História Que Será, Será... - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Bts, Mais Ou Menos Uma Songfic, Namjin, Romance
Visualizações 12
Palavras 1.905
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Então gente… quem diria ein. Chegamos na primeira parte do último capítulo. Espero não ter corrido muito com essa história e ao mesmo tempo espero não ter enrolado muito com ela(eu não sei o quero também neh? XP)
Enfim, que gostem desses ultimos caps. Eu falo mais no ultimo cap.

Musicas: Mighty Long fall do ONE OK ROCK, Walk throught the fire do Zayde Wolf feat. Ruelle, Let me know e Rain do BTS e Young do The Chainsmokers.

Capítulo 7 - Que será, será... parte 1


Fanfic / Fanfiction Que Será, Será... - Capítulo 7 - Que será, será... parte 1

Por duas semanas, Kim Namjoon ia esperar por Kim Seokjin no ponto de ônibus perto da faculdade ou ia até o portão da faculdade, na esperança de ver pelo menos a sombra do moreno passar em algum canto.
Enquanto isso, o outro, de uma maneira que era impressionante até para ele mesmo, conseguia com maestria e ajuda do melhor amigo, Hoseok, é claro, contornar qualquer possibilidade de um encontro com o loiro.
 

-Por que você está fugindo dele?- Perguntou o mais novo, enquanto Seokjin se esgueirava por trás dele, se certificando que o outro não estava por perto.

-Não quero falar sobre isso.

-Hyung, olha, eu não sei o que aconteceu entre vocês mas…- Hoseok se virou e agarrou os ombros largos do moreno, o fazendo ficar quieto por um segundo.-Eu acho que vocês deveriam conversar.

-Que? Conversar? Não temos nada do que conversar.

-Aaah, mas eu acho que tem sim. Você não pode ficar fugindo desse jeito e você sabe disso. Uma hora ou outra você vai ter enfrentar o que quer que esteja por vir.
 

Hoseok estava certo, é claro, mas Jin estava com medo de que o que ele tivesse visto fosse realmente a verdade, fazendo com que ele temer que seu coração já quebrado, parasse de vez, o que cientificamente falando não aconteceria, mas sentimentalmente falando, teria a mesma sensação.

No dia seguinte, ele acabou esbarrando com Yoongi em uma de suas rotas de fuga. O garoto de cabelos platinados parecia esperar que ele passasse por ali, pois estava encostado na parede, os braços cruzados na frente do peito parecendo um pouco musculosos por causa do tecido de couro apertado, o olhar baixo, encarando os próprios tênis brancos, mas que logo foram na direção do rosto do moreno, que começava a entrar em pânico, sentindo seu coração se apertar com somente o pensamento de que talvez Namjoon aparecesse a qualquer momento.
 

-Calma lá garoto. Namjoon, não está aqui.-Yoongi andou alguns passos na direção do mais velho, descruzando os braços e bagunçando os cabelos enquanto ainda o encarava.-Mas eu deveria chamá-lo.

-Por favor…-Jin começou a pedir, mas não conseguiu terminar a frase quando viu o rosto de Yoongi se contorcer em uma expressão desacreditada, com os olhos apertados e as sobrancelhas se unindo.

-Eu deveria, mas não vou chamá-lo. O problema de vocês não é da minha conta.

-Obrigado.

-Não é da minha conta mas…-Continuou.-Você realmente deveria ir vê-lo.

-N-Não posso.-Jin se odiou por ter gaguejado. Seu coração apertava só de pensar no rosto do loiro e ele sabia que na verdade queria vê-lo, mas o medo falava mais alto.

-Não pode ou não quer? Jin, aquele moleque já deu o primeiro passo pra tentar concertar o que for que tenha dado errado. Agora é a sua vez de se aproximar, porque se ele continuar andando pra frente e você pra trás… Uma hora ele vai parar de tentar.
 

As palavras do mais novo naquele dia, acertaram Seokjin como um raio. Ele estava certo, Namjoon realmente estava dando seu melhor para estender a mão em sua direção e falar com ele, somente ele estava se afastando.

Mas foi somente no começo da terceira semana que decidira que tentaria encarar Namjoon desde que tinha ignorado todas as ligações e mensagens, que já totalizavam 540 coisas das quais decidira não ver, até escutar dos lábios irritantemente perfeitos dele o que queria dizer.

Ele segurou as alças de sua mochila forte, respirando lentamente, o mundo ficando em câmera lenta enquanto ele andava pelos corredores lotados da faculdade, seu coração sendo a única coisa que ele ouvia. Hoseok passou pelo mais velho, lhe dando um sorriso encorajador enquanto se dirigia para sua última aula.

Quando Seokjin conseguiu avistar Namjoon de longe, vestindo uma camisa branca de mangas compridas, uma calça preta com um rasgo somente na parte dos joelhos em ambos os lados, seus cabelos loiros brilhando de um jeito que irritava o moreno, já que a luz do sol simplesmente parecia se aninhar em cada fio, fazendo eles parecerem ser de ouro e aquilo o irritava pois o fazia perceber como ainda na verdade amava demais o garoto.

Ele parou em seus passos. Continuou encarando o mais novo por mais alguns segundos enquanto dava passos para trás e depois se virava para ir na direção contraria da multidão.
 

-PARK JIMIN!!-Era a voz do loiro que esbravejava um nome desconhecido, o que fez o moreno parar e se virar, mas ele não viu nada e só escutou uma garota gritar quando o outro gritara novamente.-SEU CANALHA!!!
 

Quando Jin finalmente foi ver o que estava acontecendo, teve que empurrar e passar por um número de pessoas que estavam pararam seu caminho para assistir, gravar ou simplesmente olharem espantadas a cena que o moreno logo conseguiu ver se desenrolar diante de seus olhos, já que praticamente estava na primeira fileira junto de outras pessoas.

Namjoon lançava socos na direção do garoto de cabelo flamejante, que conseguira desviar de um e dar outro no estômago do loiro enquanto ele mesmo levava um no rosto, o fazendo cambalear para trás e logo cair quando o loiro partiu para cima dele em uma investida parecida como aquela que apareciam em alguns filmes de ação.

O loiro prendeu o menor pela cintura ao ajoelhar-se em cima dele, depois começando a socar o outro, que tentava se livrar dele e se protegia o máximo que conseguia dos socos.
 

-Foi você, não foi?! É sua culpa!-Gritou em meio a um soco e outro.-Você falou algo pra ele! Eu sei que foi você!-Em meio a essas frases, Jimin conseguiu dar um soco em Namjoon, o fazendo cair para o lado e dando-lhe a oportunidade de se levantar.

-Eu te avisei não foi Joonie?

-NÃO ME CHAME ASSIM!!!-Bravejou, enquanto corria na direção do menor e lhe dava outro soco.-Você não sabe de nada! Ele não é como você!
 

O moreno não fazia ideia do que estava acontecendo, mas ele sabia, com certeza, que aqueles dois tinham uma história e uma não muito bonita pelo jeito que gritavam um com o outro e se socavam sem parar. Namjoon já estava com o lábio sagrando e a camisa toda suja de ter rolado e caído no chão, assim como Jimin também tinha seu rosto cheio de machucados e um corte acima da sobrancelha, de onde um fio de sangue escorria.
 

-Ha! Como você pode ter tanta certeza hein? Vai ver ele estava te usando também e você foi trouxa de novo!

-Cala a boca!!-O loiro se lançou novamente na direção de do menino de cabelos flamejantes, fazendo os dois caírem e rolarem no chão.

-Você é um covarde!*Soco * Era pra você ter ficado do meu lado*soco * e você foi embora quando eu precisava de você.*soco* Não se atreva a dizer *soco * que vocês são parecidos*soco * por que não são!!*Soco *
 

Foi somente no último soco que o loiro dera que Seokjin percebera que ele também chorava e aquilo fez um nó se formar em sua garganta e lágrimas começarem a brotar em seus olhos. E antes de Namjoon dar mais um soco, uma mão o parou, era Yoongi, que aparecera do nada, sem ser visto por Jin e por Namjoon.

Yoongi olhou aterrorizado para o estado em que Jimin estava, sangue escorrendo de sua boca, seu rosto todo machucado dos vários socos que Namjoon lhe dera. O menino de cabelos platinados, se virou para encarar o loiro, mas agora era uma expressão de fúria misturado com descrença seguido de algo que nem um dos dois esperava que acontecesse, o platinado deu um soco tão forte no loiro, que fez o garoto cair no chão e ficar lá grunhindo e se contorcendo.

Seokjin sem pensar duas vezes correu na direção de Namjoon, se ajoelhando perto dele enquanto jogava a mochila no chão e segurava sua cabeça, observando Yoongi virar as costas e ir embora deixando tanto o amigo, quanto o menor pra trás.

Levantando o loiro com cuidado, enlaçando sua cintura ao mesmo tempo que pegava sua mochila, o moreno o carregou para dentro da faculdade, na direção da enfermaria, o colocando deitado em uma das três camas que haviam ali dentro, enquanto o garoto ainda grunhia por causa da dor.
 

-Ugh… o Yoongi-hyung vai me pagar por isso.-Disse grunhindo enquanto se levantava e sentava na beirada da cama.

-Por que você está se mexendo? Fique quieto.-Colocando uma caixa de primeiro socorros, que tinha encontrado em um dos armários, no chão junto de onde estava sua mochila, ele arrastou uma cadeira, se sentando na frente de Namjoon.
 

Dando um sorriso de canto, o loiro abaixou a cabeça fechando os olhos com força quanto o moreno começou a limpar seus machucados.

O silêncio reinava naquela enfermaria, fazendo o mais velho se sentir um pouco incomodado, porque ele sabia que Namjoon tinha algo a dizer, mas ainda não dizia e o moreno não queria adiantá-lo, mesmo que aqueles minutos que se passavam o agoniavam muito.
 

-Eu… eu vou jogar isso fora.
 

O moreno finalmente quebrou o silêncio quando precisou se levantar para jogar fora a gaze suja de sangue que segurava. Mas no momento em que se levantou, sentiu seu pulso ser agarrado e o toque lhe fez prender a respiração por um segundo e se virar para encarar a mão do loiro que envolvia seu pulso, os nós de seus dedos cheios de cortes avermelhados.
 

-Porque você não respondeu minhas ligações e mensagens?
 

A pergunta fez Seokjin sentir como se fosse começar a chorar ali mesmo quando se lembrou da cena do loiro com o mais baixo, como se fossem se beijar e depois a cena dos dois se batendo dentro da faculdade, quase matando um ao outro. Tudo aquilo o estava deixando louco, confuso e ele não sabia mais o que pensar.
 

-Jimin disse algo pra você não foi?-Perguntou quando Seokjin não respondeu.

-Eu nem sabia que esse era o nome dele até hoje, quando você o chamou.-O moreno conseguiu responder, desviando seu olhar, evitando lhe mostrar as lágrimas que ameaçavam cair.

-Então ele falou com você.-Namjoon se levantou de repente.

-Não, ele não falou.

-Então… o que houve? Porque você está me ignorando?-O loiro segurou os ombros do mais velho e o virou para si.-Porque você não está olhando pra mim?

-Porque eu não sei no que acreditar mais!
 

Quando as lágrimas finalmente começaram a escorrer, Seokjin agarrou a mochila e correu. Correu o mais rápido que conseguiu. Achava que o loiro não conseguiria acompanhá-lo por causa dos machucados, mas estava enganado pois o garoto fora rápido. Por coincidência, conseguira chegar no ponto a tempo de entrar no ônibus que o levaria pra casa, a porta se fechando logo depois que entrara.

Ele só viu um Namjoon frustrado vendo o ônibus partir enquanto se sentava em uma das cadeiras no fundo do ônibus, escondendo seu rosto nas mãos, respirando fundo e tentando evitar as lágrimas ao máximo.
 

Kim Seokjin... Pensou consigo mesmo. Seu covarde. Você só está adiando o inevitável.
 

Ao descer no ponto, percebeu que estava chovendo. Quando as gotas geladas acertaram seu rosto meramente fechou seus olhos, deixando que as lágrimas caíssem junto da chuva. Nem se importou que seu material pudesse encharcar, simplesmente andou, sentindo seu cabelo grudando em seu rosto e as roupas pesarem mais ainda o seu corpo.

O que ele não esperava, no entanto, era ver um Namjoon, igualmente encharcado parado na frente da porta de sua casa.


Notas Finais


Sorry.... tive que parar aqui. Percebi que esse cap ia ficar muito grande então... tive que dividir em dois. Espero que vocês entendam.
E sim... aquela lutinha mal escrita era a única violência nessa fic. Não sou boa descrevendo lutas.
Nota mental: Nunca mais escrever lutas.
Vejos vocês no último cap então…
Beijos e queijos~~ Até
Ah! Antes que eu esqueça. Se eu demorar é por causa da faculdade e porque eu também estou fazendo a imagem dos caps, então por favor entendam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...