História Quebrando as regras em KHS - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Amor, Briga, Comedia, Declaração, Drama, Emoção, Filhos, Gaaino, Garotas Rebeldes, Garotos Apaixonados, Inodei, Itasaku, Mortes, Naruhina, Nejiten, Painsaku, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Suícidio, Superação, Suspense, Treta, Tristeza
Exibições 62
Palavras 5.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, demorei mais cheguei.
Capítulo quentinho saindo do forno.
Espero que curtam.

Capítulo 27 - Hinata


QAREKHS.

 

HINATA. 

 

Line_Santtos.

 

 

****

 

"Viva o bastante para poder se recordar das boas lembranças sem ter que lamentar por algo que você fez ou não, apenas viva, pois cada dia pode ser um novo recomeço, apenas viva com mais alegria no peito, na esperança de que tudo irá melhorar, apenas viva, viva do seu jeito"

- Line_Santtos.

 

**

 

Hinata chegou em sua casa completamente angustiada, se sentia tonta, sua cabeça doía, seus olhos ardiam e seu corpo estava fraco.

 

-Por que isso está acontecendo comigo? 

 

Foi até o banheiro e se olhou em seu espelho, veias começaram a aparecer ao redor de seus olhos.

 

-AAAAH- Se abaixou -QUE DOR É ESSA?

 

-*-

 

Sasuke tinha acabado de chegar em seu apartamento, não se lembrava direito do que havia acontecido na noite anterior. Só vinha uns flashes em sua cabeça.

 

-Maldita dor de cabeça que não passa logo -Reclamou enquanto entrava em seu quarto. 

 

Se sentou perto de uma mesa, onde tinha um retrato, onde estava a foto de Sakura.

 

-Ah - Suspirou -Onde foi que erramos, Sakura?

 

"Emo gay"

 

-Quando foi que você deixou de gostar de mim, e começou a gostar do Naruto? Quando?

 

"Luta por ela"

 

-E a Hinata?Tão legal, tão sua amiga, tão apaixonada pelo Naruto, como ela fica nessa história toda?

 

O seu celular que estava em cima da cama começou a tocar. Sasuke se levantou de sua cadeira e foi até o mesmo.

 

-Sasuke Uchiha falando.... O que?...E-eu posso pensar por uns dias?....Tudo bem, prometo que pensarei muito bem, até logo -Desligou e olhou para o retrato de Sakura. -Será que eu devo ir?

 

Sasuke foi até a janela de seu quarto e ficou olhando para o nada, ele não podia beber, mad precisava.

 

-*-

 

-Que história é essa de que eu devo me casar com o Gaara?- Saori entrou sem bater na sala de seu padrasto, Orochimaru.

 

Orochimaru estava falando ao telefone, quando viu Saori, ele desligou o mesmo e deu um sorriso alegre para a ruiva que não nenhum pouco contente em sua frente.

 

-Olá, filha.

 

-Não sou sua filha. 

 

-Bom, as empresas Sabaku's estão quase falindo, e se Gaara se casar com você vai salvar as empresas, e você vai ter o sobrenome "Sabaku".

 

-ISSO NUNCA!

 

-O q...

 

-EU NUNCA VOU ME CASAR COM ALGUÉM QUE NÃO AMO, GAARA AGORA É COMO UM IRMÃO PRA MIM.

 

-O seu único irmão é Sasori Akasuna.

 

-Gaara está apaixonado por Ino Yamanaka, ela é muito bonita, dona de muitas empresas, e sem falar que eu não sinto nada por ele. Dá pra entender ?-Se exaltou.

 

-Não -Disse Orochimaru totalmente sério.

 

Saori fez uma cara de assustada, e logo após um cara meio triste.

 

-Orochimaru...

 

-Saori, seu pai está te olhando lá de cima, dê ao menos esse orgulho para ele. Deixe de ser uma inútil.

 

Orochimaru saiu da sala deixando Saori pensativa.

 

Era guerra que ele queria?

 

-Inútil -Repetiu Saori -É isso que eu sou, é isso que eu sempre fui, uma inútil.

 

Então era guerra que ele ia ter.

 

-*-

 

-Naruto, podemos conversar? -Perguntou Neji.

 

Neji estava sério, usava um terno preto com uma gravata azul que tinha umas listras brancas bem fininhas. Seu cabelo estava amarrado em um coque samurai.

 

-Claro, aconteceu alguma coisa?

 

Naruto fechou o livro que estava lento e olhou para Neji.

 

-Qual é o seu problema? gosta da Sakura, mais tem ciúmes da Hinata. Se decide.

 

-Cara, Hinata me magoou muito, confiou no Shino...

 

-E você confiava na Shion. 

 

Naruto mordeu os lábios, não estava nenhum pouco afim de falar sobre aquilo. 

 

-Tá, mais ela foi super cruel com a Sakura.

 

Neji bufou e revirou os olhos.

 

-Você mesmo disse que ela estava sendo manipulada pelo Shino. Naruto, você era completamente apaixonado pela Hinata, onde está toda aquela paixão?

 

Neji jogou as mãos para o alto e fez uma careta que dizia "o que você  tem na cabeça?"

 

-Morreu.

 

-Morreu?assim, do nada?

 

-Sim.

 

-Você sabe que Sasuke gosta da Sakura.

 

Okay, Neji já estava apelando para o lado sentimental de Naruto, isso era óbvio.

 

-Mais tava se esfregando na Hinata.

 

-Eles estavam bêbados, entende isso de uma vez. Você não está apaixonado pela Sakura, isso tudo é uma obsessão sua.

 

-Neji, vá embora.

 

-Ok, eu vou, mais que fique bem claro, Hinata está agindo muito estranha, e caso ela decida sumir da sua vida, não venha querer chorar no meu ombro.

 

Neji saiu irritado, arrumando a gravata de seu terno.

 

- Naruto -Chamou Karin- Acho que Hinata está com problemas.

 

-*-

 

-Já vai -Disse Ino, indo abrir a porta - Oi.

 

-Oi.

 

-Você é aquela mulher da balada, aquela que esbarrou no Gaara, não é?

 

-Sim, me chamo Saori Akasuna, eu posso entrar?

 

-Claro. 

 

-Desculpa.

 

-Não, tudo bem, sente-se.

 

-olha, vou direto ao ponto, Gaara é meu ex.

 

-Olha, se você veio brig...

 

-Eu não vim brigar, vim pedir sua ajuda.

 

-Como assim?

 

-É uma longa história, vou tentar resumir para você. Gaara namorava comigo, mais terminou o namoro quando te conheceu pois estava gostando de você, acontece que antes disso, havia uma grande confusão entre Gaara e Naruto, porque Naruto gostava de mim, e Gaara também, e no fim eu escolhi o Gaara, demou um tempo para os dois voltarem a serem amigos. Bom, muito tempo passou depois que Gaara terminou comigo, virei fotógrafa, e resolvi vir morar aqui em Konoha, mais as empresas do Gaara estão falindo, e meu padrasto quer que ele se case comigo para assim salvar as empresas, mas eu não quero, e acho que você gosta dele, e fiquei sabendo que você é dona de várias empresas. 

 

-Onde você quer chegar com isso, Saori?

 

-Ino, eu quero que você se case com o Gaara, antes que meu padrasto faça a cabeça dele, para se casar comigo.

 

I

 

no olhounos olhos de Saori, a ruiva parecia ser sincera.

 

-*-

 

-Neji, está tudo bem?- Perguntou Konan.

 

-Sim, só estou meio pensativo.

 

-Pensado na Tenten?

 

-Tá tão óbvio assim?

 

-Tá mais do que óbvio. Olha, dizem que homem não chora, isso é mentira, quem é o ser humano que não chora? -Perguntou rindo -Vá pra sua casa, chore bastante, lembre da Tenten, coloca tudo pra fora.

 

-Como se isso fosse me fazer bem.

 

-E vai. Só não vale beber.

 

-Acho melhor eu deixar isso com o tempo, afinal de contas, ele cura tudo.

 

-Neji, se o tempo curasse tudo, então na farmácia só venderia relógio.

 

-Bom saber que você sempre tem uma resposta na ponta da língua- Disse rindo.

 

-Vai pra sua casa, sorvete de chocolate é uma ótima opção para acompanhar o choro.

 

-Deveria ser psicóloga.

 

-E você, deveria desencalhar.

 

-Ai, essa doeu na alma.

 

-Não seja bocó. Vai pra casa, te recomendo assistir algum filme romântico.

 

-Tipo?

 

-Sei lá, talvez "A culpa é das estrelas" ou "Um amor pra recordar".

 

-Não exagera vai, eu sei que eu tô no poço, mais ainda não estou no fundo dele.

 

Konan riu.

 

-Ótimo, vai conversar com sua prima então, afinal de contas vocês dois estão sofrendo por amor.

 

***

 

Hinata estava em sua casa já um pouco melhor, apesar de não saber o que estava acontecendo ela resolveu esquecer tudo.

 

Ela escutou algumas batidas na porta e foi correndo atender, achou que era Naruto, mais quando abriu a porta...

 

-Sasuke.

 

-Eu...Tô sofrendo.

 

Sasuke estava vestindo uma camisa branca de mangas longas, um colete azul escuro, calça jeans e um all star branco, seu rosto estava vermelho, seus olhos estavam vermelhos, ele estava chorando.

 

-Ai meu Deus. 

 

-Hinata, todos me deixaram, Sakura, Naruto, o que aconteceu com a gente? O que há de errado comigo?

 

As lágrimas no rosto do Uchiha não paravam de rolar, seu rosto já estava ficando inchado.

 

-Sasuke - Hinata o puxou para dentro de seu apartamento - Por favor me diz que você não bebeu.

 

-Eu bebi.

 

Ele se sentou no sofá e olhou para suas próprias mãos.

 

-Vou te matar.

 

-Não vou fazer falta mesmo.

 

Hinata suspirou.

 

-Não devia ter feito isso. Onde está aquela sua inteligência?

 

-Foi atropelada por alguém chamada Sakura Haruno.

 

-Ok, vamos ver se eu posso te ajudar.

 

-Eu terminei de gravar minha última cena no filme hoje, e me ligaram, um produtor de filmes, ele quer que eu faça o mais novo filme dele.

 

-E?

 

-E o filme se passa no Brasil.

 

-Okay, nós definitivamente temos um problema aqui.

 

-Eu ainda não decidi, quero conquistar a Sakura primeiro, mas se ela escolher o Naruto - Hinata abaixou a cabeça - Eu vou entender.

 

-Nós vamos entender - Hinata disse - Acho que ganhei um novo best friend.

 

Sasuke sorriu.

 

-Você é uma ótima pessoa.

 

-Vou fazer um café para nós.

 

***

 

-Temos que fazer a Hyuuga vir para floresta.

 

-Deixe isso comigo.

 

-Tome cuidado, ela tem amigos do FBI e da CIA.

 

-Não tenho medo.

 

-Pois devia ter.

 

-Vou deixar a Hyuuga sem escolha, quando ela perceber que está machucado o amigo vai querer a cura, e virá até nós. Não há nada mais fácil do que fazer a cabeça de uma mulher assustada.

 

***

 

-Sasori - Chamou Naruto - Preciso falar com a Hinata.

 

-Ela saiu mais cedo hoje, parecia assustada, bem assustada pra ser sincero.

 

-Sabe se ela está na casa dela?

 

-Não sei, talvez esteja.

 

***

 

- Sasuke, se sente melhor?

 

-Sim, só estou com um pouco de dor de cabeça.

 

-Vou comprar um remédio.

 

-Você é uma médica, não tem remédios aqui?

 

-Sou uma médica, não uma farmacêutica.

 

-Ui, agora eu estou pior -Brincou.

 

-Consegue sobreviver sem mim por alguns minutos?

 

-Não sei ao certo -Brincou.

 

-Idiota -Hinata riu - Não vou demorar, até logo.

 

***

 

Sakura estava na casa de Ino, ela estava no quarto da mesma, e Ino entrou no quarto com uma panela cheia de brigadeiro.

 

-Então você acha que a Hinata é um tipo de mutante?

 

-Aham.

 

-Sabe que isso é loucura né?

 

-Sei, mais eu te expliquei como isso tudo funciona.

 

-Sakura, isso tá parecendo mais aquele anime, como é mesmo o nome?

 

-Tokyo Ghoul.

 

-Isso aí. Sério, a CIA e o FBI estão sendo enganados.

 

-FBI até pode ser enganado, mais a CIA? Duvido muito, lá tem vários espiões, sem falar que não tem como alguém enganar a CIA e ao mesmo tempo enganar o FBI, alguém de ambos os lados suspeitaria na hora.

 

-Certo, mais e se Hinata for uma mutante... Ela vai ser um perigo?

 

-Acho que não, pelo o que entendi o parasita de adaptou muito rápido ao corpo e ao sangue dela, mas não creio que ela possoa utilizar poderes.

 

-Mais você mesma disse que viu ela fazer um carro parar bruscamente na frente dela.

 

-Isso pode ter sido apenas uma...

 

-Ah Sakura, chega... E se ela não souber como tratar dos poderes dela?

 

-Estamos trabalhando para tentar encontrar o local exato do laboratório, vamos primeiro prender os vilões, e depois vamos fazer uma cura.

 

-Isso parece coisa de cinema.

 

-Tenho que concordar.

 

-Sabe, ainda me lembro da Tenten apontando uma arma pra mim.

 

Sakura mordeu o lábio inferior, também se lembrou da sua pequena luta com Tenten, se lembrou de ter derramado várias lágrimas por Deidara, se lembrou de ter confiado em Sai. Tudo isso sempre fez parte do plano de Nagato, como Sakura pôde se esquecer do Irmão de Yahiko e Pain?

 

O cara esquisitão que Yahiko tanto se orgulhava quando dizia que Nagato era o melhor irmão do mundo, o cara que Pain dizia que era melhor do que ele em tênis. O cara que sempre quis ver sua morte.

 

-Você acha que Tenten...

 

-Possa se arrepender? 

 

-É.

 

- Não... Eu acho que não, você mesma viu a fúria que tinha no olhar dela. Não é mais a nossa Pucca japonesa...Ninguém é mais o mesmo Ino.

 

-Ah, nem vem, eu continuo sendo a mesma, só que um pouco mais madura, o Neji continua sendo o mesmo chato de galocha...Talvez Hinata tenha mudado um pouco.

 

-Um pouco? Ela mudou bastante, ficou frágil.

 

-Shino a manipulou.

 

-Ela deixou.

 

-Sakura...

 

-Ela não esperou pelo Naruto, e agora fica reclamando e sofrendo pelos cantos porque ele gosta de mim.

 

-Você está indo para outro assunto...

 

-Que seja, Ino, eu estou cansada de ver a Hinata agindo como a coitada da história, agindo como se eu tivesse feito Naruto gostar de mim de propósito, ela o renegou mais de uma vez..

 

-Assim como você renegou o Sasuke!

 

-O q...

 

-Ah, Sakura, sorry por isso, mais você só está dizendo essa merda toda por causa do que rolou na boate. Sejamos realista, Naruto está afim de você, você ficou muito próxima dele e nem sequer pensou em como a Hina e o Sasuke iam ficar nessa porcaria toda, e agora tá aí falando merda porque ela tava se divertindo com o seu ex, ah Sakura pelo o amor de God, você também não pode ficar opinando porque tem tanto ou mais culpa que ela no cartório.

 

Sakura abriu a boca para dizer algo ao seu favor, mais fechou a mesma pois percebeu que Ino estava certa. Sakura também tinha culpa no cartório.

 

***

 

-Sasuke, cheguei.

 

Hinata entrou em sua casa, colocou suas chaves em uma mesinha e foi até a cozinha, e lá estava Sasuke, em pé, perto da pia.

 

-Hinata, eu acho que você pode está confundindo as coisas.

 

-Pelo amor de Deus, não estou confundindo nada, sei que entre você e eu não há nada além de amizade, estamos passando pela mesma coisa, não me preocupo com você por estar afim de você, porque não estou, eu me preocupo com você porque agora você virou meu amigo, relaxa.

 

-Você tirou um grande peso das minhas costas.

 

-Toma o seu remédio... Ai - Hinata caiu no chão -Ai.

 

-Hinata - Sasuke a ajudou a levantar - O que houve?

 

-Sasuke, eu não me sinto bem, tá tudo girando.

 

-Vou te levar pro hospital.

 

-Sasuke, eu não consigo respirar direito, me ajuda.

 

***

 

-Gaara - Chamou Naruto - Sabe onde Hinata está morando agora? Fui na antiga casa dela, mais os vizinhos disseram que ela tinha se mudado.

 

-Poxa cara, não sei onde ela está morando, devia ir perguntar pra alguém no hospital.

 

-Quer vir comigo?

 

-Claro, deixa eu só ir pegar meu casaco.

 

***

 

Karin havia arrombado a porta da cada de Sasuke, notou que o moreno não estava lá, melhor ainda.

 

Karin tinha quase certeza de que viu alguém entrando pela janela da sala.

 

-Droga, e se eu não tiver visto nada? Sasuke vai me matar.

 

No sofá tinha um casaco preto de Sasuke, lá fora estava fazendo muito frio e Karin não estava com uma roupa adequada para enfrentar o gelo que estava lá fora.

 

Sem pensar duas vezes pegou o casaco de Sasuke e colocou o mesmo, prendeu seu cabelo em um coque, e assim levantou o capuz, que acabou escondendo um pouco seu rosto.

 

Quando Karin se virou alguém a jogou no chão, ela olhou pra cima e a pessoa segurava uma faca, a pessoa ia enfiar a faca em Karin, a ruiva rolou pro lado e se levantou, pegou o abajur de Sasuke e quebrou o mesmo na cabeça da pessoa, a pessoa puxou Karin pelo braço e a jogou contra a parede, Karin chutou a parte íntima da pessoa, que deduziu ser um homem, ele a soltou por causa da dor, ela tentou correr e então ele puxou ela pelo casaco e a jogou no chão, de repente ele deu um forte pisão na perna esquerda de Karin e a mesma gritou de dor, não conseguia mais se mover, então ele a pegou pelo pescoço, levantando a cabeça da ruiva, e bateu a cabeça da mesma no chão, uma, duas, três vezes, Karin ainda estava consciente, porém sua cabeça sangrava muito, ele a pegou no colo e logo depois jogou ela com toda sua força no vidro da janela, que por sua vez quebrou fazendo Karin cair na grama da parte da frente da casa de Sasuke. Karin tentou se levantar, ela podia ouvir o barulho do alarme da casa de Sasuke apitando. Ouvia cachorros latindo.

 

O homem chegou perto de Karin.

 

-O alarme não disparou quando você arrombou a porta, você destravou o sistema - Ele disse - Pena que o sistema voltou a funcionar agora. Ah, e da próxima vez, tenta não se meter. Vadia.

 

-"Tenta não se meter?"- sussurrou.

 

O homem apenas saiu correndo e tudo o que Karin conseguiu ver antes de tudo escurecer foram as estelas no céu.

 

***

 

Uma hora depois Ino e Sakura estavam assistindo o jornal, para ver se tinham alguma notícia de Menma, irmão de Karin.

 

-Sakura.

 

-Hm?

 

-Não é a casa do Sasuke?

 

Sakura olhou para tv.

 

"-Há mais ou menos uma hora atrás, a casa de Sasuke Uchiha foi invadida, o invasor parece não ter levado nada, por sorte Sasuke não estava em sua casa no devido momento, mais por azar Karin Uzumaki, a famosa pintora estava lá dentro, a polícia já revistou a casa toda, parece que houve uma briga na sala, o invasor atacou Karin Uzumaki, e a jogou pela janela que dá exatamente aqui no gramado do lado de fora da casa, Karin foi encontrada muito ferida, segundo os médicos, ela sofreu um dano na perna esquerda, e sua cabeça foi um pouco perfurada, mais eles não disseram se a pintora corre ou não risco de morte."

 

-Ai meu Deus, Karin foi atacada, pera aí, o que ela fazia na cada do Sasuke se ele não estava lá? - Ino perguntou.

 

O celular de Sakura tocou, ela o atendeu de imediato.

 

"-Sakura, já soube?" - Era a voz de Shikamaru.

 

-S-sim. Tem ideia de quem foi?

 

"-Não, o cara não deixou nenhum vestígio, e eu não tenho ideia de porquê ele iria atacar Karin."

 

-Você acha que ela tentou se defender?

 

"-Ela é da CIA, claro que tentou se defender, mais acho que a pessoa que a atacou era mais forte... Olha, ela está no mesmo hospital onde Hinata foi internada"

 

-O que? C-como assim?

 

"-Hinata passou mal, ela nem conseguia respirar, se Sasuke não tivesse levando ela a tempo ao hospital, seria trágico"

 

-Espera! Sasuke? Ele estava com ela?

 

"-Eu sei lá, ah, o hospital onde as duas estão é o mesmo onde Hinata trabalha, Hm...Karin passou por uma cirurgia na cabeça, por tanto só vai acordar amanhã lá pro meio dia, e tenho certeza de que a CIA não vai deixar o FBI interrogar ela, então deixe isso pra lá, ela está bem, e Hinata também, só avise aos outros"

 

E assim ele desligou.

 

-O que aconteceu, Sakura?

 

-Ino, eu acho que Hinata não vai aguentar o parasita no corpo dela.

 

-Você está querendo dizer que...

 

-Ela vai morrer.

 

***

 

Naruto entrou no quarto de Hinata, notou que a mesma estava conversando alegremente com Sasuke.

 

-Desculpa, eu fiquei um pouco com minha prima, e então eu decidi ver como você estava.

 

-Hm - Ela olhou para ele, e então olhou para Sasuke -Estou bem. Graças ao Sasuke.

 

-É, eu fiquei sabendo, e Sasuke você não vai poder dormir na sua casa hoje.

 

-Eu sei, Shikamaru já me explicou o que aconteceu na minha casa.

 

-Certo. E as novidades?

 

-Ah, nada...

 

Hinata começou a sentir seu peito doer, logo sentiu seu rosto contrair, e deu um gemido.

 

- Hinata você realmente está bem? -Naruto perguntou.

 

A cama em que Hinata estava começou a levitar no ar, Sasuke e Naruto se afastaram.

 

-Saíam daqui!

 

-Hinata...

 

-Sai!

 

Hinata lançou Naruto contra a parede, e lançou Sasuke contra a porta do quarto. Ambos desmaiaram por causa do impacto.

 

-O que foi que eu fiz? -Hinata se perguntou olhando para suas mãos que tremiam.

 

-Você não fez isso porque quis - Disse um homem que estava em pé, perto da janela.

 

-Ai meu Deus - Hinata engoloiu o seco - P-pain?

 

-Não, todos me confundem com esse tal de Pain, me chamo Alex - Sorriu - Como eu disse, você não teve culpa, nem sequer sabe controlar esse poder.

 

-P-poder?

 

-Sim, poder - Ele a olhou - Eu chamaria isso de maldição, e não de poder. Eu também tenho isso.

 

-É sério?

 

-Sim, olhe - Alex fez o jarro de água que estava em cima da mesa ir parar em cima da cama de Hinata - Mais eu sei como acabar com isso.

 

-Como?

 

-Tenho um amigo que trabalha em um laboratório, ele conseguiu a cura, vou ir vê-lo hoje mesmo, vou voltar a ser normal como todo mundo... Percebi que você ficou igual a mim, e pensei em te chamar pra ir comigo.

 

-O q...

 

-Sei que você não vai vir comigo, afinal de contas eu sou apenas um estranho, mais eu venho te observando e sei que  você precisa de ajuda tanto quanto eu. Desculpa.

 

-Espera, eu vou com você..Só não sei como iremos passar pelos médicos e pelos seguranças.

 

-A gente pode voar.

 

-Sério?

 

-Vem comigo. 

 

-H-Hinata - Chamou Naruto abrindo os olhos. Hinata estava nos braços de Alex - Solta ela.

 

Naruto se levantou e Alex pulou a janela com Hinata em seus braços. 

 

- Naruto - Shikamaru entrou no quarto onde Hinata estava internada - O que foi que aconteceu aqui? - Olhou para Sasuke que estava despertando - Cadê a Hinata?

 

-Alguém sequestrou ela -Respondeu Naruto.

 

-C-como..Como assim?- Perguntou Sasuke se levantando.

 

-Eu acordei e alguém estava com ela nos braços, e aí ele pulou da janela e você entrou.

 

Shikamaru correu até a janela e viu a avenida super movimentada.

 

-Eles não caíram no chão, aqui é muito alto, e o transito continua como sempre, droga, aposto que foi outro tipo de transformado.

 

-Shikamaru, o que está acontecendo? -Perguntou Sasuke.

 

- Que história é essa de mutante?

 

-Eu vou explicar pra vocês dois, mais que isso não saia daqui. Só esperem eu ligar pro Itachi.

 

Shikamaru pegou o seu celular em seu bolso, discou o número de Itachi, e o mesmo atendeu no terceiro toque.

 

"-Liga depois"

 

-Pegaram a Hinata.

 

"-Pera aí, o quê?"

 

-Um cara apareceu no hospital, pegou a Hinata nos braços e pulou da janela do sétimo andar.

 

"-Eles morreram?"

 

-Não, o transito não parou nem nada, então eles não caíram, acho que o cara que pegou ela também é um mutante, avise a todos da CIA, temos que encontrar a Hinata.

 

"- Okay, vou avisar, nos encontramos daqui a meia hora na casa da Sasori"

 

Itachi desligou, Shikamaru olhou para Naruto e Sasuke.

 

-Será que dá pra explicar o que está acontecendo? -Perguntaram Sasuke e Naruto ao mesmo tempo.

 

Shikamaru suspirou.

 

"Era só o que faltava" -Pensou o Nara revirando os olhos.

 

 

Meia hora depois todos estavam na casa de Sasori, menos Ino, e Gaara. 

 

 

Agora, encontrar Hinata e trazê-la de volta tinha virado uma prioridade.

 

Quando Neji soube de tudo que estava acontecendo com sua prima desabou-se em lágrimas.

 

Sasuke estava muito preocupado, não podia negar, e ver Naruto ao lado de Sakura não lhe ajudava em nada.

 

Naruto se sentia péssimo, não fazia ideia de que Hinata havia sido sequestrada e virado uma espécie de "mutante", por que ela não contou à ele que estava assim? Será que Sasuke já sabia?

 

O que Naruto estava sentindo? Ciúmes? Preocupação? Raiva?

 

Já Sakura estava muito nervosa, Naruto estava ao lado dela, Sasuke estava perto da janela olhando para fora da mesma, ele parecia preocupado...com Hinata. Sakura também estava, todos estavam preocupados, mais ela sentia uma agonia no peito, tinha perdido Tenten...Não podia perder Hinata também.

 

Mesmo as duas estando afastadas, Sakura sentia falta de Hinata...Muita falta.

 

-O que vocês vão fazer pra trazer a Hinata de volta? - Neji perguntou com os olhos vermelhos de tanto chorar.

 

-Shikamaru e Konan descobriram a localização exata do laboratório onde Hinata deve está nesse momento - Explicou Chouji - Logo nós iremos até lá, e iremos trazer a Hinata de volta.

 

-Logo? - Perguntou Naruto - Logo quando?

 

-A CIA tem que receber a autorização primeiro. -Respondeu Sasori. -Enquanto isso, não podemos fazer nada.

 

-E o FBI?

 

-Sasuke, o FBI afirmou que vai trabalhar ao lado da CIA, por tanto se a CIA não for, nós do FBI também não poderemos ir. - Explicou Shikamaru.

 

-Gente, eu tirei uma cópia da localização do laboratório...Achei que vocês iriam precisar.

 

-Konan, eu posso ver isso? -Neji perguntou se levantando.

 

-Claro - Konan entregou a folha para o Hyuuga. - Algum problema?

 

-Sim, eu não posso deixar minha prima sozinha.

 

-Como assim?

 

Neji empurrou Konan que por sua vez caiu no chão, o moreno saiu correndo, Shikamaru, Itachi e Kakashi foram atrás do Hyuuga.

 

Matsuri ajudou Konan a se levantar.

 

-Tudo bem, Konan?

 

-Sim, valeu.

 

-Então... É verdade, existe mutantes aqui em Tokyo - Disse Saori descendo as escadas.

 

Seu olhar se cruzou com o olhar de Naruto, e logo depois com o olhar nada amigável de Matsuri.

 

- Ôh projeto de fotógrafa...Ficar escutando a conversa dos outros é feio sabia?- Disse Matsuri irritada.

 

-Será que eu posso ajudar em algo?

 

-Pode sim, por exemplo se você sair daqui já vai está ajudando bastante. 

 

-Matsuri, eu...

 

-Saori, será que dá pra parar de respirar? me incomoda.

 

-Okay, vou fingir que não ouvi nada e vou pro meu quarto.

 

-Ótimo, aproveita e finge que morreu também.

 

-Matsuri, menos okay? - Disse Chouji e Saori saiu.

 

Que Matsuri não gostava de Saori ninguém duvidava, mais o que Sakura se perguntava era : "Por que?"

 

-Neji pegou o carro dele - Disse Sasori entrando em sua casa junto com Itachi e Kakashi - Ele vai ir atrás da Hinata. Temos que impedir caso o contrário ele pode se machucar feio.

 

***

Ino estava sentada em sua cama, sua cabeça doía mais do que nunca, ela se sentia tonta, então foi quando a ânsia chegou. Ino se levantou e foi correndo para seu banheiro. 

 

***

 

Gaara estava em sua casa, ele estava na sala onde tinha uma foto de Ino. O ruivo ficou encarando a imagem por alguns minutos. 

 

Então se lembrou do quanto aquela loira fazia seu coração disparar, lembrou do quanto ela aprontou com ele na adolescência, lembrou que agora tudo havia mudado.

 

Tudo...

 

Naruto que antes gostava de Hinata, agora estava gostando de Sakura, Tenten tinha enganado todos eles, Neji agora vivia triste pelos cantos, Sasuke havia se aproximado de Hinata, Karin virou uma das mocinhas da história, Saori havia voltado, sua empresa estava falindo, e ele e Ino ainda não tinham conversando sobre a possibilidade de ficarem juntos novamente, estava tudo difícil principalmente agora com a volta da Saori à Konoha.

 

O ruivo fechou os olhos e uma lágrima escorreu pelo seu rosto.

O que mais iria acontecer? Seus amigos não eram mais os mesmos... Ele sentia falta dos seus antigos e loucos amigos que agora eram praticamente outras pessoas.

 

O tela do celular de cor dourado, de Gaara ascendeu, era uma mensagem de Neji.

 

"Todo esse tempo eu reparei o quanto eu errei, reparei o quanto fui egoísta e só ligava pra mim e pra essa minha dor, fiquei longe de quem precisava de mim, e agora ela está correndo perigo, eu não estava no hospital para impedir que levassem ela, não quis saber o porquê dela está tão estranha, mais agora eu sei...Gaara, eu errei muitas vezes...Mas tem um erro que eu vou concertar nessa vida, eu juro. Sei que mudei, peço perdão por isso, só quero que saiba que estou fazendo uma loucura nesse momento para salvar Hinata, e se eu não voltar com vida quero que você saiba que você e os outros são mais do que amigos, são como irmãos que eu nunca tive...

Vou salvar minha prima, vou mostrar para mim mesmo que eu posso fazer o que é certo...

 

Neji'

 

Gaara terminou de ler a mensagem e ficou pálido, tinha seqüestrado Hinata, e Neji estava fazendo uma loucura pela prima.

 

- Droga.

 

Pegou seu casaco jeans e saiu de seu apartamento, CIA e FBI já deviam está cuidado disso, mais ele conhecia alguém que não sabia o que estava acontecendo agora, mais que tinha dados importantes.

 

Karin Uzumaki.

 

***

 

Ino tinha vomitado pela terceira vez, se sentia fraca... Agora sabia que Shikamaru não mentiu. Ela estava grávida...Grávida.

 

-Meu Deus, um filho - Dizia Ino acariciando sua barriga - Eu vou ser mamãe - Ino começou a chorar de Alegria, sempre quis ser mãe, e agora este sonho estava se realizando...Finalmente.

 

Então veio aquela vontade louca de comer uma coisa que podia ser nojenta... Mais que estava dando água na boca de Ino.

 

Ino pegou seu celular e logo discou o número de Saori, a ruiva atendeu no terceiro toque.

 

"-Ino?"

 

-Pode me fazer um favor?

 

"-Claro."

 

-Sei que pode parecer loucura, mais preciso que você venha na minha casa e traga...Formigas fritas com maionese.

 

"-Mais para que você quer isso?"

 

-Já ouviu falar em desejo?

 

-AI.MEU.DEUS - Gritou pausadamente.

 

***

 

Neji dirigia em alta velocidade, sua vista ficava embasada às vezes por conta das lágrimas em seus olhos, sim ele estava chorando.

 

Óbvio que estava.

 

Chorava por Hinata, chorava por ter sido idiota e ter se apaixonado pela pessoa errada, chorava por Naruto, Sakura e Sasuke que não se resolviam logo de uma vez, chorava por ter mudado tanto e por não ter feito nada pra impedir que os outros mudassem também.

 

Chorava por não ter sido um primo muito presente... Ele já havia desabafado por mensagem, mais mesmo assim sentia que ainda não tinha tirado o peso de suas costas.

 

Pegou seu celular e discou o número de seu advogado.

 

-Alô, sou eu, Neji...É, olha eu preciso de um grande favor seu, vá ao computador e digite exatamente tudo o que eu disser.

 

***

 

Shikamaru diria seu carro, no mesmo estavam Naruto, Sasuke, Sakura, e Matsuri.

 

No outro carro estava Itachi dirigindo, com ele estavam Sasori, Chouji, Konan e Hidan.

 

Em outro carro estava Kakashi, e outras pessoa da CIA e do FBI.

 

Eles estavam longe do carro de Neji, Neji com certeza etia chegar ao local primeiro do que todos alí.

 

Aquilo era óbvio demais.

 

A preocupação e curiosidade tomava conta de todos, principalmente de Sasuke.

 

Como ele não tinha notado nada de diferente em Hiana? Por que ela não disse nada à ele? 

 

Sasuke podia ver pelo espelho do carro Naruto cobrindo Sakura com seu casaco.

 

Ela olhou para o espelho e viu o olhar dele, Sasuke deu um olhar de reprovação e virou o rosto para janela, tudo o que via era algumas árvores, já estava bem escuro, ele já estava ficando preocupado demais... Será que Neji e Hinata estavam bem? Por que Karin havia sido atacada ? Quem a atacou? Sakura realmente ia ficar com Naruto? Naruto realmente gostava dela ou de Hinata? E ele...Ele deveria aceitar trabalhar em um novo país... Longe de tudo e de todos?

 

Eram tantas perguntas na cabeça de Sasuke que ele mal podia raciocinar direito.

 

Ele estava confuso, tudo estava muito confuso... Tudo.

 

Tic-tac...E o tempo só passava.


Notas Finais


Olá de novo. Espero que tenham curtido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...