História Quatro Destinos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 1.034
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que esteja funnnn uhu

Capítulo 5 - 01x05 - A Caminho da Felicidade


Fanfic / Fanfiction Quatro Destinos - Capítulo 5 - 01x05 - A Caminho da Felicidade

Quatro ratinhos saíam de suas tocas em busca do paraíso. Mas qual caminho seria o certo da felicidade? 

POV Alice / 18:40 PM

Enquanto subia as escadas, eu sentia meu coração disparado, eu não podia acreditar no que tinha acabado de ouvir. Parei em frente ao meu guarda-roupa e fiquei ali observando de pé as roupas que eu tinha, me virei com os olhos cheios d'água e não contive o choro após ver um retrato de meus amigos na parede. Caí de bruços sobre a cama e fiquei pensando no que poderia fazer para me ver livre dessa situação. Eu não podia perde-los, eram os únicos que me entendiam, e eu sabia que ir para outra cidade só complicaria mais a minha vida. Eu estava perdida.  Até que ouvi minha mãe subindo as escadas, eu não podia deixa-la me ver, precisaria ao menos falar com os outros, então não me restou outra saída... a janela. 

Ultrapassei a janela que não era muito larga, e fui dando passos lentos sobre o teto de casa indo para trás da casa, havia uma pequena escada lá, que utilizaram para subir e instalar a internet. Desci cuidadosamente mas não notei que tinha uma parte sem umas das barras da escada, ouvi o grito de minha mãe, que foi o suficiente para mim me distrair e ir de cara no chão. Não perdi muito tempo no chão, levantei-me sentindo meu rosto doer e pulei a cerca do vizinho, fui correndo pela rua de baixo, com uns leves machucados em meu rosto.

Após mais umas quadras abaixo, parei em baixo de uma árvore e abri a câmera frontal do celular. 

Alice: Céus... estou horrível! - Disse após analizar o pequeno sangramento que escorria de minha testa, até que notei uma mensagem de Andy, ele mandou um endereço novo de um local que eu nunca havia ido, mandando o encontrar lá. Observei o movimento de algumas pessoas conhecidas de mamãe me olhando estranhamente, então saí rapidamente dali.

POV Jasper / 19:29 PM

Estávamos nós três naquele quarto sujo, com uma rádio tocando falhadamente uma música antiga, eu me perguntava se Alice viria mesmo... Eu tentava me distrair nos braços de Andy sobre o acontecimento de hoje, mas bastava fechar os olhos... e eu podia lembrar novamente, como se fosse agora. 

Flashback

Meu pai mal adentrou em casa e eu podia ouvir sua voz lá de baixo perguntando sobre mim. Eu estava tenso, queria já chorar ali, porém Yasmin interrompeu-me.

Yasmin: Ele mal chegou e você já está com essa cara... - dizia balançando a cabeça negativamente - Precisa ser forte. - Passando uma de suas mãos sobre minha costa. 

Fui descendo as escadas logo atrás de Yasmin e antes de chegar perto dele, ele já podia gritar animadamente ao me ver.

Paul: Filhão! - Dizia abrindo os braços e andando mais a frente - Tá mais bonito! - Disse ao meio de risadas. Abri os braços logo o abraçando. Era tão estranho meu pai ali, eu olhava para minha mãe e eu via um riso forçado em sua face... eu não sabia o que fazer.

Paul: Jasper... - Franziu ficando sério - Está com maquiagem no rosto?

Jasper: Quê?! - Eu não sabia mais o que falar então Yasmin me puxou disfarçando enquanto tentava mudar de assunto. 

Yasmin: Tia cadê a torta de banana preferida do seu marido?! - Minha mãe teria ido na cozinha, enquanto meu pai comprimentava o resto da família ali, aproveitei e fui até a cozinha atrás de mamãe. Cheguei e ela estava com uma faca furando a torta para saber o ponto. Eu olhava para ela fixamente, praticamente analisando cada movimento que dava.

Dalva: Só vai poder comer depois de seu pai. - Falava admirando a torta

Jasper: Não é isso que estou observando. - Ela me olhou meio desentendida - Papai vai descobrir que tem um amante, com essa marca de chupão mal escondida no pescoço. - Ela soltou a faca e ficou destabilizada.

Dalva: E-eu... Não s-s-sei do que fala... - Tampava a marca jogando os cabelos longos para frente - E-está vendo coisas de mais...

Jasper: Não minta para mim mamãe! - Fui me direcionando a frente dela - Por quê faz isso com papai?!

Dalva: Não grite, não gritei - Disse tampando minha boca com uma de suas mãos - Podemos conversar mais tarde... - Retirei a mão dela sobre minha boca brutalmente e gritei mais alto ainda. 

Jasper: Eu quero conversar agora! Por quê faz isso com papai eu não te entendo! Se não o ama mais porqu- - Fui interrompido pela mesma que já gritava também

Dalva: Já falei que só conversaremos mais tarde! E experimente me desafiar para ver se não conto ao seu pai que temos um filho marica! - Eu fiquei completamente chocado ao ouvir aquelas palavras de mamãe. Mais chocado ainda quando vi que ela olhou para trás, observando meu pai nos olhar. 

----------

A porta se abriu quebrando o silêncio e era Alice.

POV Alice / 19:30 PM

Estava quase escuro quando cheguei, parei ofegante olhando o local ao redor, era feio por fora, o muro estava pinchado por fora e o portão quebrado, passei e logo vi mais da casa, por fora tinha um grande mato que cobria um pouco a parede de fora branca com uma pintura desgastada, fui indo em direção a porta e a abri, vendo todos de cabeça baixa, me olhando entrar. 

Sarah: Onde estava?! - disse se levantando para me abraçar - Estava para ir eembora já com esses dois nos amassos... 

Alice: Desculpa... - Após o abraço olhei para o rosto de cada um - Pelo visto não sou só eu com problemas... - disse sentando-me em um pufe preto, que estava meio rasgado. 

Jasper: Bem vinda a turma. - Disse com um sorriso fraco, encostando a cabeça sobre o ombro de Andy. 

Após várias explicações, todos ficaram em um silêncio longo, que os matava por dentro, estavam procurando consolo um em cada um... O medo se alastrou sobre o quarto enquanto olhavam para o nada, procurando algum meio de sair dessa.

Andy: Cansei de esperar. - Disse se levantando - Eu não posso conviver deixando cada um ir para seus caminhos...

Alice: Do que está falando? - Ergui a cabeça olhando para ele

Andy: Vamos fugir, todos nós.

Continua...



Notas Finais


01x06 - Após uma decisão um pouco precipitada, soltos pelo mundo, qual seria o primeiro caminho a pegar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...