~~~\^-^/~~~~~~~~~~

  Depois que eu e Shin terminamos as lasanhas, kimchi, salada e batata frita com queijo e bacon, quando fui arrumar a mesa a companhia toca, os meninos tinham ido tomar banho, então eu fui atender a porta, Jin estava na frente com Namjoon eles foram um belo casal Namjin is real eu ainda acredito nisso, Jin estava um pouco vermelho.

— Me desculpe moça, acho que estamos na porta errada - se desculpou fazendo várias reverência, tava os 6 ali menos Suga fiquei um pouco triste.

— Não, hyung nos estamos no dormitório certo, essa é a irmã do Takuya - Jungkook.

— É, eu sou a irmã mais nova dele, entrem fiquem à vontade, os meninos ja vão descer eles tão tomando banho - falei dando passagem pra eles entrarem, eles se sentaram no sofá, eu estava indo até a cozinha quando ouço meu nome.

— Oi amor - Jungkook veio até mim, e me abraçou.

— Oi biscoito - dei beijos na bochecha dele, ele sentou-se ao lado de Tae e Jimin.
    
— Jungkook eu te ensinei bem em, essa menina é muito gostosa - Jimin sussurro no ouvido de Jungkook corei um pouco, mas não liguei, fui até a cozinha arrumei a mesa, fui até a sala os outros já haviam descido.

— a janta está pronta, vamos comer - todos assentiram se levantaram, e foram para sala de jantar .

— sentem - Takuya ordena, e todos sentam .

— Então Jin, o que viram fazer aqui ?- Takuya pergunta.

— Bom, e que nos viemos convidar vocês pro aniversário do Jin hyung, que esse fim de semana — Jungkook se pronunciar primeiro, antes de seu hyung responder.

— Okay, então no vamos!

— Takuya qual é o nome dela - jin pegou para ele, apontando para mim.

— Sakura, prazer em conhecer vocês - sorri.

— Bom, Sakura quero que vá junto com o Takuya e os meninos okay.

— Okay, desculpa mais chega de conversa, e vamos comer, eu tô com fome - disse como uma criança.

— Tão fofa - Jin fala e eu coro, ele leva um pedaço de lasanha até boca, e me olha surpreso- f..foi você que fez isso - eu balancei a cabeça positivamente- isso muito bom, eu preciso da receita, você muito boa no que faz.

— Obrigada, mas chega de elogios não quero virar um tomate.

~~~~~~~~~\^-^/~~~~~~~~~~

depois de todos comerem eu, Takuya, Jungkook, jin e Jimin limpamos a bagunça e fomos para sala Takuya teve uma ideia ótima ele disse para nós, nos dividirmos em grupos

Grupo 1
Sakura
Jin
Jimin
Taehyung
Jungkook

Grupo 2
Takuya
Shin
Namjoon
Casper

grupo 3
Yongseok
JG
Sangmin
J-Hope

— Vamos fazer assim, grupo que tiver mais pontuação no Just Dance, escolhe uma prenda(mico) para cada um dos outros grupos os perdedores ok?

— Okay, agora  escolham um de cada grupo para a primeira música.

— Primeiro, grupo quem vai ?

— Eu voto no Jimin - falei

— Nós também, então do grupo 1 vai ser o jimin - kookie fala

— Grupo 2 já decidiram ? - perguntei, e ele assentiram - Então quem vai ser ?

— Casper.

— E o do nosso vai ser JG.

— Pera, isso é um Just dance só de k-pop, onde tu conseguiu isso ?- perguntei assutada eu que um ( N/A:eu seria tão feliz Just dance só de k-pop, acho que só nos meus sonhos ).

—  Eu tenho meus contatos  -takuya responde eles começaram a dançar Come Back Home <3, e eu puxei o Jin.

— Jin, podemos conversar ?

— oi, sim sobre oque?- sorriu fofo.

— Jin o como está o Suga ?

— ele está um pouco estranho desde que chegou, ele está triste não fala com ninguém, mão quer comer - não cada palavra do Jin, é  como se fosse uma facada em meu peito.

— Jin ele não falou nada  a respeito de estar triste por uma garota ?

— Falou sim, algo do tipo " ela não me ama, ela ama outro " por acaso você sabe de alguma coisa Sakura ?

— Não me chame de Sakura, me chame apenas de Saky, e sim eu sei sim a garota sou, eu mais não é verdade eu o amo, só que também amo outro, eu estou dividida - Ele colocou o braço meus ombros, e me puxou mais perto dele.

— E quem seria esse outro, e do grupo também ? - Balanço a cabeça positivamente - não diga que é o maknae - Balancei a cabeça positivamente de novo.

— Eu não sei o que fazer, não quero machucar nenhum dos dois.

— Independente de quem você escolha, um vai sair machucado, mais se eles te amam de verdade eles vão entender, e vão colocar a sua felicidade antes de qualquer coisa, então não se preocupe, ou você pode ficar com os dois, que nenhum sairia machucado - Arregalei os olhos no final não não posso ficar com os dois seria "egoísmo" da minha parte.

— Jin, isso é errado não ?

— É, talvez e errado esconder dos dois, ai sim seria traição, mas  se os dois aceitarem então ta de boa.

— Jin eu não vou ficar com os dois, e se alguém descobrir, e eu não sei o que falar pra eles.

— deixa essa parte comigo, e para de pensar nos outros, coloca a sua felicidade primeiro.

— Jin você não presta, mas você tem razão - Ele deu um beijo em minha testa.

— Jin hyung, é sua vez agora - Jimin chama ele , então é Jin contra, Takuya e Sangmin .

— Então quem ganhou a primeira partida, jiminie ?

— A não acredito que você não postou atenção, na delícia que está na sua frente dançando, e ganhando - comecei a rir —do que está rindo  ?

— Você é muito convencido.

— Sou mesmo, baixinha.

— Ei eu sou apenas um centímetro menor que você .

— Mais é menor.

— Ta bom, eu sou menor - mostrei a língua.

— Você até que é legal— você  até que é legal.

— Você também, maninho ganhou.

— Agora é, Tae contra Nam e Yongseok.

— Vai Tae - Gritei o kookie olhou pra mim meio bravo fui até ele é o beijei

— Te amo chato - o beijei de novo, e finalize com um selar.

— Também te amo pequena - abracei sua cintura.

— Pera que macumba que tu fez Yongseok, você ganhou do Tae.

— Esqueceu o Just Dance e nosso, então provavelmente, eu sei quase todas as coreografias.

— Ei isso é trespassa.

— Não é, não então quem de vocês dois vai contra o Hope e o Shin - Jungkook ia falar alguma coisa mais eu o fiz interrompi.

— ...Eu.

— Tem certeza ?

— Sim.

— Mas e o Hope.

— Eu vou tentar, e eu vou ganhar.

— Então esta no modo aleatório, não somos nós que escolhemos, e sim a máquina, são três músicas o jogo está empatado, todos os times tem um ponto, esse vai ser o ponto decisivo - Takuya fala, eu tenho que ganhar.

— Boa sorte Saky - Hope fala eu solto uma risada nasal.

— Não preciso de sorte - ele faz uma cara de assustado.

— Vamos começar de uma vez - Shin se pronunciar.

— Vamos - kookie me beija.

— Boa sorte, amor vai ganha deles, eu não quero pagar mico - kookie.

— Eu também não, mas você vai, eu ainda não esqueci da aposta, vocês vão dançar crazy lembra -  fiz aegyo.

— Eu sei, meu Deus que coisa mais fofa. - Aperta minhaa bochechas

— Primeiro vai ser crazy - Eu sorri, pois sei a coreografia inteira — eba.

   ~~~~~~~~~~\^-^/~~~~~~~~~~

Ganhei por muito pouco deles, minha sorte que foi duas músicas femininas, sendo assim crazy - 4minute, liar liar- oh my girl e monster - Exo.

— Então J-Hope e Shin, como é perde para uma menina? - Tae e Jimin, segurando um costrole eles perguntam como se fossem apresentadores.

— Eu ainda não acredito, ela roubou eu tenho certeza - Hope fala, tentando ser bravo, o que não deu muito certo, porque de certo modo acabou sendo engraçado.

— Não, eu não roubei eu apenas dancei, e eu ensaio alguma coreografias.

— Porque você não faz o teste pra ser trinee, Jackson disse que mês que vem na jyp eles vão fazer uma audição surpresa - Namjoon fala, e os outros assentem.

— Não, sou Tão boa quanto dizem, eu sou péssima pra falar a verdade, eu sei apenas algumas coisas.

— Você é boa sim, você tem uma voz linda, sabe cantar rap, e dança bem, e linda -  J-Hope  e Jungkook falam.

— Ta mais eu preciso treinar um pouco , ei rappers, vocais e dancers, vocês podem me ajudar ?

— Claro - todos falam.

— Obrigado.

— Gente já está na hora de nos irmos, está ficando tarde e nós viemos andando.

— Meninos, querem que eu te leve? - Takuia

— Se não for muito incômodo, nós  agradecemos muito.

— Claro que não é incomodo algum.

— Vamos - me despedi  de todos, com um abraço e um beijo no rosto.

— Ei eu quero meu beijo direito- kookie fala.

Me segurou pela cintura, e me puxou e me beijo, é beijo bom eu não queria parar, mais a maldita falta de ar se fez presente, nós, nos separamos, e demos um selar simples, ele sorriu e eu também.

— Eu te amo - eu falo e os olhos dele brilham, eu sei está muito cedo para diser eu te amo, mais eu acho que eu o amo de verdade.

— também, te amo, tchau até.

~~~~~~~~~~\^-^/~~~~~~~~~

Depois de limpar toda a bagunça, deitei na cama e adormeci rapidamente....no outro dia acordei como sempre antes de todos, fiz minha higiene, tomei banho e coloquei um short branco, e uma regata azul escura, e um vans preto, sequei meu cabelo, e fui fazer o café Casper também acordou cedo pois já estava arrumado, provavelmente para ir para empresa.

—Bom dia - falei é dei um beijo na bochecha dele.

— Bom dia, dormiu bem ?- falou, deu um beijo na minha testa

— Sim é você ?

— Sim.

Fizemos o café para os meninos nós preparamos torradas, panquecas , kimchi e outras coisas, acordamos eles, tomamos café, limpamos o que estava sujo, os outros meninos foram para empresa, e eu e Takuya fomos para escola que ele ia me matricular a escola era grande  e bonita fomos até a direção fizeram varia pergunta do tipo quantos anos eu tenho se sei falar inglês e coreano se eu já fui suspensa de outras escolas respondi todas ela me entregou a chave do armário, as regras , roupas e os horários fui para a empresa, depois de muito ensaio eles pediram para mim sair, pois eles iam ensaiar uma música, assenti e sai fui até a recepção, eles me deram o crachá para que eu possa entrar e sair da empresa a hora que eu quiser, sai da empresa fui a um Starbucks a algumas quadras da empresa,fiz o meu pedido e procurei um lugar pra sentar, mas estava cheio, enquanto procurava avistei um ser de cabelo verde que eu conhecia muito bem, ele estava de máscara, com uma calça jeans preta com alguns rasgos no joelho, uma blusa branca e um tênis adidas, chegei por trás, (N/A: aquela carinha ) para ele não me ver  seus olhos.

— Bom dia, flor do dia - dei eu beijo na bochecha dele.

— Oi Sakura - falou seco.

— Se é assim, tchau Yoongi - falei saindo de perto dele, mais ele segura meu pulso.

— Não, não volta aqui desculpas.

— Tudo bem , por que não foi ontem no dormitório, junto com os meninos ?

Continua...


Notas Finais


Então oque acharam?
Novamente minhas sinceras desculpas pela demora, vou tentar não demorar tanto, mas eu estou muito focada na escola, pois tirei notas baixa e tenho que recuperar, eu estou focada na escola isso me toma muito tempo desculpas pela demora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...