História Que dure todo inverno. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Como Treinar o seu Dragão, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante, Valente
Personagens Anna, Astrid, Bocão, Elsa, Flynn Rider, Hans, Jack Frost, Kristoff, Mérida, Personagens Originais, Rapunzel, Soluço
Tags Amizade, Amor Adolescente, Brigas, Romance, Sexo
Exibições 270
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem! 😘

Capítulo 3 - Barraco.


Fanfic / Fanfiction Que dure todo inverno. - Capítulo 3 - Barraco.

__ Você vai aceitar sim. _Anna dizia com as mãos nos quadris.
__ Não vou não. _respondo lhe dando as costas.
__ Mas Elsa, qual a última vez que você teve um encontro? _ela rebate.
__ Não adianta Anna, eu não vou. _cruzo os braços impaciente.
__ Mas o Soluço é tão fofo mana. _ela faz biquinho.
__ Isso eu sei, mas não estou interessada em namoro.
__ Mas não é namoro, é só um encontro.
__ Eu já disse que não. _respondo por fim entrando no banheiro.
__ Bem que o Jack disse que você é a rainha do gelo. _ela fala baixinho, mas consegui ouvir.
__ Aquele metido me chamou de quê? _abro a porta.
__ Nada!
__ Diga para seu amiguinho que rainha do gelo é a senhora sua mãe. _respondo furiosa batendo a porta
__ Não seja implicante, ele duvidou que você iria, mas eu acreditei que iria sim. _abro a porta novamente.
__ Ele disse o quê?
__ Apostou comigo que você não sairia com o Soluço. _ela faz bico.
__ Aquele… _bufo irritada. __ Pois se arrume, vamos às compras.
__ Pra quê?
__ Tenho que escolher uma roupa para meu encontro. _digo por fim e fecho a porta, ouço Anna gritar de alegria.

Eu realmente estava irritada com aquele garoto, já fazia uma semana que voltei para casa e todos os dias esse tal Frost aparecia lá em casa para ver Anna e sempre que podia soltava suas piadas sarcásticas para mim, o bom de tudo isso era que Soluço sempre vinha com ele e ficávamos horas conversando na sacada. Pegamos o número um do outro e todos os dias eu falava com ele, era tudo divertido ao seu lado e me sentia muito bem quando estava por perto, principalmente quando Frost ficava me encarando com cara de poucos amigos, então ele resolveu me convidar para sair o que ocasionou nessa discussão com Anna.

Fomos para o centro da cidade fazer compras, aproveitei e fui ao salão de beleza fazer pé e mão, minha querida mana também não ficou de fora, devo ter comprado a cidade inteira, porque do jeito que sou indecisa não saberia o que vestir. Eu e Anna paramos em um café e ficamos um tempo falando de coisas aleatórias até que de repente seu sorriso desaparece e começa a olhar para um ponto fixo, acompanho seu olhar e vejo Frost na cafeteria, mas não estava sozinho, ele estava abraçado a uma garota com uma roupa de couro toda verde, Anna baixa o olhar triste e minha vontade era de socar a cara daquele imbecil.
__ Vamos embora Elsa?! _ela pede baixinho.
__ Não vamos não, eles que se retirem. _olho para os dois e depois viro para Anna.
__ Você não entende, aquela é a Fada do dente. _me viro para olhar a criatura de verde e depois olho pra Anna confusa.
__ Que diabos de nome é esse?
__ Ela se chama assim porque ela e suas amigas quebram os dentes das garotas que se metem com o Jack. _ela sussurra e eu estreito os olhos.
__ Aquela criatura já te bateu?
__ Tive que fazer implantes depois da martelada na boca. _ela diz quase chorando e meu sangue ferveu.

Agora fiquei infezada.

__ E por quê só agora estou sabendo? _cruzo os braços.
__ Não tinha necessidade de aborrecer você. _ela continua de cabeça baixa.
__ Só que agora estou aborrecida Anna e muito. _seus olhos estão marejados. __ Você podia ter morrido por causa desse cara.
__ Mas o Jack não tem culpa dela ser louca.
__ Ah como tem! Porque se fosse um bom amigo não andaria agarrado com aquela garota depois dela quase ter te matado. _Anna permaneceu quieta. __ Não é a toa que sou a rainha do gelo. _jogo o guardanapo na mesa e me levanto.
__ Aonde vai Elsa? _ela segura meu braço.
__ Ninguém mexe com minha irmã. _me desvencio da sua mão e caminho até o feliz casal. __ Hey! _chamo e os dois me olham, Frost logo perde o sorriso.

Mando as boas maneiras para o inferno e acerto a cara daquela vadia com um soco, ela só não cai porque seu namoradinho a segura, mas sorrio vitoriosa quando vejo o sangue sair do seu nariz.
__ Está louca garota? _Frost grita.
__ Olha aqui sua vaca, se você encostar um dedo sequer na Anna eu juro que mato você e te enterro nessa neve. _ela fica chocada, mas logo tenta partir pra cima, Frost a segura e eu permaneço ereta.
__ Se considere uma garota morta loira. _ela diz com escárnio e eu dou uma risada sarcástica.
__ É mesmo? Você e sua boiada vão atrás de mim? _faço cara de medo falso. __ Aí meu Deus que medo! _faço biquinho e depois me ponho ereta de novo. __ Está avisada "Fada do dente", encostou na minha irmã é caixão e vela preta pra você. _aponto o dedo e me viro com elegância.

O loiro me encara perplexo, mas não me importo, vou até Anna que logo ganhou um brilho no olhar, paguei a conta e passei pelo casal de cabeça erguida, porque nada me intimidava, nem mesmo uma valentona. Depois de sair da cafeteria, caímos na gargalhada, Anna começou a imitar minha ação e eu ri de tudo, mas com toda certeza seria capaz de matar um pra defender minha irmã, de repente escuto alguém chamar, nos viramos.
__ Hey Anna! _um rapaz robusto e loiro com o uniforme da cafeteria corria ofegante. __ Você esqueceu sua bolsa. _ele põe as mãos nos joelhos procurando fôlego.
__ Aí meu Deus! Eu esqueci completamente. _ela põe a mão na boca. __ Obrigado Kristoff! _sorri para o rapaz que tem o olhar brilhante sobre ela.
__ Disponha Anna. _ele cora quando ela sorri e lhe entrega a bolsa.
__ Como vai o Olaf? _ela pergunta.
__ Ele vai bem! _o rapaz com certeza tem uma queda por ela.
__ Melhores pra ele e obrigado de novo Kris. _ela deposita um beijo na sua bochecha e ele fica mais vermelho ainda.

O rapaz corre de volta para a cafeteria, Anna e eu continuamos o caminho, mas minha curiosidade sobre o tal rapaz era muito grande e acho que ele seria perfeito pra ela poder esquecer aquele bad boy de cabelo branco.
__ Então… quem é seu amigo? _pergunto sorrindo.
__ Você fala do Kris? _assinto. __ Estuda na mesma escola que eu, é um bolsista.
__ Parece que ele gosta de você. _ela arregala os olhos e fica vermelha.
__ Deixa de brincadeira Elsa, eu e o Kris nem sequer somos amigos, ele é muito bobo.
__ Mas esse bobo é bem gatinho. _sorrio cúmplice e ela cora.
__ Para com isso Elsa, deixa minha vida de lado e vamos nos concentrar no que importa. _ela muda de assunto.
__ E o que seria?
__ Seu encontro com o Soluço. _ela sorri e eu bufo. __ E também queria saber… onde aprendeu a bater daquele jeito?


Notas Finais


E aí, gostaram??
Deixem nos comentários o que acharam! 👇

💋💋💋 no ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...