História Quase sem querer- Sakura e Kakashi (kakasaku) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Sakura Haruno, Tsunade Senju, Yamato
Tags Amor, Hentai, Ino, Kakasaku, Kakashi, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sonho, Tsunade, Yamato
Exibições 463
Palavras 1.473
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas!!! Tudo certo???
É... as coisas tem andado um pouco ruim pra esse casal... Mas ao que parece as coisas estão começando a se ajeitar!!!! Será? rsrsrs

Quero agradecer às pessoas que favoritaram a história e, é claro aos comentários que foram, como sempre magníficos! Genteee... vocês são perfeitos!!!
Então povo, vamos deixar de enrolação e começar a leitura!
Bjs!

Capítulo 18 - Vale a pena lutar por alguém?



 
   Sakura sentiu seu coração disparar, estava desesperada ao vê-lo ali. Olhava para os lados, queria fugir, mas apenas continuava caminhando. - O que eu vou falar? O que eu vou fazer? - Seus olhos encheram-se de lágrimas, o rosto dele estava tão tranquilo que tornava tudo ainda mais difícil. - Seria muito mais fácil se ele estivesse com raiva. Seria mais fácil se ele não quisesse mais falar comigo.
   - Sakura, podemos conversar? - Ela se apoiou no portão, suas pernas tremiam, sentia que cairia. Apenas assentiu para ele, e como um zumbi continuou a andar, e ele pôs-se a segui-la. Ela não consegui ver direito as coisas que estavam a sua frente. Entrou no hospital e ouviu alguém falar com ela, mas não conseguia se forcar em nada, e apenas continuou andando até sua sala.
   Suas mãos vacilaram na hora de abrir a porta. Ela o deixou passar e depois fechou a porta atrás de si. Sentiu como se tivessem tirado tampões de seus ouvidos, aquela sala era seu porto seguro. Porque sabia o que fazia quando estava ali dentro, sentia no momento, que seu trabalho era muito mais fácil que sua vida. Sentou-se na cadeira apontando uma outra de frente à mesa dela para que ele se sentasse. Ficaram olhando por alguns instantes. Mas ela sabia que precisava se explicar para ele. Ele não merecia ser apunhalado da forma que foi.
   - Neji... - Ela se surpreendeu de como sua voz estava firme apesar se sua falta de segurança. - Eu sei que o que eu fiz com você não foi justo.
   - Sakura, eu só estou tentando entender o que esta acontecendo. - Falou um pouco agitado. - Ontem parecia que estávamos indo bem, e você...
   - Eu sei! Mas a verdade é que... - Ficaram em silêncio se encarando por alguns segundos, ela abaixa a cabeça e continua a falar. - Eu gosto de mais de você, mas o meu sentimento é apenas amizade. - Ao olhar novamente para ele, percebeu que seus olhos estavam fixos na janela, atrás dela.
   - Você gosta de outra pessoa? - Disse firme, ainda olhando pela janela. Sakura sentiu seu corpo gelar com a pergunta de Neji, mas já havia mentido para ele. Não queria esconder mais nada, ele não merecia isso.
   - Sim! - Disse com a voz um pouco falha.
   - Eu entendo! - Disse se levantando da cadeira e chegando um pouco mais perto dela, parando encostado na mesa. - Mas ele gosta de você?
   - Sim, ele gosta! - Disse encarando ele, tentando decifrar as expressões do ninja, mas não conseguia.
   - Sakura, você ficou tanto tempo apaixonada pelo Sasuke, e agora gosta de outro, bom pelo que parece. Me reponde uma coisa? - Ela acenou para ele, que agora a olhava nos olhos.
   - Você acha que vale a pena lutar por alguém? - Ele abaixou seus olhos, fitando o chão. E Sakura percebeu que não era dela que ele estava falando. Sentiu seu coração se aliviar com aquilo, mas não estava entendendo muito bem.
   - Eu acredito que temos que lutar por tudo que é importante para nós. - Ele olhou para ela com um sorriso nos lábios, um sorriso meigo.
   - Eu também tenho uma pessoa no meu coração, mas assim como você queria preencher o vazio que estava sentindo com outra pessoa. - Ela sentia como se uma pedra gigante tivesse saído de suas costas.
   - Então lute por ela. - Ela falou forçando um sorrindo. Ele assentiu.
   - É melhor eu ir! - Ele a olhou, e ela sentia compreensão em seu olhar. Ao sair ela desaba sobre a mesa, com os olhos fechados. Mas logo seus suspiros de alivio são interrompidos por alguém que entra na sala.
   - Amiga, o que esta acontecendo. - Ela levanta a cabeça e vê Ino, indo em sua direção. Se sente aliviada por ser ela ali, mas ao mesmo tempo perdida, já que sua melhor amiga tem um interesse pelo homem que a visitou ontem a noite. Se levanta rapidamente e abraça a loira deixando as lágrimas rolarem em seu rosto. Ino apenas retribui o abraço. E ficam assim por um bom tempo. Ao contrario do que Sakura pensou, sua amiga não perguntou nada, só ficou ali para sustenta-la.
   - Ino, será que você pode me ouvir? - Perguntou se desfazendo do abraço, e se sentando novamente.
   - Mas é claro né! - Falou puxando a outra cadeira para trás da mesa, ficando cara a cara com sua amiga.
   Sakura contou tudo o que aconteceu desde que ela saiu do hospital aquele dia para Ino, menos é claro a volta repentina de Sasuke e seu pedido de ajuda, tinha muito medo de ser interpretada mal. Ino explicou para ela que Kakashi foi procurar ela no hospital e que parecia muito abatido. Era incrível como sua amiga a entendia. Ficaram conversando por horas, e quando foi ver já estavam falando de coisas que não tinham nada a ver com os acontecidos, mas isso não fez com que Sakura esquecesse seus problemas. Sakura deu um sorriso de lado para sua amiga, que não parava de tagarelar, e a abraçou.
   - Obrigada Ino! Eu não sei o que faria se não fosse você! - Sabia que mesmo não podendo falar sobre Sasuke, Ino era mais do que especial só por estar ali por ela.
   - Ah para de ser tão sentimental testa de marquise! - Disse a garota se afastando do abraço. - Iai você vai na festa comigo então né?
   - Hum? Que festa? - Pergunta Sakura, toda perdida.
   - Mas você não muda mesmo em! Eu sempre escuto tudo o que você fala, mas você nunca ouve nada que eu digo! - Falou cruzando os braços enquanto Sakura tentava suprimir o riso. - Amanhã! - Gritou - A-ma-nhã! Na casa de Kiba! - Soletrou para que a amiga entendesse.
   - Não sei não! Vou pensar! - Sakura olhou para o relógio da mesa e viu que já eram mais de meio dia, e Kakashi disse que esperaria por ela. Então logo pegou suas coisas se despedindo da amiga que continuava implorando para que ela fosse na festa. Mas ela só dizia que "ia ver", enquanto saia. Tinha muitas outras preocupações em sua mente agora.
   Kakashi passou a manhã inteira preocupado por ter sentido Sakura tão distante dele, mas logo tentou afastar os pensamentos ruins de sua cabeça. Tomou um banho e resolveu fazer alguma coisa para eles comerem no almoço. Enquanto preparava a comida, tomou tanto chá que já estava se sentindo intoxicado, mas precisava se acalmar de algum jeito. Perder ela não era uma opção. Se surpreendeu ao ver a porta sendo aberta, olhou para as horas e viu que já passavam de meio dia.
   Sakura ficou um pouco surpresa ao entrar na casa e ver a mesa posta. Olhou para ele e sorriu, mas ele estava com a face triste, e com a máscara no rosto. O que deixou ela um pouco intrigada. Colocou suas coisas em uma cadeira e foi até ele. Passou uma das mãos por cima da máscara dele, enquanto apoiava em seu peito. E ele pôs as mão na cintura dela. Ela abaixou a mascara dele olhando em seus olhos, ambos abertos.
   - Kakahi... Me desculpa! - Sussurrou olhando para ele. Mesmo que ele não soubesse de tudo que tinha acontecido na noite anterior se sentia obrigada a pedir perdão. Queria falar pra ele sobre Sasuke, mas tinha medo da reação que ele teria. 
   - Você não tem porque se desculpar, e sabe bem disso. Eu que preciso do seu perdão. - Ele a abraçou sentindo o perfume que vinha dela. Ficou tão aliviado e tranquilo com ela ali, enquanto ela só se sentia ainda mais culpada pela resposta dele. - Escuta! - Falou, se afastando um pouco olhando sério para ela. - Se a comida estiver ruim não é minha culpa!
   Os dois riram com aquilo, e foram comer. Sakura ficava olhando para ele, tentando imaginar como as coisas seriam daqui para frente. Mas sabia que não seriam fáceis. Ainda existe a questão de ele ter sido seu professor, e ser mais velho que ela. Não estava certa se Tsunade permitiria que os dois ficassem juntos. O melhor agora, seria continuarem em segredo até saberem realmente o que fazer. O mais importante é que estavam juntos, o resto eles dariam um jeito. E quanto a Sasuke... Ela só podia pedir mentalmente para que ele não voltasse mais. Depois de almoçarem deitaram um pouco. Ainda estavam cansados da noite anterior, ela principalmente.
   - Sakura, esta tudo bem de novo entre nós. - Ele imaginava que sim, mas precisava ter certeza. Não queria se arriscar mais. Ela se virou para ele com um sorriso.
   - Sim! Está tudo bem entre nós amor!

Continua...
 


Notas Finais


É isso ai gente!!!!
A Sakura chamando ele de amor O.O será que ele aguenta ouvir isso gente????? kkkkk

Espero que tenham gostado!
Um bj, e se preparem que amanhã essa fanfic vai pegar fogo com o cap que esta por vir rsrsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...