História Quatro Paredes & um Alfa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Hoseok, Hoseok!alfa, Jikook, Jimin, Jimin!bottom, Jimin!ômega, Jungkook, Jungkook!top, Kookmin, Namjin, Taehyung, Taehyung!ômega, Taeyoonseok, Tiasung, Yoongi, Yoongi!alfa
Visualizações 178
Palavras 3.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyoung bolinhos!

Olha que voltou? Eu mesma depois de beber muito café!

Dei uma betada básica por cima então qualquer erro relevem ( ou me avisem para que eu possa corrigir)

Esse capítulo pode ou não ter ficado muito grande, mais eu tava tão inspirada escutando serendipity que só foi.

Lembrando que algumas iram mudar.

Mais enfim, boa leitura!

Capítulo 1 - Party


– Vamos hyung, vai ser divertido! – o loiro implorava mais uma vez naquele dia para o ômega mal humorado a sua frente. 

 – Aigoo Tae, eu já disse que não quero ir nessa festa! – respondeu já sem paciência enquanto abria seu armário. – Não gosto do Baekhyun, para falar a verdade, nem sei porque ele me convidou. – deu de ombros enquanto pegava alguns materiais para levar para casa. 

 Byun Baekhyun era um dos ômegas que faziam muito sucesso no colégio, tanto por sua beleza e também por ser muito extrovertido e rico, e também a quem diga que o ômega era muito bom com a boca. 

 – Não fale mal do Baek, ele é muito legal sim, mais você sempre sai de perto quando ele vem falar comigo! – respondeu ao rosado que mantinha sua expressão de tédio. – Fala sério, estamos entrando de férias e ele quis dar uma festa que você deveria se sentir honrado por ter sido convidado. Eu não quero nem saber senhor Park, você vai e ponto final. – concluio autoritário vendo o outro lhe lançar um olhar incrédulo. – Nem adianta me olhar com essa cara, e não se esquece de usar uma daquelas roupas que compramos no shopping outro dia! – piscou para o rosado, logo sumindo na multidão de alunos que corriam afobados pelos corredores.

 O rosado se manteve ali parado por alguns minutos, até que o fluxo de pessoas diminuísse, não iria se meter no meio de tanta gente, não quando a maioria eram os tão odiados - ao seu ver. - Alfas. Esses que para jimin eram sujos, nojentos, aproveitadores e ignorantes, odiava-os de todas as formas mesmo nunca tendo nenhuma relação com nenhum - E pretendia continuar sem ter. 

 Sabia muito bem qual era a deles consigo, já estava acostumado com as mãos bobas de alguns alfas em momentos de distração de sua parte, até porque, convenhamos que o Park não era a pessoa mais sociável do mundo, mais no quesito beleza esse não passava despercebido. 

 O ômega possuía uma beleza que cativava alfas, betas e até outros ômegas. Olhos castanhos "rasgadinhos" que se tornavam risquinhos quando por ventura dava seus melhores sorrisos, o deixando com um ar fofo, sem falar em seu corpo, que se tornava o ponto central de atração dos alfas por ser tão bem esculpido. 

  O único alfa em que o Park tinha confiança era Jung Hoseok, um de seus melhores amigos, os Jung e os Park até tentaram juntar os dois, já que eram bem próximos, mais nenhum sentia nada além de amizade pelo outro. Agora o jung namorava o ômega kim taehyung, que por um acaso era um de seus poucos amigos que não estavam consigo por outros interesses, aquele mesmo que acabara de obriga-lo a ir em uma festa.

 Jimin seguiu em direção a entrada do colégio, onde o carro que sempre o buscava já deveria estar, Já que o mesmo ainda não tinha carteira e odiava transportes públicos, sem falar que nem cogitava a possibilidade de vir caminhando, uma parte por preguissa e a grande maioria por medo, as ruas de Seoul podiam ser muito perigosas quando queriam. 

Ao avistar o transporte na entrada do colégio, Correu até o mesmo ao perceber que a maioria dos estudantes já havia ido embora e tudo já se encontrava mais deserto ali. 

 Todo o caminho foi resumido em jimin escutando uma de suas playlists favoritas em seu celular enquanto tentava achar os prós de ir para a festa do Byun. No final não achou nenhum que realmente o convenceu da idéia, mais segundo Taehyung, não tinha escolha, então apenas se deu por vencido e se deixou envolver pela música que resoava por seus ouvidos. 

Assim que adentrou sua casa pode ver algumas malas encostadas próximas a porta e logo dirigiu o olhar até seu appa que se encontrava entretido lendo algum livro no sofá da sala. 

 – Appa, você e a omma viajaram novamente? – Jimin se aproximou do mais velho vendo o mesmo direcionar o olhar a si.

 – Sim jimin, mais dessa vez não é nada sobre negócios. – jimin suspirou aliviado com a informação. As vezes achava que seus pais trabalhavam muito por serem donos de grandes empresas na Coréia. – Apenas iremos visitar sua avó em Busan, e como sabemos que não vai querer ir de qualquer maneira, vamos deixa-lo aqui. – concluio vendo o rosado assentir, realmente não fazia questão de ir. 

 – Hm tudo bem appa, eu vou subir e me arrumar para uma... 

 – Festa! – foi cortado por uma voz vinda da cozinha, então deduzindo ser sua omma, logo direcionou o olhar para o dono da voz que se aproximava. – Seu amiguinho Tae me falou, e também disse que você estava se recusando a comparecer, mais acho que você deve ir, bebê, quem sabe você não encontra alguém, uh? – de uma piscadela para o rosado se aproximando e depositando um selar na testa do mesmo, recebendo um revirar de olhar em resposta. 

 – Eu não vou achar ninguém omma Jin! – bufou recebendo um "veremos" do mais velho que se direcionava a porta com seu appa, logo se saindo da casa. 

 Bufou novamente e subiu as escadas sendo reverenciado por todas as empregadas que suspiravam pelo park de fios róseos. Iludidas... Era oque jimin pensava, a última que tentou se declarar foi demitida um dia depois. O Park não gostava nem um pouco dessas ômegas atiradas, e elas não viam que o mesmo támbem era ômega?

 Jimin adentrou o quarto que não estava mais bagunçado como havia deixado, óbvio que uma das empregadas já tinha limpado. Jogou sua mochila para qualquer lugar fazendo o mesmo com suas roupas, indo direto para um banho. 

  Relaxava seus músculos com a água morna da banheira enquanto pensava em coisas completamente aleatórias. Gostava de ficar assim, principalmente quando estava muito cansado ou irritado com algo. Pensava em quais roupas poderia usar, afinal, mesmo indo a contragosto deveria estar ao menos apresentável. 

 Nem havia percebido o tempo passar, acordou de seus pensamentos com batidas frenéticas na porta de seu quarto. Bufou saindo da banheira e enrolando uma toalha qualquer na cintura. Abriu a porta dando de cara com uma das empregadas que acabou boquiaberta e quase derrubando a bandeja que tinha em mãos.

  – Oque quer aqui? – falou seco, jimin conseguia ser simpático quando queria e com quem queria, mais quando era incomodado...  

– E-eu vim trazer seu jantar s-senh-   

 – Eu não quero... – bateu a porta na cara da empregada, que pelo barulho, havia derrubado a bandeja com tudo em cima. Jimin bufou pela décima vez naquele dia decidindo começar sua arrumação para o compromisso que estava por vir.

 Andou pelo quarto a procura de seu desodorante e um de seus melhores perfumes, logo depois indo em direção ao seu armário, tirando de lá uma calça de couro preta que Taehyung ensistia sempre que possível para que usasse e uma camisa cinza com estampas diversas junto a uma jaqueta também de couro. - Aqui entre nós, jimin amava couro, muitos diziam que caia muito bem em seu corpo. 

Começou a se vestir devidamente após ter vestido uma box preta. Começou pela calça, - na qual teve um certo trabalho por ser apertada em excesso.- assim que consegui vesti-la se olhou diante do espelho vendo que realmente Taehyung estava certo, aquilo marcava perfeitamente suas nádegas e coxas, só esperava conseguir se locomover com tal aperto em suas partes baixas, pegou um de seus tênis e calçou rapidamente.

 Vestiu a camisa cinza que não ficava mais tão folgada como quando havia comprado mais não deixava de cair bem em si e finalizou com a jaqueta de couro por cima, logo se olhando novamente no espelho satisfeito com o resultado. Lembrou de passar uma maquiagem leve que se resumia em: um delineado que deixava seus olhos rasgadinhos mais atraentes e afiados junto a um brilho labial sabor morango que deixava seus lábios cheinhos mais atraentes, não que tivesse a intenção de agradar alguém com aquele visual, mais depois de se olhar no espelho uma última vez, concluio que se fosse possível, ele próprio se pegaria. 

 Decidiu espirar mais um pouco de perfume em si e pentear seu cabelo de um modo que lhe agradasse, logo ouvindo novamente batidas na porta do quarto. – "Senhor Park, algum chamado Jung Hoseok o espera no andar de baixo." – a mulher avisou ainda do outro lado d porta, fazendo Jimin arregalar os olhos. 

 – Já irei descer! – respondeu enquanto procurava seu celular e guardava no bolso da calça, antes vendo que já eram quase oito da noite, realmente tinha passado muito tempo no banho. Destrancou a porta do quarto e desceu as escadas rapidamente encontrando o ruivo o esperando sorridente. – Olá, Hobi. – falou animado vendo o maior abrir um de seus lindos sorrisos. – Oque foi? 

 – Para quem não queria ir você se arrumou um tanto, não? – logo um sorriso malicioso adornou seus lábios. – Qual sua meta de ereções por hoje? – peeguntou brincalhão de referindo as calças que marcavam tudo e mais um pouco do corpo bem desenhado do rosado. 

 – Olha, se depender de mim, nenhum! – olhou para os lados enquanto era acompanhado por Hoseok até a porta. – Onde está o Tae? – perguntou seguindo o alfa até o carro do mesmo, logo abrindo a porta de trás do veículo. 

 – Falando de mim? – a voz grave do loiro fez jimin dar um pulinho de susto assim que entrou no carro. – Nossa Jimin, e eu achando que essa sua bunda não podia ficar taravel! – riu junto com Hoseok que acabava de adentrar no carro. 

 – Vocês são um bando de pervertidos mesmo. – cruzou os braços ouvindo o ruivo dar partida no carro. 

 O caminho todo se manteve assim, com muitas risadas dos três, mesmo jimin se segurando, acabou não aguentando as palhaçadas dos outros dois que insistiam em fazer as notas altas das músicas que tocavam no rádio.

 Ao chegarem no local, jimin Saiu do carro ao lado de Taehyung sentindo o vento relativamente forte bater contra seu rosto. Adentraram o local que era preenchido por várias pessoas se esfregando umas nas outras enquanto uma música em um volume bem alto tocava.

 – Olha ele ali! – Taehyung puxou o rosado por entre as pessoas em direção a um local pouco mais afastado, jimin deu graças a deus por ter se livrado do cheiro de bebida e dos olhares sobre si. – BAEK!! – o loiro gritava enquanto acenava para o garoto que logo chegou próximo a si com um grande sorriso nos lábios. 

 – Oi tae... – olhou jimin de cima a baixo logo voltando sua atenção a o loiro. – Vejo que conseguiu convencer seu amigo Jimin, não? 

 – Não foi uma tarefa fácil, mais nada é impossível para Kim Taehyung! – Disse convencido por seu poder de convencimento. 

 – Espero que aproveitem e... – o garoto foi interrompido por outro que o chamava próximo a pista de dança, logo deixando os dois ômegas sozinhos. 

 – Vamos dançar, Jiminnie! – o loiro puxou o menor que já tentava sair de fininho em direção a um lugar mais afastado. Mesmo a contragosto Jimin foi puxado pelo pulso até a pista de dança em que todos curtiam uma música eletrônica que não fazia questão de saber qual era no momento. 

Jimin então se rendeu aos pedidos do maior e se soltou na pista de dança - Afinal, adorava dançar. - movimentando seu corpo em um ritmo perfeitamente sincronizado com a música que sequer conhecia. Mesmo sem perceber atraiu muitos olhares para si enquanto estava em seu próprio mundo, tentando ignorar os olhares desejosos lançados para si, nem ao menos percebeu quando Taehyung saiu de perto de si para ir atrás de Hoseok em algum canto da casa.

Ao final da quinta música jimin já se sentia meio cansado, logo indo se sentar finalmente como queria dês de que havia chegado. Fechou os olhos por alguns segundos até sentir o espaço vazio ao seu lado no sofá afundar indicando que alguém havia sentado ali. Olhou rapidamente para o indivíduo ao seu lado, reconhecendo o rosto do mesmo. 

 – Jimin, não sabia que tinha vindo, geralmente você nega meus convites. – o alfa de madeixas loiras e aroma cítrico sorriu para o rosado que se sentou corretamente no sofá para logo direcionar a palavra ao outro. 

 – Eu não viria nessa se Taehyung não tivesse me obrigado, Jackson. – Respondeu ao alfa um elevando um pouco a voz já que mesmo sendo um lugar mais afastado ainda era bem audível a música alta. 

Jackson Wang era um dos poucos alfas com quem Jimin conversava casualmente, devido aos encontros do clube de dança na qual os dois faziam parte. 

 – Ah, Taehyung, entendo. – o alfa assentiu enquanto levava a garrafa esverdeada até seus lábios, bebericando o líquido que Jimin deduziu ser cerveja. 

 – Aish, como conseguem gostar disso. – Perguntou indignado se referindo a cerveja, arrancando uma risada nasalada do alfa. 

 – Beba um pouco, uh? – estendeu a garrafa esverdeada próxima ao rosto do menor que o olhou com desgosto. – Você verá que é bom. – Jimin ainda receoso tomou a garrafa da mão do maior, levando até seus lábios e dando goles generosos no líquido, tentando se acostumar com o gosto forte que o líquido possuía.– E então? – perguntou esperançoso. 

 – Eu...quero mais. — falou em um tom baixo mais que mesmo assim foi ouvido pelo alfa, que logo voltou a rir enquanto puxava Jimin até o frigobar lotado de bebidas. 

 Lá para a décima dose de cerveja jimin se sentia completamente diferente apesar do grande enjôo que as vezes o fazia querer vomitar. Se encontrava novamente na pista de dança quando sentiu braços arodearem sua cintura de maneira firme fazendo o menor arregalar os olhos ao sentir um volume roçar em suas nádegas cobertas e em um ato repentino ser virado de frente ao indivíduo até então desconhecido. 

Assim que os olhares se cruzaram Jimin arregalou os olhos e tentou se afastar do alfa que lhe encarava com um olhar faminto. 

 – Está gostando da festa, bebê? – perguntou com a voz rouca próximo ao ouvido do menor. 

 – Não te dei autorização para que me chame assim. você não tem namorado Sehun? – perguntou retoricamente ainda tentando se livrar do aperto que o maior fazia em sua cintura. 

 – Ele está se divertindo sozinho. – respondeu sorrindo ladino. – Poderiamos nos divertir também não acha, se aproximou para dar um beijo nos lábios do rosado, que logo desviou fazendo com que beijasse o canto de seus lábios.

 – Me largue! – Jimin choramingou sentindo a ponta do nariz do alfa em contato com sua derme. – SAIA DE PERTO DE MIM! – Jimin gritou empurrando o alfa para longe e automaticamente chamando atenção de muitos ali na pista. 

 Antes que o maior voltasse até si provavelmente irritado com sua atitude, jimin correu em meio a todas aquelas pessas a procura de Taehyung, que por milagre não estava tão longe dali.

 – Tae, vamos para casa! – falou afobado atraindo a atenção do loiro que o encarou confuso. 

 – Mais porque? Não está gostando? – indagou vendo o estado de desespero do rosado. 

 – Não. mande Hoseok me levar para casa! – pediu em tom choroso. 

 – Mais minnie, eu... – parou por um momento como se estivesse lembrando de algo, não contendo um sorriso que se iluminou em sua face por alguns instântes. – Venha comigo. – Puxou o menor pelo pulso, andando novamente em meio ao grande amultuado de gente. 

– Jungkook-ha! – chamou pelo garoto que parecia intretido enquanto conversava com alguns amigos mais que logo ao avistar os dois ômegas correu até os mesmo. 

 – Oi TaeTae. – A voz melodiosa - porém sexy - do garoto pronunciou de forma fofa o nome do loiro assim que se aproximou o suficiente. Jimin se pôs a admirar a figura a sua frente. Cabelos negros, pele bronzeada, físico perfeitamente definido, e dentinhos levemente avantajados - que fizeram Jimin lembrar de seu antigo coelho de estimação - prendendo os lábios extremamente convidativos enquanto prestava atenção nas palavras que Taehyung proferia. 

 – JIMIN! – Taehyung berrou bem próximo ao ouvido do rosado, fazendo-o dar um pequeno pulinho com uma expressão assustada. – Jungkook vai te levar para casa, então vá logo, uh? – Jimin logo direcionou seu olhar ao alfa ao seu lado que lhe encarava com um sorriso bonito nos lábios finos e bem desenhados. 

 Jimin assentiu ainda meio inseguro com sua nova companhia, mais que opção ele teria além dessa? Começou a dar passos largos em direção a porta, ao ver que não estava sendo acompanhado pelo maior, olhou para trás vendo que esse susurrava algo próximo ao ouvido do loiro, para logo depois ir até si. 

 – Vamos. – O moreno sorriu simpático para jimin que apenas retribuio mentalmente enquanto passava pela porta e respirava aliviado por finalmente ter saído daquela casa que exalava cheiro de álcool. 

Acompanhou o maior até o carro - que estava estacionado na frente da casa do Byun. - Se sentando no banco do passageiro e vendo o quão luxuoso aquele automóvel era, além disso, o aroma de amadeirado do alfa estava impregnado ali. Viu o moreno entrar no carro e pensou em perguntar se ele sabia seu endereço mais o alfa foi mais rápido. 

 – Você parece cansado. – riu fraco. – Pode dormir se quiser. – deu de ombros, logo dando partida no carro e se concentrando no trânsito. - que praticamente não existia pelo adiantar da hora. -. Jimin realmente estava cansado, então apenas se permitiu fechar os olhos por alguns minutos até chegar em sua residência.

.

 Jimin abriu os olhos lentamente, olhando para os lados e logo percebendo que não estava mais no carro daquele alfa e sim em uma cama. Forçou um pouco a vista devido ao escuro presente no cômodo e logo arregalou os olhos ao perceber que aquele não era seu quarto. 

 Tentou se se mover para pelo menos se sentar na cama, porém sentiu um aperto em ambos os pulsos, logo olhando e percebendo estar algemado ali. Arregalou mais ainda os olhos ao perceber estar sem suas roupas, então sua ficha caiu e se permitiu ser chamado de burro mentalmente. 

Havia entrado no carro de um desconhecido - ao menos para si, já que Taehyung parecia ter certa intimidade. - sem ao menos lhe falar o endereço de sua casa e ainda conseguiu adormecer durante o percurso. 

 Sentiu os pelos de sua nuca se erigejeceram após o rangido estridente da porta do quarto se fazer presente. Forçou os olhos novamente, oque foi em vão pois não conseguia avistar quem era. 

 – Q-quem é? – perguntou receoso e se encolhendo minimamente quando ouviu passos que indicavam a aproximação da pessoa. 

 – Não é óbvio. – abriu lentamente os olhos que acabaram fechando anteriormente sentindo a respiração quente próxima ao seu ouvido. – Sou seu novo alfa, bebê.    


Notas Finais


Bom, espero que tenham gostado e até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...