História Quatro amigas e um segredo - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Romance, Suspense
Exibições 9
Palavras 657
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Quatro amigas e um segredo - Capítulo 11 - Capítulo 4

P.O.V Alyssa

Acordo com o som do despertador tocando, assim quando levanto a cabeça para achar o despertador sinto a mesma latejando, resultado do baile de ontem. Levanto e desço para tomar café com meus adoráveis pais.
Ao chegar a cozinha a visto minha mãe e meu pai sentados á mesa, sento sem dizer nada tomando meu café em silêncio pois minha cabeça dói feito a porra e eu não to afim de discutir a essa hora com eles.

- Bom dia filha. (ouço minha mãe dizer depois de alguns segundos)

- Bom dia (digo indiferente)

- Bom, daqui a pouco seu vôo vai sair então acho melhor você se arrumar, e a mãe da Charlotte irá levar você e suas amigas até o aeroporto. (disse meu pai autoritário)

Minha vontade era mandar eles irem pra puta que pariu, fala sério, eles não terem tempo nem pra me levar ao aeroporto no dia em que vou me mudar para os EUA? Não devia estar surpresa, eles sempre foram desse jeito.

Saio da mesa imediatamente e subo pro quarto tomando em seguida um banho e depois colocando a roupa que separei para a viagem, por fim saio pra esperar a mãe da Charlotte.

Fico uns 20 minutos sentada na minha varanda esperando ela, até que escuto o carro da mesma chegando. Mando meu empregado levar minha mala, sim, vou levar apenas uma mala, tenho dinheiro guardado, vou comprar tudo novo lá.

- Oi Alyssa - disse Charlotte me abraçando assim que desci para a encontrar.

- Oi linda - digo retribuindo o abraço.

- Andem logo meninas, o vôo sai daqui a 20 minutos. - Diz a mãe de Charlotte

Charlotte entra no carro e quando faço o mesmo ouço minha mãe falando.

- Filha nós te amamos, por isso estamos fazendo isso com você. - Diz ela ao lado do meu pai.

- Não enche. - carranco e fecho a porta do carro com força.

Mãe de Charlotte deu partida para fomos pegar as outras meninas.

Fomos buscar primeiro a Lua, a qual foi bem rápida pois já estava do lado de fora nos esperando, mas antes pude ouvir a mãe dela gritando com ela e ela mandando eles se foderem. Rio com a situação e a mãe de Charlotte me olha com uma cara feia e logo vira para frente novamente.

Lua entra no carro como um furacão e coloca seus fones de ouvido ignorando todos nós, ou seja, ela não está bem.

Logo depois fomos na Clarice, ela demorou um pouco pois tinha perdido a hora, ô menina dorminhoca. Ela entrou no carro falou comigo e com a Charlotte e em seguida olhou pra Lua que tinha ainda uma expressão feia em seu rosto.

- Esta tudo bem com a Lua? Ela está quieta demais... - ela fala baixo conosco.

- Não sei, também achei estranho mas... (disse olhando pra Lua que olhava através da janela ao seu lado).

Clarice apenas concordou e começou a ler seu livro.

A ida até o aeroporto foi rápida, chegamos em menos de 40 minutos. A mãe de Charlotte deixou a gente lá e se despediu dela com milhares de beijos e avisos do tipo "tome cuidado. Eu te amo. Me ligue assim que chegar.". Percebi que assim como eu, Clarice e Lua ficaram um pouco desconfortáveis com o tal afeto pois nossa relação como nossos pais não é muito das boas.
Depois de muito custo Charlotte se despediu de sua mãe e assim entramos no aeroporto. Lá já sabíamos que a partir desse dia seria tudo diferente em nossas vidas.

Demos as mãos e disse. - daqui pra frente é uma por todas e todas por uma.

- Que venham muita paz e harmonia para a gente. - Charlotte disse.

- Muito macho e festa - disse Lua.

- Muita diversão - disse Clarice.

- e muita piroka - eu disse por fim e nós nos abraçamos rindo.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...