História Quase sem querer- Sakura e Kakashi (kakasaku) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Sakura Haruno, Tsunade Senju, Yamato
Tags Amor, Hentai, Ino, Kakasaku, Kakashi, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sonho, Tsunade, Yamato
Exibições 536
Palavras 1.188
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas! Tudo certo?

Olha, hoje as coisas não estão tão boas para o nosso casal favorito!
Mas é assim mesmo! Qual relacionamento é perfeito?!
Quero aproveitar aos comentários. Gente vocês são muito 10! Só tem comentários perfeitos! E é claro não posso, nunca, deixar de agradecer aos que favoritaram a história!
E se você ainda não leu, coloque a preguiça de lado e se deixe surpreender!
Então pessoas, leiam como se não houvesse o amanhã! Que ainda tem muita coisa legal por vir!
Bjs!

Capítulo 11 - Enchendo o copo



   Kakashi já não estava aguentando aquela mulher enchendo sua paciência. - Será que ela não se toca? - Ele encheu seu copo e levou até a boca, abaixando a máscara bem pouco para beber, o copo tampava a região que a máscara tinha descoberto. Fazendo sua face continuar um mistério para a mulher à sua frente e todos ao redor.
   - Achei que você já tinha ido embora. - Disse descontente e debochado.
   - Eu disse que não desistirei de você.
   - Mey, você esta perdendo o seu tempo. Eu não quero nada com você.
   - Você fala isso agora, mas aposto que posso te fazer mudar de ideia! - Falou piscando e convicta.
   - Ei! Kakashi-sempai, você veio! - Disse Yamato, se aproximando dos dois, com uma garrafa em uma das mãos.
   - Na verdade, eu nem me lembrava dessa festa. Só fui me tocar depois de chegar no bar! - Diz Kakashi, bebendo uma atrás da outra.
   - Não vai me apresentar seu amigo? - Disse a mulher se intrometendo.
   - Essa ai é a Mey. Mey é a mulher responsável por ferrar com minha vida amorosa que mal havia começado. - Fala como se estivesse narrando uma história infantil, o saquê que ele bebia exageradamente, já começava a surtir efeito. A mulher o olhou com desdém, mas ignorou tudo que ele disse.
   - Hum? Como assim vida amorosa? Desde quando você tem uma? - Perguntou Yamato que ia se sentando ao lado de Kakashi, com os olhos arregalados.
   - Pois é... depois de tanto tempo pulando de galho em galho, consegui encontrar uma pessoa para mim, e essa praga aparece para me atrapalhar. Todos na mesa estavam bebendo bastante, inclusive Mey que só ouvia a conversa dos dois sem se importar.
   - Mas quem é essa mulher que te deixou assim? Você sempre vivia falando para eu beber menos, e hoje parece que esta querendo me superar!
   - Se eu te contar você não vai acreditar!
   - Fala logo sempai!
   - É a Sa-kura - Fala em meio a um soluço.
   - O quê, Sakura que foi sua aluna? Yamato ria pela situação.
   - É, aquela garota me deixou amarrado. E pior que ela me viu beijando essa mulher e falou para eu não procurar ela mais. - Disse apontando para Mey.
   - Ei! Eu não tenho culpa, nem sabia que você tinha namorada. Além do mais acho que você gostou do meu beijo! - Yamato chama a garçonete, pedindo mais três garrafas de saquê, e a moça logo as leva.
   - Ah, sempai, se ela não sabia não foi culpa dela né. Me desculpa, mas culpado foi você por ter deixado!
   - Mas que droga... Será que ninguém me entende? - Falou dando um tapa na mesa, descontente. - Você poderia ter evitado, você que quis, você que deixou. Blá-blá-blá! Eu não queria nada! Eu só quero a Sakura. - Falava sério e intransigente.
   - Foi mal, foi mal! Eu não queria te irritar. Mas iai, ao menos tentou falar com ela?
   - Ela não esta na vila. Esta numa missão.
   - Não sei porque você esta tão preocupado então! Já que me beijou e ela te largou, a gente podia aproveitar a situação! - Falou a mulher maliciosa.
   - Eu não sei, não sempai. Se você gosta mesmo dela deveria esperar ela chegar. E eu tenho que te dizer ela é bem gatinha, se você largar ela de vez eu pego!
   - Você tá ficando maluco Tenzou? Nunca mais fala uma coisa dessas. - Disse se aproximando dele, com a voz firme e ameaçadora.
   - D-desculpa! Não falo mais isso. - Yamato estava com as mãos no alto como se estivesse antecipando um golpe de defesa. - Mas, voltando ao assunto, o que você pretende fazer para ela reconsiderar você?
   - Eu não sei ainda. Mas vou descobrir um jeito. - Ambos se  ajeitaram na cadeira e ficaram olhando para Mey.
   - Porque você fez isso? Agora ele ta sofrendo não esta vendo? - Diz Yamato, melancólico.
   - Eu não tive a intensão de magoar ninguém. Será que ninguém pode pensar em mim? Eu também estou apaixonada, e é por ele. Não posso simplesmente desistir e esquecer. - Disse bebendo e apontando para Kakashi com olhos chorosos.
   - Eu só sei que você estragou minha vida no momento em que se aproximou de mim. E o pior é que nem me lembro de quando realmente conheci você! - Kakashi estava cabisbaixo, e eles bebiam como se não houvesse amanhã. Yamato então começou a chorar falando que queria um amor para ele também. Que se um dia tivesse a sorte de ter Sakura para ele nunca estragaria como seu sempai fez. Mey por outro lado chorava dizendo que Kakashi nunca a amaria, e que ela morreria sem ele. Kakashi bêbado ficou observando os outros dois, e resolveu que era hora de ir embora. - Mas o que eu faço com esses dois agora? Ele então se levanta, apoiando Yamato em seus ombros, ou ele se apoiava no de Yamato, não dava para saber ao certo. E chamou a moça para ir embora. Na hora de pagar Kakashi persuadiu Yamato a pagar a conta, dando a desculpa de que ele já estava ferrado demais, e que o outro deviria amenizar pelo menos isso para ele.
    Kakashi foi cambaleando junto com Yamato até a casa do mesmo, e Mey os seguia.
   - Sempai, onde é que eu tô?
   - Na porta da sua casa, e é melhor você entrar logo. Os dois se despediram com dificuldade, já que Yamato ficava abraçando Kakashi dizendo o quanto ele sentia pena do ninja.  Após muita ladainha Kakashi vai embora, e Mey vai atrás.
   - Você por um acaso esta perdida? - Perguntou, bêbado demais para conseguir olhar para ela com algum foco.
   - Eu achei que você fosse querer um pouco de companhia, depois de tanta bebedeira. Eu não mordo! - Disse maliciosa. Ele não tinha como discutir, estava grogue e só queria chegar logo em casa, mas a casa dele parecia não chegar nunca. Depois de muito tropeço e palavão consegue chegar até a porta de casa. Já indignado com a mulher que o seguia.
   - Vai embora, não esta vendo que não te quero?
   - Ah, larga de ser ruim. Me da ao menos uma oportunidade. - Kakashi nunca tinha rejeitado uma mulher bonita, mas essa ele queria que desaparecesse. Mas era fraco de mais para fazer alguma coisa, estava se sentindo triste e carente. Sentimentos que ele desconhecia antes de começar a gostar de Sakura. Abriu a porta e permitiu a mulher entrar em sua casa. Foi direto para o quarto e se jogou na cama, a mulher vermelha de vergonha, mas feliz por ele ter deixado ela entrar deita ao seu lado, afaga seus cabelos e lhe beija na boa por cima de sua máscara.
    Mas ele não a queria, não era ela que ele amava. Com os olhos fechados pensava em Sakura, a imaginava ali lhe beijando. Ambos embriagados, e vendo o quarto todo girar dormiram sem dizer uma palavra um ao outro.
Continua...
 


Notas Finais


Por Kami!!! Esse povo ta é ficando doido!
Deu até vontade de tomar uma também kkkkkk

É isso aí gente! Espero que tenham gostado. E calma... calma que esse drama, galera só esta começando! rsrsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...